Psicóloga

Um conto erótico de Lobinho
Categoria: Heterossexual
Data: 25/04/2006 03:14:32
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual

Este conto é real e aconteceu na minha adolescência. Acho que preciso de início falar um pouco da minha personalidade. Eu sempre fui muito tímido. Eu fui tão tímido que tive que fazer tratamento psicológico. A timidez sempre me atrapalhou e por causa desta timidez perdi inumeras boas oportunidades na vida. Oportunidades de namorar, de conhecer e curtir alguém. Sempre fui muito estudioso. Era o CDF. Aluno exemplar, filho exemplar. Tive uma educação religiosa muito firme. Como gostava de estudar, absorvia os ensinamentos religiosos também, ou seja era um verdadeiro santo. Santo mesmo. Ia a missa todos os domingos e dias santos, comungava, me confessava e rezava muito. Participava de encontros na Igreja e jovem dava até palestras. Por causa de minha personalidade e comportamento eu conquistava a admiração e o respeito de todos. E por isto mesmo conquistava a admiração de muitas gatinhas. O problema é que eu não aproveitava. Quando atingi a idade de 17 anos quase entrei em parafuso. Quase fiquei louco. Os hormônios a flor da pele entraram em conflito com os ensinamentos religiosos. Se vocês não sabem eu digo: para a Igreja Católica temos todos que casar virgens e só pode haver sexo para procriar e dentro do casamento. Eu sempre fui bonitinho, e as meninas me procuravam, diziam que gostavam de mim, coisas assim, mas a timidez somada aos ensinamentos religiosos (era pecado mortal) faziam com que eu me afastasse delas. Apesar de toda esta disciplina eu também tinha meus desejos e taras. Eu sou tarado por um bumbum, adoro ver e tocar uma bela bunda de mulher. Meu sonho era comer uma bundinha gostosa. Acontece que aos poucos a coisa foi ficando difícil pra mim. Não conseguia mais estudar, minhas notas sofreram uma gradativa redução, logo eu, que era o "bam bam bam" das notas dez. Meu pai, percebendo minhas pertubações levou-me a uma psicóloga. Foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida. Prefiro não dizer seu nome verdadeiro. Vou chamá-la de Tatiane. Quando cheguei ao consultório e fui apresentado a Tatiane eu tinha só 17 aninhos. Tatiane tinha 25 anos, era uma mulher linda e meus olhos de menino não deixaram escapar suas curvas. Tatiane tinha uma coisa que eu amava: um bumbum perfeito, lindo, grande e durinho. Mas não era só isto, seus seios médios, sua cintura fina, seus cabelos negros e longos, sua pele morena clarinha atraiam a atenção de qualquer homem. Logo começamos a conversar e ficava evidente sua sensualidade. Como era charmosa aquela mulher! Ela sempre deixou bem claro que eu devia falar, colocar tudo pra fora...(risos) e que a função dela era essencialmente ouvir e estimular a minha fala. Quando comecei a minha análise eu estava muito deprimido, mas aos poucos, Tatiane foi levantando minha auto estima. Ela me fazia bem. Depois de cada sessão eu me sentia mais forte, mais homem. Como ela me fez bem! E como acontece nos filmes, eu me apaixonei por Tatiane. Lá pela décima sessão, ela disse: já arrumou a namoradinha? Eu não tinha namorada ainda e nunca tinha tido. Tatiane sempre dizia: que eu era um rapaz muito bonito e que pecado era eu não ter uma namoradinha. Quando ela dizia isto, meus olhos brilhavam. Ela percebia. Até minha respiração mudava. Na verdade, eu estava mudado. Bem diferente, muito mais sensual, mais seguro. Então, na semana em que eu completei 18 anos tinha um encontro marcado com minha psicóloga, mas ela me pediu para mudar o dia. Sempre nos encontravamos na quinta-feira, mas desta vez ela pediu que fosse vê-la no sabado. Três dias depois do meu aniversário, no sabado,lá estava eu. Quando cheguei, Tatiane me recebeu bem diferente!!!!Ela me deu um abraço apertado e disse que tinha um presente pra mim. Meu coração veio a boca. Entramos no consultório. Tatiane estava vestida diferente também. Estava de mini-saia, que realçavam seu belo bumbum. Eu olhava suas pernas com olhos de lobo. Neste dia, ela disse: hoje eu vou fazer um relaxamento em você e disse que eu tinha que sentar no sofá onde sempre deitava para fazer a análise. Tatine começou a me massagear e dizer coisas pra mim... coisas como: vc esta sentado na beira de uma lagoa... o vento sopra em seus cabelos... mas eu sentia as mãos de minha psicóloga percorrem meu corpo "maliciosamente". Ela descia demais as mãos. Aquilo foi me deixando excitado. Depois ela pediu pra que eu me deitasse de bruços e simplesmente sentou-se em cima de minhas costas e ficou massageando-as. Neste momento, eu só pensava em uma coisa: Como estaria a mini-saia de minha amada?...Meu tesão já era incontrolável. Meu pau estava muito duro e até doía um pouco com a minha psicóloga em cima de minhas costas. Tatiane massageou minhas costas e depois queria me virar pra cima, mas eu estava com vergonha de mostrar a ela que estava de pau duro... (santa ingenuidade). Mas não teve jeito, eu tive que virar, graças a Deus. Quando virei de frente, Tatiane continuou a massagem como se não tivesse percebido nada... ela ficou ajoelhada na frente do sofá e começou massageando minhas pernas e DE REPENTE: passou a mão no meu pau. Eu fui as estrelas. Ninguém no mundo podia ser mais feliz! Tatiane segurou meu pau que estava ereto por cima da minha calça. Vendo que eu estava delirando de prazer, Tatiane abriu o ziper da minha calça e colocou a mão dentro do minha cueca e começou a me masturbar. Logo depois, ela tirou meu pau pra fora e ficou me masturbando e olhando pro meu pau. Eu não tinha idéia do que fazer... estava petrificado pelo prazer. Tatiane foi inclinando a cabeça e antes de colocar meu pau na boca dexou cair um pouco de saliva nele... só então começou a chupar a cabecinha. Ela fazia questão de separar a cabecinha... sugava só a cabecinha... era demais...loucura...delícia... era uma chupada molhadinha, aos poucos Tatiane foi colocando meu pau na boca, até que o engoliu todinho. Tatiane não tirava a boca de vez não... Ela tirava fazendo uma espiral... como se meu pau fosse um parafuso e depois voltava fazendo a mesma espiral, colocando o pau todo na boca. Até hoje ninguém me chupou assim! De sua boca saia muita saliva... era como se ela estivesse com água na boca, como se estivesse se deliciando por chupar meu pau. O prazer que ela sentia me dava mais prazer. Até que tomei minha primeira iniciativa: segurei a cabeça daquela gata forçando sua cabeça contra meu pau e fazia movimentos... como se sua boca fosse uma vagina. Ela gostou e ficou na posição... então continuei. Com sua boca engolindo todo o meu pau eu socava, estava enlouquecido. Eu jogava meu corpo pra cima e pra baixo... e ela sem tirar o pau da boca recebia tudo e deixava quase tudo sair e sem esgasgar. Até que explodi em um gozo maravilhoso. Ela deixou o semen escorrer pelo meu pau. Quando isto acabou, eu não acreditava...mas não tinha acabado ali não... Ela sentou-se do meu lado e continuamos a conversar... ela me disse que adorava chupar e que, às vezes, ficava em casa chupando o dedo!!!! Quando ela disse isto eu fiquei excitado de novo e ela vendo meu pau endurecer, não perdeu tempo e colocou-o na boca. Agora eu estava sentado e via minha psicóloga me chupar ajoelhada no chão. Ela me olhava e chupava meu pau. Sua mini-saia estava levantada e eu podia ver sua bunda e sua pequena calcinha rosa! Demais a calcinha rosa, inesquecível, enfiada no bumbum. Foi quando pensei que podia comer o bumbum de minha psicóloga...minha excitação e tudo o que tinha acontecido me fizeram ousar...eu simplesmente pedi a Tatiane que me mostrasse seu bumbum... assim mesmo: Tatiane, quero ver seu bumbum. Ela levantou-se imediatamente e como uma serviçal obediente virou-se de costas e levantou a mini-saia. Eu olhava seu bumbum como quem vê o paraiso, o céu. Que bunda linda! Redondinha, logo toquei e percebi o quanto era macia, lisinha, lisinha. eu mesmo puxei a calcinha pra baixo, depois puxei a Tatiane. Ela segurou meu pau e foi direcionando pra vagina, mas eu segurei e apontei pro cuzinho, então ela deixou e sem dizer nada foi sentando. Meu pau já tinha ficado seco, então quando ela tentava colocar entrava um pouquinho mas doia. Então numa das vezes em que ela subiu eu coloquei um pouco de saliva, ela sentou e entrou um pouquinho mais, depois ela subiu de novo e eu "molhei" um pouco mais. Nesta brincadeira... meu pau foi entrando..entrando... mas não saía da metade. Então ela disse: tenta colocar comigo de 4. Ela ficou de quatro no chão e eu era o homem mais feliz do mundo naquele dia. Aquele bundão...lindo... perfeito... pronto pra ser devorado. Ajoelhei e comecei a colocar de novo..logo entrou até a metade e depois foi entrando tudinho... Depois que entrou tudo, eu abracei a Tatiane... me inclinado pra frente...enquanto ela estava de quatro e fiquei um pouquinho assim. Era como se eu dissesse: obrigado! O prazer que sentia era demais. Depois levantei meu tronco, ainda ajoelhado e olhava meu pau enterrado naquele cuzinho lindo. Comecei a tirar e colocar tudo... ela disse: ai ai ai...três vezes, achei que estava doendo e passei a tirar menos e colocar de novo. Sentia um carinho, um amor, eu era todo da Tatiane. Seu rosto estava vermelho, apesar dela ser morena. Ela estava com os olhos fechados, parecia sentir muito prazer e aquilo me deixava mais louco ainda. Foi quando voltei a colocar e tirar tudo... desta vez ela não disse "ai"... apenas gemia deliciosamente... eu estocava naquele cuzinho delicioso. Percebi que escorria um líquido de sua vagina. Tatiane estava sentindo muito prazer em me dar o cu, realmente. Que mulher! Eu não podia resistir muito tempo e queria que ela gozasse também, então disse: vamos gozar... coloquei meu dedo em sua perereca e gozei alucinadamente, sendo seguido por ela. Depois desta vez, nos encontramos muitas outras, ela deixou de ser minha psicóloga e passou a ser minha namorada. Foi Tatiane que me fez gozar de verdade. Hoje não estamos mais juntos, mas eu nunca vou esquecer a minha melhor transa, que por acaso foi a primeira.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
29/07/2011 21:19:30
15/01/2010 05:57:30
Me passe o endereço ou o telefone do consultório dessa psicóloga. Preciso urgente de uma terapia com ela!
15/01/2010 05:56:39
me fala o endereço ou o telefone do consultório dessa Tatiane.Preciso de umas terapias!!!
junior
29/04/2006 19:01:51
me desculpem pelos erros gramaticais
junior
29/04/2006 19:00:21
isso eh para todos verem,a religiao atrapalha e muito na vida da sociedade contemporanea,por isso q sou ateu,e aproveito das vantages de nao ser petrificado pelo sentimento de culpa,q eh o q a educaçao crista mais causa na vida do ser humano,abaixo a represao religiosa,por q enquanto os padres molestam menininhos,eles petrificao e inpedem de viver pessoas q tem tudo para dar certo no campo sentimental e volupinoso,falou! e lobinho,escreva mais aventuras com sua psicóloga ,falou?!
junior
29/04/2006 18:53:50
cara,eh o conto mais doido q ja vi,sensacional mesmo,mas,um detelhe,pq vc nao fez introduçao vaginal primeiro antes de ver o cu,heim?
juci
28/04/2006 00:59:59
NOSSA VC DEVE SERT DELICIOSO FIQUEI MOLHADINHA SO EM LER
Lobinho
27/04/2006 19:55:08
Obrigado a todos.
Carla
27/04/2006 18:50:35
Nossa eu amei seu conto, fiquei tão molhada que não resisti e bati uma sirica! Delícia, gozei gostoso pra vc! Beijos nesse pau gostoso
drica
26/04/2006 16:03:39
MUITO BOM SEU CONTO!!!
Bruno
25/04/2006 15:02:39
Poxa vida... que psicologa hein?

Online porn video at mobile phone


Conto porno apanhei de chinelo na bundacontos erotico coroa comeu ru e minha mulherconto erotico fodi minh sobrinh novinh 11nocristina loirinha sem juizobuceta virgem relatos descabacando as irmas gemeasSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhadei a buceta pro meu filho com consentimento do seu paifilme de pornô mulher se masturbando e metendo a mão quero ver o filme agora filme quero ver agora filme de pornô metendo a mão aguardando né tá na mão transando ela se masturbandomulutas gosando escorrendopornotiagostosasviados mansos que gostam de urinaesperei ela se distrair e empurrei no cu dela xnxxporno brasilero ela queria fujir de tanta fodanao cnseguioxvideos encacho a rola sei coloca maoordenhando roludo na frente do corno de ipanemawww.casadoscontos/gayputo.comminha esposa pediu dupla penetraçaocontos eroticosestupro esposa contos eroticosporn diario de leticianovinhas de camisola no desafio e vou tomar banhomenina bem magrinha de oculos com seu papai no pornover contos de tio q criou sobrinha e depois fudeu ate nu cucontos de podolatria scarpinconto erotico estuprei minha esposa obriga nossa empregada a fazer sexo comigojuliana jemeno no pau groso ponodoidoMeu padrasto comendo a vizinhaWWW.As Panteras.comSansão todinho nuacontos eroticos maduras gosto de homens tarados e de piça gg morena arregalou os olhos dando cu e gozandovideos de sexo filhas gemiase paiporno gey contos eroticos perdi cabaso c meu primo guando criansacache:http://zdorovsreda.ru/policial corrupto usa a farda para conseguir mulheres parte 2 conto erótico gêmeas trail irmã com o namoradogozando na entrada da bucetinha minúsculas de frango assado bem devagarvideo porno amor virei corno que deliciaporno brasileiro oilando o gay brasileiro da banda lizinha tomar banhovideo porno mae ve filho pelado e toma susto com tamanho do paudeu pro time todocachorro pausudo e seu donocontos eroticos eu fui estuprada crente geme muitoxvidio.c miha mae n siriricasexoirmá vai dormir con seu irmaocasadas q gosta de ç chupadas por novinhofilinha novinha chega. colegio corre senta colo pai pra senti pau pai vibra na sua bundinha contosmulheres que sentem desejo sexual por cavalo zoofiliaboafoda-gozada-dentro-trans-acavaladas-Porno gay Homem chama encanador para olhar o tetolavano a becetaContos eroticos a neta da vizinhafotosde travesti peitudo ecusaomarido .que gosta de ser corno xpirngostosa infia bolinha explovisa na buceta e vai treparContos de maridos cornos e otários casados com esposas putas e safadasxvidio.com mary buceta de ourosou sexo com travesti 2 metrosmulher pelada colocando frutas no cel cu e dando pra sua filia cheirarcache:O6GiaR9Gb0sJ:zdorovsreda.ru/texto/20180120XVídeos só voz tapeando e as netas bem novinhabuceta pornoulhe na praia com fio dentalContos eróticos comi a rosquinha da mulher e da filha gostosa do padeiro na padariao filho da minha patroa ele foi metendo seu pau na minha buceta virgem que sangro ele começou a fuder minha buceta eu gozei ele fundendo minha buceta ele gozo dentro da minha buceta ele começou a fuder meu cu virgem ele gozo dentro do meu cu quando eu sair do seu quarto minha patroa me frago eu saido do quarto dele minha patroa disse pra mim que eu ia ficar grávida do seu filho conto eróticoFoda agressiva ponodoidoconto gay alvinho e o velho amigo da famíliacontos eróticos de estrupo entrepadrinhos e afilhadadona d casa fica exitada dormindo e fica com a buceta babada xvidioContos.fonados porno de cornomeninas buceta enfregão so de fioxvideo mulher negra de decote arumando cada//mostrando os peitoXVídeo grátis achatadinhoconto mae manda filinho fuder irmazinha pequenameu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticoxerequihas. que. a. mule. temContos eróticos meu marido solbece quantas rola já levei no cuContos de insesto. Irma gostosa e sua melhor amiga dando a buceta pro seu irmao roludo do pau grande e grosso e cabeçudo comer com vontade.novinho parudo enfio no rabo da irma cavala divorciada contosacampando contos eroticosAssestir xvodeoporno bofou e ficou agarado