PASSEI EM MATEMÁTICA =)

Um conto erótico de Millinha =00=
Categoria: Heterossexual
Data: 15/12/2006 15:55:18
Nota 4.33
Assuntos: Heterossexual

Oi, gente. Meu nome é Camilla, tenho 16 anos e sou carioca. Sou bem alta, tenho um corpo realmente bem bonito, seios fartos, branquinha, cabelos castanhos, olinhos azuis, pernas longas e muita bem feitas, e um bumbum muito elogiado(redondinho e empinadinho rsssss). Hoje vou contra pra vocês como eu fiz para passar em matemática. Estudo num colégio conceituado, e estou no 1º ano do ensino médio. Bom, sempre fui péssima em matemática e parece que nesse ano iria ficar reprovada =(, mas não por falta de esforço meu, sou bastante estudiosa. No meu colégio a Matemática se divide em duas disciplinas: Geometria e Aritmética, ou algo do gênero. A soma das duas notas é a média. O caso é que eu era ótima em Geometria, mas um terror em Aritmética. E o professor de Geometria me adora. Quando enfim sairam as notas e eu vi que estava de recuperação, por causa da Aritmética fiquei arrasada =(. Estava no colégio quando o professor de Geometria, Maurício veio me consolar. Disse que minha nota foi excelente na matéria dele, mas na outra matemática tinha sido um fracasso. Mas ele poderia me ajudar, me dar umas aulas particulares, afinal de conta ele gostava tanto de mim. Fiquei muita grata, achando que essa seria a solução dos meus problemas. É preciso dizer algo sobre o professor Maurício. Era uma no já beirando os 60 anos, barrigudo, meio careca. De sexy, definitivamente, não tem nada rsssss. Bom, voltando ao conto, no dia marcado eu fui lá, em sua casa. Comecei a achar tudo meio estranho logo quando ele me recebeu. Estava um tanto eufórico, me deu um abraço muito apertado, sentindo meu corpo inteiro, e um beijo molhado na bochecha. Pediu pra que eu enrasse e colocasse minhas coisas em cima da mesa, que já já começaríamos a estudar. Fiz como ele mandou enquanto ele saia da sala. Fiquei olhando os porta-retratos: fotos dele com a mulher e os filhos ainda pequenos, dele com os netos. Então ele voltou com uma garrafa de uísque e dois copos na mão, e disse: “Que tal começarmos a comemorar sua aprovação desde agora?”. Achei aquilo engraçado mas disse que não sabia se seria mesmo aprovada, mesmo com a ajuda dele, o outro professor me detesta. Mas ele insistiu: “bebe só um pouquinho, só pra deixar o tio Maurício feliz.” Como eu sou muito fraca pra bebida, e fiquei logo zonza. Ele se sentou no sofá e pediu para que eu sentasse ao seu lado. Como uma menina obediente sentei-me, mas já começando a ficar um pouco desconfiada daquilo tudo. Ele pegou minha mão e disse: “Você gosta do seu tio Maurício?”. Eu disse que sim e agradeci muito por ele estar me ajudando. Então ele disse: “Não precisa me agradecer. Só queria que vc fizesse uma coisinha pra mim...” E enquanto falava passava a mão nos meus cabelos e no meu rosto. “Tira a roupinha pro seu titio, tira. Me deixa te ver peladinha” Eu fiquei muito nervosa e cheia de vergonha, mas no fundo achava aquilo tudo muito excitante. “Vc está louco! Vou embora”, eu disse quase gritando. Fui me levantando do sofá, mas ele segurou meu braço com força e me fez sentar de novo. “Vc quer ser reprovada, Camilla? – disse com raiva – Eu juro que não vou te machucar.” Ele pensava que eu ainda era virgem... Então, lentamente, e com a cabeça baixa comecei a me despir. Primeiro tirei os sapatos, sua reação foi um largo sorriso ao ver que eu iria aceitar sua proposta. Quando tirei a blusa e fiquei de sutiã ele começou a massagear seu pau por cima da calça dizendo: “Vai, minha garotinha, fica nua, pro seu titio.”, com aquela voz pastosa, já cheia de tesão. Então me levantei pra tirar a saia, e fiquei só de calcinha e sutiã. Com meu corpo já de mulher, mas ainda conservando algo de minha virgindade já há muito perdida. Foi ai que ele botou o pau pra fora. Era enorme o caralho do meu professor e eu rezei pra que ele não quisesse me comer, não estava ainda muito duro e pensei que talvez ele fosse impotente. Ele falou: “Chega, pertinho, minha Camilinha gostosa.” E começou a passar seu pau enorme na minha barriga, e aquele cacete crescia cada vez mais. Passou na minha xoxotinha ainda vestida com uma calcinha de algodão branca. Ele suava e passava a outra mão nos meios seios, ainda cobertos pelo sutiã. “Agora tira tudo pro seu titio.” Primeiro tirei o sutiã: “Ai, que delícia, Camilinha, passa os dedinhos no biquinho, pro titio ver.” Aquela altura já estava começando a perder a vergonha.” E comecei a acariciar meus seios olhando fixamente para ele, que dizia: “Isso, minha gostosinha, deixa os biquinhos bem durinhos pra eu mamar.” Então me puxou pra junto dele com muita força e abocanhou meio seio passando a língua freneticamente. Já estava começando a ficar muito molhada, rezando para que ele não percebesse, não soubesse que aquele velho nojento estava me excitando. Então me afastei e disse:’Agora chega, vc já viu o que queria ver.” E ele: ‘Cala a boca, quem manda aqui sou eu e só vai acabar com vc me escutar gozando, sua cadelinha.” Então era claro que ele iria me penetrar...Fiquei com medo daquela pica grossa e gigantesca, daquele homem pesado em cima de mim, suando. Ele arrancou minha calcinha tão depressa que eu mal percebia, e viu que estava molhada. “Sabia, vc é uma cadela mesmo. Tá toda molhada” E dizendo isso enfiou um dedo na minha boceta. “Vc é virgem, minha putinha?” Só pra ver a reação dele menti:”Sou”. E ele disse: ‘Então vou te tratar bem. O titio sempre viu vc sentadinha na sala, tão gostosinha, prestando tanta atenção no titio. Essa vai ser sua recompensa, minha cadelinha gostosa, vou deflorar vc” Aquela palavra me fez rir. Ao ver meu sorriso ele se enfureceu:”Tá rindo de que sua puta? Acha que eu não posso, não está vendo o tamanho da minha pica??? Agora vc vai ver!” Ele baixou mais a calça, segurou seu pau com força e botou na entrada da minha xana. ‘Agora aguenta, puta” Deu uma estocada que me rasgou toda, e eu gritei. “Cala boca, vadia.” E me deu um tapa, eu comecei a chorar e ele dando estocadas cada vez mais vigorosas. “Tá gostando de levar na boceta? Tá gostando, puta. Tirei seu cabacinho. Tá doendo, vadia?” Era um pau tão grosso que eu me sentia me dividindo em duas, e ele botava tudo dentro de mim de uma vez só, sópra tirar até a metade e estocar de novo. Era uma mistura de dor e prazer maravilhosa. “Está, professor, por favor, pára, vai mais devagar.” E para minha surpresa ele começou a dimunuir a intensidade daquelas estocadas, eu imaginei que ele já tivesse gozado. “Sua bocetinha e muito quentinha e apertada, Camilinha. Mas agora que já te desvirginei não quero mais, quero sentir sua boca.” Ele pegou sua pica enorme e apontou na minha cara, botei primeiro a cabeça na boca, lambendo e chupando bastante, enquanto punhetava o resto daquele membro gigante. Eu estava de joelhos na frente dele, toda nua, e ele com as calças arriadas, mas ainda de camisa, isso aumentava minha humilhação. Então ele começou mexer a cintura para controlar o pau ele mesmo, fazendo minha boca de boceta. Ia e vinha, a princípio lentamente, e depois cada vez mais profundamente, encostando a cabeça daquele caralho na minha garganta, me deixando com falta de ar. Ele gemia e gemia, até dar um grito gutural. ‘Ai, puta, engole minha porra.” E eu engoli, foi a primeira vez que engoli porra na minha vida. Não era tão desagradável quanto eu imaginei. Ele sentou-se novamente no sofá. “Vista-se. Se vc contar isso pra alguém eu arranjo um jeito de acabar com vc. Não se preocupe, vc vai passar de ano.” Me botou de costas e deu um tapa no meu bumbum. “Bem, que eu queria comer esse cuzinho, mas fica pra uma próxima vez, sua puta vadia.” Eu gelei, porque ai sim eu sou virgem de verdade nunca dei minha bunda... Vesti-me, juntei minhas coisas e fui embora rapidinho, ainda com o gosto de porra na boca. Realmente fui aprovada, ele deve ter tido uma boa conversa com o outro professor. Parece que ano que vem não vou mais sua sua aluna, ainda bem, só não sei o que vou fazer quando o encontrava por ai pela escola ano que vem. Fiquei muito envergonhada.

Bjinhos :*****

Millinha =00=


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive patinho feio a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
19/12/2006 11:15:54
tbém não gostei.
18/12/2006 16:21:05
Não gostei.
16/12/2006 04:41:44
eu nao acredito ke um homem seja capais de tamanha ousadia. Por isso duvido muito k seja real. Mais mesmo assim gostei
15/12/2006 17:39:11
duvido..que esse conto foi de mulher?

Online porn video at mobile phone


comendo o cuzinho com um guspinhovovo sonda a neta no banheiro e fode sua buceta a forca sem ela querer pornocontos eiroticos leilapornxisvido mai ei baxo da meza10 mil fotos da buceta da familia sacanaVidio porno de troxudasvideos de sexo brasileiro olha o tamanho dessas meninas ainda nem naceu pelo na bucetinha metendo com pauzudo cporno gey peando priminho pre. adolesente e jovem tanbem xvidiossexo anal hAaaaaperquei minha esposa chupando outraxvcontos eróticos minha esposa me trai com um velho negaoxvideo br homem es turpa mular na casadelacontos eroticos adoro negras de ceios hem pequenos e bucetiha inchadarelatos reais de meu tio me diz que é macho alfagarotas.do.colejio.todas.piranhas.chupando.gostoso.piru.ategosavideo sexo de perveção com minha mãecontos eiroticos leilapornconto erótico lésbico narrado no YouTube com minha priminhapadastro abusa das intiadinhasxsbideos masturnando na frente da priminhaconto erótico sequestrada e estuprada parte 5contos eróticos menina de 18 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinhos vermelhoscontos minha esposa me falou amor eu quero o pauzao grossodo seu amigopau muito grosso arebenra buceta. ela queria fugirf****** a b******** lisinha amarrada de perna aberta brasileiracontos eroticos minha esposa gosta de apostapornô brasileiro fui convidado para ir para casa da amiga minha na fazenda ela tava de babydollContos eroticos gays dilaurentis casa dos contosnovinhohs gostososElda dando o cú gostosopaizito xvideomeninas sendo encoxadas no onibus lotado/casadoscontosContos eroticos da mãe quando ve seu filho de cueca fica louca pra acariciarsexporno so com as mulher corpudona e apertadinha bota chorawww.porno zoofilia.com/dando buceta virgem engatada dois cachorros?meu primo tirou minha cueca e cheirou minha rolaxnxx porno gey contos eroticos novinho pegando priminho no riachocontos erotico comi a filha da enprega aforça meti na buceta e no cuVideo porno com mulheres metendo e sussurado palavrao no ouvido do machopai mae filho filha pelados contos eroticos com fotosa policial gostoza sendo fodida aforsa pelo bandido pirocudo xxxxvidiostia libera soacabesinhaxvideo arrombando o cuzinho preto nao pagou o aluguel levou rola no cucontos erotico cheirando as calcinha da crenteCONTO EROTICO: MINHA TIA TURBINADAcontos eiroticos leilapornVanessa gemendo gostoso no frango assado com a b***** carnudaxvidio roludo medingopornodoido eu nao vou fazer esto de novo papaiporno filho comendo a mrabuda dormindomulher tarada morando sozinhacontos eroticos alex mauconcontos sexo gay brincandomagrinha gtz sentando de costacomo passar a pomada azulzinha na buçetaler contos eroticos de incesto pai carente filha safada short curtoXvideos.comcontoscornopornodoidosenhorao das panteras das morenas de cabelo enroladinho dando a b******** raspadinha cunhada centa na rola do cunhadovídeo de 2 minutos novinhas gostosas galeguinha f****** gostoso e caminho de casaxvideos homen perdendo o cabaco com mulher esperiente fudedeiraxxxvnwwwdois molequer revezando a novinha no muroquero ver fotos de buceta de saquinho de geladinhopastora ficor surpreza na massagi com um pau na bucetacurada pelo cunhado e o amigo contos eróticosconto erotico funk peladacontos/Arrombada no matagal por negoesprofessora para niguei botar defeito tao gostoza pelada linda buceta greludagozando na boca crente novinha sem avisarcontos desvirginando a mulher do cornocontos eroticos. bi femininopadrasto cumeno intiada loira rabocontoeróticoguri mtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1Penis flacido castrar contoscontos erotico,meu genro me enrrabou dormindoConto de encoxando a nora na cozinha escondidoww.xxporno minha irma dansando cano não aguentei e comi elamacho coloca aparelho na xana da safada para enxergar o fundo do buracocoroas da pomba cabiluda alucinada em dar a pomba pro genro