Bumbum Irresistível

Um conto erótico de blovesexy
Categoria: Heterossexual
Data: 23/01/2008 14:45:04
Nota 1.00
Assuntos: Heterossexual

Bom, gente. Como é meu primeiro relato, vou me apresentar.

Sou B. Não vou revelar meu nome verdadeiro por questões de privacidade, assim como lugar onde moro. Sou uma menina muito linda e gostosa, tenho 18 aninhos... loira (mudo sempre a cor do meu cabelo), branca, magrinha... corpo sarado, coxas grossas, seios médios... e bumbum empinado, redondinho, grande e durinho. Um tesão, modéstia à parte. Tenho namorado, mas não me satisfaço apenas com ele. E, claro, ele não sabe disso.

Tudo que vou relatar aqui em todos os textos que eu escrever é verídico. Não escrevo contos. Faço relatos reais, que fique bem claro. Por isso, sempre vou presevar as identidades.

Enquanto escrevo este relato, uso um shortinho de lycra bem curtinho, que geralmente visto quando vou malhar, e uma blusinha branca justa. Estou bem empinada na cadeira, com os cabelos presos por causa do calor, e masco chiclete tutti-fruti.

Sou muito sexy e sensual. Estou sempre usando alguma coisa gostosa, pois gosto de chamar atenção. E chamo. De homens, mulheres, meninas, meninos. E o que mais chama atenção em mim, segundo todos, é minha bunda. Como tenho consciência disso, valorizo muito meu bumbum. Sempre visto calcinhas pequenas, enfiadinhas, e roupas justas, e ando rebolando de leve. O que é bonito é pra se mostrar, não concordam? Pois me arrisco a dizer que ninguém, NINGUÉM resiste a meu bumbum. Nunca passei por ninguém sem que a pessoa tenha olhado meu rabo. E esse meu rabinho me proporciona conhecer pessoas deliciosas e me envolver com elas.

Uma vez que isso aconteceu e foi inesquecível para mim aconteceu quando fui a uma balada usando um top preto e uma calça capri suplex laranja. Suplex são aquelas calças próprias para malhar, justíssimas, que valorizam bastante nossas bundas e deixam vocês homens babando. Fui assim porque estava saindo da academia com minha amiga JJ., que também é deliciosa, quando outra amiga nossa, A., ligou dizendo que estava havendo uma rave 48h numa área aqui da cidade. Nem pensamos em passar em casa. Fomos ao vestiário do clube, tomamos banho juntas (ensaboando uma a outra), abrimos nossas necessaires, pusemos desodorante, perfume, e seguimos para a rave.

Claro que, embora tenhamos entrado eu e JJ. na rave, parecia que haviam entrado três pessoas: JJ., B. e o bumbum de B., tamanha atenção que meu bundão chamou logo de cara. E claro que fui logo ouvindo coisas como "O que é isso?", "Que bundão!", "Puta que pariu, que bunda gostosa!", "Isso tudo é seu ou um maribondo te mordeu?", coisas do tipo. E na pista isso aumenta, porque sempre danço muito sensual. Rebolo bastante, vou até o chão, levanto o bumbum, ponho o bumbum para tremer. Foi aí que começou. Eu dançando empolgada. Chegava um cara, me agarrava por trás, e roçava o pau, duríssimo, em mim. Passava umas músicas lá atrás. E eu relaxava. Me deixava encostar nele. Depois de algumas músicas, o cara me largava, dava um beijo na minha boca e saía.

O incrível era que assim que um me largava, outro me agarrava do mesmo jeito. Parecia até ter fila de espera. Eu comecei a rir dessa situação. Roçava bastante no pau que chegava atrás de mim, dançava umas duas músicas, dava um beijo na boca e dizia "próximo!" Interessante é que nessa brincadeira vieram duas mulheres, que não podiam roçar pau em mim, mas metiam uma mão na minha bunda e a outra na minha xana, esfregando o dedo no meu clitóris e me fazendo delirar. Claro que teve beijo na boca para as duas.

Mas o melhor estava por vir. Depois de ter sarrado com muitos caras (parei de contar depois de 10), senti uma coisa enorme embaixo de mim. Virei e era C., um colega meu. Assim que virei ele me beijou com força e foi a vez da minha xana sentir o pauzão dele. Ele disse "Agora você é minha até o fim da noite!" Começou a tocar "(I Got That) Boom Boom" da Britney Spears, e o C. me jogou na parede. Apoiei as mãos na parede e senti o C. esfregando o pau no meu bumbum e dando tapas nele. Ia olhar para trás, mas de repente o C. começou a puxar meu cabelo. Minha calcinha encharcou! Que delícia! Comecei a rebolar a bunda no pau do C., e num instante que ele soltou meu cabelo para enxugar o suor, vi que C. estava com o pau de fora. Ele havia abaixado a bermuda. Aquela coisa grossa com a cabeça cor-de-rosa. Me virei para ele, ajoelhei e caí de boca no pau do C. Em plena balada. Eu nunca havia feito isso. Eu chupo de olhos fechados, mas sempre que abria notava que havia uma rodinha ao redor da gente, isolando nós dois e assistindo tudo. Tirei da boca, me levantei e beijei C. Ele disse "Vira. Eu quero tua bunda!" Virei e o sarro começou novamente. Abaixei a calça suplex até a coxa e deixei C. esfregar aquele monumento no meu bumbum só com uma calcinha fio-dental finíssima. Claro que percebia flashes. Tinha muito filho da puta batendo foto e até filmando.

C. gozou melando meu bumbum todinho e depois limpou usando a bermuda dele. Eu tirei o suplex e fiquei só de calcinha. C. olhou para mim e disse "Sempre desejei essa bunda. Sempre. Sempre foi a coisa que mais quis." Eu o abracei e começamos a dançar juntinhos. O pau de C. de fora, fazendo pressão na minha xana. E voltei a sentir volumes nas costas. Mesmo com C. chegava homem roçando o pau no meu bumbum. Perguntei se C. se importava e ele disse que não, pois sabia que meu bumbum é irresistível.

Senti mais dois caras gozando na minha bunda. Fiquei com sede e fui beber água. Quando virei, o C. me puxou pelo braço e disse "Puta merda, esse bumbum tá muito foda." Abaixou minha calcinha e empurrou minhas costas, para que eu abaixasse um pouco e levantasse o bumbum. E aí meteu, com tudo, na minha xana. Começou a me comer ali mesmo. Eu sentia minhas nádegas volumosas batendo nas coxas de C. e gemia de uma forma bem sensual. O DJ viu que estávamos transando ali mesmo e pôs minha música preferida, "My Humps". Aí eu comecei a rebolar meu bumbum no pau do C. enquanto ele metia na minha xana. Ele gozou com 2min. Gozou muito dentro de mim. A gozada dele demorou muito, uns 2min. também. Quando tirou o pau, estava morto. Disse que não conseguia mais nada. Levantei a calcinha, apanhei o suplex e vesti. Saí e não vi mais o C. naquela noite.

Quando estava passando perto do DJ, vi que ele era um outro colega meu, o R. Ele veio falar comigo, elogiou meu show... e comentei que foi meu bumbum que fez tudo aquilo. R. segurou minha mão e me girou, me deixando de costas para ele, e disse "Porra, B. Esse bumbum também excita qualquer um!" Peguntei "Até você?" Ele respondeu me puxando junto do corpo dele. Senti o pau dele duro na minha bunda. Aí ele puxou meu rosto e beijou minha boca. Em seguida, me jogou nas picapes. Apoiei as mãos nela e empinei o bumbum. "My Humps" começou a tocar de novo e eu pus o bumbum pra rebolar. R. baixou meu suplex e a calcinha de uma vez só e meteu rola na minha xana. O pau dele era bem menor que o do C., mas muito gostoso. Rebolei muito no pau dele. A música repetiu mais algumas vezes enquanto a transa seguia, muito gostosa. R. dava tapas deliciosos na minha bunda. Gozou lá dentro também.

Eu estava mais que satisfeita. Chegasse em casa ainda daria uma trepada com J., meu namorado, que ligou e disse que estava lá me esperando (por favor, não confundam J. com JJ. O meu namorado é o J., minha amiga é a JJ.). E, quando cheguei em casa, transei com o J., mas pensando no C.

Depois de duas trepadas muito gostosas (o J. é MUITO BOM de cama), J. adormeceu. Fui ao espelho e fiquei me olhando nua. Fiquei de costas e virei o rosto para olhar meu bumbum. De fato, é muito gostoso. Naquela noite, pensei: "Nem eu mesma resisto ao meu bumbum. Quanto mais os homens". Dormi de bumbum para cima e muito satisfeita por ser muito gostosa e ter esse bumbum delicioso.

Por favor, se gostaram do meu relato, votem nele. Prometo que escreverei novos relatos toda semana. E meu e-mail está abaixo. Me escrevam! Digam o que acharam! Digam como me imaginam, como imaginam meu bumbum. Só não me peçam para que eu diga meu nome, onde moro, essas coisas... isso não revelo. Ah, e embora meu e-mail seja hotmail, eu não uso MSN.

Beijos da sua B.

[email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


eu tomei um pau gostosocontos erotico saido escola onibuscontos eroticos cu sangrandovidios porno negao rrasgou a novinhaContos eróticos de sogro e nóra safadacontos eróticos minha esposa com travestiporno irado om vlhas com cu arrombaosoletania ela vendo sua boca esplodi de porra xxvideomachos com apiroca enorme fugindo do short de jogador de futboldois mordemdo e chupando forte a bucetaminha buceta seus retiradxvideos sura de bosetasassestir vidio sexo grupalmulher f sexo escanxada no palSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaeu não sabia que o amigo solteiro tinha um pauzao do meu marido eu queria fuder com ele eu marquei um encontro com ele eu fui me encontrar com ele eu entrei dentro do seu carro eu disse pra ele me levar pro motel ele me levou pro motel eu e ele dentro do quarto eu dei um abraço nele eu dei um beijo na boca dele eu tirei minha roupa eu deitei na cama ele chupou meu peito ele disse pra mim sua buceta raspadinha e linda ele começou a chupar minha buceta eu gozei na boca dele eu peguei no seu pau eu disse pra ele você tem um pauzao maior e mais grosso que o pau do meu marido eu chupei seu pau ele começou a fuder minha buceta eu gemia no seu pauzao ele fundendo minha buceta eu gozei eu disse pra ele fode meu cu bem devagar conto eróticoBrincando com as primas novinhas, tirei o cabacinho delasnegao me enrabandoContos eroticos de travesti pauzudo estuprando meninoshistoria dos k fizeram zoofila pela primeira vezcontoesposaprostitutaxvideos rolas chapuletadasnovinha deixa rapaz pincelar sua bucetinha dentro do ônibuscasada fode ate ficar esgotadaContoerotico Professoragozadaconto eroticos gay. saunavideo porno amor virei corno que deliciaAliviando os funcionarios contos eróticosaulas particulares com.professor novinho contosgaystroncudo na putaria gayGTA Dona sinhazinha trabalhandoConto erotico sou madura e consolo lesbicainiciando um viadinho contominha irmanzinha perdeno cabainho pro cachorro enormetirado cabaso.xnnvidio tirando cabaso.xnvidio.contos pediu pra ver minha esposa peladamulher gostosa dando para novinho cheia de tesao em sua casonanao resiste as investidas do meu genro contofotos bucetad testa de tourocontos casal pau inchandocontos erotico coroacasado comendo onovinhovídeo de mulher com o Playboy mostrando a bunda no conto o homem sendo o piru da xana delanovinha cor de briga briga de lutinha de calcinhawww xvideos sabreeu comBaixa filme porno aa panteras juliana tranzando na cozimhaconto porno provoquei meu filhovideo sexo mulherzinha nova traino seu marido com cunhado mulecaoclarinhasafadinhamacho coloca aparelho na xana da safada para enxergar o fundo do buracoContos erotico novinha dog eo capatazamo meu corninhorelato erotico meu filho gosa nas calcinha minhastitia gostosa peituda bate punheta enquanto o sobrinho novo lhe aperta as mamas peitudas chupeicontosposicao frango assado putaria brasileira pra salvar no celularver video porno mae gts malhando em casa sem calcinha seu pai verenfermeira peidorreira batendo p******dei minha bubuta contospornô perguntando se a esposa aguenta duas rolas#contos eroticos sem pelosvídeo de bobão grandão batomandando bem devagarinho E aproveitando que minha irmã está pelad bota pau no cu dela YouTubecontos de encoxadas em mulheres evangelicas nos transportes publicosemteada faz sexo com padastro quando a mae sai pras compras xviduoscara chega na casa a esposa saiu e ele encontra a cunhada dormindona cama dele ele come ela xsvidioContos erotico arombei minha prima gordinhAfoto sexy casera ha 1minut no zapksalswing2011cuzinho mulher no comando rebola analamo meu corninhocontos erotikos menina novinha troca os cabacos por doceszoofilia homem fode potra recém nascidacontos de casadas dando uma rapidinha com outros no carnaval