Casal Liberal

Um conto erótico de Caio
Categoria: Grupal
Data: 26/07/2008 22:49:37
Nota 10.00
Assuntos: Grupal, Sexo, a tres, Putaria

Tudo começou com algumas palavrinhas ao pé do ouvido na hora da transa. Coisinhas quentes que agente diz na empolgação. Assim foram surgindo algumas idéias que antes eram inimagináveis tanto para mim quanto para ela. Somos casados de verdade e nunca havia rolado uma putaria gostosa na hora do sexo, até este momento. Eu nunca imaginaria que minha esposa um dia pudesse aceitar o fato de ir à uma casa de swing, trocar de casal, ou de aceitar um menage. Pois é, mas a iniciativa foi justamente dela quando me disse que queria esquentar a relação, e o mais curioso, queria começar com mulheres, pois assim me acostumaria e depois aceitaria mais facilmente a troca de casal. Bem, aceitei a proposta e começamos então uma incansável busca pela experiência que nos levasse onde nós dois queríamos, ao prazer supremo. Mas onde procurar? Sites de bate papo foram a primeira opção que veio à mente e entrávamos dia e noite a procura de alguém que quisesse o mesmo que nós. Trocamos alguns e-mails, algumas imagens pela webcam, e caímos no que a maioria das pessoas da net caem, armações do tipo, homem se fazendo de mulher, etc... Isso faz parte, afinal não é tão fácil achar uma mulher, bonita, discreta, que aceitasse sair com um casal apenas pelo prazer do sexo. Neste meio tempo começamos a imaginar nossos amigos íntimos. No meu caso, até aceitaria deixar ela ficar com um amigo meu, desde que eu não visse a cena, e também não ia querer saber o que aconteceu, queria somente que ela matasse sua curiosidade e se satisfizesse com outro homem que não eu. Mas isso ela não suportaria, ela diz que sentiria que estava me traindo e não aceitaria. Pensamos também em suas amigas e primas, mas aí foi a vez dela sentir na pele que não conseguiria aceitar uma amiga íntima na hora do sexo. O mais coerente parecia ir à uma casa de swing, pois lá ninguém se conhece (a princípio), e as pessoas ficam mais livres para tentar realizar suas fantasias, sem culpa. E esse foi o ponto de partida. Ao freqüentarmos a tal casa presenciamos diversos casais transando e se trocando, mas tudo parecia meio artificial. Não me senti muito a vontade naquele ambiente com a minha esposa do lado, porém ela estava muito molhadinha e doida para participar. Contudo, não teve jeito, meu membro não dava um sinal sequer. No meio da noite cruzamos com uma mulher loira de langerrie, com os ares de garota de programa, pois naquele ambiente haviam diversas garotas de programa, inclusive sozinhas e disponíveis para uma aventura. Na minha mente esta era a saída, pois não suportaria trocar de casal naquela noite e nem me manter naquele ambiente, queria um lugar reservado, para conversarmos e para nos libertarmos mais. Perguntei a minha esposa se ela concordava e ela disse que sim. Assim, iniciou-se a nossa primeira experiência que ultrapassava os limites que a sociedade impõe, ou seja, alguma coisa extraconjugal, mas sem traição, por simples curiosidade e desejo. Até aquela data já havíamos feito alguns contatos com profissionais do sexo, mas o preço era tão absurdo que nos desanimava de cara. Então fizemos uma proposta para esta garota de programa e contamos a nossa história, ela cobrou um cachê de meio termo e resolvemos partir daquele ambiente e seguir para um motel ali perto. Minha esposa tremia de vergonha, medo, ansiedade. Ela pretendia uma cena tipo filme pornô, ela queria me ver comendo aquela puta com a maior vontade e queria participar ativamente. Porém, quando se paga por prazer (e principalmente às 3:30 da manhã) não se pode esperar muito retorno, e foi isso que ocorreu, a contratada infelizmente só queria nossa grana e não estava nem um pouco a fim de transar gostoso. Como na vida sempre há um lado ruim e um bom, esta experiência foi a parte negativa, não nos satisfez, mas nos ensinou algo para as próximas experiências. Não paramos por aí, e parar seria uma injustiça com ela, pois ela não havia provado ainda o prazer com outro homem. Insistentemente fomos para outra casa de swing, essa mais interessante, com casais jovens e bonitos, um ambiente mais sedutor, com um grande palco onde se esfregavam e se roçavam diversas mulheres, num clima de muito tesão. O público assistia e participava, subiam diversas mulheres se chupando gostoso, muito quente e o pau já ficou muito duro naquele momento. A noite prometia e há certa hora subimos para o segundo andar onde ficavam as cabines. Havia também um corredor escuro onde rolava tudo. Muitos casais se encostavam na parede e se beijavam, e muitos boquetes começaram a acontecer, e logo as transas começaram. Aquele ambiente escuro, muitos gemidos de prazer, barulhos de estocadas por todo lado... Meu pau já estava em ponto de bala quando eu e minha esposa entramos numa cabine e começamos a transar devagar.... Não havia ninguém, mas logo vieram umas pessoas para assistir, estava metendo nela de quatro, ela estava bem safada de vestidinho que era fácil de subir e meter... Ficamos ali metendo gostoso, ela gemia e os outros casais observavam e começavam a se beijar também. Naquela hora extravasei a minha porra naquela bundinha gostosa e quente, foi a primeira da noite que prometia.... Voltamos então para o corredor escuro, muitos casais se olhando e tentando se aproximar, muitas mulheres já estavam de vestido levantado, e dando para seus parceiros no corredor. Foi quando se aproximou um casalzinho de nós, o rapaz meio tímido mas a mulher bem safada... Estávamos num cantinho e eles vieram e se imprensaram na gente, já fui direcionando minha esposa para a mulher que estava gamada nela... As duas começaram a se beijar loucamente e não resisti, passei a mão na xotinha daquela cachorra, tinha um cabelo grande liso, magrinha e combinava com minha esposa, que tem a bunda mais gostosa que a dela, mas as duas eram gostosas e safadas.... Nesse momento enfiei minha língua no meio da boca das duas e começamos um beijo quente e gostoso a três, ela passou a mão por trás da minha esposa e segurou meu pau, massageando e sentindo aquele volume todo, ela fazia uma cara de safada e imaginava ‘quero esse pau dentro de mim’, preciso desse pau. As duas já estavam molhadinhas e passavam o dedinho na xotinha da outra enquanto se beijavam. O parceiro dela ficou meio de lado, não parecia participar muito.... Decidi sair daquela posição e eles disseram ‘vamos pro quarto? Na hora eu aceitei, mas minha esposa ficou com medo, ela desistiu na hora e não queria mais. Mas eu já estava doido e queria que ela passasse por aquela experiência e tinha que ser naquela hora. Fomos pro quarto e cada um com sua parceira começou a xupar suas respectivas xaninhas... Mas logo houve a troca, enquanto eu xupava aquela xaninha gostosa, minha esposa era xupada também. Não demorou muito até nos dois puxarmos as camisinhas do bolso e começarmos a comer aquelas duas safadas, putinhas doidas para serem comidas de verdade... Começamos num papai e mamãe, os quatro na cama. Assim que os gemidos começaram, muitas pessoas correram para ver aquela cena quente, muitos casais se recostaram na parede e ficaram ali de perto olhando aquelas cadelas chuparem nossos paus como se fosse um doce gostoso. Meu pau já estava começando a ficar em ponto de bala denovo, era a segunda da noite. E partimos para estocar aquelas vacas gostosas. O clima já estava muito quente quando senti que ia gozar. Chupei seus peitinhos e declarei meu gozo. Ele ainda trocou de posição comendo minha esposa de quatro e gozando logo em seguida. Foi incrível. Saímos dali e nunca mais nos vemos denovo. Apesar de todo aquele tesão do momento, quando as coisas esfriaram, pensei em não fazer mais aquilo, fiquei arrependido, não queria mais ver minha mulher sendo comida por outro. Decidi parar. Ficamos um bom tempo sem nem tocar no assunto. Mas, ela novamente tomou a iniciativa e disse que queria desta vez xupar uma xaninha, já que naquela experiência ela não havia tido esse prazer. Ela queria xupar e ser xupada por uma outra mulher. Assim sendo, começamos novamente nossas buscas.

Desta vez nos empenhamos a procurar somente na net, combinamos de procurarmos até acharmos pois a casa de swing era perigoso de ser reconhecido, etc... Numa noite sem muita pretensão, numa sala de bate papo, havia uma mulher que queria desesperadamente o nosso telefone, imaginamos logo, outro homem se passando por mulher. Mas para nossa surpresa quando demos o número, o celular logo tocou com uma voz muito sexy do outro lado. Ela dizia que queria confirmar se era mulher mesmo pois naquele site existiam muitos homens disfarçados. A partir dali começamos a trocar mensagens e fotos, ela não tinha um corpo escultural (e nem agente), mas tinha um ar de sexo, uma vontade louca por prazer. Mantivemos contato por um bom tempo pela net até pegarmos bastante confiança e um dia marcamos em um lugar público para nos conhecermos. Neste dia ela não foi, ficamos chateados e mandamos e-mails para ela reclamando, e ela respondeu que ficou com medo. Tudo bem, entendemos o seu lado e continuamos mantendo contato até que um dia nos conhecemos de verdade. Ela era muito simpática, da mesma idade que minha mulher, loira, e educada. Conversamos numa boa para nos conhecermos melhor e senti a afinidade das duas. As duas faziam o mesmo tipo, as duas queriam as mesmas coisas, e o melhor as duas gostavam muito de homem, e tinham uma pequena queda, uma curiosidade por mulheres. A partir daquele dia o papo foi esquentando muito pela net e nosso tesão já estava acumulado, doido para colocar em prática tudo aquilo que teclávamos pelo computador. Pensei, essas duas precisam se soltar, precisam estar em um lugar que só elas estejam, que ninguém incomode. Então tive uma idéia para fazer as duas ficarem a vontade. Chamei minha esposa para um fim de semana com uns amigos da faculdade em Friburgo, naquele climazinho frio, e disse a ela que chamasse nossa amiga da net para ir junto. Ela topou e convidou nossa amiga colorida, que naquela altura do campeonato já confiava o bastante na gente para poder fazer este tipo de passeio. Então à pegamos em casa no sábado à tarde e fomos os três no carro em direção à serra. Conversamos muito durante a viagem e rimos bastante. Quando chegamos a Friburgo estacionei o carro e levei as duas para um chalé, elas estranharam, fechei a porta e deixei um recado para as duas. “Não havia festa de faculdade, isto é uma surpresa para vocês duas se conhecerem melhor, se divirtam.” Na verdade eu havia alugado uma pousada para o fim de semana sem que as duas soubessem. Fiquei olhando pelo buraco da fechadura a reação das duas, mas elas gostaram e começaram a rir, se abraçando. Deixei as duas se acomodarem e elas ficaram conversando na beira da cama, uma com a mãozinha na perna da outra, e foram se olhando lentamente, fervendo de tesão. Então rolou aquele beijo tão quente que o coração das duas estava palpitando... As duas foram se deitando e se acariciando num clima de tanto tesão que meu pau já estava duro e latejante. Deixei-as bem à vontade elas foram aos poucos se soltando e decidindo que elas queriam se curtir de verdade. Foram tirando a roupa devagar, uma chupando o peitinho da outra e passando o dedinho na xaninha com o maior tesão. As luzes estavam baixas e eu não resisti, entrei devagar no quarto e elas não viram, tirei a camisa e inclui a minha mão naquela salada mista deliciosa, elas me receberam como se eu fizesse parte do conjunto, como se nós fôssemos um só.... Minha rola já molhada roçava na bunda da minha esposa, quando nossa amiga veio loucamente me beijar até tirar o fôlego, começamos um beijo a três tão delicioso que ficávamos dormentes de prazer.... Abaixamos mais um pouco a luz e ficamos sentindo aquela respiração conjunta, três taradinhos fazendo aquela cena incrível.... Minha esposa não aguentou e colocou todo o meu pau na boca, do jeitinho gostoso que ela sempre faz.... Eu fui à loucura enquanto procurava a xaninha raspadinha da outra safadinha... Comecei a passar minha língua devagar enquanto ela se curvava para xupar minha esposa, fizemos um boquete a três tão gostoso que demorou muito a acabar, pois todos estavam com fome de sexo naquele momento.... Minha esposa estava doida com a língua daquela safada que estava pedindo meu pau de qualquer jeito... Me coloquei atrás dela e enfiei minha rola naquela xota molhada e quente, comecei lentamente, segurando forte na sua cintura e trazendo aquela bunda gostosa até o meu pau, ela gemia baixinho pois estava com a xota da minha esposa na língua... Minha esposa ama sexo oral e estava se realizando com aquele boquete gostoso.... Então minha esposa se colocou debaixo dela fazendo um 69 gostoso, as duas se xupavam e apertavam os seios, enquanto eu fodia aquela vaca loira e safada.... Elas estavam muito excitadas quando pediram para eu deitar na cama.... Então minha esposa subiu no meu pau e começou a cavalgar enquanto nossa amiga colocava sua xota na minha boca e as duas se beijavam por cima... O clima estava quente quando eu comecei a forçar minha língua naquela xota gostosa, foi quando aquela putinha gemeu tão alto e começou a se contorcer de tesão, ‘estou gozando’, ‘estou gozando’, e gozou muito gostoso na minha boquinha... Minha esposa então ficou doida e queria gozar também..... Então a colocamos deitada na cama e começamos a xupá-la. Duas línguas na sua xaninha ela nunca havia sentido... Enquanto isso nossa amiga tocava meu pau e eu tocava sua buceta... Com a outra mão nós apertávamos os seios da minha esposa que começou a tremer de tesão gozando muito gostoso na nossa boca.. Foi aí, que eu levantei e coloquei as duas de joelhos, segurando aquela putinha loirinha, e a outra putinha moreninha pelos cabelos, e puxava as duas com força para xupar o meu pau duro e grande, elas revezavam entre a cabeça do pau e as bolas, enquanto roçavam uma língua na outra, passavam a língua naquele caralho como se fosse o último, eu já estava doido para gozar quando anunciei o gozo e elas se prepararam para receber o leitinho.... Nossa, gozei tanto na cara e na boca daquelas cadelas que elas raspavam com a língua pra dentro da boca a cuspiam de volta no meu caralho lambuzado de tesão... Ah, foi tão gostoso, aquela noite foi inesquecível, dormíamos e acordávamos pra fazer amor.... E assim no dia seguinte passamos muito tranqüilos e conversamos muito. A partir dali nos tornamos amigos e sempre fazemos nossos programinhas a três. Outros contos virão. Beijos.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
08/03/2013 11:04:34
oi sou aqui de anapolis gostei muito dessa narrativa e estou procurando parceiros na verdade eu nunca participei mas estou muito curioso para conhecer vcs com sigilo total meu cel
08/03/2013 10:56:47
oi sou aqui de anapolis gostei muito dessa narrativa e estou procurando parceiros na verdade eu nunca participei mas estou muito curioso para conhecer vcs com sigilo total
12/08/2009 07:05:41
Uau .oi. . ."14".My num e my MSN> ( D ANAPOLIS.GOIAS. . Eu sou Anderson. ..Adoru receber mensagens nu meu celu^. Bjs
12/08/2009 07:04:23
Uau .oi. . My num e my MSN> ( D ANAPOLIS.GOIAS. . Eu sou Anderson. ..Adoru receber mensagens nu meu celu^. Bjs
29/07/2009 23:27:18
temos muita curiosidade de fazer isso
26/08/2008 07:03:28
MUITO BOM. ADOREI DE VERDADE
01/08/2008 15:44:16
Realmente excitante o conto de vcs, estamos ainda na fase inicial... Não tivemos experiência alguma... e medo de enfrentar estas etapas...
27/07/2008 00:09:42

Online porn video at mobile phone


conto meu marido me chupou cheia de porra do meu amanteConto erotico mãe transando com pedreiro e filho vendo e depois vai querer tranzar com mãetia morenada bunda grande lavano a bucetafilme pornô de mulher com vagina da vaquejada vagina é uma peixadaNovinha rabetao transando com cara calsadominha vizinha ficouloca pra mim dapadrasto cavaloPadrinho picudo botando só a cabeça na afilhada virgem contos eiroticos leilapornContos erotico de mulher que gosta de cheira cuecanovinha olhando o caralhao na cam chat e se assustoycasa dos contos gay Odrakimor light and darknessxvideofudendo a cunhada enguato a namorada dormiver pauzão inteiro no cu gosando jatao de vazar e pingaconto novinha no celeiro zoofiliaeu quero assistirum filme pornografico lesbicas amor lesbico inesperado no pornodoidoporno gay medico aroba com gosadas no pasiemteContos eroticoscomprando sexo da endividadacontos eroticos gay-tal genro,tal sogroimagm de sex filha qosano na cara do paivídeo de mundobicha dehomens vestido de saiascontos de incesto mãe pede a filho que depois a Cona e o grelover contos de tio q criou sobrinha e depois fudeu ate nu cuwattpad enteado gay adora chupar a rola do padrasto bonitocontos de sexo com meu pai metiii vaii issoAonde tu não me debruço no tapete XVídeosxvideos porno travesti batendo punheta com uma serpente enfiada no cuconto erodico manege mae paemeu pai guebrou o meu cabaçoporno moçambicano putas gemendo e falando coisas escitantes.contos eroticos negao no cinema corno lambe porraXVídeos pornô porra gostoso molhado Pal extraordinariamente gostoso enfiando a buceta molhada e quente gosano de bastantenergão da rola de jeque comendo velhapornopai g filinha arteiracontos eroticos tomei tudinho a porra do meu cunhadonovınha fudeno a prımeıra vezzuando meti a pica na b***** da égua meladinhaxvideo mobile el capo anjinhasmulher do bucetao paresendo uma jegonaxvideos predeiro comen patroacasa dos contos de nick malconconto dupla penetracao com negrasgostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticosmulher e obrigada a ser penetrada por gancho pornodoidoXVídeo as panteras disfarçada de bombeiro transando muitovideo mulher enocente perdendo p csbaso com 25anosmadastra x padastro fodendo enteados ninfetosgarrafas decoradas com aniandraciririca no clitoris lisinhopassei o dia usando calcinha fio dental confissões erótica irmão pauzudo fudendo a irmazinha mignon casa dos contos iniciado por pioes roludosporno doido ze buscape transairmãzinha viu papai comendo titia e quis tambémvideos caseiros de estrupos de vuneravrlXvideos os seios deinha maeXVídeos emcoxado a muher da vestido pau para foraesposa da cu sangra e estremece porno caseiroerika12 conto erotico contos de sexo com meu pai metiii vaii issover somete vidio duas pica grade na buceta virger saiu sangenegão comendo patroa superei tudo e fazendo ela gozarhomem com pica de35 cm comendo o cu de um garoti virgem e gozandi dentrovideo de sexo narido xifrado com a comlhadacontos eroticos estupro de novinho gays com os colegas da escolameu sogro e minha mulher sair pra rua e eu fudicom minha sogra gostosatem muito casal que que quer gozados obedeçam e depois eles acabam se entendendoVidios Porno tio aproveito que esta sozinho comeu a sobrinha safadaboquetes e bucetasconto.erotico com fotosjpapai me tirou o cabaçomas o porquê que não me permitam baixar videos da zoofilia?xvidios filmo escodido analbonequinhacontosesposa louca por umpauzao contosquero ver filme de pornô daquele negro da Senzala amarrado no tronco e fazendo filme de pornô de da Senzala