comi minha sogra de quatro na escada do predio

Um conto erótico de amor selvagem
Categoria: Heterossexual
Data: 13/04/2009 18:07:57
Nota 5.08
Assuntos: Heterossexual, Sogra

Oi, este é o primeiro conto que escrevo, vou me nomear como Carlos para não me comprometer, sou um cara muito querido aqui na minha cidade, trabalhador, simpático, carinhoso com todos e sem nem uma inimizade.

Mas vamos ao que inteiriça, eu sou noivo há sete meses, e namorei dois anos e meio antes de noivar, eu tenho 21 anos 1,92 de altura 93 kilos simpático, do tipo atraente.

Minha noiva é do tipo baixinho gostosa, 1,50 49 kilos 17 anos.

Ela mora com a mãe e mais dois irmãos, uma menina de 9 anos e um de 14, mas quase nunca dormem em casa, ele sempre esta na rua com amigos e depois vai dormir com o pai, e a menina também fica muito com o pai.

Minha sogra tem 37 anos por volta de 60 kilos e 1,60 de altura, uma baixinha não muito gostosa, mas que me atrai muito, elas mudaram para um apartamento, ha. duas semanas, e oque vou contar começou apartir dessa mudança.

Minha noiva trabalha em uma confecção, e sempre dormi muito cedo, eu geralmente durmo lá, ou melhor, por elas duas, eu sempre dormiria lá, eu sempre tive muito tesão pela minha sogra, bati muitas punhetas pra ela, ela é muito liberal em relação ao meu convívio com sua filha Julia.

Ando de cuecas pelo apartamento, e ela sabe com certeza que eu como a filha dela,

Ela ate conversa bastante com Julia há esse respeito, assim a Julia me conta.

Muitas vezes estava mos na sala asistindo tv e quando íamos dormir, fodia a Julia de quatro pensando na minha sogra, imaginado aquela bunda na minha frente, e as vezes fasia alguns barulhos a mais, só pra minha sogra escutar, mas nunca passei disso.

Pois bem, na noite passada, ainda por volta das 7:00 da noite do domingo, estávamos, eu, Julia e minha sogra vendo tv, eu e Julia em um sofá, e minha sogra em outro, minha sogra estava com um pijaminha transparente muito fino, eu estava apenas com um shorte curto, e também muito fino, Julia eastava de pijama mais comportado.

Eu e Julia estávamos bem enrrolados debaicho do cobertor, e eu ali passando o dedo naquela bucetinha linda, e pelo fato de estar mos na frente da minha sogra, estava com muito tesão, Julia acarisiava a cabeça da minha pica, que tem 18cm por 7, é realmente é bem grossa, motivo pelo qual Julia não aceita sexo anal.

Estava tudo muito bom, quando Julia anunsia que iria dormir, mas eu digo que iria mais tarde pois queria ver um filme na tv, minha sogra se dispois a ver comogo, pois estava sem sono, akilo me deichou com mais tesão ainda, Julia se levantou e deichou a coberta sobre mim, escondendo meu pau, que estava louco para esporrar.

Minha sogra nunca havia me dado nenhuma cantada nem indiretas, mesmo assim sempre fantasiava diversas loucuras entre nos.

Julia se deitou, minha sogra continuou deitada no sofá, e u deitado no outro, deacordo com as posições dos sofás estavam, eu estava... tipo, na frente dela, pra eu olhar pra ela, teria que me virar pra trás.

Passados mais ou menos uns quarenta minutos que Julia havia ido dormir, eu ainda estava de pau duro, nem sabia oque se passava na tv, estava ali pensando na minha sogra, e punhetando a cabeça do meu pau por baixo do cobertor, em certo momonto, tomei coragem e resolvi sair debaixo da coberta mesmo com o pau duro, e ir ate a cozinha com o pretesto de tomar água, pensei bem, e me levantei, deichando amostra todo o meu vigor, caminhei lentamente, passando bem enfrente há minha sogra, notei que ela, de sonolenta, arregalou os olhos diate da minha vara, que naquele momento, quase rasgava o shorte, fui ate a cozinha, abri a geladeira, fiz um minutinho e voltei a me deitar no sofá novamente, mas dessa vez sem a proteção do cobertor.

O silencio se mantinha na sala, so mesmo o barulho da tv, depois de uns vinte minutos, resolvi ir mais a fundo perguntei,: sogra, vc esta dormindo?

Ela não respondeu, e então perguntei novamente, ela disse em um tom bem suave, ainda não, mas vou me deitar na cama jaja, estou com muito sono.

Então eu disse, é, também vou, estou cansado presisando dormir,

Ela mais que depressa disse, há, mas não deve estar mesmo, pelo estado em que esta.

Ai estava oque eu esperava, uma pequena brecha para que eu pudesse me embrar,

E disse , isso é normal, fico assim muito facilmente, é so eu ver uma bunda num shortinho curto, que já me êxito.

O silencio então reinou.

Passados auguns minutos, eu ali, acariciando descaradamente minha pica por dentro do shorte, com um tesão enlouquecedor, por saber que minha sogra via tudo aquilo bem de perto, quando derrepente ela se levantou e caminhando em diresão a porta disse que também iria se deitar, já desanimando minhas esperanças de que naquela noite fosse acontecer algo, me deu boa noite, e u retribui, ela se deitou e encostou a porta, eu logo me levantei disendo que também me deitaria.

Entrei no quarto da Julia e comesei a ouvir alguns barulhos, então me levantei em silencio, e fui ate a portra do quarto da minha sogra, e quando me aproximo, pra minha alegria ela estava ainda com o pijama, so que havia o colocado de lado, e stava maravilhosamente com dois dedos enterrados naquela buceta, e gemendo meu nome, aquilo me enlouqueceu de praser, mas me segurei um pouco mais, para continuar vendo aquele espetáculo, após uns dez minutos, eu após uma bela esporrada, e la ainda não tinha parado de se mastuebar, arrisquei mais um pouco, afinal eu queria muito aquela buceta.

Me recompus, com o pau já se manifestando novamente, bati na porta levemente, e perguntei se estava tudo bem, ela disse que estava, e que eu podia ir me deitar tranqüilo.

Então perguntei se ela realmente não presisava da minha ajuda, ela resmungou algo e disse bem susurrando, não, nesse momento eu empurrei a porta e entrei, ela estava toda mole e tremula, acabara de gozar, não teve nem reação de se recompor ao me ver, já fui olhando aquela buceta arreganhada pelos dedos ainda enterrados nela, e me abaixando, fechei a porta e me ajoelhei diante daquela maravilha, metia alingua com vontade, minha sogra não dizia nada, só gemia.

Passados alguns instantes, pedi a ela que realizase um desejo, ela então disse a primeira palavra depois que eu estava no quarto chupando aquela xereca, pessa oque quiser.

Então eu disse, quero fuder você de quatro na escada do prédio,

Ela ficou um pouco reseiosa devido ao lugar mais topou,

Ela se levantou, eu tirei todo o pijama, e ela se ajoelhou diante de mim fazendo uma deliciosa chupeta em todo meu pau, tirei meu shorte também, e saímos do quarto, nos sertificamos que Julia ainda dormia e fomos ate as escadas.

Como elas moram no ultimo andar não tinha muito risco de alguém passar por ali,

Primeiro pedi que ela sentase na escada e chupei loucamente aquela buceta maravilhosa, dessa vez, também meti a língua naquele cuzinho maravilhoso.

Depois ela chupou minha rola mais uma vez, que essa hora já mi continha para não esporrar na cara dela, emsguida peguei minha sogra pela sintura e a conduzi para a posisão de quatro, pedi que ela se inclinase bem, para minha visão der ainda melhor,

Pinselei a cabeça do meu pau na entrada daquela buceta linda e enfiei de uma só vez,

Ela deu um gemido sufocado, eu fiquei ali naquela posisão por vinte minutos, então ela disse, goza no meu cuzinho, porquen temos que parar.

Arranquei mais que depressa o pau da buceta deu uma lubrificada com a língua no cú da minha sogra e meti fundo no rabo dela, ela prendeu, depois relaxou, eu estoquei mais uns sinco munutinhos e enchi o cu dela de porra, ela se virou deu uma mamada, e me deixou limpinho, fomos para dentro nos vestimos, e embreve conto se vai aconteser mais alguma brincadera com minha sogra...

(obs:) Desculpem os erros ortográficos, e talves não ter passado toda a emoção do acontecido,...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/06/2011 05:23:55
Vamos ao que "inteiriça". O que não interessa não é importante, não é, seu trabalhador e carinhoso? Vamos, que "sinco" minutos passam rapidinho. Fora o festival, a enxurrada de erros de português que passou por aqui. Emoção? Nenhuma. E desculpa nada. Vai aprender a escrever. Revisar. Depois, volte aqui. E diz pra tua sogra fictícia ter mais pudor. Resumo do conto: "Uma buceta arreganhada". rsrsrsr
16/02/2010 17:17:21
'Caraio!" como diria o João Gôrdo! ao invez de ficar de páu duro, tô morrendo de rir! "pinselei", "pessa oque", "sintura", "stava", "praser", "fuder", "diresão", "akilo me deichou", "shorte" "êxito " esse não é im conto erótico, é um conto errático! Mas não fique chateado não "amor selvagem", mas cuidado que tem uma bichôna que de vez enquando, se mete a comentar que usa o pseudônimo de "embaixador", fiquei sabendo por fontes fidedigna que trata-se de uma tremenda bichôna! "embaixatriz" isso sim. hahaha. Mas sua estória é bôa, precisa tomar cuidado com a gramatica, mas não ligue, tem um cara ai na presidência, que esse povo idiota o colocou lá, que é mil vezes pior que você, é o presidente "menas!"
03/11/2009 00:16:11
é muito dificil alguém que faz esse tipo de desenvoltura gramatica
15/08/2009 02:10:01
Curto historias de sogra pq sou tarado pela minha!!! Gostei desse relato!!!
13/08/2009 13:50:56
Boa historia
08/08/2009 00:48:47
O conto é bom já o português é péssimo. Continue escrevendo mas use o editor de texto.
13/05/2009 12:34:23
Gente, botar defeito em português de conto erótico ? Façam-me o favor !! Um conto é bom pra mimse me deixar de pau duro, e nesse qusito esse leva dez !!
29/04/2009 00:08:24
Tu podes ser bom de cama... Mas é muito mau de conto!!! O seu português e a sua noção de tempo são surreais... NINGUÉM MERECE!!!
15/04/2009 19:20:21
O texto é meio fraquinho...mas o pior é seu português!
14/04/2009 17:31:26
o conto é muito bom, mas da proxima, escreva no ediotor de texto "word" e faça as devidas correções.__vc tem talento.
14/04/2009 14:59:54
GOSTEI
14/04/2009 14:49:41
vai estudar
14/04/2009 10:23:22
galera, isso acabara de acontecer, eu ainda estou tremulo...
14/04/2009 06:17:18
passou sim gostei
13/04/2009 23:22:08
tudo bem, este é apenas um site de contos eróticos, não se exige grandes rigores literários, mas assim...fala sério!
13/04/2009 23:20:56
Tudo bem, aqui é um site de experiências eróticas, não há que se exigir grandes habilidades literárias...mas fala sério!
13/04/2009 21:40:03
Muitos erros de portugues...boa historia
13/04/2009 19:09:41
sinco minutos?

Online porn video at mobile phone


contos eroticos suruba no exercitocumadre magra de bermudinha sexoxxvido apontei sevageDalvinhapornobati punheta num desconhecido no onibus contosconto esposa peida pau comedorcontos lactofilia com fotos ou videomae enssinando de quinse anos a fode dando a buceta pra elilance francesinha sexo analsexo porno meu professor foi me visita pra me da reforço,e acabou me chupandoconto o corno manda faze uma tatuage na buceta da minherfazendo empregada gozarcontos eiroticos leilaporncoletanea dechupada no pau ate goza aboca cheia de porrahttp://esposas perdendo a virgindade com seus maridos: contos eróticosconto erotico gay currado numa cilada porno doido sapatona transando♥♡♥♡♥♡♥♡recebendo leitnho na. xota porbodoidoirmas fudendo com irmão1minuto xvideosnovınha metendo agaxada na rolachantagiu irma e fudeuEgua ciscano a Buçetazoofiliacontos erótico um gorilaMania de fica pelada acabei dando pro meu paivideo. pono mulheres guichado porra de tezaovideosxxx minha esposa comportadacontos eroricos lesbicos de lactofiliaComto erotico nifetinhas.casada porn diario de leticianovinhas ninfetas tao novas que nem peito tem aindacontos eroticos sindico com um pau de 27cm fode moradora menor menorvideos de sexo de travestis com cheiro a chulecontos eróticos a aposta da esposaconto erotico provoquei meu sobrinhongatadas anais zofilia contosconto minha mulher adora a lingua no cucontoeróticogurisemastorba deixa a pessoa magracontos erotico coroacasado comendo onovinhocontos eroticos madando foto pelada pro irmaopornodoido de gravidas lesbica se pegano no hospitalcontos eroticos minha esposa gosta de apostacolc mao buceta obesa pornoGinecologista marido esposo conto ertico Conto erotico gay na balada gls dei para doiscontos esposa fodida pelo guarda noturnoxchamster novinha da o cu ejacula pela bucetaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhamarido narrando edposa batendo uma p dotadoS-&-w- Casa Dos Contosconsegui fazer minha esposa querer dar pra outro junto comigo quando ci tamanho da:rola ate:eu dei meu cu virei corno e viado contoVampiros-Casa Dos Contos zdorovsreda.rume tornei amante do meu paicontos eróticos de velhinho tarado da vendinhachulé da minha erman conto eroticoeu nunca eu tinha fundido o cu virgem da minha esposa eu fundendo sua buceta ela gozo ela ficou de quatro eu comecei a fuder sua buceta ela gozo eu meti minha língua no seu cu virgem ela ficou excitada ela disse pra mim eu quero dar meu cu virgem pra você conto eróticoDesamarrar corda mordaça contoeroticoxxvidios.com portuguesbrasileirasgarotas q nao aguentaram um pau grande e tentaram sai do pauas coxas da minha mâe contos eroticosxxxxvedeo minha tia mi chama pra durmi mais elafeitio de cabelo xvedeorvídeo pornô de mulher arrotando dando para baixinhoanal brasileiro. uncesto irmao. comendo. ocu da irma. ela dizendo .que doi muitocomi a pmrelato quenquinha velha conto erotico negao pintudo mulher ajudano velho mendingonotando pica no cu arrombado gay de japonesadoro ver minha esposa transando com meu filhowww.meu vizinho negro me fudeu mundo bicha.comeu quero assistirum filme pornografico lesbicas amor lesbico inesperado no pornodoidoporrno ate nijar de tanto emtesãorebolando com a bundinha bem sensual Zinha só de calcinha rebolando rebolando bem devagarzinhoporno grátis só gostasse gozando piruzaocontos real esposa danando funk na balada so tia gostoza da bandas grandes dormindo que acorda trazendo com sobrinhopasei amao nela eila goistou nuonibuxvideos.com Juquinha comendo a jumentaCONTOS EROTICOS COM FOTOS MEU TIO NUDE PAU DUROcontos eroticos de meninos gay perdi a aposta no video game e o cabaco tambempornodoido cunhadacaiCasa dos contos eroticos paguei pra deflorara filha do caseiro porno pago pra fazer faxina pagor tirar a blusa pagor pra tira a calsa pagor pra fazer boquete pago pra come a buceta