Comi como sogra e comi como ex-sogra

Um conto erótico de Caneleira
Categoria: Heterossexual
Data: 27/12/2009 21:29:29
Nota 10.00

Como as coisas são. Como é a vida.

Foi só eu lembrar de Isabel e escrever para esta casa dos contos, o que se passou entre a gente; sob o título "Que saudades de minha sogra" e eis que encontro Isabel na noite deste natal.

Sempre fui devoto de São Judas Tadeu, aliás a família toda.

Entrei na Igreja de São Judas para assistir a missa-do-galo. Igreja cheia de fiéis, lotada.

Eu fiquei no corredor do lado direito do altar principal, no retábulo (altar lateral) de São Benedito. Faltava pouco para começar a missa. Fiquei olhando aquela multidão, olhando os retábulos, o teto da Igreja, as coroas e as moças.

Quando olhei para o corredor do lado esquerdo, para lá dos bancos centrais e paralelos, visualizei Isabel.

Meu coração disparou, a adrenalina impulsionou a velocidade do meu sangue. Fui ligeiro para o outro lado da Igreja.

Conseguindo chegar perto de Isabel, posicionei-me atrás dela e esperei minha ansiedade se acalmar, passar.

Mais calmo, um pouco mais tranquilo, por brincadeira fui me aproximando das nadegas de Isabel. Com a rôla dura, encostei de leve; sai e encostei outra vêz, permaneci prensando a bunda de Isabel. Ela olhou para trás com uma cara feia e me viu. Abriu um enorme sorriso e me abraçou, pegou meu rosto com as duas mãos e me deu inúmeras bitocas.

Peguei uma de suas mãos e disse: - "Vamos lá prá fora? Aqui está abafado".

E fomos para a calçada, onde um vento leve e fresco bafejou nossos rostos.

- "Caneleira, você aqui, meu amor! Há quanto tempo. Estava com muitas saudades".

- "Eu também Isabel, pensei muito em você, em nós".

Fomos andando pela calçada, não de mãos dadas, que alguém poderia ver, mas bem próximos um do outro.

-"Isabel, seu marido não veio?"

-"Não, ele não está bem e não iria aguentar esta aglomeração".

- "Vamos para um motel, Isabel?"

- "Um motel? Não! Preciso chegar em casa logo, não posso demorar. Tua ex-mulher está lá com o segundo marido e as crianças".

-"Você já teve caso com o novo genro? Já meteu com ele?"

- "Que é isso Caneleira? Você foi o primeiro e único genro. Não dou liberdades assim, você sabe, você me conhece".

- "É tá certo, me desculpe. Mas, e com outros homens, já tiveste casos?"

-"Já, você abriu meus olhos para a vida. Estão acabando com a natureza do planeta; pelo menos eu cuido da minha natureza. Graças a você, querido."

-"Isabel, a missa ainda vai começar e sua duração é de duas horas. Vamos pro motel? Dá tempo!"

Ela olhou para mim, olhou para o chão, olhou para o céu e disse: -"Vamos".

Fiquei tão contente que peguei-a de lado e apertei-a, num forte abraço.

Chegamos no motel e depressa ao quarto, depressa nos despimos e caímos na cama. Ela ficou por cima.

Começou a dar beijinhos na minha testa, nos olhos, no nariz, deu-me um selinho, beijou meu queijo, pescoço e meus mamilos, mordiscando-os de leve. Foi descendo e segurou minha pica, que já estava latejando.

- "Você lembra quando colocaste esta pica na minha boca, pela primeira vêz? Seu malvado, seu estúpido gostoso".

Com delicadeza foi movimentando, com as mãos, a pele do bichinho e com volupia enguliu tudo; subi aos céus. Apertando de leve, com os lábios, foi friccionando para baixo, para cima.

Não aguentei a mamação e esporrei dentro da sua boca e na ponta de seu nariz. Isabel estava uma loucura na arte de chupar. Quem diria.

Saí de baixo e fui prá cima de Isabel. Suguei-lhe os lábios, mordisquei-lhe as pontas das orelhas e os bicos de seus mamilos. Desci até a xana que já estava molhada. Enfiei a lingua com sofreguidão e Isabel gemeu.

-"Candeleira, que saudades de ti, da tua lingua, do teu caralho. Chupa Caneleira, chupa gostoso. Caneleira eu te amo, não consigo te esquecer, Caneleira".

Fui chupando, chupando, passando a lingua nas paredes vaginais, no grelinho. Apertei o grelinho entre os lábios e amacei-o com força. Isabel foi á loucura.

-"Caneleira, aí Caneleira, não aguento Caneleira, vou gozar. Aí Caneleira, Caneleira, uí Caneleira".

E Isabel gozou, gritando Caneleira.

Ela ficou inerte, peguei minha rôla e introduzi em sua buceta.

"Aí Caneleira".

Beijando apaixonadamente seus lábios, com a rôla dentro de sua xana, fui até a sua orelha e enfiei a lingua. Ela deu um solavanco gostoso e falou: - "Caneleira meu amor, te amo."

Em seu pé-de-ouvido, falei:

-" Isabel, pare de falar Caneleira, Caneleira".

-"Aí Jesus, que pica gostosa. Jesus como amo este homem. Jesus como ele mete gostoso. Mexe meu amor, mexe que estou indo á loucura. Aí Jesus, vou gozar; aí que coisa, Jesus".

Demos risada desta tirada cômica de Isabel e durante duas horas de missa-do-galo, gozamos gostoso.

Levei-a de carro até perto da Igreja e nos despedimos.

Trocamos números de telefones e não falamos sobre família, filhos e netos. Parecia que tinhamos feito um pacto silencioso.

Gosto muito de Isabel e a recíproca é verdadeira, tenho certeza disso.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive fandangocalu a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/12/2009 09:41:29
Excitante

Online porn video at mobile phone


contos porno de incesto, interior da bahia com o irmao acidentado de moto, contos pornocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeporno novinha trezeno com namorando da migaContosSexo anal gays x novinhosconto erotico aprendendo amar em parte ICachorro cumedor video zofilia pagebrasileiras f****** gostosa r***** toda queimadinha de biquíni com grelo g****** na b*****fui pago pra dar o cu pela primeira vez hetero , sexo gay amadordando pro supervisor contoreginagozandoVizinha novinha mim atendeu de tolha nao teve jeito acabei comendofiumeporno minisaia encoxadaporno filme grande que demore😉😉MULHERCASADA TANTO O CUZINHOFILHOconto erotico comendo. tia bebadacontos arombando cu da esposa prapagapegou a mulher do corno apertada e quando entrego tava so u buraco video porno cornohttp://www.casadoscontos.com.br/perfil/182713eu só vou te pedir uma parada mama de 4 com a buceta impinadahetero passivo conto realcontos eroticos esposa no cine pornocontos e vidios homem casado na casa de massagem ė enrrabadoxisvido cruzametoeu e minha mãe e minha irmã moramos sozinhos eu tenho 22 anos de idade minha irmã ela tem 18 anos de idade eu tirei a virgindade da buceta e a virgindade do cu dela minha mãe ela sabe que eu fodo minha irmã eu tava com a minha mãe sozinho em casa minha mãe disse pra mim filho eu quero fuder com você ela me levou pro seu quarto eu fudi sua buceta e seu cu conto eróticcoto erotico os amigos da espoza roludosmenina pequena provocado pai com chote cuto enfiado na bunda xnxxxexo qosano cvidros prno insetos fodendo mae emprensada coroas do sapsapnegona dizendo no cu naoContos eroticos,negao tripé tirando o cabaço da ninfetacontos eroticos me comeram a forçaConto erotico era tao apertadamulher tarada por cavalo cavalo Thor ela de quatrobelo sexo dormindo de conchinha com a tia so de calsinhaabusando sarrando a coroa velha contoberoticoxvideos gpstosa dando pro entregafovideo eróticospapai me ensinando tudoxvideos comeu a mae de calcinha no jantarcoroa de beibidol seduzindo o genro na casa dela brasileiraszais pio putamulher tarada por cavalo cavalo Thor ela de quatrocontos eiroticos leilaporncontos eróticos esposa foi e*******' no comício do político e devideo minha geba arrombando o cu do padrecocontos erdicos gay evangelicoscontos eroticos dois machos chupando minhas tetas como bebes golusosxvideo aonde mãe chega cansada do trabalho i er estrupadapor seu filhoatia muito malha torneada de bunda e pernad grosa fudeu com seu sobrinh negao do pau enorme e ela nao aguente e pede pra ele tirar porque ta doendo muitomulher goza líquido cremoso pela bucetaxvidior minhar prima perde que eu chupase a budeta delaDeixei a miha muher dar o cuzinho pra o cara estrahomeu amante me come todo mesmulher nua de quadrio largo e peito gostosocontoerotico namorada e mae putas do tio jorgecontos de mulheres de legging so bucetaoV contos de mulheres sendo fodidas por cãoprodutora cabine erotica spmulher casada trai seu marido e fode sem camisinha e leva gosada dentro da buceta e engravidaitalianinha dormiu e pai comeu elacontos eroticos traiçao na grevefiquei sozinha em casa com meu padrasto não resiste aquele pauzão enorme xvideos.com mobileliberei minha esposax videos padrastro fodení enteadacontos de mulheres porcas que levam no cu e lambem conasContos eróticos titia chupa minha xaninhacontos eroticos o carroceirotraficante pausudo estourou o cuzinho da minha namorada na favela contoscontos eroticos dei pra papaiirmazinha inocente da minha namorada no pornoconto marido manda transar com outro para engravidarporno menina virgem ser marturbado de calçinha de redinhatarados fazendo gang gang coletivo com esposa puta italiana do cornoxvideogostosaspeladascontos erótico velho dedilhando a bucetinha gostosa de micro maiozinho no XVídeosxvideo.com esfregando o pau na buceta lizinha e com um gemidinho sexo massagem na buceta com carinhosou tarado rasgo cu zappadrasto pirocudo droga a enteada e transaporno gey istorias comi meu priminho de treze anoporno mae sete o pau no abracominha esoosa me contou a foda como foi clntos eroticos