Melissa, crente, tarada e carente - Parte 4 - Carnaval: Satisfazendo os desejos da carne

Um conto erótico de Pedro Cachorro
Categoria: Heterossexual
Data: 24/04/2010 16:57:24
Nota 9.40

Depois de quase 2 semanas sem ver Melissa, nesse tempo não me dei ao luxo de ficar fodendo com outras garotas, pois a minha rotina era sair de casa para o trabalho e vice e versa, chegou o carnaval e tive que trabalhar até sábado, largando a tarde, e ao chegar em casa, liguei para Melissa marcando para ficarmos a noite, mas a putinha deu para trás, dizendo que aquele sábado era especial para o namorado dela, fiquei puto pra caramba, ela falou para mim ir curtir o carnaval :

- vai Pedro, vc precisa se divertir e sair, quem sabe vc não encontra uma menina bem legal para sua vida.

Fiquei sem entender nada e falei.

- poxa vc sabe que o que eu quero é vc, quero fazer um amor bem gostoso nesse sabado que nem aquele outro, não quero mais nada.

Falei e ela me respondeu de uma forma fria:

- tá bom, quem sabe um dia, boa sorte pra vc.

Falou desligando o telefone na minha cara, fiquei pensando como pode ela ter feito isso comigo, depois de tanto prazer que demos um ao outro, puto pra caralho resolvi que ia curtir a noite de carnaval sem ela.

Fui para noite, mas não me diverti como queria, encontrei duas meninas que de vez em quando eu enfio a rola, uma tava com seu namorado e a outra se agarrando com um rapaz que conheceu na folia, logo tratei de correr atrás de uma mina, consegui ficar uma morena mas no final das contas não me realizei, não passamos de beijinhos na boca e depois que ela foi embora comecei a beber e o resultado foi voltar para casa bêbado e sem ter fodido.

Acordei no domingo meio dia bolado, e fui para uma piscina, acabei que no caminho encontrei Melissa conversando outra colega que não conheço, ela me viu passando e me falou:

- Pedro posso falar com vc um instante.

- depois agora tô com pressa.

Falei de uma forma como se fosse sem importância o que ela tinha pra me falar e ela ficou com uma cara bastante sem graça, pois sabia que era mentira minha.

Mais tarde já umas 9 e pouca quando eu ia sair para brincar o carnaval novamente, estava me arrumando quando o telefone tocou, mas como eu tava no quarto não fui atender e não percebi que foi a minha irmã que atendeu, só escutei a minha mãe falando: ´´ Pedro a sua amiga tá querendo falar com vc, é a Melissa ``.

Hum eu gritei bem alto para minha mãe falar que eu não não tava em casa, mas ao sair do quarto vi minha irmã no telefone e uma cena constrangedora, Melissa na varanda de casa com a minha mãe, minha mãe perguntou se houve alguma coisa e pq eu tava mentindo assim, fiquei super sem graça e Melissa aliviou a minha barra dizendo que por causa de uma grosseria do seu namorado eu tava chateado com ela.

Dei tchau para minha mãe e saí acompanhado de Melissa que não soltava uma palavra, até que ela resolveu falar:

- é assim mesmo Pedro?, é melhor eu ir, tô vendo que vai ser dificil conversar com vc.

Falou e se adiantou na minha frente, quando que eu mesmo bolado não pude me conter em olhar aquele corpo tentador naquele vestido vermelho que batia acima dos joelhos, e retruquei:

- o que vc quer que eu fale, não tenho muito pra dizer depois de ontém.

- nada!, apenas me ouve, é possível garoto?

Pedi para ela dar um tempo e parar de caô, mas como eu tinha que passar na casa de um amigo para irmos juntos, eu fui por um lugar perto de um campo e cheio de arvores, para poder pegar o caminho da estrada principal para ir a casa do meu amigo. Melissa só perguntou se ela poderia ir junto para poder o ônibus na estrada principal ( pois a noite ali é escuro e para uma moça fica muito mais perigozo ).

Eu falei que tava bom que ela poderia ir comigo até a estrada, ela não se conteve e só falou :

- desculpa por ontém, eu não queria ter feito aquilo.

Cortei ela dizendo :

- não queria mas fez, não dá pra te entender depois homen que não presta.

- vc tá querendo dizer que eu não presto Pedro, eu é que agora não tô acreditando no que vc tá me falando.

Falei para ela pq ela tinha sido tão fria no dia anterior, ela me disse que não poderia me fazer juras, pq seu namorado tava ao seu lado, e que para e ela só restou ser grossa de uma forma com se tivesse me incentivando como uma amiga a arrumar uma menina para namorar.

Fomos caminhando e perto de uma árvore ela disse que queria ouvir da minha boca que eu a tava desculpando eu disse sim, ela ficou aliviada e se sentiu confiante quando derepente só senti uma mão puxando pelo meu pulso e a outra puxando meu pescoço, não tive nem tempo para reclamar, já tinha uma boca chupando a minha lingua, recebi um beijo que eu não fiz questão alguma de tentar resistir, me deixando totalmente sem ar, não me restou outra alternativa e puxei ela para trás da árvore com ela falando :

- poxa foi mal por ontém, se eu tô aqui é pq tô cheia de vontade de ficar com vc, ontém tive que ficar com ele, hoje eu quero cuidar muito bem de vc, só queria que vc além de entender, aceite que tenho namorado, mas sempre vou tá arrumando um jeito pra tá nos teu braços, gostoso.

Falou entre beijos e sussuros Melissa, a encostei na árvore passando a mão em sua bunda e a vagabundinha gemia:

- tô louca de tesão, não quero que vc coma mais ninguém, quero apenas que acabe comigo nessa noite com essa rola gostosa.

Meu pau já tava durão, o arranquei para fora e mandei ela mamar, a filha da puta não perdeu tempo e caiu gostoso de boca na minha piroca e enquanto ela mamava babando a minha rola toda, eu ficava com o meu pé roçando na sua xana bem devagar, mas logo ela substituiu pela sua mão numa gostosa siririca, pensei: ´´ essa safada tá morrendo de tesão ``.

Levantei Melissa a encostando na árvore e caí de boca nos seus peitos, caralho tava muito bom fazer sacanagem no meio da paisagem, e enquanto mamava eu enfiava minha mão por dentro da sua calcinha e tive uma surpresa, tava peludinha ( pois comentei com ela que adoro pelos bem modelado na xota ) , ela gemia e pedia para mim enfiar o meus 4 dedos bem no fundo da sua buceta com o polegar massageando o clitóris, eu só me perguntava onde aquela puta tinha visto isso, mas antes mesmo de perguntar a ela eu acabei matando a minha curiosidade:

- ai faz assim que eu adoro, a vantagem de fazer com vc, aiiiiiiiiiii é que vc consegue por seus dedos bem lá dentro, sozinha eu não consigo, continua vai, continua que tá muito bommmmmm !!!!!!!!

Fazer ela feliz, tava me fazendo feliz e como tava, me agachei e afastei sua calcinha e pelo reflexo da luz do poste, dei de cara com aquela xereca peluda, caí de boca naquela racha que tava um tesão, tava bastante excitante aqueles pelos bem aparados em volta de toda xota, passei a apoiar uma perna em meu ombro e me sufoquei em sua buceta, Melissa gemia e falava que não ia aguentar de tanto tesão e gozava na minha boquinha, que suco delicioso a filha da puta exalava de sua xana, e como também não tava me aguentando, saquei uma camisinha da carteira e coloquei na pica, Melissa entendeu nossa necessidade e me incentivou:

- enfia essa piroca bem lá no fundo e soca com vontade, seu safado, fazendo joguinho né ?, mas no fundo eu sei que vc tá doido pra me foder.

Melissa se encostou na árvore e logo perto arrastei um tronco que tava no chão para próximo de nós e apoie a sua perna e afastei sua calcinha para o lado, enfiei minha pica naquela xana gostosa e começamos a beijar bastante na boca, Melissa beijava de uma forma que eu sentia minha respiração indo embora a cada pirocada que eu dava em sua buceta e num beijo sussurrado e outro ela conseguia implorar pra mata nosso tesão :

- ai ai ai, tá muito bom, fala que vc não queria foder comigo seu sem vergonha.

- aiiiiii bem que eu tentei fazer charme mas diante de uma puta safada como vc, não há homen que resista, só o corno do seu namorado putinha gostosa.

Eu também dizia as coisas gemendo de tanto tesão e continuava socando a piroca e num ato de muito prazer Melissa me puxou com vontade pra cima e dela e disse:

- mete mete mete, soca tudo, fode gostoso sua puta.

Falou e me beijou, eu não conseguia mais sair dali e soquei tudo no maior tesão, minhas calças arriaram no chão e não me aguentei e comecei a esporrar dentro da sua xota. paramos de nos beijar e continuei socando derramando o resto e falando em seu ouvido:

- ai que buceta gostosa, vc é muito tesuda Melissa, nunca mais vou te tratar mal, tá gostosa.

Falei cansado, mas muito satisfeito enquanto a putinha sussurrava:

- ai como é bom, que delícia, eu sou doida para levar uma leitada assim mas sem camisinha, pena que ainda não é possivel.

Claro que queria também esporrar dentro da sua xana sem camisinha, mas como ela não toma pilula, ficar melhor assim. não dei tempo e falei para ela beijando a sua boca :

- aiiiiiii putinha vira, que eu vou socar gostoso nesse rabo, eu sei que vc tá atrás de uma rola no cu.

- vai encarca gostoso na minha bunda, tira a camisinha e aproveita que essa piroca tá toda melada de porra e empurra gostoso na minha bundinha, seu safado.

Arranquei a camisinha pra fazer o que ela mais queria, tomar na bunda, a virei de costa para árvore e chupei um pouquinho seu rabo e depois encostei a minha rola melada na entradinha do seu túneo, ela não se conformava:

- vai empurra Pedro, não judia de mim não, vc sabe que eu vim de longe só pra ganhar essa rola no cuzinho.

Fui empurrando e o cuzinho se abrindo e quando encaixei tudo escutei com muito prazer:

- delícia, fica parado um pouquinho, deixa eu mexer com a bunda nessa maravilha.

Melissa ficou rebolando um pouco e depois pediu para mim socar com prazer, empurrei naquela bunda e ela gemia bem baixinho para não chamar atenção de quem passasse, até que ela não se aguentou mais de tanto ficar em pé e me pediu:

- deixa eu sentar vai, deixa que eu quero pular meu carnaval nessa piroca gostosa, senta aí no tronco delicia que eu quero sentar gostoso.

Sentei e ela arrancou sua calcinha e jogou no chão, veio sentando e começou a pular bem gostoso e eu falava baixinho:

- senta vagabunda, pula teu carnaval nessa rola sua safada enquanto aquele corno deve tá em casa deitado, filho da puta, não sabe a safada que ele tem do seu lado.

Isso só fazia aquela potranca loira pular mais e mais, ela pediu para mudarmos de posição novamente e virou-se de costa para mim apoiando-se na árvore, com o outro pé apoiado no tronco.

Empurrei novamente naquela bunda, já tinha entendido tudo, a safada tava querendo gozar tocando uma siririca, e nessa posição meu leite invadia tudo, indo bem lá dentro do seu rabo como ela adora. agarrei na sua cintura comecei a chamar na pica, ela tava louca mas tinha que se conter e não gritar mas mesmo assim ela pedia com muito tesão para fodê-lá :

- me come Pedrinho, ai vc é muito gostoso, acaba comigo vai, igual a vc eu nunca provei, vc é demais tesão.

- eu sou demais é putinha, então fala pra mim.

- é, demais é pouco pra vc, eu nunca fui comida assim com tanto tesão que nem vc me come.

Puta que pariu fiquei muito feliz em saber que satisfazia minha potranca loira, derepente começou a cair uma chuva e nem mesmo a chuva diminiu nossa vontade e resolvi fazer diferente, como ela tava com suas mãos apoiada na árvore, eu mesmo peguei a minha mão direita e iniciei uma siririca nela, Melissa ficou maluca com aquela sensação:

- aiiiiiiiiii que safado vc é, não tô dizendo, aiiiiiii gostoso pq vc não apareceu antes na minha vida para me comer bem gostoso, continua tocando pra mim e atola essa rola na minha bunda, vai tesão me come vaiiiiiii.

Soquei gostoso e brincava com aquele grelo, Melissa delirava e não me aguentando soltei meu leite dentro da sua bunda, aquela leitada fez Melissa ficar maluca de tesão e anunciar seu prazer:

- ai vou gozar, que delícia de leite no meu cu, continua socando com força Pedro, soca tudo vai, tô gozando, ai tô gozando.

Ela gozava quase desmaiando, querendo desabar no chão. e debaixo daquela chuva não me desgrudei dela e deixei a minha pica amolecer dentro do seu rabo, e quando tirei minha rola, vi minha porra escorrer pela sua perna, limpei com a minha mão e resolvi dá uma linguada no seu rabo melado pela minha porra por todo prazer que ela tinha me proporcionado naquela noite, Melissa só disse:

- aiiii, nossa como vc é safado.

- caralho que gozada gostosa dei no seu rabo Melissa, vc me dá muito prazer, putinha sem vergonha.

- foi uma delícia mesmo esse leite quente no meu cuzinho, prometo que nunca mais te trato mal, afinal nunca foi a minha intenção.

- promete putinha, aiiiiiiiiii vc sabe que eu vou te comer sempre safada, vc sabe que eu tenho muito tesão em vc.

- ai Pedro eu sei, mas vc tem que entender meu lado com meu namorado, agora vc já sabe que quando não te der atenção no telefone é pq ela tá do lado, agora vamos, me leva vai que o meu cu tá pegando fogo, vc arrombou ele todo safado.

A chuva passou e levei Melissa no ponto para pegar o ônibus e quando o ônibus chegou a safada se despediu me cobrando uma coisa essencial na nossa trepada:

- olha dessa vez eu deixei passar, mas vc vai ficar me devendo seu leitinho quente na minha boca, seu safado.

A safadinha entrou no ônibus e quando o onibus saiu, ela sorriu para mim me mandando um beijo, olhei para o relógio quase 11 da noite, tive que ir para casa tomar outro banho e sair pro carnaval para somente zoar.

Porque quem fode com Melissa, não quer foder com mais ninguém.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive pedrocastronauta a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
24/11/2010 16:12:01
come mesmo, ela namora e o namorado só quer saber de igreja, da rola pra putinha carente
20/11/2010 21:29:48
come essa safada mesmo
20/11/2010 14:20:19
muito bom mesmo esse conto, carnaval, nada melhor que uma boceta, ainda mais assim no mato com direito a chuva, é isso mesmo, rola dentro, depois cê curti bem mais levinho e com direito a um chopp que não só vc, mas que eu também adoro.
26/10/2010 00:25:21
MUITO BOM ESSE CONTO É DE DEIXAR DE PAUDURO DO INICIO ATE AO FIM
07/06/2010 23:26:09
eita carnaval dos bons, pena eu não ter uma foda dessas no carnaval desse ano, esse seu lance com essa safada é realmente demais.
04/06/2010 17:42:17
muito bom mesmo como o camarada de baixo falou nota 10 é pouco deveria ser 1000, puta nossa, delícia, vou até chamar na mão pensando nessa safada carente.
11/05/2010 17:05:03
muito bom seu conto...e essa Melissa realmente é uma mulher completa....dez....
25/04/2010 04:07:31
fmz, otimo conto parceiro, parabéns! ainda continua fodendo esse putinha safada?
25/04/2010 00:22:48
MUITO LEGAL SEU CONTO....

Listas em que este conto está presente


Online porn video at mobile phone


contos eroticos 32cmwww.contos de scat namorada chupando o pau de bosta dereto do cu.comquero ver os de gravações de atrizes pornô que param de transar com dorminha mae ficou furiosa conto incestoXVI de os foi estuprar a coroa mas ela gostou e gososou gostosoPorno Tia comeu o sobrinha atc gozou dentro delaxvideos Botando rola Pra Fora E sarrando bem gtzcoto erotico da espoza na surubaconto erotico calcinha aparece da minha mulherpassou a mão na rola do padrastodormindonuca vi uma mulher dano para superdotado com uma buseta tam fundaexibidasde corno manso em foto com machos na praiade vestido de brusosexomaior busetao gosado t.v porra gg pistolaoas novas novia cenus estrupada pediu virgindadefudeno rola na irma, bubuda escodido da mas lavano roupawww vovo adora minha rola preta e chora guodo boto no cu dela porno .com16.12.2018xvideo blog .comesperei meu pai sai e foi fuder minha madrastra qui tava dormindocontosmae e noraxvideos novinho aguento penis de 24cm do irmao gemeo gayaronbarao cu d vadiaxvideoszuandopornodoido mãe encina garota #3garotinha novinha virgem desmaia ao deixar um pênis muito grosso entrar naxaninhaf****** a b******** lisinha amarrada de perna aberta brasileiracontos eroticos insestos família unida papai mamãe e meu irmaoComendo a ninfeta grudadinho nelavelho insiste até rapaz com mussarela no pornôver vídeo pornô irmão comendo a mulher do irmão com sardinhagordinha que dá de bruço com a b***** depiladinha gêmeashttp://linkshrink.net/7coxzDpau extraordinariamente grande e grosso gozando dentro e arrombando a bucetinha apertadinha da menina novinhacontos eroticos proibidos sinhazinhadei a xoxota para irmaomulher gostosa dando para novinho cheia de tesao em sua casonamundobicha chupando pau na infanciahttps://zdorovsreda.ru/texto/201208186contos eroticos homem com roupa femininasogra fagar gero de pau durous mas lindu buctaoContos de casadas sendo estrupadas no morro baile funkconto erotico gay na saida do bar de madrugada um travesti me estuprouensinei meus filhos a transaremNegrão.estrupando sobrinhavirgem a forca sem.os pai ver atras de casaContos erotico nora novinha ouvindo a sogra chorando no picao do cunhsdocavalona da buceta desmarcada no pornodoidosexoalvessexocazeiro oniboeu e meu irmao fomos brincar de medico pornodoidoconto erotico huntergirls71contos eiroticos leilaporngosano defro dotados.sexo pornocontos janara e sophia chundo minha picanovinha louca pra mamar um cacete do coroa bebadobundinhacontosvideos de meninas llevando fortes choques de fios de luz na buceta pelada ate hritarcontos eroticos sendo arrombada por dois machos que chupam gostoso minhas tetaspescoco deve estar dolorido,esses chifres/cada ve maior,cornoloirinha tentou correr do negao pra ele num te comer mais num deuporno homem pega sua mulher com seu amigo e ao inves de briga fica só olhando e se masturbando escondidochupando ate engasga tia conto gay o meu sonho de consumo xporno com mulhe negha que nao jheta picamtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1xvideo dificil pra vc lukaviolentada na escola contome fodeo aos 13 contos papaiVídeo d homem fazendo sexo anal com cochorogta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetawwwx videos comendo imaalivat xxxvídeocaseira gostosa enrolada na coberta com marido deitado na sala assistindo TVlésbicas vê amiga no banho e agarra ēła forçasafada nuonibuContos de surra na menininha malcriadaxvideo nigro xxxvvnapaixonado por um hetero cap 15conto erotico dormindo e encoxada por estranhoDominamdo uma evamgelica casada parte 2 contos eroticossgarotinhas bem novinhas descubrino otezaogta em porno doido com um estranhox vídeos enquantoo novinho se masturbavaaté gozar o negão metia lhe a picaconto chupei meu avô cadeirantexchamster novinha da o cu ejacula pela bucetaXVídeos novinhas Idelmar negão arrombando tudocomtos exitantessogra deu mochila a sogra e a buceta para o genrodois negros de 40cm de pau no rabo da intiada e sublinha