Como comi gostoso a mulher do PM

Um conto erótico de Pedro Cachorro
Categoria: Heterossexual
Data: 04/08/2010 21:43:22
Nota 10.00

Bom o que venho a contar aqui nesse relato aconteceu no final do ano passado(2009), no segundo domingo do mês de novembro, dia 8.

Numa tarde de domingo minha tia Lúcia levou eu e minha prima Amanda(sua filha) para a casa de uma amiga sua, dizendo ser aniversário de sua amiga, chegamos lá por volta das cinco da tarde, não tinha muitas meninas da minha idade, e as poucas que estavam na festa, vieram acompanhadas e nem dei em cima, a minha prima Amanda logo se engraçou com um camarada lá e dessa vez eu nem tinha como ficar com ela, pois minha tia tava na festa e o jeito foi ficar lá bebendo com uns colegas de minha tia que eu já conhecia, nisso uns dos caras que eu conversava me chamou pro canto do quintal, foi quando eu olhei uma mulher que mexeu demais comigo, morena, cabelos pretos presos, peitos fartos, enfim não consegui mais parar de olhar a mulher e o mais barato disso tudo é que ela também me comia com os olhos.

Os caras comentaram que se uma mulher daquelas me pegasse ela me mataria na cama de tanto foder, começamos a rir na mesa, mas vira e mexe eu disfarçava o meu olhar em direção aquela deusa, coisa que ela também me olhava com a sua cara de sedução, não tava mais me agüentando pra mijar e perguntei onde ficava o banheiro e os caras me explicaram onde era, fui no banheiro e me aliviei e fui pegar o meu copo de cerveja que deixei na pia, foi quando ouvi um comentário:

- Nossa, que perdição hemmmmm.

Olhei pra trás de mim e nossa, aquela gostosa, gostosa mesmo a mulher, em pé era um pouco maior do que eu e nossa que corpo, que bunda grande tipo melancia, de blusa vermelha e saia jeans, caraça eu fiquei sem palavras diante daquele monumento, ela riu e disse:

- Eu não mordo não gatinho.

- Eu sei que você não morde, mas é que eu não esperava você aqui.

Ela começou a rir de mim, trocamos algumas palavras e nos apresentamos, seu nome era Eliza, mas todos a chamam de Liza, era irmã da aniversariante, conversamos por quase 10 minutos, falou que tinha 33 anos e que conhecia a minha tia, até que ela comentou:

- Pensa que não vi que você ficou me olhando um tempo, pode falar.

- É sei lá foi porque fiquei encantado.

Foi o que consegui responder, mas ela logo quebrou o gelo e disse:

- Também fiquei te olhando, gostei de você.

Nossa aquela gostosa falava alisando meu peito, e de um jeito bastante inibido disse a ela como eu poderia realizar esse sonho de tê-la, foi quando trocamos telefones e nisso reparei uma aliança em seu dedo, Liza me puxou e me deu um rápido selinho e paramos por aí.

Voltei pra mesa e os caras ficaram me zoando, falando que o marido dela ia me capar, falava que ele era policial e eu nem ligava e falei que eles tavam de brincadeira, após quase uma hora ali de bate-papo, dando quase onze da noite, o meu celular toca e era Liza que já não tava mais na mesa com as outras mulheres, me falando que iria embora e me perguntou se eu não tava afim de ir pra um lugar mais tranqüilo para nós e na hora claro que topei, mas que era para mim ir até a esquina sozinho que ela me pegaria de carro, fui e fiquei lá por quase dez minutos, quando parou um siena vermelho de vidro fumê e abriu a porta, era Liza me mandando entrar rápido, entrei e ficamos conversando me falou que era professora de educação física e que freqüentava academia, logo vi que era por isso que ela tem aquele corpo, até que ela parou em frente um portão e me disse ser sua casa, que por sinal bonita. Nossa morri de medo de estar ali na casa de uma mulher casada, mas logo ela me falou que seu marido só viria no outro dia a noite e sem eu perguntar nada me confirmou o que os caras na festa falaram, ela me falou que ele é policial.

Ouvi aquilo e ela percebendo que fiquei com um pouco de receio, me acalmou me deixando instigado e resolvi enfrentar, e naquele instante o meu tesão foi mais forte que o medo.

Entramos pelo portão sem eu descer do carro e como tava escuro mandou eu ir pro fundo do seu quintal, Liza já chegou me beijando e entramos pra dentro de sua casa, ela já foi me levando pro quarto e ficou alisando a minha pica, nossa que tesão aquela gostosa me passava, ela me jogou na cama arrancando toda minha roupa, me deixando só de cueca e tirou meu pau pra fora e começou a me mamar de uma forma bem puta, nossa dava pra ver que aquela mulher era safada demais, chupava e deixava cair uma babinha me deixando louco de tesão, deixei Liza mamar bastante e como não queria gozar, logo tratei de puxá-la pra beijar sua boca com o gosto do meu pau, também brinquei passando a mão por cima da sua calcinha já que ela estava de saínha jeans, Liza arrancou sua blusa e abocanhei os seus peitos por um bom tempo, logo me fartar naquelas tetas deitei Liza na beirada da cama e arranquei a sua calcinha, comecei a beijar suas pernas e lambi de leve e dei algumas mordidinhas na sua virilha, nossa Liza gemia e dali eu vi como faria para dar prazer para aquela safada que traía o corno do seu marido.

Liza gemia e mandava com tesão eu chupar:

- Vai gostoso, cai de boca nessa boceta seu safado.

A puta queria safadeza mesmo, cai de boca na sua boceta e mamei gostoso, a putona agarrava meus cabelos me sufocando contra sua xota e logo senti o líquido descendo, e com muito prazer eu sugava aquele gozo gostoso enquanto a putona se estremecia toda na minha cara.

Liza tava com muito tesão e logo me mandou sentar na cama, pegou uma camisinha e colocou com a boca a camisinha no meu cacete, arrancou a sua saia e aí pude ver o que ainda não tinha percebido, Liza tem uma tatuagem na bunda, um escorpião bem grande em sua banda esquerda, Liza virou-se de costa para mim e encaixou sua xota na minha rola e foi descendo bem devagarzinho, Liza começou a cavalgar e eu também passei a dar urros de prazer com aquela putona safada do PM.

Quanto mais ela quicava mais meu prazer aumentava e se misturava com seus gemidos, eu já tava ficando maluco com suas reboladas, agüentando todo o peso do seu lindo rabão nas minhas bolas, que coisa de louco, eu nunca tinha comido uma mulher com uma bunda tão grande quanto aquela, Liza é tipo cavalona mesmo e exige do macho que deita com ela muito esforço pra matar a sua vontade, nossa e como os caras na festa diziam, ela tava quase me matando, mas só que me matando de tanto tesão mesmo.

Tava bom demais e para não gozar logo, pedi para comer a putona de quatro, Liza se arreganhou toda pra mim e pediu com uma cara de puta no cio:

- Vai mete essa rola na minha boceta de quatro seu moleque tarado.

Empurrei um pouco devagar para não gozar e fiquei indo num vai e vem cadenciado, mas Liza queria mais, a cavalona safada queria mais e exigia:

- Mete seu puto, eu não to sentindo nada, mete com força, me dar rola, dá rola vai, o corno do meu marido não me come direito.

Comecei a acelerar e Liza gemia e falei para ela:

- Quer rola? Então toma sua puta, eu tava maluco pra te comer mesmo, o corno não te dar mas eu te dou a minha pica sua safada.

Eu metia e perdia noção do que até falava para aquela égua de luxo que jogava com tesão sua bunda na minha pica.

Falei que iria gozar e Liza pediu pra gozar na boquinha, tirei o meu cecete da sua boceta arranquei a camisinha e a safadona de luxo meteu a boca na minha pica e ficou mamando até eu derramar a porra todinha em sua boca.

Liza olhou pro meu pau que tava ficando meia bomba e começou a sugar ele todo deixando-o sequinho, Liza me chupava e engolia as bolas do meu saco, e me pediu para chupa-lá também, coisa que fiz com prazer.

Com aquela boca não tinha como eu não sentir tesão e logo logo o meu caralho já tava em ponto de combate, e com outra camisinha encapada no pau, peguei Liza e coloquei um travesseiro embaixo da sua bunda para eu ter uma posição mais confortável, já que ela era maior que eu e coloquei naquela boceta com as pernas arreganhadas para mim num delicioso papai e mamãe. Liza gemia e pedia rola, nossa a mulher era um furacão na cama e eu ali só com meus 22 anos e 20 cm de rola tendo que fazer o melhor para satisfazer aquela putona cavaluda, mas sentia que tava fazendo o bem pois ela pedia mais e mais até que pedir o que eu já tava muito afim de pedir para ela:

- Come meu cu vem, come ele safado, quero ver você comer meu cu gostoso, que nem você comeu gostoso a minha boceta.

Liza se levantou e mandou eu sentar, passou cuspe no cu e babou o meu pau todo, chupou meu pau de camisinha e tudo o deixando todo lambuzado e veio por cima de costa para mim e encaixou seu cu todo na pica e veio descendo enquanto eu observava aquela bunda com escorpião encaçapando toda minha rola, até encostar o cuzão em minhas bolas.

Liza passou a gemer e a quicar com a rosca no meu pau, e nossa que delícia de cu, fazia jus a tatuagem do seu escorpião, pois Liza tem como ponto de ataque o seu grande rabo. A safada me provocava:

- Tá gostando de comer meu cu safado, eu tô adorando essa piroca no meu rabo, ai que delícia, come meu cu safadinho, come.

Liza gemia e eu completava:

- Ai, tô adorando demais essa bunda que você tem, me dá ela vai, deixa eu comer o cu da putona vai, deixa safada.

Tava muito bom, e já se passavam muito tempo naquela brincadeira com ela sentada na rola, Liza não queria sair de cima da pica e começou a tocar uma siririca e falava:

- Me come que eu quero gozar assim sentada nessa rola seu safado, tá tão gostoso rebolar nessa pica, aiiii se o corno do meu marido te pega aqui seu safado comendo a puta da mulher dele.

- Tá gostoso então rebola, eu sei que ele é um cornão e nem deve te comer direito sua puta.

- Não, claro que não ele nem me come assim aquele corno safado, ele merece é chifre só quer saber de futebol e cerveja.

Liza pulava e gemia, o meu tesão foi tanto que não agüentei a pressão do seu anel e gozei mais uma vez gostoso, só que dessa vez dentro dentro daquele rabo delicioso e logo logo sentindo o meu leite quente, Liza se derramou numa frenética siririca gozando no meu pau, nossa estávamos bastante suados de prazer e eu pra falar a verdade me senti realmente massacrado por aquela mulher na cama, tomei um banho rápido com Liza, olhei as fotos dela num quadro com se marido e nossa, eu cansei de ver aquele cara na beira de campo futebol, o cara tem fama de ser um pouco brabo, já dava quase uma da manhã e ela me levou de carro até uma esquina longe de sua casa e me deixou para não levantarmos nenhuma suspeita onde ela mora.

Cheguei em casa e o meu único destino foi a cama, e como diziam os caras da festa, tenho que confessar eu realmente levei uma surra daquela mulher na cama.

Durante o final do ano passado ainda comi a puta mais vezes, e nesse ano de 2010, comi Liza quatro vezes a última no final de maio, algumas fodas foi na casa dela mesmo enquanto o corno do PM tava de serviço.

Nossa comer Liza é bom demais, eu sinto um enorme tesão mas sinceramente, na real, o meu medo tá sendo maior.

E na minha mente e no coração fica uma sempre uma dúvida em relação a essa safadeza, que é:

Continuo ou não continuo.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
26/11/2010 17:49:03
se meu marido for PM, vc me come?
24/11/2010 18:58:34
continua menino, nem todos tem a chance de comer uma mulher casada e o corno só quer cerveja, então dê rola pra ela, rsrsrs, gostei.
06/08/2010 16:39:56
Infelizmente muitos homens trocam uma boa transa por futebol e cerveja,amigos etc..não cumprindo com sua obrigação com a mulher,e quando é,uma insasiável como esta? nossa ai negocio pega fogo mesmo,eu acredito mesmo que ela te deu uma surra,de sexo..rsrs,mas toma cuidado,nem todo homem aceita ser corno.MUITO EXCITANTE,ÓTIMO CONTO....PARABÉNS
06/08/2010 00:18:36
claro que continua.sevc não comer outro come, infelizmente não ssou eu. muito gostaosa a safada
05/08/2010 13:01:10
Olha cara é foda que tudo o que é perigoso é mais gostoso mas vc ta se metendo num fria se o cara te catar vc ja era eo pior se vc disser pra ela que não quer mais e ela aceitar na boa blz e se ela não aceitar ai é capaz de ela falar para o marido que vc a assediou ai ta na roça do mesmo jeito meu truta abraços!

Online porn video at mobile phone


ruıva se mastu e goża muitoliberei minha filha pro meu amante tirou o cabacinho contosfilha fodendo con negao picudo e mae espiamdoabobrinha bucetinha contoapostei minha mãe com meus amigos conto erotico analSobrenatural-Contos Eroticos zdorovsreda.ruconto erótico gay com amigo do meu irmãocontos eiroticos leilapornconto erotico pomba gira na esposaLiloca Fodendo muito Duro Emposicoescontos eróticos deiminhabucetapromeu filho menor depois que cheguei daacademiaX video comendo ninazinha menor 18xxxvides.com meu amigo enquanto jogamos video game ele vai fodendo minha maewww.xvideoleitinho/tiomeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticoscomeinha buceta to com tesãoContos eroticos , o sobrinho do meu maridoconto erotico gay cunhadosperdi a virgindade com pau enormemaridinho chupou minha bucetaXvideos novinas da bunda garnde 20 anosconto erotico funk peladacontos eroticos o carroceirovidios porno fuipego pele minha mulhe com meno a minha sograconto lavador de carro pauzudoxvidius corous grisalhos velhos gayConto Meu Pequeno ,Meu Amor 1Temp. completa casadoscontoshomen bagaça o cu de esposa rabuda com pênishomens jovens enfuando penis shortinho curto adidas anos 80xxvideomae deita sem calcinha na cama com o filho e ele come sua bucetapornodoido jumentao esfolou culoirasgostosas do peitao sentando no consolo com as perna aberta xvideosconto porno eu tava so de cueca e minha filha sento no meu colonegao cacete grosso preto vigilante comendo cu do cliente apos o expediente gosando dentro video amadorcontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queria.xvideo de estrupoRASGANO O CABACINHA DA GATINHA DE CATORZE ANINHOSgozei na bucetinha da minha cunhadinha que ficou muito brabacontos eroticos minha cunhada nao era nada do que eu imaginava.contos eroticos uma semana para ser adestradapornodoidovideo longonovinha dando pra velho rabuchentofime porno pai infindo a mão no cu da filhafilme pornô panteras tratei minha esposa mal só de raiva ela ficou com outrobucetaesperienteiniciar download de zoofiliaXxxvideo pornodoido mulher levantando a saia pra transa encanadorcontos de vacas que gostam de levar no cu e na conaContos eroticos de sexo com genropprno doido no escurunho debaixo do lençolumbanda xvideomulheres que procura hamem pratrepa em pernambucovenho a fuder cu a venhaConto erotico pagou com a bundapegando carona com a vizinha novinha amaziadamulher cor de jambo anal classicocontos Fudidos De machucamento vaginal meu sobrinhopau encapado pra esposa timidaadoro ser encoxada no trem contos eroticosmetessao pai e filhaencoxou a gostosa de calca bramca ate gozar na bumdimhapornodoido com gay selvajem fazendo malvadezaconto erotico minha namorada dançando funk com outrola vem ela corrigir o meu bilau pornopai mae filho filha pelados contos eroticos com fotosporno doido travetis fundenoMathz - CASA DOS CONTOS EROTICOSfeminizacao hormonios dedos no cu porra conto eroticovideo baba sendo acordada com linguada na bucetacontos professor novinhaconto cumenndo o cu da sogra afosatrelada xxx conto fotoIrmas casadas taradas carentes cendo enrabadasconto de mulher casada batendo ciririca com pepinoa menina magrinha pegou a mulher pegou de tapa na cara pegou no casacocontos eroticos fotos bi roludo fodendo cu boyzinho