Meu Amigo me Amava - Capítulo 106

Um conto erótico de Multiplosex
Categoria: Homossexual
Data: 27/12/2010 20:26:16
Nota 10.00

Meu Amigo me Amava – Capítulo 106

Fortes Emoções – Momentos Finais

Jhonny começa a intrigar-se ainda mais ao ler os contos, porém ao ver que também é mencionado na história fica possesso, não acredita que fui capaz de contar a sua história, a história da sua família para um site de contos eróticos, expondo tudo, sua intimidade, seu relacionamento com o Estevão, a descoberta sobre sua verdadeira paternidade, seus medos, tudo estava ali, escrito detalhadamente pela pessoa a quem mais confiou na vida, eu.

Jhonny enche-se de raiva, começa a suar, ficar vermelho, não estava acreditando no que seus olhos estavam lendo. Começa a folhear os contos, ao ver que até o nome de seus pais, da sua irmã, que tudo, todo foi exposto e sem seu consentimento para centenas de pessoas na internet.

Jhonny - (ódio) Como você pode fazer isso Breno, como você pode expor minha vida assim.

Jhonny recolhe todas as folhas dos contos, põe dentro do envelope, e envelope com o nome do Pedro ele fica olhando, pensa um pouco. Deixa em cima da cama do quarto e vai até o banheiro lavar o rosto, ainda possesso com muita raiva. Nisso ele se olha no espelho, as lágrimas corriam seu rosto, tamanha foi sua decepção. Sai do banheiro, pega os dois envelopes e desce as escadas em direção ao salão de festas, vem Alessandra toda preocupada.

Alessandra - Onde você estava Jhonny, te procurei por toda a festa.

Jhonny - (tremulo) Fui ao banheiro lavar o rosto, estava todo suado.

Kátia - Homem é assim mesmo amiga, tremem na base de nervoso.

Alessandra - Querido avisa, não me assusta assim. Pensei que tivesse ido ao hospital ver o Breno.

Jhonny - (firme) Quero que o Jhonny morra!

Alessandra se assusta com as duras palavras do Jhonny, arregala os olhos e olha pra Kátia que fica tão assustada quanto Alê.

Kátia - Que isso Jhonny, ele é seu amigo.

Jhonny - Pensei que fosse, mas vi que estava enganado.

Alessandra - Amor que isso?

Jhonny - Bom... vamos começar logo o jantar.

Alessandra - Sim vamos. Que envelope é esse.

Jhonny - Uma surpresa.

Alessandra - (eufórica) Não vai me dizer que é um discurso?

Kátia - Alessandra se é uma surpresa ele não vai te dizer. Acalme-se.

Alessandra - Viu como ele é um fofo. Te amo amor, te amo.

Alessandra abraça o Jhonny e o cobre de beijos, Alan que estava ao lado da Rebeca, sua namorada, observa tudo.

Nisso no hotel, chega Estevão com o Binho, garoto de programa que abordou na rua. Binho fica encantado com o apartamento do Estevão, enquanto esse vai entrando no quarto e se despindo na frente de Binho que não nega fogo.

Binho - Que ansiedade é essa show?

Estevão - Não é ansiedade, quero tomar um banho isso sim.

Binho - Quer que tome juntinho de você?

Estevão - Não você eu quero apenas de cueca naquela cama ali.

Estevão vai e empurra Binho, um negão de quase dois metros de altura, e musculoso na cama, ele se joga, o Estevão vai totalmente pelado pro banheiro. Binho se excita fácil ao ver aquela bunda branca, carnuda, durinha, e com marquinha de sunga indo pro banheiro. Nisso Binho tenta se ajeitar na cama e se assusta ao ver uma mochila, curioso ele a abre, e vê os 10 kilos de cocaína na mochila. Discretamente ele levanta e vai até sua calça jogada no chão do quarto, pega o celular e vê o torpedo enviado pelo Gileno “Fica de olho, malandro.”

Binho fica sentado na cama. Chega Estevão enrolado na toalha, cabelos e corpo todo molhado, cheirinho de que acabou de tomar banho.

Estevão - O que foi?

Binho - Que porcaria é essa cara. Não curto essas merdas não.

Estevão se toca que é a respeito da bolsa com cocaína que esqueceu em cima da cama. De inicio fica tenso, mas como é um bandido manipulador, logo reverteu tudo ao seu favor.

Estevão - (tenta amenizar) Que isso cara, fica sussa. Vai dizer que não curte dar um tapa?

Binho - Não vim aqui pra isso.

Estevão - Parceiro não está afim beleza, eu guardo. Mas e aí, vamos fazer o que viemos fazer ou está afim de meter o pé.

Estevão tira a toalha, estava usando uma cueca do sexy shopping que tem apenas um tapa sexo na frente, e atrás a bunda fica completamente a mostra, ao tirar a toalha, Binho fica completamente excitado, a cueca branca parecia rasgar com o volume da sua caceta, 23 centímetros.

Estevão - Nossa será que vou agüentar isso tudo dentro de mim. Nossa que rola é essa.

Binho esquece da bolsa com a cocaína e se entrega ao prazer. Estevão vai pegando na rola do Binho ainda dentro da cueca e apertando. Binho abre as suas pernas grossas, lisas, musculosas. Estevão vai mordendo a rola, passando a língua, a rola ainda dentro da cueca. O pau do Binho fica ainda mais duro, parecendo que iria rasgar a cueca de tanto tesão, Estevão vai até o saco do Binho, ele ainda apenas com sua cueca boxe em cima da cama, passa a língua nas suas bolas, Binho delira.

Binho - Caralho cara que delíica.

Estevão - Está curtindo, está?

Binho - (delirando) Demais!

Estevão vai e tira a cueca, Binho fica completamente pelado, seus 23 cm duros, retos, apontados para o Estevão que fica deslumbrado. Estevão apalpa a rola, de longe a maior que já viu em toda sua vida.

Estevão - (admirando) Que piroca é essa?

Binho - Toda sua aproveita.

Estevão não se faz de rogado. Começa a chupar a rola do Binho, passa a língua pela cabecinha, chupa, passa a língua pelo saco, vai brincando com a pica deixando Binho ainda mais excitado.

Binho - Chupa vai safado, chupa direitinho vai.

Binho pega a cabeça do Estevão, e começa a forçar, faz da boca do Estevão uma buceta e começa a meter, fode bonito a boca do canalha.

Binho - Assim que você gosta não é?

Estevão - Delicia.

Binho vai forçando a boca do Estevão, enfiando a rola até sua garganta, sua rola fica toda babada. As veias do pau do Binho parecia explodir de tanto tesão, ficando ainda mais dura e grossa.

Depois de ficar um bom tempo chupando Binho, esse decide corresponder, posiciona a bunda do Estevão de 4 dá uma boa cuspida no seu cu e começa a linguar o cuzinho do Estevão, sua língua quente, grossa, áspera, deixava o Estevão todo excitado, Binho forçava com a língua o anus do Estevão, deixando-o mais excitado ainda. Estevão relaxa com tanto tesão, Binho sagaz da novamente uma cuspida no cuzinho do Estevão e enfia o seu dedo do meio, Estevão tranca o cuzinho, deixando Binho ainda mais excitado.

Estevão - Aí!

Binho - Delicia.

Enquanto isso no hospital Vinicius e Valeska encontram o Robertinho próximo a minha cama chorando.

Vinicius - Tudo bem aqui?

Valeska - Vamos Vinny, acho que estamos atrapalhando.

Robertinho - (enxuga o rosto) Estão atrapalhando porra nenhuma, o drogado aqui já está bem.

Vinicius - Não fale assim Robertinho, que isso cara!

Robertinho - Falei a verdade pow. Nada que entrar no soro com glicose não resolva leke.

Vinicius - Pow mas não me precisa se tratar assim. Nada haver de você querer se diminuir agora. Tu é tão legal, confesso que fiquei meio assustado, mas não vou deixar de gostar de você só por que entrou aqui no hospital dando show, todo louco.

Robertinho - (sorri) Eu dei show?

Vinicius - E que show. Colocou Tony Ramos no chinelo. Cara você foi perfeito.

Breno - Vinicius.

Robertinho - Deixa ele Breno, até eu estou gostando.

Vinicius - Nossa como o Breno é chato.

Robertinho - Verdade, o Breno é muito chato.

Breno - Eu cara? Mas não disse nada.

Vinicius - Então... como ia dizendo. Você chegou triunfal, o engraçado é que não deixou de ser lindo né.

Robertinho - Menos Vinny.

Vinicius - Sério. Mesmo no chão você foi lindo. Aí, quase deu um troço. Ahh nem te conto?

Robertinho - O que foi?

Vinicius - A isca maldita.

Robertinho - Nossa Valeska, tudo bem.

Valeska - Eu que pergunto se está tudo bem. Esse louco quase bateu num carro, estou em choque até agora.

Vinicius - Isca menos, você está tremendo por outra coisa.

Robertinho - Sério Valeska, desculpe mesmo. Não estava me sentindo bem, desculpe se te assustei.

Valeska - Assustou muito, e muito mesmo. Mas está melhor?

Robertinho - Sim, pelo menos eu acho.

Vinicius - Agora sério gato, o que foi que aconteceu, você estava tão bem, animado. O que te fez cair assim.

Valeska - Depois que o Breno desmaiou ele ficou assim, você nem reparou Vinny, mas ele foi pra beira da piscina e tipo que entrou em transe, maior doideira.

Vinicius - Então foi isso Robertinho, você ficou mal pelo Breno?

Nisso o Robertinho me olha e eu fico gelado, tenso. Quando o Robertinho iria falar alguma coisa somos interrompidos pelo Pedro que entra no quarto.

Pedro - Bom gente, dez horas, vamos voltar pra festa.

Robertinho aproveita a deixa e abraça Vinicius que fica todo se querendo, e Valeska agarra o Pedro, eu me levanto da cama com um pouco de dificuldade.

Pedro - Tudo bem leke?

Breno - Sim, está tudo bem.

Valeska - Nossa Pedro, você é cheiroso.

Vinicius - Isca sua bandida, se controla.

Valeska - Não fiz nada.

Vinicius - Olha que bandida. Trouxe a vaca pra atrair os bofes e ela quer só pra ela. E olha que banquei a passagem da vaca, banquei tudo.

Robertinho - Pow eu não sirvo?

Vinicius - Amor você é meu número, encaixe perfeito, mas não sou bobo, sei que a sua é outra. Conheço um peixe e você não caiu na minha rede.

Robertinho - Nossa, fiquei sem graça agora.

Vinicius - Mas adorei você, é divertido, maneiro, tem dinheiro e nada... nada preconceituoso, uma pena, mas você quer apenas minha amizade, ou seja, eu que estava no zero a zero, continuo, perdendo feio. E a isca que trouxe pra atrair os bofes quer só pra ela, me apunhalando pelas costas, e está ganhando, primeiro o gato do Charles.

Robertinho - Quem é Charles?

Vinicius - Então... Iria te contar lá no quarto. A bandida não conheceu maior deus grego, perfeito, moreno alto, bonito e sensual, talvez seria a solução dos meus problemas, carinhoso, amante profissional.

Robertinho - Isso é uma música porra.

Vinicius - Não xinga caralho, eu adoro.

Sai Robertinho e Vinicius conversando, era bonita a amizade que estava nascendo ali. Eu atrás fico vendo Valeska jogando todo seu charme pro Pedro, ainda sem graça fica me olhando e eu me divertindo com tudo aquilo.

Valeska - Qual o problema gato, você tem compromisso.

Pedro - Eu.... Não é que?

Decido brincar com o Pedro.

Breno - Vai Pedro, está solteiro na pista mesmo.

O Pedro me fulmina com o olhar, fica furioso, seus olhos de castanhos escurece com minha provocação.

Pedro - O que Breno?

Breno - Nada pow brincadeira.

Pedro decide e olha duramente pra mim, fico sem graça, depois ele olha pra Valeska.

Pedro - Tenho compromisso sim Valeska. E olha que se não tivesse, se não amasse essa pessoa eu te juro que ficaria com você, pois você é linda, maior gata. O foda é que a gente ama e não é correspondido, a pessoa não valoriza nosso sentimento, e isso machuca pra caralho.

Valeska - Nossa Pedro, desculpa. Quem é a mulher que está fazendo um gato desses sofrer assim. Quem Breno?

Fico azul, verde, amarelo, nem consigo descrever a minha reação ao ouvir isso.

Breno - Não sei Valeska.

Pedro - Você sabe Breno.

Robertinho - Nossa que guerra é essa ai?

Breno - O Pedro que não vê a hora de chegar ao noivado, ele com fome fica assim furioso.

Vinicius - Nossa bofe, se quiser tem rocambole aqui, mas só pode ser comido de palitinho entende, palitinho.

Pedro - Então vou continuar com fome, pois não tenho palitinho, só canudo e dos grandes.

Vinicius - Nossa isca, segura, segura que esse é um dos meus. Adoro!

Valeska - Que violência é essa.

Robertinho - Não me respeita não? Estou aqui porra.

Vinicius - Calma caralho, sem ciúmes amor, sem ciúmes.

Robertinho - Vou dar na sua cara está me ouvindo, não nasci pra ser chifrudo não.

Vinicius - Olha aqui Clodoaldo, me deixa, eu quero viver, cansei de ser a outra, amante nunca mais, ou você larga a Griselda e assume nosso relacionamento, ou chega, não quero mais. Amante não tem aniversário, não tem natal, ano novo. Tudo isso pertence a fiel, ou você conta tudo pra sua mulher e me assume, ou chega, nosso relacionamento acaba aqui.

Vinicius faz uma cena, na recepção do hospital, eu, Valeska, Pedro, ficamos sem graça pela situação, todos ouviram. Pensávamos que o Robertinho fosse ficar mal, sem graça, mas não ele tinha uma carta na manga, ou melhor, o Robertinho tinha um lado que até então não conhecíamos, ele sempre muito sério, diretos nos assuntos, tinha um bom humor que ao lado do Vinicius ficou mais hilário ainda.

Robertinho - (faz cena) Não posso perder a herança.

Valeska - Que isso gente?

Vinicius - Cala boca maldita.

Valekska - O que?

Vinicius - Nosso amor vale menos do que o dinheiro Afonso Leonardo.

Robertinho - Lúcio Flávio eu não posso perder a herança, se papai ou Leona desconfiam do nosso relacionamento eu perco tudo, ficaremos na miséria. Como vou pagar o aluguel daquele flat pra você meu amor.

Vinicius - Afonso Leonardo, com você eu moro até debaixo da ponte, eu como todo dia ovo cozinho, mas quero você ao meu lado meu amor, você é a coisa mais importante da minha vida e sem você eu não posso viver.

Vinicius sai correndo pela recepção do hospital igual a uma gazela, se não estive ali presente eu não acreditaria. Todos ficam olhando no hospital acreditando no espetáculo, e o Robertinho pra fechar com chave de ouro, sai correndo também, não fazendo feio em sua interpretação.

Robertinho - (correndo) Lúcio Flavio, volte aqui meu amor, pense em Paris, pense em Paris!

Não agüento, e mesmo por dentro estando péssimo devido aos diagnósticos do meu estado de saúde, eu sorri, só eles mesmo pra me fazerem ir no atual momento de minha vida.

Breno - Que babacas meu Deus1

Valeska - Eu acreditei.

Pedro - Gente vamos saindo de fininho por que todo mundo está acreditando nessa palhaçada.

Nisso metemos o pé eu Pedro e Valeska . Do lado de fora vemos o Vinicius e o Robertinho acabando-se de rir.

Enquanto isso no apartamento a transa entre Binho e Estevão rola solta.

Estevão na cama todo aberto em posição de frango assado, Binho em pé com seus 23 cm duraço, em ponto de bala, olhando fissuradamente para o cuzinho rosado do Estevão aberto, querendo rola.

Estevão - Vai negão, me fode, arregaça meu cuzinho vai.

Binho - Caralho cara, contigo eu faria até de graça sabia?

Estevão - Toma, põe a camisinha, está aqui o ky.

Binho se ajoelha no chão, pega o Estevão pela cintura, dá uma chupada nos ovos do Estevão que trinca os dentes de tesão e começa a linguar novamente seu cuzinho. Estevão delira, Binho é experiente, dá pequenas mordidas na bunda branquinha e lisinha do Estevão, depois língua ainda mais seu cuzinho, deixando-o pronto para receber sua vara.

Binho - De frango assado não cara, vai te machucar.

Estevão - Que machucar é o caralho, quero que você me foda e quero olhar pra sua cara.

Binho não discute, coloca a camisinha, pega o tubo de ky e passa na rola, depois lambuza o cuzinho, lubrificando a bunda do Estevão que delira ao sentir o gel. Binho vai pega o Estevão pela cintura, posiciona e envia a cabeça devagar, sabe fuder, é experiente. Estevão só em perceber a cabeça quase tem um orgasmo, Binho vai e enfia mais um pouco, entra metade da rola, começa a socar devagar, Estevão gosta, era disso que estava precisando, na verdade o que estava querendo.

Estevão - (de frango assado, cheio de tesão) Isso negão, vai me fode, isso!

Binho - Que fogo é esse cara, e ainda de pau duro.

Binho decide não ter mais piedade e enfia até os ovos, encaixa no Estevão de uma maneira que começa a socar cada vez mais forte, Binho um negão de quase dois metros, completamente pelado, suando, fodendo o cuzinho do Estevão que já estava pingando também. Estevão decide mudar de posição, fica de 4 agora e Binho o fode ainda mais. Depois de uma hora mais ou menos de foda Binho goza, Estevão minutos depois também goza bastante. Caem os dois na cama suados, completamente saciados do tesão.

Binho - Que tesão é esse véio?

Estevão - Era disso que estava precisando, de um macho varudo igual a você.

Binho - Tu é uma delicia cara, nem precisa caçar boys de programas pra conseguir foda.

Estevão - Você acha mesmo?

Binho - Acho não Brow, tenho certeza. Que bunda cara, que cuzinho gostoso, que pernas. Mama bem pra caralho.

Estevão - E você filho da puta! Que pernas, que rola é essa, grossa, sacão, que bunda. Que barriguinha. Tu é perfeito viado. Quando te vi na rua meu cuzinho piscou de tesão.

Binho - Foi mesmo é?

Estevão - Foi.

Binho não se controla e dá um beijo na boca de Estevão que corresponde.

Estevão - Estranho isso que você fez.

Binho - O que?

Estevão - Me beijar.

Binho - Por que?

Estevão - Garotos de programas e prostitutas dificilmente beijam. Dizem que o beijo é intimidade demais.

Binho - Intimidade pra quem é cabeça franca, estou nessa há tempo demais, se fosse me apaixonar por todos e todas que já beijei estaria num sanatório.

Estevão - Quer dizer que o boy é rodado?

Binho - Rodado é vulgar demais, digamos que sou experiente.

Estevão - Vamos tomar um banho vamos, odeio ficar melado de porra.

Binho pega Estevão pelo colo e o leva para o banheiro. Binho faz questão de lavar Estevão todinho, depois Estevão faz o mesmo, se secam e voltam para o quarto. Se secam, Binho começa a se vestir e novamente olha discretamente no canto da cama a sacola com cocaína. Disfarça, dá outro beijo no Estevão que lhe dá R$500,00 pela transa.

Binho - (surpreso) Nossa !

Estevão - Por que o espanto, você acha que não merece isso tudo.

Binho - Estou acustumado a levar 200,00 até 300,00, agora 500,00 reais é raro.

Estevão - De onde veio esse pode vir muito mais brother. É só manter e discrição de tudo o que viu e rolou aqui certo?

Binho - O sucesso de um boy de programa é exatamente este, a descrição meu praça.

Estevão - Estou ligado.

Binho - Fui.

Estevão - Antes vem cá.

Binho - Qual foi?

Estevão vai abre o zíper da calça de Binho, coloca o piru mole pra fora e começa a chupar, o cara delira.

Estevão - Pronto pode ir. Só pra sentir o gosto dessa rola.

Binho - Caralho viado, você é foda.

Binho fecha o zíper com a rola dura de tesão.

Estevão - Abraços.

Binho sai do quarto, Estevão se joga na cama e dorme.

Enquanto isso, na festa de noivado Jhonny está possesso pela raiva. Alessandra ainda deslumbrada pelo sucesso de sua festa não observa o noivo que tremia de ódio. Nisso chega meu mano, Rick que de longe começa a observar o Jhonny. Rick se senta ao lado da minha mãe, distante do Jhonny, mas não tira os olhos dele.

Pai de Alessandra - Bom pessoal, antes de começarmos o jantar eu gostaria de proferir algumas palavras.

Alessandra - Aí papai, discurso não.

Pai de Alessandra - Estão vendo, com vergonha do discurso do papai. Que isso minha filha.

Alessandra - Papai, só o senhor mesmo.

Pai de Alessandra - Pessoal confesso que quando minha filha apareceu aqui em casa com esse adorável rapaz, o Jhonny, eu com minha experiência de vida pensei ser mais um namoradinho. Minha filha sempre foi muito alvoroçada, elétrica, intensa em tudo. Mas quando comecei a conversar mais, e conhecer mais o Jhonny, percebi algo diferente neste rapaz.

Jhonny começa a se emocionar.

Pai de Alessandra - (continua) E hoje conhecendo os pais desse jovem. Seu Henrique e D.Nuancy, eu entendi o porquê dele ser tão especial assim. Pessoas corretíssimas, íntegras, humanas, educaram perfeitamente esse rapaz, que hoje é um homem pronto a dar uma importante guinada em sua vida, pois o casamento é algo que muda a vida de um homem e uma mulher, e eu fico feliz que dentre tantas garotas ele tenha escolhido a minha caçulinha, a minha menina, a Ale para ser sua esposa. Sem mais delongas meu jovem, obrigado por ser o mais novo membro da nossa família.

Todos batem palma, Jhonny se levanta emocionado e estende a taça com champangne.

Enquanto isso no pátio do hospital encontramos o Vinicius e o Robertinho se acabando de rir por conta da brilhante interpretação na recepção do hospital.

Robertinho - Você é foda.

Vinicius - Eu foda, por que?

Robertinho - Meu nome começou como Clodoaldo, depois Afonso Leonardo ?

Vinicius - Clodoaldo é nome de pobre, Afonso Leonardo é mais elegante. Nossa arrasamos, bate aqui.

Robertinho - Lúcio Flavio também foi pesado.

Vinicius - Adorei nem.

Robertinho - Pareceu cena de novelas mexicanas.

Vinicius - Adorava as novelas mexicanas, não perdia uma.

Robertinho - Sério?

Vinicius - Sim pow, só saia de casa depois das novelas. Assisti Marimar, Maria do Bairro eu adorava, e a Usurpadora, nossa era tudo.

Robertinho - Também assistia.

Vinicius - Mentira, você um cara com TV a cabo em casa, vendo novelas mexicanas.

Robertinho - Achava legal.

Chegam eu, Pedro e Valeska.

Breno - O que foi aquela palhaçada na recepção, todo mundo acreditou naquela ceninha de vocês sabiam?

Vinicius - Adoro nem.

Robertinho - Estamos perdendo tempo sabia, temos talento.

Vinicius - Nossa além de lindo, inteligente, legal, ainda é talentoso, vou acabar me apaixonando fofo.

Vinicius vai a abraça o Robertinho que correspondo. Pedro aproveita e brinca.

Pedro - Que cena linda, falta agora o beijo pra fechar com chave de ouro.

Robertinho surpreende e dá um beijo de língua no Vinicius, na nossa frente, algo chocante.

Vinicius - Nossa “Tinho” assim eu me apaixono.

Robertinho - Você disse que quer apenas minha amizade.

Breno - Nossa Robertinho você é imprevisível sabia.

Valeska - Bicha safada, bandida. Depois fica choramingando dizendo que está na seca, na derrota, pegou o milionário do carro importado. Tenho que te matar é com a faca da cozinha.

Vinicius - Isca meu amor, se eu morrer agora morro feliz, que boca, me beijo, que cheiro, aí estou no céu.

Pedro - Quer levar uns tapinhas Vinny.

Vinicius - sai cavalo, ainda está doendo aquele tapa que você me deu.

Entramos todos no carro e vamos para a festa de noivado do Jhonny, chegando lá encontramos todos à mesa jantando, maior bate papo, nisso minha mãe me vê e se levanta.

Zilda - Meu filho o que aconteceu.

Breno - Não mãe, não foi nada. Apenas uma tonteira, mas agora estou melhor.

Zilda - Que susto.

Breno - Está tudo bem agora.

Chegando próximo a mesa me sento, Alessandra se levanta me cumprimenta, Vinicius que estava todo empolgado com o Robertinho murcha ao ver Kadu e Camila na festa.

Robertinho - O que foi cara?

Vinicius - Não... Nada.

Robertinho - Como nada, você mudou pow?

Vinicius - Não quero falar sobre isso.

Vinicius sai pela sala de jantar direto para o jardim, Robertinho vai atrás, indo em direção a um lugar vazio ao lado do Rick olho pro Jhonny que me encara cheio de ódio, ainda não entendo nada, mas me sinto mal. Durante todo o jantar o Jhonny me encara, olhos fechados, negros, como eu nunca tinha visto antes. Antes de terminar o jantar, não me sentindo muito bem decido sair, Robertinho e Vinicius até então não havia voltado para a mesa. Aproveito para ir ao banheiro, saindo sou surpreendido pela presença do Jhonny na porta, me pega firme pelo braço e eu sem entender nada.

Jhonny -(pega pelo braço) Vem cá cara.

Breno - O que foi Jhonny?

Jhonny - O que foi, você ainda me pergunta o que foi.

Jhonny me leva até um dos quartos da casa dos pais da Alessandra e tranca a prota.

Breno - O que está acontecendo cara?

Jhonny pega o envelope, tira as folhas e me jogam na cara.

Jhonny - (joga as folhas na minha cara) Como você pode cara, como você foi capaz de fazer isso comigo.

Breno - Fazer o que?

Jhonny - Cínico, cruel. Você contou a minha vida cara, você contou a minha vida pra um monte de pessoas na net, você expôs meu pais, todo mundo nesses contos ridículos, e com a permissão de quem? Você não tinha o direito cara, é a minha vida.

Breno - Jhonny deixa eu explicar cara, não é bem assim.

Jhonny - Não tem explicação cara, eu li. Como você pode fazer isso comigo cara, por que? Por que cara ?

Breno - Jhonny cara olha, eu..../

Jhonny - Não quero te ouvir cara. Eu confiei em você, cara eu te considerava meu melhor amigo, eu te amava, eu te amo cara e mais uma vez você vacila. Cara até a historia da minha paternidade, de um segredo de família você expôs nesses contos, você contou tudo cara, até os nomes dos mesu pais, tudo você expôs nessa porra de contos, e eu pergunto, pra que?

Breno - Jhonny por favor deixa eu falar.

Jhonny - Cala a sua boca, não fala mais comigo, eu tenho nojo de você, nojo. Em pensar que te amei desgraçado. Nunca mais fala comigo, nunca mais olha na minha cara, some da minha vida, pra sempre ouviu bem. E esse envelope aqui eu vou mostrar pro Pedro. Ele vai saber quem é verdadeiramente o Breno Nunes Carvalhaes.

Jhonny sai do quarto cheio de ódio, com os olhos cheios d’água e bate forte a porta, sinto a batida no fundo da minha alma, não consigo chorar, não consigo digerir tudo aquilo, foi tudo muito rápido. No choque do momento.

Continua....

Meu e-mail é [email protected]

Aguardo contatos de todos. Abço.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Sexyboy a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
29/09/2011 23:18:45
SHOW BRENO, CADA VEZ MELHOR!!!!!!!! NOTA MARAVILHOOOOOOOOOOOSO!!!!!!!
26/01/2011 23:06:03
Parabens!Que maravilha de conto pow vc e nota 10 nao mil te digo que vc e uma pessoa muito forte para aguentar tantas coisas ao mesmo tempo cara gostaria de mais de ser se amigo poi um amigo como vc e paraa se guardar no coracao debaixo de 7 chaves
26/01/2011 23:03:02
Parabens!Que maravilha de conto pow vc e nota 10 nao mil te digo que vc e uma pessoa muito forte para aguentar tantas coisas ao mesmo tempo cara gostaria de mais de ser se amigo poi um amigo como vc e paraa se guardar no coracao debaixo de 7 chaves
28/12/2010 16:39:34
eita agora quebou dentro kra!! o melhor cap. dos contos!!! maravilhoso!!! ansioso pelo 107! abção
28/12/2010 16:16:05
cara com toda certeza esse foi um dos melhores. Logico q to louco pela continuaçao.
28/12/2010 12:11:27
Show leke ta cada vez melhor nota espero continuação

Online porn video at mobile phone


conto eroticos gay estuprado na festaso contos de ecestos e estruposhttp://conto me pagou pra me fudertrelada xxx conto fotoquero ver vídeo 2017 mulher pelada transando comigo numa na cama de box altonaTia gostosa de vestido curto decostas sobrinho agara ela pra comerdei para um pauzudo e quase morriporno tratantescontos.cheirando causinhafeminização forçada contosContos de marido fazendo esposa cadela confessar traiçãocontos eróticos Avenida da minha sogra meu sogro na minha casaquero o'zap de um sugador de bucetacontos de casadas pedindo ao marido pra realizar suas fantasiasconfissoes como fiz pra seduzir meu cunhadocontos porno gratis estupro sadomasoquismo submissãomerendo e gosando na bucetaconto erotico nora cortando gramavidios pono minininhas. fisadas a fude com velhos e a faze fil teraboquinha lizinha vidiomule butado dei dedo no cucontos amigo tarado aposta game fui viado sexocontos eroticos esposas desmascaradasNnnBucetawww sexo adulto 18 anos tutorial de como trazar com cachorros roludos pau gigante. zoofilia.porno doido . com brsafadeza mulher e homem laranhandosexo na fasenda so nas escondidas novinhas e seus tios xxvideocu de mulatas novinhas piscando xvdelmassagem na prima mais velha conto fotovideos de sexo brasileiro olha o tamanho dessas meninas ainda nem naceu pelo na bucetinha metendo com pauzudo cFoderam minha mãe eu vi contogortavo trasandovideos d mulhetes magra trazando com homem picudo falado protugeisContos de coroa casada gostando de ser humilhadaxxvideo asadeltanovinha no primeiro anal estranhando o c****** bem dotadoscara safado de perma e sen cueca de pau duro provocando a cunhadadona de casa sendo castigada por negros tarados pornodoidoflagra a sogra só de camisa de dormir na cozinhavidiopono tia bota pra chupa"submisso" esposa conto eroticocontos de sexo depilando a sogracontos adoro cheirar as calsimhas uzadas e melecadas da minha sogracontoseroticoputasBuceta de porca ou cadela qual mas apertadamulheres da bucetona gostosas cápor defuscaas novinha de fazendeiro que dá 10 as novinhas fazendo dele para pegar vídeos cabacinhabialilia xvideoincestocrentecontos eróticos de entregador de agua como dona de casapai xega do servico cansado e ve sua filha dormino e fode ela pornominha enteada fez sexo comigo doidona de cervejaxvideos so de olhar a roupa colada da meneni e posivel saber se ela e virgemmao boba na noiva pegando nos peito dela porno dentro do cinemaassistir filme completo de chupada de bucetas bem fortes adoroooonovinhas brazileira tesuda pediu pro macho todado soca ate o talo ela por cima pra levantar mesmo taradaBriguei com neu namorado nais depois nos reconciliamos contos erotucosvídeos de sexo com a titia sobre a casa escondida e sobre brincando de castiçaisxvideo branguinhaa.18anospornodoidolucianamulheres luxuriosas, da buceta tesuda, Lesbicas mesmo e lindasContos novinha cuzinho depósitocara safado de perma e sen cueca de pau duro provocando a cunhadafoi pular carnaval com amigo levou esposa virou cornoconto.de mulher kue faz o marido de bobo e trepa c negaocontos eriticos minha sogra levo ninha rola grandecontos picantes: cutucando o cuzinho da enteadinhagozando. no travesseiro e virando os olhinhos xvideo,combebado deixei minha filha ser abusada na minha frente parte 9 vontod eroticosvidio do porno doido de lesbisca chupando a bucetavda outra ate ficar sem folegocontos gays/categoria/enviados gays-arrombei o cuzinho de meu filhinho veadinho