Minha sogra dirfaçava mais me desejava

Um conto erótico de rio40graus
Categoria: Heterossexual
Data: 26/04/2011 11:14:34
Nota 9.83

Sou casado a 8 anos com uma mulata moradora de uma comunidade do rio de janeiro, nos conhecemos no carnaval. Ainda não temos filhos e é muito comum a gente passar os finais de semana na casa da minha sogra, uma mulata de 55 anos, gordinha nos seus 1,65 de altura. Sou moreno 1,87 de altura, corpo sarado de tanto futebol de praia que é a minha paixão. Era comum chegar na casa da minha sogra e colocar um short bem folgado sentar no sofá e ficar olhando os filmes ou jogos na gato net enquanto ele colocava as fofocas em dia com a sua mãe. Deitei no sofá e fiquei com uma perna dobrada e a outra esticada, em um determinado momento a minha esposa sentou ao meu lado e ficamos nos abraçando e falando um monte de besteiras um para o outro e que me deixou com o cacete duríssimo e disfarçando olhando pelos cabelos dela percebi que da porta da cozinha minha sogra observava tudo e de propósito fiz a sua filha segurar forte no meu cacetão e toda assustada falava que a sua mãe poderia nos pegar e ver alguma coisa e eu a tranqüilizava ela dizendo que avisaria se acontecesse alguma na porta da cozinha, mal sabia ela que a sua mãe estava com os olhos arregalados atrás da porta olhando tudo entre o portal e as dobradiças com a boca salivando de desejo. Tirei o meu cacetão para fora e puxando a minha esposa beijei forte a sua boca abraçando o seu corpo esguio e procurando o seu pescoço olhei entre os seus cabelos novamente os olhos arregalados da minha sogra na direção das minhas coxas. Fomos para a cozinha juntos e com a desculpa que iria beber água e ainda com o cacete meia bomba fui pegar um copo e lavar na pia onde se encontrava a minha sogra e como se estivesse brincando cheguei por trás e encoxei a minha sogra fazendo ela sentir o meu cacetão e com a maior naturalidade como era o nosso relacionamento me afastei voltando para a sala deixando a coroa fora e controle. Minha esposa falou que iria no mercadinho próximo a casa da mãe enquanto ela se dirigia para o banheiro na parte de cima da casa, esperei uns 2 minutos e fui ate o corredor que dava no banheiro e sozinho na casa me abaixei para espiar a coroa pelo buraco da fechadura, peguei ela sentada no bidê do banheiro sem calcinha e sem a saia que estava usando jogando água morna na xoxota cabeluda enquanto apertava o peitões sobre a blusa que usava, não pensei duas vezes saquei o cacetão e toquei uma em homenagem a minha sogra que estava loquinha no banheiro pensando no cacetão do genro. Voltei para a sala e sentado no sofá esperei a minha sogra aparecer e na maior cara de pau perguntei para ela se estava se sentido bem pois estava mais relaxada mais alegre e ele toda envergonhada respondeu que não tinha acontecido nada que estava tudo normal.

A noite de sábado prometia ficamos vendo um filme enquanto bebíamos um vinho e degustávamos um pizza meia mussarela e meia calabreza fazia um friozinho gostoso e no sofá de três lugares debaixo de um cobertor grande e grosso estávamos os três agarrados concentrados no filme até que começou um cena onde o cara agarrava a mulher meio que a força não querendo mais desejando e jogava ela sobre a mesa da cozinha e pegando um pouco de manteiga depois de arriar a calcinha dela penetrava nela com tudo, na cena nada se via apenas as insinuações do ato, mas só isso deixou a minha esposa louca de tesão e com a cabeça cheia de vinho, por debaixo do cobertor ela agarrava o meu cacetão enquanto eu encostava a minha coxa na coxa da minha sogra que ficou toda arrepiada imediatamente e com o rabo de olho ela olhava a mão da sua filha subindo e descendo por debaixo do cobertor a cena continuava e agora o ator puxava o cabelo da atriz enquanto dava um tapa forte na bunda dela, minha esposa apertou com força o meu cacetão e louco e totalmente sem noção pensando com a cabeça debaixo apertei as coxas da minha sogra por debaixo do coberto fazendo ela ficar paralisada fixa olhando a TV. Pisquei o olho para a minha esposa e subimos para o andar de cima onde ficava os quartos nos despedindo da sua mãe, na escada já levantei a saia da minha esposa e lambi a sua bunda entramos no nosso quarto e de propósito deixei a porta entre aberta e jogando ela na cama levantei a sua saia puxei a calcinha para o lado e cai de boca na sua buceta buscando o seu grelinho deixando ela louca, puxei a calcinha para baixo mordi o seu grelinho fazendo ela delirar e gemer mais e mais e deitada de lado na tinha a visão da porta que eu tinha e não demorou muito percebi que a minha sogra já estava nos espiando, levantei o meu corpo e na beirada da cama saquei o cacetão e fiz a minha esposa chupar gostoso o meu pau e logo depois fiquei batento com ele no seu rosto peguei ela pelos cabelos e coloquei o meu saco para mamar e lamber com gosto, virei o seu corpo e deixando ela de quatro soquei a língua bem no fundo do seu cuzinho fazendo ela gemer dizendo que eu estava impossível naquela noite, virei de novo o seu corpo coloquei as suas coxas nos meus ombros e chupei muito o seu grelinho até ela gozar na minha boca segurando os meus cabelos e socando a buceta quase me tirando o fôlego na minha cara, aproveitei o seu gozo e meti com força a piroca na sua buceta e depois virando o seu corpo coloquei ela de costas para a porta e deitando na cama fiz ela sentar no meu cacetão para que a minha sogra tivesse um visão privilegiada. A coroa se apertava segurando a porta, apertava os peitões enlouquecida na penumbra do corredor tinha o vestido levantado enquanto apertava provavelmente a buceta por debaixo dele. Meti forte o cacete na minha esposa fazendo ela gozar cavalgando o meu cacetao mais uma vez e logo praticamente desfalecida caia ao meu lado pedindo para gozar na sua boca e segurando ela pelos cabelos fiz o meu pau engasgar na sua garganta ate que gozei jogando o meu corpo para trás e enchendo a boca dela com o meu esperma.Fui para o banheiro e depois passei no quarto verificando que minha esposa dormia exaustada na cama, fechei a porta do quarto fui para a sala passando pelo quarto da minha sogra que tinha a luz do abajur acesso, jogando tudo para o alto e contando com o seu desejo aflorado, fui girando a maçaneta encontrando a coroa na cama com a mesma roupa que nos observava. Baixinho ela falava sem parar, ( você esta loucooooooooooo o que esta fazendo aqui? Sai daqui eu vou gritarrrrrrrrrrr ) fui tirando o short louco pela minha sogra e apavorada de tesão e tensão que desse tudo errado fui me aproximando pela da cama dela com o meu cacetão duro feito um aço, ela hipnotizada falava para eu sair cada vez mais baixo e me mandava embora cada vez mais baixo, passei a cabeça do meu cacetão nos labios da minha sogra que de olhos fechados na abria a sua boca por nada, peguei na base do meu pau e comecei a bater na sua cara como eu fiz com a sua filha e logo ela abriu a boca e pegando ela pelos cabelos comecei a fuder a sua boca deixando ela louquinha e agarrando nas minhas coxas desceu o meu short me deixando pelado diante dela ( meu genro dos infernos já tem mais de três anos que não pego em um e tão grosso ) agarrou as minhas bolas lambendo gostoso enquanto tirar toda a sua roupa também, deitamos juntos na sua cama e fui beijando o seu rosto o seu pescoço mordendo o cangote da coroa que gemia e pedia para parar porque a sua filha poderia acordar desci pela sua barriga e logo encontrei a xoxota cabeluda que ela tinha e abrindo os lábios dela mandei a boca com tudo dentro daquela xoxota suculenta ( nossa que deliciaaaaaaaaaaaaaa é por isso que a minha filha é apaixonada por voceeeeeeeeeee nunca fui chupada na buceta que é issoooooooooooooooooo ahhhhhhhhhhhhhhh ) mandei que a coroa segurasse as coxonas e meti a língua na sua bucetinha e descia buscando o seu cuzinho e penetrando ( safadooooooooooo tiraaaaaaaa esta língua daiiiiiiiiii que issooooooooo ) suas coxonas estavam toda arrepiada voltei a lamber o seu grelão fazendo ela tremer as pernas toda anunciando um gozo demorado e longo enchendo a minha boca de um leite grosso que não parava de sair, ela revirava os olhos tremendo todo o corpo em um orgasmo sem igual, passei a cabeçorra da piroca no portinha da sua buceta e fui empurrando fazendo a coroa arregalar os olhos me agarrando pelos braços e fui metendo sem parar com ela ainda tendo espasmos do seu gozo que não parava, mandei que ficasse de quatro e meti mais fundo a piroca deixando ela louca de vez ( mete esta piroca em mim, vou falar com a minha filha quero você todos os dias na minha buceta, genro dos infernos gostoso, pauzudoooooooooooooooooo ) cuspi na sua bunda e com o dedão da mão fiquei esfregando a olhota do seu cuzinho e logo soquei o dedo mesmo com a sua reclamação ( tira o dedo daiiiiiiiiiiiiiiiiiii safadooooooooooooooooo ) meti mais forte e mais fundo na sua buceta fazendo ela enfiar a cara na almofada e empinar mais o rabão e logo senti a coroa tremer mais uma vez o corpo todo gozando pela segunda vez e com o pau todo babado mirei no seu cuzinho metendo centímetro por centímetro ate fazer a cabeçorra entrar e tocando na sua buceta fiz a coroa suplicar para que parasse que ela não agüentava mais ( para por favorrrrrrrrrrrrrrr eu não agüento mais gozarrrrrrrrrrrrrrrrr, nunca gozei tantoooooooooooo, nem no chuverinho do bidê pensando em você gostosoooooooooooo pauzudoooooooooooooo você esta me rasgando a bunda no meioooooooooooooooo aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii ) peguei a coroa pela cintura e meti, meti, meti, meti até gozar inundando o rabo dela com o meu leite deixei o meu corpo cair sobre ela tirando o seu fôlego, meu pau foi saindo todo gozado no cuzinho dela que ficou todo arrombado, virando o seu corpo beijei a sua boca falando que agora ela seria minha tambem

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
18/12/2011 20:10:08
Não a nada como uma mulher com mais experiência na cama, gostei do seu conto. Não tem mais relatos com a sua sogra gostosa?
02/05/2011 01:23:31
Olá amigos. Meu nome é Victor, estou broxa, minha esposa se chama Lili, ela tem 50 anos, (tem o corpo malhado, gostoso, firme, faz academia, é loira, 1,65 de altura, 62 kg.) sempre se manteve fiel e agora ela aceitou transar com outro homem. Quero ser corno. Desejo encontrar um macho potente, amigo, sem vícios, com mais de 35 anos que tenha disponibilidade a noite depois das 22:00 hs para inicia-la no sexo extra conjugal. Minha esposa é tímida e precisa ser em ritmo de sedução, com carinho. Quem se interessar por favor mande um e-mail falando de si e perguntando o que quiser saber que irei responder e poderemos marcar futuramente um encontro aqui em São Paulo onde moramos.
01/05/2011 16:32:43
Que coroa gostosa
27/04/2011 15:32:52
Muito bom!!! Mulheres experientes sao extremamente melhores na cama!!!
27/04/2011 01:44:45
mulheres mais experientes são tudo de bom. nota 10 seu conto
26/04/2011 21:36:22
Aii que tezaooo! Queria um genro assim! Vem me comer vem seu puto safadoooo fiquei com minha bucetinha latejando.
26/04/2011 15:54:30
aii que tesao.delicia seu conto.se for verdade vc ta armado hein.quero fuder cm um
26/04/2011 11:43:08
S E N S A C I O N A L seu conto. Muito bom mesmo.Se for verdade sobre sua sogra, vc acertou duas vezes seguidas na loteria. mãe e filha.

Online porn video at mobile phone


minha sogra ensinuou e eu transei com ela pornô brasileirocasadoscontos estrupada por pivetescontos eróticos flanelinha filme os seios e coxasincesto encostando a rola no priquito da irmazinha de per no quardocomtos eroticos de mulheris que gostom de dar o cuvideo de sexo magrinha tentou fugir mas fico imobilizado com o pau gigAnte no cucontos eróticos vovó b*******conto novinha vigen perdeu o cabaco da buceta e do cu no mesmo dia pro pitudoadorei picao do papai na minha bucetinhaconto de menina que foi arronbada pelo o tio roludocontoerotico namorada e mae putas do tio jorgesou sexo com travesti 2 metrospornocontoincestoscontos gays de incestos- machos maduros x meninos ninfetos.comxvideos macho de calcinha sendo enrrabado e chamando o comedor de meu amorvidio aluna da ensima de profesorxvideo facilao liberou esposa eu extrupei ela a forçaporno doido homem com cacete duro basta encostalagosada no trem lotadomulher sadica conto eroticocomi o cuzinho do valentao a forca contosnegão pé de mesa hein fia 40cm na gordaxvideofude.mania.novia Mãe e filha dandoxvideo o presente de aniversário do papai conto erotico em que um demente e dois caes fuderam minha esposa xvideosconto de estrupo em família rasgou meu cuvideos de sexo lesbicas brasileiras gemendo alto " ela passou a lingua no meu cu "MENINA FASENDO VIDEO MOSTRANO A BUNDA ENORME E DURA prica cavalacontos-a menina se confessou e deu o czinho para o padrefotos de mulheres transando ate gozar que a mulher tranzo com o patrao e com o motorista rubiaebetoincesto pai bota filha no colo e ficar bolinando elaXvideos Quando o homem socou ela até arrepiou ciririca no clitoris lisinhocontos com fotos de donas de casa normais sendo fudidas por varios homens e muleques pintudosfemera gorda. sexo traficantetarada nuonibumeu sogro queria dupla penetracao com minha sogro veridicoasxxxxxcomXvideo marido gosta de ser chamado de corno e assiste a esposa dando o culpa e tomando cervejapegou fogo no travesseiro da atriscontoerotico eu namorada mae e tiocarlos chupando uma buceta com muito prazercontos eiroticos leilapornSearch gosano na buceta da irma na piaconsegui fazer minha esposa querer dar pra outro junto comigo quando ci tamanho da:rola ate:eu dei meu cu virei corno e viado contoEncoxada Casada com d cord mansa da conto erotico huntergirls71video de cigano cacetudo fudendo outro homemtarado polpa gay conto eroticocumendo u cu da filha videio gratisporno com coroa nafajinaputas peladas meladas de margarina no cubaixar vídeo pornô pai pega filha comendo o c* dela ela grita de dor pede que não iria estoque o c***** delaflime porno dois homen trasando com mulher furtapornocontos eroticos menina bobinhaxvideofude.mania.noviacontos eroticos sou viciado num cuzinho de machoporno tirando roupa itrando na picagorda bbw chifrandoconto erótico minha empregadinha novinhaContos eroticos comendo o cuzinho do guricontos eiroticos leilapornbbw q curta peidar contos reaisfilme de sexo pura selvageria de chupar e chupar agressivo mesmoconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhoesposa revoutada com o marido da o cu na frente dele pornodoidomulher põa bunda na minha cara e solta um pum. para mim cheirarabaixar video molequinho pivete gozando demais na punhetapornobrasil.meus.amigos.gozano.na.boca.de.uma.diarista.casadadei o cu pro diretor gay contosxxvideos às Panteras de 18 anos pidinos pra botar no cuescrava esculacho pondo no cu dela