Vendedor de Redes(O Menino Pauzudo)

Um conto erótico de Vanessa(CL)
Categoria: Heterossexual
Data: 15/07/2011 19:16:16
Nota 9.67

Olá, meu nome é Vanessa e tenho 28 anos, sou clara de pele e tenho os cabelos compridos e castanhos, sou do corpo bonito, bunda empinada, coxas roliças, seios médios pra grandes e um fogo na buceta fora co controle quando provocada.(rsrsss)

Sou casada com o Max há 4 anos e meio, sempre fomos muito liberais com assunto sexo, más, sem sacanagens um com o outro, más sim junto de nós.

Frequentamos uma casa de swing e tal aqui em Curitiba, dificilmente transamos com estranhos, más já rolou é óbvio, as vezes levamos um menino sanduíche pra casa pra podermos usufruir(rsrss), ou seja, contratamos garotos de programa quando a maré para encontrar alguém pra nós nessas casas fica difícil de achar.

Bom, o que quero narrar pra vcs foi sobre nossas férias do ano passado, domos parar no nordeste que era meu sonho de consumo, a verdade era que eu queria mesmo ir para Porto de Galinhas onde uma amiga nossa já havia visitado e falado maravilhas de lá. Por fim acabamos indo para Fortaleza, e apesar de ir contra minha idéia inicial, acabou sendo uma temporada muito gostosa, com sexo abusado(rsrsrss).

Eu e Max fomos direto para o Hotel pelo tínhamos pago pelo pacote de viagens lindo, deslumbrante, chique no último diziam as pessoas de lá, estávamos ainda arrumando nossas coisa da mala quando Max dissera que queria visitar logo a praia que deixássemos as bagagens pra depois.

Coloquei meu fio dental e Max me olhava como se antes mesmo de descermos do Hotel tivesse que me chupar todinha, pois sabia ele que minha bucetinha estava toda carequinha, do jeitinho que ele gosta de chupar. Más, disse que se não tinha tempo pra desarrumar as malas, então também não tinha tempo pra isso, pois a agonia dele de ir para o mar Cearense era grande.

Descemos para a portaria e conversamos com o recepcionista do hotel, para que ficássemos em algum lugar seguro da praia, já que nesse país de tudo acontece, ainda mais que estávamos em terras estranhas, aconchegantes, más estranhas.

Caminhamos para o lugar citado pelo recepcionista e ficamos pasmos com tanta beleza daquele lugar, uma paisagem maravilhosa e acabamos nos sentando em uma das pequenas dunas que alí se formaram pelo vento do local. Max pegou uma cerveja e eu pedi a ele que pegasse uma batida de abacaxi que estava sendo vendida num dos quiosques próximos de nós.

Eu Max sempre fomos muito abertos de cabeça, sou extremamente apaixonada desde o primeiro dia que eu o conhecí, amo ele loucamente e ele é recíproco para tal afeto. Desde começo tínhamos nosso jogo aberto sobre fantasias sexuais e tal, nosso relacionamento nunca teve rotina, fudíamos gostoso quase que todos os dias, taalvez justamente por tal motivo, o de não escondermos nada um para com o outro. Max tem 34 anos e é bem vivido pelos caminhos da vida, experiente apesar da idade, corpo e rosto bonito, 1,84 de altura, pauzão gostoso e taradinho como nenhum outro namoradinho meu tinha sido, era isso que me deixava sempre entesada nele, o fato dele me abrir suas taras e eu poder mesmo que com vergonha de começo podia relatar as minhas.

Bom, voltando ao conto e pra não me perder, Max voltou com minha batida abacaxi e um maço de cigarros, sim, somos fumantes, sentou ao meu lado e começamos a beber e reconhecer o campo, quero dizer, a praia(rsrsrsss).

A tarde foi passando e voltamos para o hotel e programamos uma saída para conhecer a cidade a noite, para algum barzinho que tivesse música ao vivo e etcs.

Eram 2: 00 da manhã quando retornamos ao hotel depois de passearmos pela cidade e bebericar nos bares magníficos da cidade, tomamos um banho e cansados ainda tivemos tempo de transarmos como dois animais no cio, eu acredito que o fato de vc ver pessoas com poucas roupas durante o dia nos deixa com mais tesão, pois claro observei vários caralhos escondidos em sungas que me deixaram transtornadas e óbvio que Max tinha comido com os olhos várias bucetinhas que percorreram sob seu olhar de águia.

Amanheceu o dia e fomos para a praia, eram 10:00 horas e o sol raiava forte com um maravilhoso vento que não nos sufocava pelo calor, quando apareceu um garoto, na verdade um menino vendendo redes e artefatos eu um painel, brincos nativos e bijouxs que se vendem nas praias, ele encostou perto de nós e começou a mostrar seus artefatos e suas redes artesanais que dizia ele eram feitas pela sua família. Não pude deixar de notar na sunga daquele menino, ali dentro tinha um monstro, ou aquele menino estava ficando de pau duro ou era um monte de areia que se alojava ali dentro. Não consegui tirar os olhos do tal "????", sei lá, fiquei perplexa com tal coisa, curiosa mesmo. Max reparou e começou a rir olhando pra mim, más rir com tesão, conhecia aquele olhar cafageste dele. Perguntei ao menino se ele estava com sede ou fome, ele muito tímido só balançou a cabeça, na hora pedi que ele deixasse suas coisas sem medo perto de nós e que fosse até o quiosque e comprasse algo para ele comer e beber oferecendo-lhe R$ 20,00.

O menino foi até o quiosque e disse ao Max: Vc viu aquilo na sunga dele? Max respondeu dizendo que não tinha visto, más que quando notou minha falta de controle acabou observando e se assustando também.

Ele me disse: tá ficando com a bucetinha meladinha por causa do pau do menino não é?

Ele me conhecendo não teria como mentir, fui obrigada a concordar, e realmente estava, ela latejava de tanta curiosidade. Max acabou ficando mais entesado que eu a partir do momento em que ele me via daquela forma.

O menino voltou e trazendo na mão uma latinha de refrigerante e com o troca na outra mão, olhei pra ele e perguntei, pq não havia comprado nada para comer, ele me dissera que não tinha nada de comida, e sim só cigarros e bebidas em tal quiosque.

Poxa, foi aí o nosso trunfo, olhei para Max e disse:

Podemos levar ele até nosso quarto do hotel não é? Max consumido pelo tesão disse "é claro"!!!

Qual seu nome perguntei a ele, ele disse meu nome é David.

Pois bem David, vc aceita ir conosco para comer alguma coisa em nosso hotel? ele de bate pronto todo tímido disse não moça, eu tenho uns trocadinhos pra passar o dia, volta e meia como uma rapadura pra sustento, e eu mais que depressa: Não, vc vai conosco pro hotel comer comida, já que está tão magrinho e caminhando por toda a praia teria que se alimentar de verdade.

Nessa hora Max concordou olhando pra ele e disse: claro, não precisa ter medo da gente, somos pessoas do bem e queremos sua companhia, vc vai comer, descansar um pouco e depois poderia seguir seu trajeto, David então disse: é que eu preciso vender pelo menos mais umas 6 redes pra levar pra casa o dinheiro que levo todo dia, e se eu for pra casa de vcs vou perder o dia pra vender.

Max perguntou quanto custavam suas 6 redes, e ele: é 18,00 cada moço.

Max disse a ele, fico com 3 nesse tempo que vc ficar com a gente pode ser? ele topou e fomos.

Chegamos na recepção do hotel e pedimos ao recepcionista se não teria problema em subir com o menino e suas coisas, o recepcionista perguntou se ele ficaria por muito tempo e dissemos que não, que seria o tempo dele comer e beber uma água e de podermos escolher melhor suas redes para presentearmos nossa família. E colou(rsrsrsss)

Subimos e logo quano chegamos ao quarto, pedi que Davis largasse suas redes no canto e seu painel com seus bijouxs na sala. Assim Max foi com ele na cozinha e pediu que sentasse enquanto eu faria seu almoço. Enquanto fazia a comida senti os olhos de David me percorrendo pelo meu corpo, na hora que fitei seus olhos pude perceber que olhava para minhas pernas e bunda timidamente, más, olhava.

Olhei ele comer e perguntei coisas sobre sua família e trabalho, sobre seu artesanato e sobre sua idade, ele me respondeu que tinha 16 anos recém completados, nessa hora fiquei transtornada, como podia eu ter ficado com tesão por um menino dessa idade???? Max olhava pra mim e ria com o canto da boca, como quem diz assim: vc que sabe!

esperei o menino levantar da mesa e disse a ele, vc não quer tomar um banho? ele me respondeu: não carece não moça, já tomei banho cedinho antes de pegar no trabalho.

Me fiz de mãezinha, ou sei lá, de tiazinha(rsrsrsss) e disse: não, vc vai tomar uma ducha bem gostosa pra tirar o óleo do corpo, depois arrumo meu protetor pra vc.

Ele então falou: tá, então pode ser, levantando com aquele monumento que parecia ter dois caralhos em vez de um só.

Fui até o box do banheiro e lhe entreguei a toalha, aquele menino me deixava cada vez mais curiosa.

Deixei ele entrar direto no box e fiquei alí, sentada no vaso esperando ele dizer vou tomar banho, más, minha gente, ele abaixou sua sunga de costas pra mim antes mesmo de entrar dentro do box, pude ver sua bunda virada pra mim sem constrangimento algum. Olhei e disse: poxa, vc fica asim pelado na frente de todo mundo? e ele: acho que não tem problema não né moça? a gente caminha de sunga o dia todo mesmo, muda nada muito não.

E eu então começei a rir e disse: é, é verdade mesmo. Posso então te ver de frente? vc tem vergonha de virar pra mim já que mostrou sua bunda mesmo?

david disse: não, tem problema não virando aquele caralhão mostruoso pra mimnossa, que visão e teão descomunal que me tomou. Max que estava escutando nossa conversa perto da porta apareceu e espiou também pra ver quando aquela naja balançou. Meu Deus do cé disse pra ele, que pauzão vc tem menino. Ele na hora ficou com muita vergonha e disse: é, todo mundo me pergunta oq eu escondo na sunga! e eu digo caralho oras.

Começamos a rir, e perguntei se David ainda era virgem e tal, ele me respondeu que sim, e que só umas duas garotas tinha feito um chupisco(boquete na terra dele) pra ele nesse tempo, e eu perguntei se ele havia gostado, ele então me disse: muito bom, pena que as meninas que fizeram nele não eram do local, falou que eram turistas também!

Fiquei pasma, então quer dizer que vc deixou meninas de outro lugar te chuparem? ele disse que sim, que com els tinha acontecido pq tinham pedido pra fazerem nele.

Nessa hora perguntei sem pudor: então se eu te pedir pra pegar nele só um pouquinho, vc deixa? ele respondendo: se a moça quizer é só pegar!

Nessa hora fui sem medir consequências, peguei naquele caralhão como se fosse o último da vida, não dáva de entender, como podia um menino franzino daquele ter um caralho daquele tamanho????

Começei pegando e de leve fui punhetando, ba hora que abri a cabeça pra fora, senti um cheirinho de caralho sujo, sabe, tinha aquele queijinho ao redor, como se não fosse bem lavado, más aquilo em se tratando de um menino não era nenhum mal e sim uma estimulação em minha buceta que sentia aquele cheiro de caralho sujo de menino. Levei ele debaixo do chuveiro e punhetei e ensaboei com bastante espuma, aquilofoi ficando grande que depois de bem lavado e o sebinho ido embora tomei coragem e me senti denovo no vaso sanitário e perguntando a ele se deixaria, botei aquele monstro na boca, chupei muito, um pau gigante num menino de 16 anos recém completados, me senti perversa, suja, maldosa, sem noção, más, meu desejo sedento por sexo e a bucetinha pingando de tesão não aguentei e caí na tentação. Chupei sim um menino, más do caralho gigante que muito homem adulto não chega perto, grosso como uma tora, grande que mal cabia a cabeça pra passear sobre a língua. Fiz aquele menino gozar muito, sua porra era em grande quantidade, quando ele começava a querer gozar já sentia espirrar seu leitinho no fundo da minha garganta.

Asiim foram os 12 dias de nossas férias, chupando Dvid a toda hora, pau que não abaixava, porra que não acabava, e caralho que dáva por uns 3 sem brincadeira. Meu marido Max assistia tudinho, pedia que eu ordenhasse David pra ele ver.

Claro que não aguentei sem sentir aquela vara me enchendo minha bucetinha raspadinha, deixei o menino gozar dentro de mim e tudo, tomava meus remédios. Más isso é texto pra outra hora...

beijinhos da Vanessa


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Chawilan a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
12/12/2012 16:19:14
O que vc chama de pau muito grande ?? Tenho 20cm, o que vc acha????
16/07/2011 04:05:56
xupa gostoso add so perto de curitib
16/07/2011 04:04:35
vc xupa muito add sode perto de curita
16/07/2011 01:03:52
Opá que show parabéns... que isso que safadinha rsss... gata que relato gostoso 1000 beijos e +1!
uem
16/07/2011 00:54:41
nota 1000 gata muito seu contos delicia quero te vender redes tb beijos
15/07/2011 21:13:27
Muito bom Vanessa, adoro sacanagem assim. Se quser me conhecer sou de Curitiba, Leiam meus
15/07/2011 21:10:38
MUITO BOM, PARABÉNS... HTTP://ARENAROMANA.BLOGSPOT.COM
15/07/2011 20:26:31
sensacional, add
15/07/2011 20:16:58
SHOW GOSTEI !!
15/07/2011 20:15:56
muito bom. Vem xupar o meu pau tbm. Ele tem 25cm vc guenta? Leia meus contos e comente ok. Bjos

Online porn video at mobile phone


homem bundudo sapatariapornocontoincestoscontos eróticos sogra pediu pra ver minha rolaVer garotos com 16 cm de picaautorizei minha mulher fuder com outroconto herotico minha namorada e meu paiconto erotico a irmandade da anacondacasadoscontosfilhavideo porno novinhs tranzando pela primeira vesCONTOSPORNO.insetos.nenémmulheres que gostam de ser encostada no ônibus contosw.w.w.vedio sexy acunhadacoloquei duas bolinhas de golfe na bucetaconto erótico tirei a virgindade da minha filha ela dormindofilha minha femea contocasa dos contos eroticos bunda cagadaconto erotico padrecontos anal casal que gosta fazer anal cagandoXVídeos brasileiro tar adesivo da esposa colega para chupar eleporno-fodas no quarto e o vinnho malcontos eangelica enlouqueceu com linguadahistorias de vizinhas que peidou na boca do vizinhoxvideos safada dirigindo e batendo punheta p pistoludoxxvideos mulher coroa do patrao nao se agueto e me deu a bucetaler conto erotico meu delegadomaes rabuda deu pro filhos e amigos de fio contoseu quero ver a coxadinha acaba com a pica para fazer encostando nas mulher de calça compridasexo com maria mulambo fodacoroa gostosa exibindo os seios na blusa transparente ate ser fodidaconto de estrupo bem excitante entre novinho da família chorando com a pica no ci apertadofilme de pornô mulher se masturbando e metendo a mão quero ver o filme agora filme quero ver agora filme de pornô metendo a mão aguardando né tá na mão transando ela se masturbandoporno. meu. filio. viu. minha. bucetaxisvedeo mae bebacasa dos contos claudia irm rubiaebeto quase mulher 7sogra gostosa deu pro genro na reuniao de familiaxxvidio pega de surpresa dpmeninas novinhas fazendo sexo xom coroas de 50 anos que são bem dotadossinhá contosxxx 6agora videosxxxContos erticos de gang bang gang bang com os pauzudos no ponto do onibuscache:gSqqIFTr6BkJ:zdorovsreda.ru/texto/2014111101 contos eroticos submissão cachorrinha dominadanegão barbarizou a novinha de bruçosvídeo pornô da mulher com carro enguiçado o cachorro dela para casa para transarcontos eiroticos leilapornfilha deixou no colo e deixou ecitado xvidiocontos eroticos no dia que dei minha buceta pra dois senhores no onibus,dupla penetracaosexo ! ! tresloucado ♥♡ gostosaleskka chama amigo para tomar banho juntomae pastorando o filho incestoconto puta cacete rola xota trepada chupar cachorraxvideos coroas chuleporno ela senta rapido e com forla grita pornodoidoxvideos gozada dentro do cu aiaiai queimacontos eroticos minha madastrA kesbiciVer garotos com 16 cm de picafilme pornô mulheres se beijando solteira mas não carregando não aguenta pau grandevídeo de Kid Bengala transando com mulher brigona XVídeosverdade ou desafio traí conto erótico acampamento calcinha amigos cornovadia. nao aguenta. apica. e urra. porno. doidomeninas e mulheres encoxadas por baixo da saia e aceitandoxvideo coroa vovó brasileira fazendo fio terra e meia nove e gemendo na picacontos eroticos.comido dois padres dotadoscontos porno scat lesbicobumdasboaencoixo empregada safada e goza na piaimagem de prima novinha e pequena mostrando o priquitinho para o seu primo novinhose eu tava afim de cozinha da minha cunhada mais nova aos berros XVídeoscomo ficar escanchada na picar pra doercontos eróticos pegando a gordas e pedreiroscontos eróticos minha esposa se confessando com padremozinho leva colega tô comendo novinha em casapornografia.manzorrastrali de filmis porno kinbengala com nifetastextos contos mulheres e viadinhos etrupados por camioneiro dulpa penetracao gozada boquinhaxvidius corous grisalhos velhos gaycontos fudedor criolo de voadinhos e gaysconto erotico velho taradosogra deu mochila a sogra e a buceta para o genroloirassa rabuda contos eróticos ler. contos pórno de incesto acampando com a sogra na barracaXVídeos novinha Caboco apalpando o pau na goela da mulher e homem transandozoofilia no Congo pesadacontos.eroticus.i.vidios di primo comedo a prima novia aforasa nu matopornodoidocalçinhasralado rola cu vertido x vidio