Vivendo na India-3

Um conto erótico de katrine
Categoria: Grupal
Data: 15/10/2011 19:37:08
Nota 10.00

PUNJAB 3- DEGRADAÇÃO

Durante uns dias a vida voltou á velha rotina, até porque o Rolando esteve em casa adoentado, quando melhorou informou-me que tinha que se ausentar uns dias para ir a Nova Deli tratar de uns assuntos no escritório central, perguntou se eu queria ir, declinei o convite desculpando-me com o calor sufocante que fazia naquela época, aceitou a situação sem problemas. Vim despedir-me dele á porta quando voltei para dentro Abhaya esperava-me " Andreia tens em cima da cama um dos teus vestidos europeus...veste-o...vamos dar uma volta pela propriedade..." fui para o meu quarto toda excitada, que novas surpresas me preparara ? em cima da cama estava um vestido de linho branco comprido todo abotoado á frente, comprara-o por ser muito fresco e apropriado ao clima, tirei os calções e a camisa e vesti-o, como era muito fino e decotado as minhas volumosas mamas viam-se á transparência e quando andava quase saltavam para fora,estive para vestir soutien mas pensei " ora aqui não há mais ninguém e o Ahaya já viu tudo...". Levou-me a passar pelos jardins que rodeavam a casa, eu tinha a noção que com o sol o meu corpo era perfeitamente visível através do tecido, Abhaya caminhava enlaçando a minha cintura, de quando em vez a sua mão deslizava para o meu rabo e pressionava o espaço entre as minhas nádegas através do vestido, ao andar as mamas abanavam e os mamilos roçavam no fino linho da roupa provocando-me arrepios de excitação, ele ia indicando o nome das várias plantas, por vezes colocava-se atrás de mim e eu sentia a sua dureza contra o meu rabo, nessa altura a sua mão acariciava lentamente os meus peitos, estava a ficar molhada e pronta para a acção, virámos para as traseiras, de repente estaquei assustada os dois jardineiros Falak e Mahavir olhavam-me assombrados, tinha-me esquecido completamente deles ! estavam especados junto de uma grande árvore agarrados aos seus instrumentos de trabalho apenas cobertos por uma tanga, com o sol a bater-me por trás eu devia ser algo digno de se ver, poucos pormenores do meu corpo lhes deviam passar despercebidos, senti-me enrubescer, Falak ( um jovem adolescente ) parecia hipnotizado pelas minhas mamas, Mahavir (um velho de idade indefenida ) tinha o queixo caído mostrando uma colecção de dentes podres " Abhaya os jardineiros...o que vão eles pensar..." murmurei começando a voltar para trás, Abhaya segurou-me firmemente o braço e levou-me para junto deles " vão pensar que morreram e estão no paraíso..." disse-me sardónicamente, virei-me para ele assustada " o que pretendes fazer..." perguntei vindo-me a terrível ideia de que ele queria intregar-me aqueles dois indígenas sujos, esse pensamento indignou-me " está na altura se sentires vários homens dentro de ti..." afirmou convictamente enquanto me agarrava as duas mamas por trás , desenvencilhei-me bruscamente " nunca...és um porco...não me entrego a esses...a esses sujeitos..." olhou-me de alto a baixo abanado a cabeça " a milady é que sabe...basta dizer não...e tudo acaba..." fiquei ali com as pernas a tremer, a minha parte racional dizia-me para ir para casa, mas a luxúria que ele despertara en mim prendia-me ao chão, Abhaya falou rápidamente para os dois homens que olharam para ele embasbacados, repetiu-se de forma ríspida, aproximaram-se hesitantes ,as suas mãos começaram a apalpar-me desajeitadamente as mamas sujando o vestido branco, Abhaya deu nova ordem, Mahavir começou a beijar-me e a lamber-me a cara, o seu hálito era agoniativo " foge Andreia...vai para casa... " dizia uma voz dentro de mim, mas a minha coninha começava a ficar melada e eu não me mexi , o jovem começou a desabotoar desajeitadamente o vestido, libertou as mamas e começou a lambê-las e a amassá-las os seus olhos estavam esbugalhados, uma das mãos do velho apalpava-me entre as pernas por cima do vestido, deixei escapar uns gemidos , Abhaya veio por trás e empurrou-me pelos ombros, forçando-me a ficar de cócoras " tira-lhes as tangas..." como num sonho obedeci, ficaram nus á minha frente , Falak estava ruborizado o seu pau era de dimensões normais, Mahavir lambia-se segurando entre as mãos um instrumento ( ainda semi-erecto ) de uma grossura impressionante, Abhaya empurrou-me de encontro ao caralho de Mahavir, estaja sujo e cheirava a urina, fechei a boca e virei a cara " engole-o ou levanta-te..." gritou virando-me a cara para aquele mastro de carne, abri a boca rodeando-o o pau com os lábios, o velho agarrou-me com uma mão pela nuca e começou a bombear lentamente, a outra mão apertava uma das minhas tetas, como quem ordenha uma vaca, Falak batia compulsivamente com o caralho na outra mama e em menos de nada começou a esguichar porra no meu peito, atrás de mim Abhaya levantou-me o vestido e começou a foder o meu cu e a cona com os dedos, eu chiava de tesão já completamente esquecida da situação degradante a que era submetida, o pau do velho engrossava cada vez mais esticando os meus lábios até que começou a lançar o que pareciam litros de esperma na minha garganta, apertou fortemente a minha nuca forçando-me a engolir até que me engasquei e a langonha espessa escorreu pelo meu queixo, atrás de mim as cuecas foram-me arrancadas com um puxão " está toda molhada milady...quer a coninha preenchida...não é ? observou Abhaya continuando a estimular-me com os dedos, por essa altura eu já perdera toda e qualquer dignidade, precisava desesperadamente de ser fodida " sim Abhaya sim...sim...fode-me...por favor...por favor..." Mahavir havia-se deitado na relva o seu pau mantinha-se erecto " monte-o milady...é todo seu..." ordenou Abhaya com um gemido de prazer encavei-o de uma só vez dentro de mim, a minha cona recebeu-o com prazer, comecei a cavalgar desenfreadamente " AGHHH...AGHHH...sim...sim...oh é tão grosso...sim...arregaça-me toda...toda..." como se percebesse o que eu dizia o velho agarrou-me as ancas e começou a mexer a pélvis ao ritmo dos meus movimentos, Falak colocou-se atrás de mim e enterrou-me o caralho no cu com o entusiasmo da sua juventude, gritei de dor, mas esta logo desapareceu substituida por um prazer intenso, Abhaya colocou-se á minha frente e começou a bombear o seu pau na minha boca, comecei a ter orgasmos sucessivos, gritava e chorava de puro êxtase, os meus machos vieram-se dentro de mim enchendo os meus buracos com o seu semen, quando me largaram fiquei caída no chão, rodearam-me continuando a masturbar-se para cima de mim enchendo o meu vestido e corpo de esperma, Falak na força da sua juventude estava de novo teso, deitou-se em cima de mim e penetrou-me, molhada como estava a minha cona recebeu-o fácilmente, ele martelava-me com todo o vigor, as suas mãos amassavam as minhas tetas, coloquei ás pernas á volta da sua cintura e comecei a acompanhar o seu ritmo " AGHH...sim...fode-me...fundo...mais fundo...aghh..." gritava eu como uma perdida, o velho estava exausto encostado á árvore, mas Abhaya trepou-se por cima da minha cabeça e começou a foder brutalmente a minha boca, parecia que me ia arrancar a cabeça " puta...grande puta...arrebento-te toda...toda puta...AGGHHH......engole " recebi nova carga de porra na garganta, Falak gozou dentro do meu útero grunhindo descontrolado. Abhaya ajudou-me a levantar, estasa dorida mas satisfeita como nunca " vamos milady...eu ajudo-a...precisa de ir descansar...tenho grandes planos para si..." atordoada deixei-me guiar como uma criança, no quarto olhei-me ao espelho nada restava que se parecesse com a orgulhosa Andreia Magalhães, tudo o que eu via era uma mulher desgrenhada, com a roupa suja de terra e esperma, que lhe escorria igualmente pela cara, coxas e nádegas .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/10/2011 11:13:34
Suas aventuras são maravilhosas!!!!!!!!Continue á aprender como ser uma mulher plena!!!!!!!!!!!!
16/10/2011 13:48:21
ola de novo... parabens... estou adorar a nova temporada dos seus contos... isto promete!!! obrigado por nos presentear com tanta sensualidade... um beijinho do seu fa numero 1 Bruno Rocha

Online porn video at mobile phone


perereca da ebteada contosler contos eroticos menageAnal dona de u pratosCalcinha cheirosa da filhinhaDo caralho-basquete-contocache:I20bmnqm678J:gtavicity.ru/texto/2016115 eu quisesse eu comprava cunhadorubiaebeto.comuncontos eroticos garotinha com velhoconto marido comeu meu cuminha mulher de peito e Tonzinho XVídeosdez ano padastro gosa na minha bocanovinha g****** pelo c****** o carbono tudo no c* dela e ela gritapai cospe no cuzinho da putinha depois mete o pauzaocasos de zoofiliaamigo da bebida. meturado com sonifero porn gayhomen bagaça o cu de esposa rabuda com pênisela ficou amarrada por dois dias com uma bola no cubebado deixei minha filha ser abusada na minha frente parte 9 vontod eroticosmeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesesposa solta no darkroomxvidegostocontos eroticos de uma sirica bem batida aos gritosdeixou a irma com a buceta pingandodescabaço a baixinhaVER MUHER QUE ADORA DAR O CU PARA TRABEDTI DOTADOabaixar a musica so vei comigo vc n vai si arrebederminha tia mandou eu esfrega no banheiro tomando banho ela e eu comi ela a forsa ja que nao tinha ninguem e casa contos herotmeu amante me come todo mesarranhando a bucetinha pro papai coloca o dedo e chuparvidiopono.molekaContos eróticos de viados que apanharam para aguentarem as jebasporno coeixoxota da filhinha pretinhavídeos caseiro de mulheres safada matutar. mulher que gosta de ser encostada no ônibus contosso tia gostoza da bandas grandes dormindo que acorda trazendo com sobrinhoeu sempre brincava com as coleguinhas de mimha irmã, e prdia para eles baterem punheta para mimquero ver filme pornô de mulher com a buceta da Bruna dirigindo porrade Emoções d********* pornô gay pelado com o c* arreganhadoenfermeira peidorreira batendo p******historias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherpunhetabr.vai lafilmes pornodoido marido da sua esppsinha magrinha par a um negrap do pau enorme tora ela ao meiocontos eróticos menina de 18 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinhos vermelhoscontos eroticos.fui tomar banho com meu ermaozinho e nao rezisti ao ver seu tiquinho duFiquei toda arregaçada com o pedreiroxvidiocasada que nao fode a muito tempopornô brasileiro mulheres comendo outra com pipador falando putariaadvogada enrabada pelo presidiário casada chora com zezao rasgado o vizinho apertado comi a bocetinha da minha maninha e o conto de encoxei minha irma gostosinhaXvideo so chupetas molhada da prudentinaxvideo porno irmao abraca a irma quando ela ta lavando aloucacontos eróticos vovô fudendo chupando o cuzinho do Netinho mozinhoxvideos com . sexy porno ju safada adora provoncar mulher safada fasmosaisinuacao erotica pornoxvidio mulhe casada hora do futibol brasilerono motel eu comecei a beijar o pescoço da minha cunhada casada evangélica ela gemia eu comecei a chupar seu peito eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca eu disse pra ela chupar meu pau ela disse pra mim eu nunca eu chupei o pau do meu marido evangélico eu disse pra ela chupar meu pau que você vai gostar ela chupou meu pau eu fui metendo meu pau na sua buceta eu comecei a fuder sua buceta ela gozo conto eróticoenfregando o pau duro na bunda dentro do onibus cheiocontoerotico namorada e mae putas do tio jorgemarido pintinho e cu gulosomeninas que amolece as pernas quando o pau entra na bucetinha delascontos de marido bem dotado querendo ver a mulher com duas picas no cu e bucetanovinha nao aguentor rola groca desmaior xvidiobaiana fragada gostandoIconto erotico noiva mal comidax videos pornô negão da piroca muito escrota mete na safada muoto forteVideo ideas inclives que pode faser para fingi,que.ta comemdoconto erotico fodi minh sobrinh novinh 11nocontoeróticoguri estupro esposa contos eroticosmacho comendo cu de outromachoxvidiovideo porno mulher trai seu namorado em roki e corno liga bem na hora qe ela ta no escurinhoVERVIDEOE.ENCOXADA.NO.ONIBUScasa dos contos/turbo negroentregei uma pizza e mepagou com boquetesafadeza mulher e homem laranhandoxvideos as mãe i fininhofininho gostosacoroa do cugradacontoerotico eu namorada mae e tiofilha fica brava ao levar gosada dentrovideo porn foi arrombada com negao ate cagou e vomitouminha esposa branca e gorda dando o cu pro meu compadreo que singnifica a palavra merstubanobaixar pro celular videos novinha gordinha de chortinho dando pro irmao pauzudoesposa regulou a xoxota o cara foi atras da cunhadao amigo do meu marido me estrupou contosnovinha 18 aninhos foje pra cama do papai pra trepaA buceta da minha mãe ReginaPornô doído melhor femendo ia falando o meu deus o meu deus em inglêsmenina bem magrinha de oculos com seu papai no porno