O namorado de minha amiga (parte 04)

Um conto erótico de RenanSonhador
Categoria: Homossexual
Data: 20/05/2012 19:53:36
Nota 9.41

Eu estou amando postar para vocês, estou muito feliz em saber que vocês estão gostando também.. Gostaram do apelidinho dos dois? Coelhinho e Cachorrão!! Fique com mais uma parte galera, beijos e boa leitura!!Acordei antes dele, tomei banho e quando voltei ele já havia levantado e me recebeu com um sorriso radiante dizendo: “ainda bem que ninguém tem que trabalhar hoje, hahaha, todos conseguimos folga. Vamos tomar café antes que devorem tudo”.

Chegamos á mesa e ouvi da galera: “Você ainda está inteiro coelhinho?”, “Ele roubou o edredon não foi? Ele sempre faz isso”, “A última vez que dormi com ele quase fiquei gripado”, “Marcelo se mexe muito, eu nem consigo dormir” “É, ele parece um trator”, “Ele joga perna em cima da gente e não dá pra dormir”. Todos zuavam com ele que ficou meio vermelho e zuou com a cara deles também dizendo que eles falavam enquanto dormiam e tal. Parece que a interação entre eles estava normal. Parece também que há um acordo de não falar sobre o acidente. Bom, eu me despedi de todos que já me chamam de “coelhinho”, os primos dele são muito legais, melhor que a turma da facul. Marcamos um futebol pra daqui a um mês.Tomamos a estrada, deixamos Juliano e André na casa deles e ele me deixou em casa. Quando ia descendo fui surpreendido com um abraço e um beijo no rosto. Vamos jantar amanhã? A Lu já deve ter chegado que tal? Perguntou a mim ao que respondi: Claro eu estou morrendo de saudade dela. Então está marcado, e ele deu aquela piscadinha de olho que eu adoro. Nos despedimos e ele se foi. Quando cheguei à casa dormir mais um pouco no sofá da sala e sentei agora no computador com um milhão de coisas na cabeça, tipo: Eu estou apaixonado por esse cara? O que é isso que eu sinto quando estou do lado dele? Por que eu piro no cheiro dele?” Poxa, ele é namorado de uma amiga minha, eu não estou sendo canalha, traíra? Galera, minha cabeça está rodando. Desculpe-me mas tinha que desabafar, só volto pra facul na outra semana e vou pirar até lá.

...

Aqui a música que cantei no findi e que era a favorita do Maurízio.

http://youtube.com/watch?v=mbpxWc6Zz04

Marcelo acabou de liga no meu cel. Foi super gostoso ouvir a voz dele. Ontem fui dormir pensando nele e quase liguei, mas resolvi me segurar, não quero forçar a barra nem parecer atirado. Ele me disse que reservou um lugar muito legal para nós três jantarmos hoje, Ele não conseguiu falar novamente com a Lu, mas na última conversa que eles tiveram ela disse que talvez chegasse hoje. Acho que deveria deixar os dois a sos, afinal ele não a vê já faz um tempão e acho que ela não vai querer mais ninguém por perto. Acho que vou ligar mais tarde pra ele e simular um compromisso ou algo assim.

...

Ontem liguei para Marcelo por volta das 13h dizendo que não ia dar e que até achava melhor eles jantarem sozinhos para poderem conversar mais à vontade, afinal eles não se encontravam havia tanto tempo. Marcelo insistiu muito e tive que mentir dizendo que não ia dar mesmo porque ia sair do estágio às 18h e tinha que ir direto pra facul daí não ia dar mesmo, mas mesmo assim ele insistiu dizendo que me levava pra facul, mas eu emendei dizendo que não dava mesmo e agradeci. Ele me disse que tudo bem, não queria me fazer faltar à aula, ele mesmo só falta quando é ocasião especial, e que depois nos falávamos, mandou um abraço e desligamos.

Antes de desligar ele soltou um “Poxa Coelhinho! Não dá mesmo?” e suspirou. Ao que respondi que infelizmente não. Eu me senti um perfeito idiota, não devia ter recusado, na verdade menti, hoje não há aula, mas tive um medo muito grande de sei lá do que, achei que eu já estava passando dos limites e que devia pôr termo a isso deixando ele estar mais tempo com a namorada dele. Passei uma tarde péssima, pensei mil vezes em ligar e dizer que ia e que podia faltar à aula, mas desisti, bom, eu já o havia dispensado e achei melhor deixar como estava; afinal, namorada é a Lu.

A tarde foi péssima. Não me concentrei no que tinha de fazer e fui chamado à atenção três vezes até que a minha supervisora me chamou no canto e disse: “Você está muito disperso hoje, o que acontece? Está apaixonado?” Eu respondi que era uma dor de cabeça e ela me deu um analgésico e disse pra eu ir ajudar o Murilo no arquivo e que assim teria tempo de me recuperar. O peso do mundo estava nas minhas costas, eu sentia um laço no pescoço de tanta aflição. Saí do estágio, encontrei com o Alberto (um amigo meu da facul) e tomamos uma cerveja (nunca bebo durante a semana, mas precisava relaxar senão meus nervos iriam se romper).Ele me achou meio chateado e perguntou o que era eu disse que era só uma dor de cabeça, ele se solidarizou dizendo que passava. A Paula (sua namorada) chegou e eles foram embora. Eu senti uma inveja imensa deles dois, ali agarradinhos e lembrei da noite em que dormi abraçado com Marcelo, “Cláudio você é um idiota” pensei comigo mesmo. Quando cheguei à casa meus pais estavam fora fazendo supermercado e estive só por mais uma três horas, pirei sozinho dentro de casa. O telefone tocou e corri para atender, mas a ligação caiu. Isso aconteceu mais duas vezes. Não sei porque corri, acho que queria que fosse Marcelo. Tomei um tranqüilizante leve da minha mãe, comecei a assistir um filme na televisão, cochilei, quando acordei já era quase meia noite, meus pais haviam chegado e não quiseram me acordar; minha mãe me disse que se eu dormisse mais uma vez no sofá da sala ia me deixar passar a noite lá pra acordar de pescoço duro. Ela sempre foi assim, amorosa, mas seus métodos de ensino parecem, às vezes, medievais. Quando acordei eles já estavam dormindo, mas eu fiquei ali acordado, na sala com uma puta dor no pescoço, imaginando que nesta hora, Marcelo e Lu, já estariam juntos.

Senti ciúme de Marcelo e acho que um pouco de raiva de Luiza (por favor, não me julguem mal, não pude controlar apesar de saber que o que senti foi feio, mas foi mais forte). Resolvi sentar-me um pouco na varanda e esperar o sono voltar senão ia ficar fritando na cama. Quando deu 1h30h, meus olhos começaram a ficar pesados. Qual não foi minha surpresa quando pouco antes de eu sair da varanda vejo a pick up do Marcelo encostando lá em baixo prédio. Ele percebeu que eu o vi e piscou os faróis. O que ocorreu? Pensei. Ele tocou o interfone e ouvi sua voz dizer: “Coelhinho, quer jantar?” Eu ri e disse que já havia jantado ao que ele respondeu: “Eu ainda não”. Fiquei sem entender nada, pensei que Luiza podia estar com ele no carro, ou que o vôo podia ter atrasado e tal.Quando cheguei perto do carro, Marcelinho disse sorrindo: “espero que você goste de sanduíche do Mac, tá afim?” Eu entrei no carro e disse: “eu adoro Mac Donalds” (Ao lado do Marcelo acho que como até pedra). O que aconteceu? Perguntei. Ele entregou o celular dele e mandou olhar a mensagem que ela havia mandado pra ele que dizia assim: “preciso ficar mais tempo em BH, desculpe, te cuida, LU”. “Eu fiquei esperando até as 22h30” disse ele. Entendi tudo e achei melhor não estender esse papo, notei que ele estava levemente aborrecido, mas também vi que ele ficou feliz em me ver.

Tentei mudar o rumo da conversa e falei que o celular dele era muito legal e ele disse que filmava e fotografava, Marcelo adora essas novidades. Falamos de tecnologia e sem querer vi umas fotos minhas entre as fotos que ele tinha, eram fotos que ele tirou em várias ocasiões e sem que eu percebesse; fingi que não havia percebido, deixei o celular sobre o painel do carro. Ele me levou para um lugar legal perto do Lago. Não vamos ao Mac Donalds ? Perguntei. Ele olhou pra mim, sorriu, deu uma piscadinha e disse: “Eu já passei lá, Dinho” e mostrou duas bandejas no banco de trás que eu não havia visto. “Espero que goste, esse é o que a Lu diz que você sempre pede” disse ele. Estacionamos, sentamos num banquinho colado no carro, e na beira da água, comemos nossos sanduíches, o dele, bem maior que o meu, pra variar rsss.

Eu pedi um pouquinho de batata frita dele e ele me deu na boca, (Estou começando a gostar dessa brincadeira rsss.) “Coelhinho comilão, me dá um pedaço do seu sanduíche” disse ele brincando e eu dei um pedaço do meu na boca dele. Ele deu uma mordidinha intencional e de leve no meu dedo e eu soltei um “Ai meu dedinho, bocão”, “Desculpa, mas que é que eu estou morrendo de fome” disse ele sorrindo. Ouvimos música, rimos, e conversamos mais.Houve um momento em que ficamos só ouvindo música, ele pegou o Bruno (Bruno é o nome do violão dele, é gente... ele dá nome às coisas dele sim rss. O nome do carro é Zeca. Não é uma gracinha? È bem coisa de menino grande.) Bom, ele começou a dedilhar uma música e por coincidência começou a tocar a mesma no som do carro é aquela da Marina que outro dia vi a galera falar dela aqui na comu, aquela que diz “Eu preciso dizer que eu te amo, te ganhar ou perder sem enganos...” “Putz, que conhecidência” ele disse e riu. Nesse momento ele deitou a cabeça no meu colo e eu acariciei os cabelos dele, ele continuou a tocar deitado mesmo, com os olhos fechados e acompanhando a letra. pareceu que fazíamos aquilo havia muitos anos e foi muito gostoso, legal mesmo, eu me senti muito próximo dele, interação total, galera.

“Essa música é demais” ele disse olhando pra mim. E continuamos assim, ele com a cabeça no meu colo, eu fazendo carinho no cabelo dele, continuamos conversando baixinho, rindo e falando de um monte de coisas até que ele fez silêncio e depois perguntou: “Coelhinho, porque você mentiu pra mim?”. Meu estômago deu um nó. Se eu já tivesse lido a orientação do Retar, aí em cima eu jamais haveria mentido. “Como assim?” Eu perguntei como se não estivesse entendendo. “Hoje não teve facul, eu passei lá pra te buscar e o pessoal da recepção me disse que só na semana que vem. Eu sei que você teve boa intensão, mas não mente mais pra mim não, ta?” Desculpe-me, eu só não queria atrapalhar – respondi. “Você nunca atrapalha” ele disse.

Fiquei morrendo de vergonha e sem jeito, fiquei calado e dei um sorriso sem graça pra ele. Ele sorriu e disse não eu não precisava ficar assim e que só não queria que eu fugisse dele. Fugisse?!?!?! (não quis perguntar sobre esse “fugisse”). “Eu gosto quando você sorri, Coelhinho” ele disse me olhando antes de tirar a cabeça do meu colo.Ficamos um momento nos olhando em silêncio nos olhos e desviei o olhar. Eu disse que estava ficando tarde e ele pediu pra gente ficar mais um pouquinho; se fosse o caso ele me levava para o estágio de manhã cedo. Ficamos por mais meia hora, falando sobre música e quando era a minha vez de falar eu notava as vezes que ele ficava olhando pra minha boca. Bom, ele me deixou em casa por volta das 3h. Sentei na mureta em frente ao prédio e ficamos conversando mais um pouco, quando nos despedimos recebi um abraço dele e um beijinho no pescoço que me arrepiou o corpo todo e me fez sentir um calafrio, ele notou, sorriu e me perguntou o que tinha sido e eu respondi que estava sentindo um pouco de frio, mas não sei se convenci, morro de medo de dar bandeira.

“Então sobe senão você vai ficar resfriado, Coelhinho, a gente se vê amanhã na academia” ele me disse enquanto tirava sua jaqueta e colocava em mim. “Não precisa, eu já vou subir fique com a sua jaqueta!”. “Fica com ela e depois eu pego, eu quero ter certeza que você não vai apanhar um resfriado porque eu vou ter arrastar pra balada na sexta e não quero que você dê nenhuma desculpa” disse ele. Ele me deu outro beijinho no alto da cabeça, nos despedimos e subi. Quando entrei em casa fui correndo até a varanda e ele ainda estava lá olhando para mim, daí ele acenou entrou no carro e foi embora.

Meu pai acordou e perguntou com quem eu havia chegado e respondi que era com um amigo ao que ele respondeu, “não mente não, você saiu pra pegar mulher no meio da semana, não foi? Não esquece que você tem que ir pro estágio amanhã, vai se deitar.” *_* HAHAHA, Pode um negócio desse? Rsss. Galera, fui dormir sentindo o cheirinho dele na minha roupa. Eu vou contar uma coisa que tenho vergonha, mas como estou postando anônimo posso dizer; eu dormir abraçado com a jaqueta dele; sei que é brega e tal, mas pô! O cheiro dele é bom demais.O que está rolando entre nós dois? Acho que não é só coisa da minha cabeça ou será? Eu me sinto muito bem ao lado dele, mas não fico pensando em sexo o tempo todo, eu curto abraçá-lo e senti-lo me abraçando, adoro o calor do corpo dele. Eu piro quando ele me beija na cabeça, minha perna treme quando eu o vejo, a boca seca. Eu sinto que entre nós rola uma energia boa. Mas eu não quero tirar o namorado de ninguém, eu sinto até culpa da minha amiga estar longe dele lá com a avó doente e eu aqui tirando casquinha de um cara tão legal, mas o que eu posso fazer se eu to curtindo ele?Não deixem de votar e dar os seus coméntarios. É importante para mim continuar e mais uma vez: Obrigado por vcs estarem lendo *----*

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/03/2016 12:51:27
10 esse conto estou gostando muito
28/11/2015 04:36:13
10
29/03/2013 20:06:25
muito bom !!!
06/09/2012 13:53:26
06/09/2012 13:53:24
D+++++++++++
02/06/2012 18:45:22
Muito legal teu conto. A propósito, acessei o link que colocaste para a música do U2. Este lnk está inativo. Achei outro link, este aqui: http://youtube.com/watch?v=XHibqk4VyY8Aproveita a amizade e, se não se sentir um calhorda, aproveita o que ele está te oferecendo
29/05/2012 12:44:57
Olá meu nome é Robson, tenho 1,80 altura 80 kilos malhado lisinho tenho pelos só no pinto e no suvaco, tenho uma rola de 20x8cm grande grossa e cheia de veias saltadas, minha rola é quadrada de tao grossa, é bem cabeçuda e sou bem sacudo também, gozo bastante dou 8 esguichadas de porra lavo tudo , sou insaciável no sexo, gosto de dá o cu mas minha especialidade mesmo é meter a rola num cuzinho bem gostoso, gosto de socar sem dó, coloco o cara de frango assado vou metendo e beijando bem gostoso, esfregando meu corpo suado no dele, alisando o corpo dele, sou bastante fogoso, amo me lambuzar na brincadeira, sou másculo e gato, nao faço por dinheiro mas sim por puro prazer...um abraço...
24/05/2012 00:06:05
Muito Bom!
23/05/2012 23:30:08
Nossa meu seus contos me dão arrepio é muito bom é sensacional emocionante e tudo mais to amando nota 10!!!
22/05/2012 00:35:52
Danny...sem stress...mas quando terminar, vc me passa a postagem tida para eu guadar comigo? Bjao!
21/05/2012 18:06:38
bacana
21/05/2012 14:52:03
Desculpa guga..mas como o Renan disse ..vai ser chato eu enviar pra um se todos vão querer..ele disse q vai postar 2 por dia então vc vai conseguir ler sem pressa... e digo uma coisa.. vc não vai se arrepender e vc vai ter capitulos pra ler até o fim do ano!!!!! bjs
21/05/2012 14:21:25
Renan, por favor cara, deixa Danny passar pra mim o completo? Cara, vai ser uma realizaçao pra mim ter isto....Danny, pra melhor falarmos,mpega meu email: Obrigado e bjao!
21/05/2012 11:53:22
Guga eu tenho o conto completo 229 paginas...mas só passo se o RenanSonhador autorizar aqui!!! graças á ele que conheci essa historia rea, e não seria justo eu passar assim !!! bjs
21/05/2012 00:40:21
Pergunta....existe um livro disto? Se houver, como eu consigo? Abs,
21/05/2012 00:25:20
...
21/05/2012 00:17:20
Coelhinho, (posso te chamar assim?) .....navegando aqui no site, me deparei com as tuas quatro postagens, e cara, que estoria linda...e vc, passa fielmente os sentimentos vividos....chorei com vc quando foi o assunto do irmao dele...mas cara, nao demora a postar...vc eh especial...bjo, boa semana!
20/05/2012 23:55:15
Oiii....conheci essa história pela sua postagem...não aguentei esperar vc postar todos os dias e como vc disse que é um relato e que algumas pessoas já devem ter lido ela pesquisei na internet e achei!!! 229 paginas do Word...maior que muitos livros...comecei a ler ontem á tarde... fiquei até a madrugada...dormi um pouco..e terminei e ler agora..não me arrependo!! simplismente apaixonante esse relato..que pelo que eu vi é o "diario" do claudio na web q ele escreveu em 2007 até o começo de 2008 não é? bom tenho certeza q com essas postagens vc vai estar entre os Top 10!!!!! bjs.. e continua postando pra quem não conhece o Claudinho e o Marcello tenham como exemplo os dois!!!!bjs
20/05/2012 23:40:49
caramba. cada vez que eu leio esse conto, fico mais apaixonado. 10
20/05/2012 23:38:09
realmente o apelido coelinho e o marcelo sao mto fofos

Online porn video at mobile phone


mulher f sexo escanxada no palContoseroticos pirralhos sapecasForcei minha mae e ficar nua conto incestofui dançar e fui fudida por um pauzudoNegao esculachando com moleque gostosoconto erótico O Despertar de uma casadacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeconto gay o nerd e o bad boy 7arregassano ocu dagostosaos melhores vídeos de pornô a mulher metendo com menino que entregavaprovoquei papai com roupas trasparente e ele me fode com muito tesao e com forcamulher pingando leite d peito dentro d buceta doutra vídeosContosmulherbebadaRihanna novinha tentando dar o c* virgem para o padrasto mas não aguenta de dois chorasogra chora no pau grade e groso do gero rasdo sua bucetawww.sexo.conto.erotico.meu.padrasto.e.bigdotado.Padre negro pega Branquinha Magrinha efaz ela Peida No Pau EnormeContos marido da minha amigacomendo a tia no chevette xvideovideos de vei bruto no yotubecontos eiroticos leilaporncontos eroticos madando foto pelada pro irmaono sofa com as outros do lado eles nao percebem disfarçando ponodoido xvideos xvideoscontos fui encoxada no onibus e meu marido nem percebeuConto erotico velho taradoAliviando os funcionarios contos eróticosporno. jafaleii nãoMeu marido viu meu cu todo arrombadovideos de sexo fodi ela de ladinho ela fechava as pernas e gemia muitocontos gay faculdadewww.casadoscontos-O doce nas suas veias (Capitulo 02)porno meninas chupando rrola e tranzando na escolanegao do pausao lascano putinha lindagosando no rabo da madura e deixa o cacete dentro ate sae toda porracaminhãozinho pelada transando com o meu Vivocontos eroticos dei a bundinha por balaskero.buctaporno super dotado so magrinha sofrimento no pau grande com a buceta ceia de galahomem bem forte peludo idoso batendo p****** e g****** pra valerconto erotico o velho comeu meu rabaoxiripornohttps://zdorovsreda.ru/texto/201601591contos eróticos comi a sogra a noitecontos de sexo raspei minha bucetacontos eróticos barraca do beijoNovinho dotado fudeu a bucetinha da mocinha e arrancou as pregas do cursinho delafrango a mulher assistindo vídeo pornô na televisão com o cunhadovideos. evangelicas. sendo. encoxadas. e. gozadashistorias de madrasta safadas com enteadoconto erotico gay um transexual ranco meu cabaçofodendo a comadre contosporno gordinhas sinturadasviva o padrastro e a entiada xivideo10minha sogra um pecado de mulher contospunheta apos encoxada em onibushttp://contos porno mulher pega carona e estrupadacontos eroticos de uma sirica bem batida aos gritoscontos comi dona maria casadamorena dos lábios carnudos e do rabetão xvideo.comxisvido pai aliza as pernas da filhaporno dento da pestinha novivinha abre as perna para entra o pau do pai no cuverdade ou desafio traí conto erótico acampamento calcinha amigos cornohistórias reais de pedreiros que fuderan as mulheres do patrãoviva o padrastro e a entiada xivideo10gozou na calcinha e ela vedtiuviadopornodoidoRelato de cornos submissomeu marido me pediu pra chupa outra rola contos eróticoscoroas de fio dental tão cheia de tesão Cheguei cheguei escorregando pela sua b*****meninas novinhas fazendo sexo xom coroas de 50 anos que são bem dotadosirmao pede fio terra para irma enfia o dedo do cu mais velha gostosacontos primeiro boquete de uma cretecrentinha dando po paugrande ergundo a saia