fidelidade

Um conto erótico de oximoro
Categoria: Heterossexual
Data: 11/07/2012 08:25:34
Nota 10.00

Sou Cindy, mulher séria, 28 anos, casada 10 anos com o mesmo homem, viuva recente, sem filhos. A morte do maridão, após período de doença, me deixou sentimentalmente arrasada, mas, felizmente, sem problemas financeiros.

Meses foram passando, uma solidão terrível, só tinha amigas mais velhas, sizudas, fieis a seus maridos, que em nada contribuiam para me afastar da condição de estar só.

So conhecia sexo papai-mamãe, sem fantasias, o maridão era muito severo e respeitador de sua santa esposa.

Para passar o tempo, reativei meu computador. O finado era proprietário de um escritório de seguros e administração de imóveis e eu o ajudava muito na informática, tinha intimidade com a máquina. Conectei-me à internet, logo visitei sites porno,neles tomei conhecimento do que se pode fazer no sexo, coisas que eu nunca tinha feito: chupar, ser fudida por vários homens, trepar com mulher, eu nem sabia que era possivel usar o cú como orgão sexual. Aos poucos tornei-me uma devassa virtual.

Um dia, superando a vergonha, fui a uma loja porno. Desencabulei e comprei três dildos com vibrador, 2 vaginais e um , menor, anal. Em casa, lubrifiquei meus buracos e usei os dildos. O do cú doeu um pouco, acabei gostando, cú e buceta passaram a ser usados diariamente, minha devassidão deixou de ser apenas virtual.

De outra feita, passando em uma feirinha de praça, vi, numa barraquinha, alguns vestidinhos simples, chamativos, bem de puta. Comprei dois. Em casa coloquei-os: saia curtinha, justa na bunda, costas de fora, um tesão. Me vi no espelho, uma piranha de rua, fiquei com a buceta molhada, meti os dildos, gozei. A vontade de sair com uma roupinha dessas era grande, mas a prudência me impediu: as vizinhas me expulsariam do prédio, tenho montes de conhecidos(as) no bairro, eta escândalo.

Antes de casar eu cheguei a fumar. Voltei a faze-lo. Vestia meu vestido de puta, acendia um cigarro, via um filme de sacanagem, me imaginava participando, recorria aos meus machos de plástico (os dildos), gozava. Meu sexo, antes adormecido, me dominava cada vez mais.

Meu querido marido me deixou várias propriedades, minhas fontes de renda, a maioria na nossa Cidade, algumas em outras. Uma delas, a pior, vagou. Era um sala e quarto, em outra metrópole, em bairro praiano e não muito família, em edifício decididamente não familiar. Para passar o tempo, fui ver a propriedade, mandei pintar, fazer alguns reparos.

A noite, ocorreu-me- não queres ser puta, olha que oportunidade. Uma decisão dessas, mudar da água para o vinho, exige muita reflexão e coragem para por em prática . Alguns dias se passaram, finalmente decidi: vou morar no meu apto. praiano, viver vida bem diferente da que até agora vivi.

Enquanto o apê estava em obras fiz um curso de strip-tease e pole-dance. Antes de casar eu estudara balet, foi relativamente facil me adaptar, o instrutor me elogiou bastante, pena que só teu namorado vai te ver, disse ele. Positivamente, ninguém concebia aquela jovem viúva, tão santinha, se exibindo num puteiro.

Fui à nova cidade, Me hospedei, observei o ambiente. Para o carro havia um estacionamento vizinho à nova moradia,

minhas futuras vizinhas faziam "trotoir" e/ou apanhavam seus clientes em inferninho a uma quadra de distância. Me apresentei ao porteiro como futura inquilina, as moradoras são família, perguntei. Nem pensar, aqui quase todas são putas. Mais uma não fara diferença, disse eu. Ele concordou.

Aluguei meu apartamento de origem, mudei: uma cama king-size, espelho no teto, armário embutido existente, mesa e cadeiras para comer, geladeira, fogão, microondas, TV, uma vontade louca de fuder.

Fui ao inferninho me propondo a trabalhar alí. De shortinho apertado, camiseta, despertei o interesse do dono. Fique nua, me examinou, apalpou, perguntou: és puta faz tempo? Desde os 15, menti eu, fazes sexo oral, anal? Claro, danças pole dance? Sim, Fazes strip? o mais sacano possível, do you speak english? I'm fluent in english. Fui para o palco, colocou uma música, me exibi.

Ele me disse: não tinha vaga, mas com esse corpão, falando bem inglês, morando aqui perto, desinibida (!!!!), vou te colocar. Começas depois de amanhã. A casa fornece o tapa-sexo e top transparentes. Queres sapato salto alto, ou descalça? Prefiro descalça.

Comprei 2 fio-dental mínimos, passei o dia na praia, ficando bem queimadinha para o grande dia seguinte.

La fui eu para o inferninho. Tirei várias fotos em pelo, para serem exibidas na entrada da casa e em "books" de hotéis. Finalmente chegou grande momento, fui para o palco, nua, dancei, que sensação deliciosa mostrar meu corpo para todos, exibir enfáticamene minha buceta, meu cú, eu que tinha vergonha de me despir diante de meu marido.

Fui aplaudida, me senti desejada por muitos, que tesão.

Logo fui chamada por um cliente, um senhor de meia idade, me bolinou, fomos para a suite, chupei, comeu minha buceta, esporrou na minha boca, engoli saboreando, pela 1ª vez, o gosto da esperma, Ele não soube, mas foi o 2º macho a me possuir. Tomei um banho, voltei para o salão, não esquentei cadeira, fui transar com um rapagão, pica grande, comeu meu cú, que delícia, nada como uma piroca real, quentinha. O próximo foi um americano, usou meus 3 buracos a plenitude, como gozei. Fui comida por mais dois, terminei exausta, afinal fuder com 5 no 1º dia de puta não é sopa.

Voltei para casa, passava da meia-noite, o porteiro perguntou: trabalhou muito? Fudi que nem coelha, respondi.

Minha vida passou a ser no trinômio praia- academia- inferninho, acabou a solidão, foram-se a vergonha e o recato.

Estou no 6º mes de prostituta, ja transei com quase 500 parceiros, homens e mulheres, fiz muitos DP, frequentei orgias grupais, já fiz trotoir, estou muito depravada, bem distante da santinha que fui.

Só sinto falta, as vezes, de afetividade, um ombro amigo para conversar. Muitos amigos e amigas só para sexo, com uma excessão. Um senhor que me trata carinhosamente, me presta alguns favores, conversa comigo, um clima de grande amizade nos une. Infelizmente é casado, com filha, sou para ele apenas a putinha querida.


Este conto recebeu 1 estrelas.
Incentive oximoro a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
11/07/2012 13:20:07
olha estou aq ah seu dispor se vc quiser um amigo infelizmente ah distancia para conversar desabavar e sentir muito prazer basta q me add em seu msn aq seque meus msns caso queira o q eu posso lhe proporcionar certo e ai esta aquardo sua resposta claro com o add de seu msn em um dos dois ou nos dois msns e bjo quente com uma deliciosa mordida nessa buceta.
11/07/2012 09:36:04
Interessante esse seu relato. Mudança drástica de vida hein? Se quiser aumentar a lista de amigos, anota aí meu MSN: Grande abraço e boa sorte nessa nova direção de vida.

Online porn video at mobile phone


levo muitas gosadas xvidioxixvideo que machucou e nao deixou eu irxvideo a sogra nem deu confianca pro gerro so pegou no pau dele realsogro e nora.pornoirado no sofa.xvideo.com esposa da o cu pausudo efinha e goza ela nunca mais quet da o cumulher de calça legue branca estigando e mostrando tudo gosdosa dondoruivinha escanchada no pauEspirrando porra nas entradinhas das bucetas fada do sexovideo gay negro dotado coneu rssgou cu viafo que contratou programa com negraovocê não vinha sendo 43 o marido da mãe dela fazer o carinho XVídeos consolar elaxnxx brasileiras levando 75cm do negaoconto erótico assim nasce uma travestiXVídeos de sexo brasileiro pai vaisi cavi filhacontos erotico,meu genro me enrrabou dormindobaixar vídeo das negras de 1413 anos de 12 perdendo a virgindadenovınha fudeno a prımeıra vezcontos herotico fineche por peido e cuVoltei para casa toda arregaçada e cheia de porrapeguei a novinha magrinha porquê ela insistiucoroa casada sessentona inteirona fodendo com amante roludoContosveridicos contados por novinhasconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancoConto erotico garotao gay tio e irmaocontos de fio terra e straponcastigo gays pornográfico contosconto erotico guto e elainenovinha de quinze anos fodida a forca pelos trez vizinhos bem dotados contoshomem asonda mulher tocando siririca xnxxeu, minha namorada, minha namorada e meu tiobahiano bolinou buceta da intiada dormindoensinei minha filha a transarcontos eróticos comi a ciganaquero ver video da a mulher memesia a buceta o cuSexo on-line aclimação menageSimpson bucetas inchadas das mamãe gostosas levando pau grande e grossopegei minha cunhada xhmastersó bucetinha novinha na ommmmmLeonilda Vídeos PornôXvidio minha conhada so usa curtinhocontos de viadinho dr calsinhaEu e mamãe pelados em casa contos eróticosmulher de sainhatrasandocontos eroticos com nulheres de uberlandia assustando com o tamanho da rolavidio porno filho goza dentro da mae dormindo com abuceta em chadasubornei meu primo gay pra comer eleCONTO EROTICO FILHO CARALHUDO ARROMBA MAE TODA NÕITEas panteras filmes porno a cordano minha intiadadeixei a vendedora ver meu pau no provador de roupas xvideosvideo porno com muito beijo na boca de tirar o folego muita chupada na buceta fazendo gozar na lingua de tanto prazer puchao de cabelo sexo com pegada forte e brutacontos encoxando e penetrandovideo a ti a vacilou eu comi o cuzihno do mulequexvideo estrupa mae disaiacacete de velho de 90 ainda levanta conto eróticodepravadacaofotos de homen com short fino dechando a rola sair para foracontos eroticos sem querer maecontoseroticos/comadre rabudasrm calcinha rebolando querendo pau no buracocontos eróticos de cheirando calcinha da amigaajudanu cume u cu d amigarelato errotico. mae pata de cameloValdenice transando novinhas transando com vovó d********* dela tá bommicilene peladosmeteno no cuzimho da novimhaasoga faga rero condo afilha xvidepeitinhu durinho pornosrm calcinha rebolando querendo pau no buracovídeos sexo gays estrupo vampiro principes dandocontos eroticos novinha e um indioconto erotico assaltoXVídeos gay com truculênciaXVídeos pornô mobile peitões colchones com doisanitta trazdo badido 2017contos o chefe comedor da empresa