SEXO NA GUARITA DO HOSPITAL...

Um conto erótico de Homem Sombra
Categoria: Heterossexual
Data: 01/11/2012 20:13:21
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual

Olá! Este caso aconteceu no ano de 1999 no Hospital Geral do Recife (HGER), quando na época eu ainda servia ao Exercito Brasileiro. Este conto que narro a vocês se passou na guarita do Hospital citado acima na cidade do Recife-PE. No qual o quartel que eu servia tirava serviço lá apenas nos finais de semana e feriados. Na época eu era soldado. Levo uma vida normal sou discretíssimo, que me conhece sabe. Jamais saio falando de minha aventura eróticas. Por isso escrevo tantos contos. Sempre adorei entra na internet conhecer pessoas e por meio disso já vivi varias experiências maravilhosas, adoro sexo gostoso e com carinho. Gosto de transar com mulheres casadas e seus maridos ficarem só olhando e correr riscos de ser pego transando e gosto também de coisas convencionais tipo: motéis, banheiras, restaurante, praias etc. Sabem essas coisas pra mim o que vale e o sexo com carinho. Encontrei uma garota que trabalhava em um condomínio em frente a guarita de entrada e saída de ambulância e dos ônibus. O nome dela é KAROL, tinha 1,60 de altura, magra de coxas grossas, bumbum durinho, cabelos e olhos pretos lisinhos. Pessoal eu estava louco para experimentar a bumbinha da KAROL. Sempre que tirava serviço lá no HGER pedia para ficar na guarita de entrada de ambulância só para vê-la. Foi ai que tive a idéia quando ela passou pela portaria chamei-a para conversar ela me disse que mais tarde, pois estava muito ocupada com os serviço a fazer. Disse a ela que viesse após as 20:00 que era minha hora de ficar na guarita. A rua onde se localiza esta guarita a noite fica bastante deserta. Por volta das 20:30 ela chegou pedi a ela que ficasse de frente para mim que eu daria um sinal com a mão par avisar que estava tudo certo, que meus superiores não viriam ali aquele horário. Ela ficou dentro do condomínio, gelei! Fiquei pensando, chamo ou não chamo?... Ah que se foda! Coloquei o braço para fora da guarita e a chamei. Ela veio e conversamos um pouco e ela pediu para eu abrir o portão que ela estava curiosa para saber como era dentro do quartel. Eu abri o portão para ela, e ela entrou pra dentro da guarita. Ela estava em silencio e eu também. Eu disse: - oi, ela também; ela comentou que estava frio lá fora e eu concordei, Fiquei analisando o local para ver se em caso de emergência onde iria esconde-la. E lhe mostrei a ambulância. Ela ficou tranqüila. Daí ela me disse: então o que vamos fazer? Na hora eu a agarrei e dei um beijo na boca. Ela me retribui. Ela veio de vestido longo de alça afastei a alça do vestido dela e comecei a chupar seus peitinhos. Ela ficou excitada. Fiquei de costas para ela desabotoei a minha calça e deixei cair no chão revelando a ela meu pau. Ela segurou firme no meu pau e disse que estava a fim de fazer loucuras. Então levantei o vestido dela que estava de calcinha fio dental vermelha. Fiquei de boca aberta! e disse: nossa como você e gostosa vou cair de boca! E comecei a esfregar meu pau no rosto dela. Ela começou a chupar meu cacete e eu me arrepiava todinho. Abandonei a guarita e fomos ate uma ambulância. Quando ela ficou totalmente nua nossa! Pense numa baixinha da buceta grande. Deite-ia na maca da ambulância e comecei a chupar aquela buceta enorme. Depois ela me deitou na maca e começou a chupar-me novamente. Ela cheia de excitação me disse: me fode! Então a coloquei de quatro e comecei a bombar na buceta dela. Bombei, bombei, bombei... Ela gritava de prazer dizendo: estou sendo fudida por um soldado do exercito dentro do quartel que delicia! Realizei meu sonho de fuder no quartel. Então gozamos juntos. Em seguida ela me deitou novamente na maca e começou a chupar meu pau limpado toda minha porra, eu disse a ela: gostei de sua bunda. Ela me disse: - gostou mesmo então come ela todinha meu soldado. Fiquei um bom tempo penetrando bem devagar no cu dela. Ela falou que tinha estava gostando muito de tudo aquilo, perguntei seu nome e ela me disse KAROL. Então introduzir meu pau todo na bumbinha dela que gemia e se arrepiava toda. Ela me disse: - fique parado deixe que eu faço os movimentos. Fiz do jeito que ela me pediu. Então ela rebolou gostoso no meu pau conforme ela se aproximava de gozar mais rápido ela rebolava. Coloquei meu dedo na buceta e ela Não aguentado mais gozou. Depois conversamos um pouco e ela foi embora. Disse-me que ligava para marcamos outra Aventura desta. E assim foi o dia em que eu estava de serviço no quartel e fiz sexo na guarita e dentro da ambulância. Hoje quando passo em frente ao hospital citado lembra-me desta e outras aventuras que passei quando era soldado. Só que as outras eu vou contar nos próximos contos eróticos.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


contos cornos fio terra pintinhoxvideoscomedo atia.compegei miha esposa transando com nosso cachorroconto erotico minha esposa no médicoflagrei as jogadoras de volei transando ate gosarfilha a reda causilha e pai empura rolacontos eroticos br. meu primo me fudeporno.aspanteras.irnas.de.causinhas.socadascontos de putaria sou puta do marido negro da minha cumadremagrinha quartuda pordo doidoso cu fudeno baitolapadrasto fica louco quando era antiga das Calcinhasbonekinha do titioComeuu a coroa Xvidiosvídeo de sexo porreta daqueles que dá para levantar o pauTurbo negro contos gays.bumda ounda Grande de saimha legue e meia bunda trwnsandoxvideos matasdra e imediatoquanto mais eu bombava a minha sogra mais ela gemuaporno. filio. tétano. vê. abuceta. da. minha. maeseduzindo meu filho contos eroticosxxvidio em quadrinho mulher de primo caderante muito safadaxisvidios anestesiadasfotode,negao,forsando,o,amigo,chupar,seu,picao,aforsamulher de 38 anos assim meia gordinha do priquito bem grandão ela transando e gemendobucetascontoXVídeos quero vídeo dos paisagistas pregadasconto erotico gay viado submisso vira femea do negaoconto erotico com tia1tesao na cuecanarrativa da primeira vez chupando um pau e engolindo o gozodoce nanda contos eroticospor que quando minha tia mim ver ela passa a mão e coça a buceta delamulher pingando leite d peito dentro d buceta doutra vídeosvidios de sexo de casais e namoradas aliciadas no cinema eroticos e parceiros fingi nao veasistir sinlha dando aboceta para onegao escravocontos feminização forçadaquero ver ofilmes pornos o irmao beijando muito a irma para foder ela a irma dos olhos azuiscontos gay belmiroconto erotico espiando tio tomar banhoBAIXA VIDEO PORNO APROFESSORA ELIZABETI DA ESCOLA NANDEJAmaninho comeu meu cu contosconto hetero dos pentelhos raspadonovinha sentou na pica e ficou paradinha por 5minutosmadrasta fagar estado batedor punhetaconto gay guilherme e felipePorno estupro irma vai dormir mas o irmao no colchão de arcontoseroticoscomesposaContos de crentes peludasmae pastorando o filho incestovidios pornos das novela anos ataraisTexto de autoestima para cornasminha mãe tomando banho e eu não resisti e entrei dentro do banheiro e forcei ela fazer sexo.meninos jumentoes x vidios gayscoroa chupando o c****** do Midinhoporno gay com vendedor de porte e portatorando a gordinha escandalalosaeu, minha namorada, minha namorada e meu tiocontos.eróticos gay o negro da rola grossa e cabeçuda me arrombou e virei sua esposa eWESLLEYWEST-CASA DOS CONTOS EROTICOS |zdorovsreda.rupolicial fudendo com mulher que levava drogas na bucetamulata com pratinho xvideos.comcontos eroticos uma doce de cunhadaescravo comendo escrava no qyarto da sansalahttp://porno contos eroticos meteu e gozou dentropatrao do pao gigante fode estagiario mundobichapornodequatogordinha griluda seno curiada pelo cuiadocontos eiroticos leilaporntia pasa de camisola perto do sobrinho e ele fica com tesaoverdureiro gay contocontos eroticos estuprada pelo gariconto erotico viado foi no pagode na favela e deu o cu pro travestiPornô homem músculosó fodendocontos de incesto brincarsexoirmá vai dormir con seu irmaox videos mulher lammbendo o cusinho do homem e ele gosameu ex ele nao mim beijava mindava so um selinho e ele fazia sexo ne mim quando ele queriacasa do contos eróticos publicadoscdzinhas contos reaisvedeo de flha de shortinho no talo andando de bicicleta e pai.de pau duroconto erotico iniciando viado