SEXO NA GUARITA DO HOSPITAL...

Um conto erótico de Homem Sombra
Categoria: Heterossexual
Data: 01/11/2012 20:13:21
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual

Olá! Este caso aconteceu no ano de 1999 no Hospital Geral do Recife (HGER), quando na época eu ainda servia ao Exercito Brasileiro. Este conto que narro a vocês se passou na guarita do Hospital citado acima na cidade do Recife-PE. No qual o quartel que eu servia tirava serviço lá apenas nos finais de semana e feriados. Na época eu era soldado. Levo uma vida normal sou discretíssimo, que me conhece sabe. Jamais saio falando de minha aventura eróticas. Por isso escrevo tantos contos. Sempre adorei entra na internet conhecer pessoas e por meio disso já vivi varias experiências maravilhosas, adoro sexo gostoso e com carinho. Gosto de transar com mulheres casadas e seus maridos ficarem só olhando e correr riscos de ser pego transando e gosto também de coisas convencionais tipo: motéis, banheiras, restaurante, praias etc. Sabem essas coisas pra mim o que vale e o sexo com carinho. Encontrei uma garota que trabalhava em um condomínio em frente a guarita de entrada e saída de ambulância e dos ônibus. O nome dela é KAROL, tinha 1,60 de altura, magra de coxas grossas, bumbum durinho, cabelos e olhos pretos lisinhos. Pessoal eu estava louco para experimentar a bumbinha da KAROL. Sempre que tirava serviço lá no HGER pedia para ficar na guarita de entrada de ambulância só para vê-la. Foi ai que tive a idéia quando ela passou pela portaria chamei-a para conversar ela me disse que mais tarde, pois estava muito ocupada com os serviço a fazer. Disse a ela que viesse após as 20:00 que era minha hora de ficar na guarita. A rua onde se localiza esta guarita a noite fica bastante deserta. Por volta das 20:30 ela chegou pedi a ela que ficasse de frente para mim que eu daria um sinal com a mão par avisar que estava tudo certo, que meus superiores não viriam ali aquele horário. Ela ficou dentro do condomínio, gelei! Fiquei pensando, chamo ou não chamo?... Ah que se foda! Coloquei o braço para fora da guarita e a chamei. Ela veio e conversamos um pouco e ela pediu para eu abrir o portão que ela estava curiosa para saber como era dentro do quartel. Eu abri o portão para ela, e ela entrou pra dentro da guarita. Ela estava em silencio e eu também. Eu disse: - oi, ela também; ela comentou que estava frio lá fora e eu concordei, Fiquei analisando o local para ver se em caso de emergência onde iria esconde-la. E lhe mostrei a ambulância. Ela ficou tranqüila. Daí ela me disse: então o que vamos fazer? Na hora eu a agarrei e dei um beijo na boca. Ela me retribui. Ela veio de vestido longo de alça afastei a alça do vestido dela e comecei a chupar seus peitinhos. Ela ficou excitada. Fiquei de costas para ela desabotoei a minha calça e deixei cair no chão revelando a ela meu pau. Ela segurou firme no meu pau e disse que estava a fim de fazer loucuras. Então levantei o vestido dela que estava de calcinha fio dental vermelha. Fiquei de boca aberta! e disse: nossa como você e gostosa vou cair de boca! E comecei a esfregar meu pau no rosto dela. Ela começou a chupar meu cacete e eu me arrepiava todinho. Abandonei a guarita e fomos ate uma ambulância. Quando ela ficou totalmente nua nossa! Pense numa baixinha da buceta grande. Deite-ia na maca da ambulância e comecei a chupar aquela buceta enorme. Depois ela me deitou na maca e começou a chupar-me novamente. Ela cheia de excitação me disse: me fode! Então a coloquei de quatro e comecei a bombar na buceta dela. Bombei, bombei, bombei... Ela gritava de prazer dizendo: estou sendo fudida por um soldado do exercito dentro do quartel que delicia! Realizei meu sonho de fuder no quartel. Então gozamos juntos. Em seguida ela me deitou novamente na maca e começou a chupar meu pau limpado toda minha porra, eu disse a ela: gostei de sua bunda. Ela me disse: - gostou mesmo então come ela todinha meu soldado. Fiquei um bom tempo penetrando bem devagar no cu dela. Ela falou que tinha estava gostando muito de tudo aquilo, perguntei seu nome e ela me disse KAROL. Então introduzir meu pau todo na bumbinha dela que gemia e se arrepiava toda. Ela me disse: - fique parado deixe que eu faço os movimentos. Fiz do jeito que ela me pediu. Então ela rebolou gostoso no meu pau conforme ela se aproximava de gozar mais rápido ela rebolava. Coloquei meu dedo na buceta e ela Não aguentado mais gozou. Depois conversamos um pouco e ela foi embora. Disse-me que ligava para marcamos outra Aventura desta. E assim foi o dia em que eu estava de serviço no quartel e fiz sexo na guarita e dentro da ambulância. Hoje quando passo em frente ao hospital citado lembra-me desta e outras aventuras que passei quando era soldado. Só que as outras eu vou contar nos próximos contos eróticos.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive HOMEM SOMBRA a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


conto gay passiva pauzinho broxafoto de novinba de bucsta arreanha amostrando o cabaçocontos eroticotransei e com o padre e fiquei gravidaConto gay estupro coletivocontos eroticos traindo na enchentemulher gosta de ficar emgatata com seu zoopornodoido eu nao vou fazer esto de novo papaichupou a buceta da india ate ela gozarver uma tatuadora safada atendendo um cliente ai ela vai toma banho e quando volta comeca a chupa a rola do caraconto sexo cheirando tenis do molequeamo meu corninhodei para uma dúzia de homem eu confesso no mesmopadrasto puxa cabelo forca chupr emgoli porra apanhandocontoswww.eroticos na festaporno mae gotosa madura sedente de amor ai pirocaocheirei a bunda da gorda conto eroticoputa com bitola para arreganha o cucontos de boquete bom de primos e primas novinhosafeminado mulherzinha co cabelos grandes dando o cu gostoosovideo de mae assustada com o tamanho do cassete do filhocontos eróticos/afeminado no ônibusxvideo branguinhaa.18anosnegao enchendo cu do velhote de porracontos eritico acustumou da o cu com tudo mundo dormindoporno hem coxadas de. saiacontos eroticos em navios mercantesboyzinha comer na casa do vizinho rola rolapomba gira centando no. meu pautarado convenceu so passar o pau no grelinho virgen da filhinha e enpurrou tudoporno mae surpreebdidacontoseroticos mulher lactante amamentandoperereca da ebteada contosconto eróticos de minha namorada deixa sua calcinha xeia de sebo na pia do banheiroporno.socu.epeitos.glande.pinto.enormecontos eróticos Minha esposa era uma mulher morena cor de jambo de cabelos lisos, tinha peitos grandes naturais, coxas grossas, quadril largo e cintura fina. contos: enteada piranha dando a bucetinha pro padrasto fuder com força aaaaa ooooohcontos eroicos cachorra chupa paud homemcontos eroticos nao sei como eu aguentei o pauzao do cifoa negrose basear pornô pai pega filho com a filha transandoporno puta com o cu calejado dano pra variosxvedeos timidatodos pornô gay e heteros tentaçao sacanagens gays pornô entre homem xvideoscontos da queli tezudinhaconto erotico esposa do pacotao .com shortinho pequenininhoxvideo nivinha faz sexo ate arder a piriqutinhaPriscila soca vibrado na bucetavideo de incesto nisseicorno brasileiro vendo sua esposa sendo emrrada pelo um picudocontos de scat lesbicoa com merda mijocontos da minha sogra deixando a calcinha pra mim cheiracontos eroticos eu minha mulher vimos minha sogra dando o cucontos emprestei minha irma por cem reais pra um taradonegão machucando o c****** da japa pornô XVídeos tadinhaEgua ciscano a Buçetadeixei o meu pou com fome de busetaContos encesto mae cu sangranoxvideo elas sao de maizcaralhinho do prazer contoseu quero ver vide de filhos comedo abuceda da mãd tomidopornodoidocoroa deitad na cama so de calcihamenina dorme sem calsinha e leva puca cu virgemvidio de sexo munhe da ocu sem camisinha que senti a porra espiral3negao rasgando 18 aninho por tras porno doidoconto nora e sogro acanpandoCóntos eroticos me vinguei do meu marido e dei pra um roludo negão metendo a pica no alô NinhaXvideos Quando o homem socou ela até arrepiou vídeo de morcinha fudemorelatos eróticos: minha esposa ficou grávida durante assaltoAbaixar videos de porno para celulasinhoContosSexo anal gays x novinhosyahoo relatos de no cu quem levou uma gozada dentro do cucontos incestuosos papai. trepando com filha casada e genro olhandoconto erotico apertada pra fazer xixi"mete só um pouquinho"video porno cansei de ser cornocasa dos contos trans e lesbicanudismome homem olhando pau do meninoxvideo frestinhocasadas fudendo dentro de Casa com parentesfinjo de tonto para comer enteada pornôminha gerente carente safada restauranteMULHERCASADA TANTO O CUZINHOFILHOvídeo de sexo porreta daqueles que dá para levantar o pau