MINHA IRMÃ ME FLAGROU CURRANDO A NOSSA MÃE

Um conto erótico de jofer
Categoria: Heterossexual
Data: 04/04/2013 02:14:29
Última revisão: 17/05/2017 14:33:56
Nota 9.39

Primeiramente, esse conto é continuação do “comi minha mãe na festa de aniversario de 50 anos do meu pai”, no qual contei como comi pela primeira vez a minha mãe.

Nosso relação sexual continua até hoje. Vou contar como comi pela primeira vez o cuzinho da cadela.

Em uma noite, algum tempo atrás, eu estava louco para dar uma trepada com a minha mãe, só que havia um problema: meu pai. Ele estava doido também para comer minha mãe.

Acho que comprou viagra e estava cheio de tesão. Fiquei no meu quarto escutando o gemido da minha mãe no seu quarto, sem poder fazer nada a não ser me masturbar e odiar o meu pai.

Certa hora da noite, ouvi minha mãe se dirigir a cozinha. Fui atrás dela para saber se mais tarde ela poderia aparecer n meu quarto para a gente trepar. Ela disse que naquela noite não podia pois, o meu pai estava cheio de tesão e não ia deixa-la em paz. Mas no outro dia, poderíamos fazer amor.

Disse também que não aguentava mais o pau flácido do meu pai e mal podia esperar pelo meu dentro dela. Antes de se dirigir ao seu quarto, me deu um beijo na boca e disse: _Vai dormir, filho, amanha a gente conversa!”

Frustrado, fui dormir, mas sem antes bater uma punheta, para tentar relaxar.

Na manhã seguinte,, no exato momento que meu pai ligou o motor do carro, para ir trabalhar, minha mãe e eu, começamos a nos agarrar.

Ela vestia uma camisola, como de costume, sem nada por baixo.

Abaixei-me, e comecei a beijar sua bunda. Minha mãe, abriu as pernas e eu comecei a chupar sua boceta. Ela gemia como uma puta. _ Enfim, filho, sou toda sua, me come, com essa pica dura, ao contrario do seu pai!

Após, alguns minuto senti que ela gozou.

Eu, ao ver aquela bunda maravilhosa na minha frente, comecei a lamber o seu cuzinho. Minha mãe ficou arrepiada. Enfiei a língua bem dentro do seu cu.

Comecei a acariciar sua bocetinha. Percebi que ela ficou doida. Nunca tinha a visto com tanto tesão. Percebi que em alguns minutos ela gozou novamente. Foi a primeira vez, que eu vi minha mãe gozar duas vezes em um curto período de tempo.

Neste instante, descobri que minha mãe sentia tesão quando mexia no seu cuzinho. Quando me levantei, após minha mãe gozar, ela disse: Ai, filho, você acabou de encontrar uma zona erógena da mamãe!

Eu perguntei o que era zona erógena, ela explicou que era determinada parte do corpo em que o toque pode causar excitação. E que a zona erógena do corpo dela era o ânus.

Então eu perguntei se podia comer o cuzinho dela. Ai, ela me repreendeu dizendo que estava esperando esse momento desde a primeira transa, mas eu não tomava iniciativa.

Que idiota eu sou! Minha mãe se dirigiu ao quarto e pegou a pomada KY. Derramou um pouco da dita pomada na mão e começou a espalhar no meu pau, como se estivesse me punhetando.

Em seguida, ela se virou e empinou a bunda pra mim. Encostei a na parede e coloquei a cabecinha do pau na entrada do seu cuzinho.

Ela deu uma trancadinha no cu, e disse que era pra ir devagar, pois meu pau era grande e que ela não estava acostumada a fazer isso, apesar de gostar muito.

Comecei a penetrar naquela bunda perfeita. Segurei a na cintura e comecei a mordiscar seu pescoço. Ela começou a bater uma siririca.

Meu pau deslizava dentro no delicioso cu da minha mãe. Fui devagarzinho, mas não aguentei e aumentei o ritmo. Mas tomando cuidado para não machuca-la.

Percebi que ela, pela terceira vez, não aguentou e gozou novamente. Eu me segurava para não gozar, pois estava aproveitando o momento. Mas acabei gozando, enchendo aquele rabão de porra.

Minha mãe disse que queria cada gota da porra dentro do cu, e era para eu não tirar. Após eu tirar o meu pau de dentro dela, um pouco de porra escorreu na sua bunda. Ela limpou com a mão e depois botou na boca. E disse: _ Nossa filho, que porra gostosa saída diretamente do cuzinho da mamãe! _Aquele dia foi maravilhoso, pois trepamos o dia todo.

Eu estava comendo de tudo que era jeito a minha mãe, até que minha irmã mais velha, Veruska, que mora no sul do pais, veio nos visitar para passar uns dias.

Veruska é um ano mais velha que eu. Ela mora lá a uns três anos.

Bom como minha irmã é muito grudada com a minha mãe, e isso barreirou as nossas relações amorosas.

Minha mãe dizia que isso seria por pouco tempo e que logo a minha irmã iria embora, e nós poderíamos continuar com nosso caso.

Só que Veruska estava a mais de três semanas lá em casa, e eu estava subindo pelas paredes. Em uma sexta feira, meu pai estava viajando a trabalho, somente voltaria no domingo, minha irmã foi convidada por uma amiga a ir em uma boate.

Aproveitei para sair da seca com a minha mãe. Esperei minha irmã sair, e agarrei a puta gostosa.

Comi gostoso a sua boceta, então resolvi comer o cuzinho.

Minha mãe ficou de quatro e eu carquei minha rola no seu cu.

Minha mãe não aguentou de prazer e começou a gritar._ Mete roludo, essa rola grande do cu da mamãe. Aproveita que sua irmã não tá em casa! Isso, me come!

Quando aquela putinha for embora serei toda sua!_ Enquanto ela gritava, sua mão acariciava sua xaninha. Senti seu orgasmo intenso.

Logo foi minha vez de gozar. Deitei na cama, feliz da vida.

De repente escutamos uma porta batendo. Me levantei e me vesti rápido. Quando se dirigi ao quarto da minha irmã, a vi deitada na cama. Tivemos que parar de trepar.

No dia seguinte, tanto eu quanto minha mãe, estamos preocupados se minha irmã tinha visto algo.

Mas ela estava tranquila, como se não estivesse visto nada.

Minha mãe perguntou como tinha sido a boate. Minha irmã respondeu que tinha sido ótimo, ela dançou a noite toda, e quando chegou em casa exausta e acabou deitando na cama e apagou. Eu e minha mãe nos olhamos aliviados.

Mas tarde, a noite, minha mãe havia saído, ficando eu e Veruska em casa sozinho. Conversávamos sobre coisas bobas, de assuntos sem importância.

Veruska me perguntou de repente se eu gostava de mulheres mais velha.

Eu achei estranho aquela pergunta. Me lembrei da noite anterior, e se ela realmente havia visto algo.

Ela começou a dizer que tem uma amiga mais velha que gostava de garotos, e que se me apresentasse a ela eu me daria bem. Fiquei aliviado por hora. Ela começou a dizer que essa amiga era bem parecida com a mamãe.

Eu comecei a desconfiar de novo. Eu disse que não poderia conhecer essa moça, pois eu prefiro garotas da minha idade. Ela disse que tudo bem, então não me apresentaria a essa amiga.

Depois disso fui tomar banho. Só que esqueci a porta destrancada.

Veruska, então, entrou atrás e perguntou se poderia tomar banho comigo, como quando éramos crianças. Deixei.

Ao se despir, Veruska mostrou seu lindo corpo. Seu seios grandes e duro, insta mencionar que ela colocou silicone, sua cintura fina, sua bunda grande e redonda, e suas coxas grossas e bem torneada, pois minha irmã malha muito. Aquela deusa nua na minha frente.

Minha irmã é ruiva igual minha mãe, mas sua xoxota é totalmente depilada. O que permitia ver bem a racha da sua boceta. Ela me pediu para esfregar minhas costas, e eu deixei.

De repente, ela sussurrou bem baixinho n meu ouvido:_ Eu vi você ontem socando o pau no cu da puta da nossa mãe! Agora vai ter que fazer o mesmo comigo!”

Fiquei sem palavra.

Veruska segurou no meu pau e iniciou uma punheta. Ela mordiscava os lábios e dizia:_ Safado, come a maninha, também!

Ela estava louca de tesão. Minha irmã se ajoelhou e começou a chupar meu pau. Ela engolia o meu pau com força. Eu agarrei seu cabelo ruivo.

Ela fazia o boquete com força, enquanto me olhava com seus olhos azuis para mim.

Confesso que doía um pouco, mas estava muito bom.

Em seguida, ela se levantou e colocou a perna esquerda apoiada na pia. A pia fica bem próxima do chuveiro. Deixando suas pernas bem abertas. Eu segurei pela cinturinha fina, mas fina que a da minha mãe, e enfiei o meu pau na sua boceta.

Ela gemia, gritava, dizia palavra que eu não entendia.

Veruska tem lábios vaginais maiores que a da nossa mãe. Depois de algum tempo gozamos feito louco.

Minha irmã disse: _Agora vai ter meter no meu cu!¬ Não tinha KY, então improvisamos com xampu mesmo. O cu de Veruska era bem rosadinho, e bem mais largo que a da nossa mãe.

Eu até disse: Poxa, maninha, que cuzinho largo! Você anda dando o cu por ai?_ Ela disse: Claro, adoro dar o cu, vc acha que é o primeiro?

Comecei a socar com força. Veruska aguentava bem mais que a nossa mãe.

Depois de belas estocadas, gozei dentro daquele delicioso rabo. Então eu disse no ouvido da mana: _ Esse cu agora é só meu, minha putinha!

Ela deu um sorriso sacana e disse: Todinho seu, meu amor!

Depois disso, não contamos nada para a nossa mãe.

Só que fizemos um trato, ela saia de vez em quando para eu poder comer nossa mãe, e quando nossa mãe não estivesse em casa nós trepávamos.

Minha irmã ficou mais umas três semanas lá em casa.

As vezes eu vou visita-la, inclusive levando minha mãe. Até hoje minha mãe não sabe que eu estou metendo o pinto na Veruska. E o meu pai não sabe que eu estou metendo o pinto na minha mãe e na minha irmã. Hehehehe.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
27/12/2017 15:37:08
Adoro comer o cu da minha mãe é muito gostoso chupar sua buceta rosada,que delicia,você est e parabéns.
27/12/2017 15:31:45
02/01/2016 02:16:40
Mt bomn
13/10/2014 11:23:06
Perfeito!
23/12/2013 16:54:30
Faltaram mais detalhes sobre a irmã mais no geral tá muito tom!
07/09/2013 09:42:46
um pouco louco para mim mas nao posso negar deu muito tesao cara de sorte se fosse sogra ai sim .
18/08/2013 10:30:47
MTO BOM.. EXITANTE..
05/08/2013 07:12:20
delicia
02/08/2013 15:06:21
MARAVILHOOOSOOO... ADOREI E GOZEI GOSTOSO... NOTA MILPARABÉNS...
01/08/2013 10:29:30
Ui q delicia sua linda bjsss
01/08/2013 06:20:56
01/08/2013 06:19:54
18/07/2013 17:33:11
Gostei muito do seu conto mil grau
23/05/2013 21:38:10
Maravilhoso

Online porn video at mobile phone


foto transano quon anovinha encima da mesacontospono aprimiravezXsvideos bem dotado masturbando no carroxnovinha bonziadagozandu naboca da inimigapiroquinha durinha contosContos.Ingravidei.minha.irmanconto gay "respeitar teu macho"video de menina ficano pelada na sala mostrano ar buceta pra os colegaeu, minha namorada, minha namorada e meu tioxxvideo convite discreto amadorporno mulher chamando o marido de corno chifrudo pinto mole falado palavrao nuacontos porno gratis estupro sadomasoquismo submissãonovįnha do sexo anal tucontos eroticos feita de cadela pelo pai a forçaneide chama encanador e fica sem calcinha videos brasileirosVirgem chora na cama com velho taradonegao me enrabandoassistir o filme de novinha metendo fazendo seu peito e trícepscontoerotico novinha rabetaomeu entiado tem um picao fudemosporno gay chegando de viagem com saudade do namorado mundo bichacontos eroticos vendo o tia enfiando a tromba no cu da tiafotos de mulheres com camksinhas nas bucetassarrano na porta da xoxota xvodioscontos eroticos de corno manso no pagode com negrosContos meu amigo borrou a cueca delemulher casada foi na massagista e não resistiupornocontoincestoscontos erotivos apostando baralho com sogra e cunhadaporno com mãe e filha bucetudas de guaianazescontos eroticos despedida de solteiracontos fudi a minha netalevando a cunhada para tomar injeção no bumbumtiara do cu ta doendo porno"ver la feliz" casadoscontos.com.brcorno chorão e covarde contos eroticosminininh.deugrito,napicabaixar to fincado atoladinhaaceitei carona e tive q dar o cu contosXsvideos timida depilando o super dotadoA buceta da minha mãe Reginacontos eroticos irma igreja bebidoncontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeminha tia magrinha enrrabado por um criolathayza a filha do patrao pornoeu, minha namorada, minha namorada e meu tioconto erotico crente casada carente fica deslumbrada com tamanho rola de outrocontos eróticos so sai se euver estabundonaConto porno apanhei de cinto na bundaContos deele examinaram minha xxoxtawww.xvideos festas esposa branguinha mini saia preta corno manda amigo da drnks e sexoprica cavalaverdade ou desafio traí conto erótico acampamento calcinha amigos cornoconto meu corno só arruma negros para me foderContos eroticos,negao tripé tirando o cabaço da ninfetaquero ver gatinhas novinhas na academia só mostrando e transando bichão p*********paola olivera mostrando sua buceta e seu rabaomamando o peitinhoduro dafilhaconto gay ensinando cafucuvideo sexo no labirinto do innerfotos de mulheres batendo poeta nelas mesma pensando em homem tezudo Bom dia viadinhpsmulher caga incontrolavelmente no sexosafada nuonibulesbicas se vingando da rivalcontos erotico saido escola onibusmundobicha.historia de matuto brasileirocontos porno fui obrigado a pagar a apostaminha mulher tatuou a dama de espadas na bunda contos eroticoszoofilia veterinaria tendo orgasmo com cavalonovinha gostosa nu chuveiroJulianaporno minha nora com fomeMamae sentando no meu colo. Contos eroticos cnn.moleque nao sabe fazer.comtihao pau do meu marido grande23cm e toda hr que fazer sexocontos picantes de amor gaystitia batendo punheta sobrinho rola cabeçudacontos eroticos mandei minha mulher dar pro nosso filhoapica tatoda no cu da brasileira e ela pedi maismarombeiros batendo p****** e g****** na boca de outros homensna chacara o cazeiro comeu minha mulher e minha filha conto eroticoPorn conntos erotico pastor fode a esposa do obreiroomamae sentou no meu colo e eu nao resistir e comi ela contos erpticos