Levou a do cavalo na chacara

Um conto erótico de francisbrenda21
Categoria: Grupal
Data: 19/06/2013 10:16:05
Nota 8.00

Levou a do cavalo na chacara

Em Janeiro de 2012, eu e meu marido estávamos num barzinho tomando uma geladinha , quando apareceu Edu e sua esposa Sonia, amigo de faculdade convidamos para sentarem na mesa conosco, e começamos a conversar, era um papo muito gostoso, até que apareceu um outro casal que os cumprimentou e saiu foi um cumprimento muito comprometedor, os quatros sorriram e saíram, após saírem Edu nos perguntou se nós já tínhamos ouvido falar de casais liberais, Francis respondeu que sim, e achava um barato, eles nos olharam e perguntaram, então vocês praticam ? Olhei para Francis, pedindo que não respondesse, pois não sabia sua atitude e não queria perdera amizade de Sonia, mesmo assim ele confirmou que já tínhamos praticado swing e ménage algumas vezes Edu olhou para Sonia sorrindo e nos convidou para passarmos o final de semana na chácara deles, pois podíamos cavalgar, banhar um riacho , e algo mais. Aceitamos.

No dia seguinte sábado no horário marcado eles chegaram, pegamos nosso carro, ele o deles e dirigimos até sua propriedadeque fica uns 80 km da cidade.Ao chegarmos à chácara eles foram preparar o churrasco, enquanto tomávamos uns vinhos e cavalgávamos pelo campo, isso foi até as 15h00minhs quando Sonia me convida para irmos ao riacho banhar que ficava no final do campo e precisamos ir a cavalo. Pegamos o cavalo, um animal muito bonito e dócil, montamos as duas e fomos ao riacho. Ao chegarmos ao riacho tiramos a roupa ficamos somente de calcinha e fomos para agua fria e transparente. Quando percebi Sonia saindo riacho e foi até o animal que estava preso numa arvore e começou a acariciá-lo, de repente ele começou a expor sua ferramenta para fora aquela coisa enorme, Sonia pegou com as mãos e começou a esfregar em corpo nos mamilos, quando vi fiquei assustada e ao mesmo tempo curiosa para ver de perto Sonia me chama e obedeci fui até ela, que já esfregava aquele cacete super.duro em sua buceta que de tanto excitado gotejava seu liquido sem parar em seus pentelhos deixando-a toda ensopada com seu liquido, peguei um pouco, nossa que coisa louca, me enchi de desejo e medo, fiquei toda molhadinha de vontade de enfiar em minha buceta mas tive medo, foi neste instante que percebi que nossos maridões estava vindo ao nosso encontro, avisei a Sonia que imediatamente retornou ao riacho repomos nossas roupas, e fomos para a casa pois Francis teria que voltar na Cidade pois a Van da firma tinha sofrido um acidade e estavam solicitando sua presença. Francis pegou nosso carro e foi para cidade resolver o problema,mas o problema era mais serio do que imaginávamos e não retornou, ficando apenas nos três na chácara. A noite fomos dormir, como de costume durmo sem roupa mas nesse dia vesti um short de malha curto leve e vesti o blusinha e fui para cama e deitei-me, Sonia saiu do banheiro totalmente pelada, vestiu um calcinha de renda e deitou-se ao meu lado, enquanto que Edu somente de cueca deitou-se ao seu lado e começaram a se cariciarem, meu pensamento era no cacete daquele cavalo que já me deixava molhadinha, e mesmo sendo uma cama de casal ficávamos muito próximo os um do outro e enquanto as mãos de Edu bolinava o bumbum da Sonia, tocava também no meu que me excitava mais ainda, quando de repente Edu passa a mão em minha bumda me tremi toda mais deixei, pegou e apertou uma a outra e por fim passou a mão por entre elas indo até minha buceta, onde ficou bolinando nela com os dedos não resisti e ergui um pouquinho deixando a vontade, então ele, introduziu um pouquinho mais e retirou de minha buceta e esfregou no meu rego indo até meu anus e introduzi seu dedo me fazendo gemer enquanto que Sonia lhe masturbava, não resisti, virei-me de peito para cima, Edu foi logo pegando em minha buceta e Sonia nos meus seios e mamando neles, retirei a blusinha e short, e me entreguei totalmente, virei-me de posição contraria, deixando que os dois explorasse minha buceta com suas línguas e dedos, ora introduziam um, dois ou três me fazendo gozar repentinamente com seus dedos me fodendo, enquanto que eu deparei com aquele cacete entre as pernas de Sonia esfregando na sua buceta que parecia aquele cavalo não resisti taquei a boca na buceta molhadinha e naquele cacete enorme e duro, enfiei naquela gruta fazendo-os gozarem também, retirei da buceta, chupei mais uma vez, tirei todo resíduo da gala dele do seu pau e enfiei naquela rabo gotoso, fazendo-a delirar enquanto chupara meu grelo, percebendo que Edu estava quase gozando novamente afastei Sonia sentei minha buceta naquele pau fazendo-o desaparecer dentro de mim, cavalguei feito um a poldra no cio gozei varias vezes até ele Jorrar dentro de minhas entranhas, já exausta, virei-me de lado entregando meu rabo para os dois foderem mas infelizmente pau dele não estava mais tão duro para me enrabar, entrou mais não o suficiente, virmos de lado e dormimos, no dia seguinte acordei por aqueles lábios mamando meus seios e aqueles dedos dedilhando meus clitóris e minha buceta não resisti, olhei era Edu de pau duro me arretando, e levantei fomos para sala, posicionei de quatro no sofá Edu enfiou a cara na minha bunda, ora chupava minha buceta ora fodia meu rabo com sua língua, olhei para ele e disse , me fode cavalo, ele não perdeu tempo com toda violência de um cavalo me pegou por traz e enfiou de uma só vez aquele 23 cm em minha buceta me arrancado vários berros até gozarmos juntos, em seguida retirou a camisinha colocou outras, introduziu, um dois, dedos no meu rabo e fez-me sentar em cima , sentei, senti cada centímetros me enrabando, até que gozei e ao perceber que iria gozar outra vez, fiz o que mais gosto, retirei a camisinha abocanhei aquela cabeçona fazendo-a jorrar na minha boca enquanto gozava, terminamos voltamos para a cama onde Sonia sonhava e dormimos até as 10:00, quando acordamos, juntamente com a Sonia vestimos um blusão e de calcinha pegamos o cavalo e fomos ao riacho, sentamos no lombo do cavalo ela na frente conduzindo e eu atrás ao abraça-la percebi ao estranho pois seus mamilos estavam durinhos e ela respirando fundo, levantei sua blusa percebi que estava sem calcinha e gozando no, lombo do animal, não acreditei, chegamos no riacho ela saltou e disse :- é hoje ou nunca, se aproximou do animal, e foi logo acariciando seu cacete e que imediatamente correspondeu, pondo para fora toda sua tora, Sonia pegou com as duas mãos ora esfregava nos seios ora na buceta, o animal começou a liberar seu leite lambuzando-a toda, ela olha para mim e disse : - Experimenta vem cá, me aproximei ela esfregou aquele cacete na minha buceta me lambuzando todinha meus pelos meus seios, minha barriga, era grande o tesão mas o medo era maior de ser arrombada, me afastei um pouco ela abriu as pernas esfregou mais uma vez na sua buceta não resisti e introduziu aquele caralho na sua buceta sem pena e sem dó , olhou para mim e disse, vai me ajuda a gozar soca esse pau em mim, me aproximei com as duas mão comecei socando devagar fui forçando e acelerando ao perceber já tinha entrado uns 10cm ou mais toda aquela parte branca estava dentro da buceta de Sonia enquanto ela gozava o animal jorrou dentro dela alagando toda, retirei da buceta fiz ele banhar ela com seus jarros de gala, terminamos fui riacho me lavar pois minha buceta e meus pentelhos estavam todos ensopado de sua porra l enquanto que Sonia andava depernas aberta toda doída e arrobada, pois para ela tinha sido uma experiência única, era sua maior fantasia, realizou, não importava se tivesse sido machucada, pois quando perdeu o cabaço foi par o hospital costurar pois o cacete do namorado era muito grosso também. Sonia no dia seguinte não conseguiu da a buceta para o marido, foi parar na ginecologista, e passou uma semana somente dando o rabo até se recuperar. Foi muito excitanteaquele final de semana, nunca mais esqueci, Brenda.Email [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
09/10/2014 00:19:37
amei queria fazer alguma vez
19/06/2013 19:37:42
Muito doido isso gostaria de ver. Seria interessante. Bom conto, gostei do menáge com Sonia e Edu. Vou dar 6 pela grafia. Bj.

Online porn video at mobile phone


Meu primo playbou carioca conto gay cap 3Porno contos incesto familia prazer total qualquer idadexvideos filha sevigado da sua maezuando meti a pica na b***** da égua meladinhapornodoido eu nao vou fazer esto de novo papaicontos de pau preto e grossoConto erotico de coroa casada chupano novinho da frente do marido velho brochacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeTia rita coroa gozandoescravo comendo escrava no qyarto da sansalacontos eroticos patroa lesbicaAE cristal de futibol Amador de Cristalinacoletanias de batidas de pulhetas por mulhreres pra homensVizinha novinha mim atendeu de tolha nao teve jeito acabei comendomae belisca querendo chupa buceta da filhavidio porno homen emtera o pou todo na garganta da muher ate gozarvídeo dos anjos guerreiros vídeos pornô sem jeito malnora safadas descobri que sogro tem a pica enormeVideo porno com mulheres metendo e sussurado palavrao no ouvido do machoxxxxxxxvideos com professoras de educacao fisicaengatou no cu doamivmeninde shortexnxxporno cazeiro mulher corno não aguentou cuzinho Fabiano xvideo. commulher tira prega do cu do macho com straponviduda.mulhe.contos eroticos de mulheres de vestido sendo estrupadasxxxvideos bafo psi comendo sua filha escondidoVou contar o primeiro chifre com caseiro do sitiohomem brincando de fazer barrulho de moto e enfia o dedo no cu da mulhercontos eroticos fui encoxada na praia de sumca brancaxvideos muitos homens batendo punetagozandoContos eroticos sapatao machaoContos eróticos Perdendo o cabaço na Lua de melcontos eroticos cnn gay incestocontos sofia cobre a sandrine pra mim papaiminha cunha espero meu irmão sai e mim mandou ajudar a ela a apertar o sutiã e eu a cumei sexovideo de sexo com novinha com varios moleque no igarapécorno nao gosegui arancar cabaco da esposa porgue apica e piguena mais amigo coseguiconto erotico gay velho pirocudo maltratou o cu do viado choraoporno de lingua dençendo a guelamulher passar margarina ela pelada e no cu bem gostosoconto erotico rasga minha buceta e esfola meu cucontos eroticos me obrigaram a fazer nojerasxvideo namorada cuida do namorado com o braco enfachadoo playboy e o menino da favela casa dos contosbundas grandes. apavoradas torturataludas d short gostosasconto erotico o velho comeu meu rabaoestuprando lesbica japa e torturando com pedaço de pau no cu apertadocasa dos contos tema scarcontoerotico eu namorada mae e tiocontos eróticos minhas amiguinhas de infanciabrasileropornozoopprno padrasto saradao escuta entiada gemendocontos eroticos dentro casada dando dentro do transporte publicoas novinha virgem as cabacinha as novinhas magrinhas gosto que Comente sobre as novinhas virgensquando ajudei minha mae a manter a forma 2 conto eroticoas coroas gemendo e gozando desvairadamente xvideox vidiu pono negau turado uma loira insima da cama ela gritado eo negau.garadoconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhoassistindo um filme no sofá chupando uma rola grossaconto eróticowwwxxvideo pegou irmao desacordadosarra novinha da b***** bem bonitinha pornôconto porno paixao escandalosahistorias eroticas de virgem sangrando ao ser descabacadameu amante come minha filhaPegadinha rolando xsvidiomae e fiha no swing contomeu cuzinho viu tocha com o dotadovideo baixou a blusa e mamou nos seiosistorias eroticas de insesto filias mas novinas y pai en la rosairma colo conto