Como Chamas 4x09: CARMA É UMA DROGA!!!

Um conto erótico de Danny-13
Categoria: Homossexual
Data: 07/12/2013 00:53:37
Nota 10.00

Como Chamas 4x09: CARMA É UMA DROGA!!!

Tudo bem.

Eu havia perdido o amor da minha vida por um vacilo meu. Ok. Talvez não totalmente, afinal, Felipe não me esqueceria tão facilmente... não esqueceria, certo?

Comecei a correr ainda mais e apertei os grandes fones de ouvido contra minha cabeça. Eu nunca fui um cara chegado a esportes ou exercícios físicos, mas considerando toda a correria dos últimos meses, talvez eu tenha me tornado algo mais que apenas sedentário ou preguiçoso. Estava quase completando a volta no meu bairro e nem mesmo havia suado. Estava dobrando a esquina quando notei uma placa branca coberta por letras vermelhas na porta de um prédio antigo.

ARTES MARCIAIS E DEFESA PESSOAL - AULAS, TRATAR COM LUCAS.

Era o que dizia. Parei para pensar por um segundo. Aprender a aquilo seria a solução para os meus problemas. Se eu soubesse me defender ajudaria muito a evitar esses problemas que tenho com Felipe e meus amigos.

Andei respirando fundo ate aquele prédio. Sim eu estava mesmo fazendo isso.

Andei ate o balcão e uma garota de cabelos curtos ruivos e coberta de tatuagens se virou para mim.

- Oi, eu estaria interessado em aulas de defesa pessoal.

Um garoto forte e de pele morena clara passou por mim, jogou sua bolsa com o logotipo da academia no balcão e piscou para a recepcionista esquisita.

- Cleo, pode pegar minha roupa por favor?

- Claro.

A garota já ia se levantando, me ignorando completamente.

- Ei, eu cheguei aqui primeiro. Falei e a menina se voltou para mim com uma cara de não-me-importo-com-isso.

- E quem é você? Perguntou o cara como se achasse absurdo o fato de eu ter reclamado.

- Quem é você? Eu perguntei de volta sem olhar para ele.

- Bem, eu sou...

- Não se dê ao trabalho, não me importo. Pode me dar a ficha de inscrição e me dizer quando começa a próxima aula?

A garota me entregou a ficha e uma caneta com a maior mal vontade do mundo, quase podia ver claramente a cena dela me matando com a caneta.

Me afastei e o garoto fez o que quer que ele tinha que fazer e subiu para aonde ocorria as aulas. Preenche tudo e entreguei a ela.

- Você pode começar hoje e me trazer o dinheiro na próxima aula.

- Serio? Mas nem estou arrumado e...

- É a primeira aula, é importante.

Acabei concordando e subi. Entrei na sala com a placa dizendo Defesa Pessoal e me sentei no dojô ao lado de uma dúzia de outros garotos que pareciam tão perdidos, mas não tão deslocados como eu. Graças a Deus o garoto folgado não estava na minha classe. Provavelmente era apenas mais um aluno bobo e indisciplinado e folgado e... AI DROGA! MEU PROFESSOR!

O garoto andou pela sala olhando nos olhos de todos e eu tenho que dizer que não o encarei de volta. Meu rosto queimava, eu podia sentir, mas não podia em levantar e correr como eu queria.

Suspirei e tentei não olhar para ele. Aquelas sérias as piores próximas duas horas da minha vida.

###

Horas mais tarde, eu estava sentado na cafeteria perto da escola esperando ansiosamente pelo meu cappuccino Latte. A aula havia sido melhor do que eu pensava.

Aprendi uma chave de braço muito ágil e simples, e também a lição de que não se deve ser grosseiro com pessoas estranhas porque elas podem acabar sendo um professor ou professora no futuro e lançar alfinetadas a aula toda pra você.

- Como conseguiu chegar aqui? Perguntou Brad parado ao meu lado e já segurando um copo de cappuccino.

- Como já conseguiu um?

- Uma garota do segundo ano pegou pra mim.

Me segurei para não revirar os olhos. Havia algo errado ali, tinha que haver. Eu sempre fui legal com todos e popular, e ninguém nunca tinha me trago café.

- Não sei se deveria estar tomando isso, por causa do meu físico, mas é viciante.

- Que isso, você tem um corpo lindo, não é? Perguntou uma garota do primeiro ano se aproximando de mim. Isso era serio?

- Ah, desculpe, está falando comigo? Eu disse e me virei de costas. A menina se encolheu e sumiu assim como apareceu.

- Alguém está de mal humor.

- E alguém está se achando o clare-vidente.

Brad riu e colocou a mão em minha cintura.

- Como se alguém pudesse ter uma carreira com isso.

Notei que ele se aproximou e estava se aproveitando disso. Quase pensei em fingir que caia, mas não podia. Queria Felipe de volta, era ele que eu amava. Afastei a mão de Brad.

- O que foi? Soube que não está mais namorando.

- Quem disse isso?

- Importa?

O sinal tocou e tive que sair da fila para voltar a sala. Aquela noite podia ficar melhor.

###

Estávamos todos saindo da escola, alguns correndo para o carro de seus pais, outros indo com seus paqueras e eu parei perto do portão.

- Ei, vamos? Me virei para frente e avistei Leon em sua moto em encarando com um belo sorriso no rosto. Isso era lindo, mas não era nada bom.

- Foi mal, mas meu pai já está chegando. Tenho uma coisa pra fazer, fica pra próxima.

- Ah, serio? Que pena cara, mas você sabe que temos que conversar ne?

- Sei sim, mas não hoje e nem agora.

- Ok, Hum, boa noite.

- Boa noite. Respondi olhando para a rua.

- Posso te ligar mais tarde?

Ah que droga! Aquele era o tom de "estou me arrastando porque gosto de você e quero que note isso" ? Era sim!

- Eu te disse, vou estar ocupado.

Leon ficou realmente devastado. Aquilo partiu meu coração, mas como achei que partiria. Éramos amigos, eu pensava nele assim agora.

- Mas se eu tiver um tempo livre eu te ligo.

Ele sorriu, pouco, mas sorriu. E finalmente deu partida. Me virei na direção oposta e comecei a correr. Minha casa não ficava nada perto da escola, então aquela seria uma longa caminhada.

Correndo alguns quarteirões, notei que um sujeito de boné e moletom estava realmente me seguindo. Dei uma volta em um quarteirão e ele fez a mesma coisa. Estava atras de mim.

No desespero, corri para um beco próximo o mais rápido que pude. Apanhei um pedaço de madeira que encontrei e me escondi atras da grande lata de lixo. Segundos depois, ouvi os passos dele entrando no beco.

Parte de mim, torcia para ser Nick, assim eu poderia chutar o traseiro dele, mas a outra parte torcia para que não fosse. Afinal, ele poderia me matar.

Quando o homem de boné, passou por mim sem ver, me aproveitei. Pulei e bate na cabeça dele com toda força que pude reunir e joguei a madeira no chão, correndo para longe.

Eu não queria saber quem era, só queria ficar longe. Afinal, já tinha problemas demais para lidar!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
07/12/2013 04:20:13
Trágico
07/12/2013 03:10:38
Ele bateu no Felipe! '-'

Online porn video at mobile phone


mulher pega marido dando pra entiado video caseirogeycontos eroticos com maconheiroNando Mota-Casa Dos Contos Eroticos| zdorovsreda.rumulher de calça legue branca estigando e mostrando tudo Deixei a miha muher dar o cuzinho pra o cara estrahoContos eroticos caguei no pau dando o cuzinhoporno comel a sogra emxeridacontos cdzinhaporno brasil a emtiada amadrasta i o travestisnovinho com jetinho de viado levou pau grosso no cu e adorou contosfotos de bundas bonziadas nuasFotos de surubas com comtosmeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machomulher cachorro cavalo buceta borbulhandovideo dondoca e maridi bisexualvocê vai aguenta minha pica inteira vadiaxvideo comedo baba provisionaleu, minha namorada, minha namorada e meu tiohomem fudendo a egua poneicontos eróticos comi a ciganaWESLLEYWEST-CASA DOS CONTOS ERÓTICOSxxvideospauzaoconto erotico merda e mijoContos eroticos com foto binovinha linda engolindo pora do carteiro pausudoviparado liquito para chupa bucetaai mae maei pornoela pirando navara com gozada dentro empeoi sou casada bati o carro do meu marido pra ele nao sabe levei na oficina mais nao tinha dinheiro contos eroticosdei rivotril pra minha esposa e comi o cu dela contosestupro esposa contos eroticoschantagiei a freira contoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaContos Eroticos Roberta no Cruzeirocontos eiroticos leilapornvirgemcasadoscontosConto erotico um rapaz de 18 ano gay se apachona por um hmem de 26 ano que hetero sodado pornodoidosenhoraxvideo gay andarinhos pastouvelhas dos peitoes muchos e grelo grando transandoMais carentes enrabadas por filhocontos eroticos casal com prostitutaxvideo eu deitado na minha cama la vem uma mulher pelada botando a buceta na miha cara ai eu nao aguenteipornô em famíliaxxvxxvvideos cavala branca consolojaponesa novinha no ginecologista fica excitada no examebritadeira sem limite xvidecasa dos contos eroticos/julianaFefepika23cmcontos porno gay bebi leite na mamadeirapornodoido genicologista safado com a paciente inocente japonesaconto erotico dom plug analcontos e fotos chupando pau do amigo eu fui a femeaabusei de um casal de novinhos ingenuo contos eróticosvídeos vídeos pornográfico pai mostrando a filha para chupar até o talo se engasgando filha virando os olhosrapais xupano a gala do outro rapaisfilme porno minha sogra me enxeu o saco ate eu come elasexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaowwwxvideo pai gosa forte reladofiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contosconto erotico gay com amigo velho coroa grisalho do trabalhoXVídeos a mulher tortura escrava até mexer a b*****socando na enteada gravida de jundiaifui comer e fui comidorelatos eróticos o padre comendo o novinhocontos eroticos craqueiraporno.com corninho faz surpresa pra sua gostosa deixando um jumento encher sua buceta de porrapor favor senhor eu nunca fiz sexo anal pornovideo mulher enocente perdendo p csbaso com 25anosquero ver um cara de pau de 90cm pegando uma novinha e fazendo ela gritar e gemerconto gay virei a puta de varios machos na saunacontos eróticos/afeminado no ônibusbucetinhavirgemmagrinha