Me vinguei da minha esposa e comi dois cuzinhos. O flagrante parte 1

Um conto erótico de Negin
Categoria: Heterossexual
Data: 16/01/2014 12:21:33
Nota 9.17

Ola leitores e leitoras, da casa dos contos, esse será o meu primeiro relato por aqui, a certo tempo leio e me acabo na punheta com as histórias aqui contada, alguma meio forçadas outras muito boa, mas tudo bem o importante é sentir tesão. Desde já quero dizer a você que se trata de um fato fictício vou usar de alguns fatos ocorrido comigo e que fiquei sabendo através de amigos , pra dar uma certa realidade e não viajar muito... Vamos ao conto:

Me vinguei da minha esposa e comi dois cuzinhos. O flagrante parte 1

Ola me chamo Rodrigo, tenho 38 anos, sou negro, 1,85 de altura, corpo definido pela horas de academia, enfim me considero um vovô boy, rsrsrs. Por ser funcionário publico e está e um cargo de alto nível dinheiro nunca foi um problema pra mim, sempre tive o que desejei, e uma das minhas conquista que mais gosto e cuido é uma vasta coleção de armas, tenho curso de tiro, tenho pote de arma e sempre carrego minha 380. Estou em meu segundo casamento, com uma linda mulher de 28 anos, uma dama perante a todos e quase uma putinha na cama, digo quase pq ela não é adepta à pratica do sexo anal, a mesma alega que é muito grande, que eu vou acabar com ela e coisa tals... Vejam só, apenas 0,25 cm de pica na grossura de uma lata de energético de 260 ml e ela ainda reclama!!! Mas por amar de mais essa baxinha de 1,65 de altura, seios médios com biquinho de agulha e bumbum empinadinho, bucetinha pequena depiladinha e cuzinho rosadinho, eu não à submeto a tal castigo, pois não deve ser fácil ter 0,25cm de pica negra, cheio de veias e com a cabeça roxa e em forma de cogumelo entrando no cú, mas enfim ela compensa com a boquinha de veludo e língua áspera e com aquela bucetinha que me encantou por ser tão gulosa...

Mas de alguns meses pra a minha pequena putinha tem se mostrado muito devagar na cama o seu “desempenho” não tem sido o mesmo, sempre reclamando de dores de cabeça dor no corpo, dor aqui, dor ali... Com tantas dores resolvi leva-la ao médico, pois quem ama cuida, depois de vários exames realizados foi constatado que era apenas desgaste físico, por exagero em atividades físicas, achei estranho pois, ela pratica academia mas nada exagerado, mas comprei todas a vitaminas que o médico receitou.

Em conversa com meu grande amigo e companheiro de noitadas regrada à muito álcool e putas, Jerson sobre o que estava passando em casa, ele me disse:

- Meu amigo, não quero que vc fique zangado comigo mas, vc não esta comendo sua mulher sozinho...

- Então vc esta me chamando de corno, seu fdp?

Jerson: - Com todas as letras não, mas tenho minhas suspeitas...

Fiquei muito nervoso com ele, defendi a minha querida e amada esposa com unhas e dentes... Mas a partir daquela conversa fiquei com a testa coçando, com a pulga atrás da orelha... Comecei à observar mais minha esposa, e notei que logo pela manhã ela era a disposição em pessoa, alegre animada mas quando chegava do trabalho ela estava cansada, só queria apenas deitar e dormir... Pensei comigo mesmo, tem alguma coisa errada nessa porra...

Costumava passar o dia fora de casa devido o trabalho, retornando apenas depois das 18 hrs, de vez em quando ia em casa almoçar, sempre eu avisava antes pra minha esposa se organizar... Certa manhã tive que voltar em casa pra buscar uns arquivos que tinha levado pra casa, de um inquérito que estava tomando o meu tempo... Resolvi fazer então uma surpresa para minha esposa, pensei é hoje que como aquela putinha de jeito, já que pela manhã ela está tão radiante, vou castiga lá, dar uma surra de piroca naquela minha vagabinha... Antes não tivesse ido.

Ao chegar em casa, notei algo estranho estava tudo quieto na parte de baixo, pensei comigo ela deve estar dormindo, subi já tirando a roupa pra chegar pelado e de pau armado, deixei o paletó no sofá a gravata, as minhas armas e a camisa nas escadas, meus sapatos e meias no começo do corredor, quando começo tirar minha calça, ouço duas vozes vindo do quarto, uma eu reconheço que era minha mulher a outra de um homem, mas não dava pra entender ao certo o que dizam, então voltei sem fazer barulho peguei minhas armas, uma coloquei na cintura e a outra destravei e engatilhei, subi novamente, devagar sem fazer barulho, pude notar então que as vozes tinha sido substituídos por gemidos e respiração aceleradas, pensei esse filho da puta esta estuprando minha esposa, consegui chegar na perto da porta com todo cuidado, quando estou pronto pra entrar e imobilizar o meliante ouço um estalar de boca tipo quando esta chupando um pau e sai da boca ainda sendo chupado e em seguida uma voz toda meiga e de putinha da minha esposa dizendo:

- AAiiiii Rogeeerr, adoro chupar a sua piroca deixar ela toda babada e seu saco todo melado...

Com aquela voz de putinha manhosa pedia:

- Fode minha boquinha com essa piroca gostosa, vaaiiiii fodiiiii aiinn...

Não podia acreditar no que meus ouvido acabará de ouvir, me encostei na parede abaixei a arma, senti meu coração acelerar, minhas vistas querer escurecer fiquei atônico sem me mover, apenas um pensamento passava pela minha cabeça: Aquela piranha esta me traindo mesmo. Pensamento que foi quebrado ao ouvir o homem dizer:

- Você quer que eu fodo sua boquinha sua cadelinha, pede piroca, pede sua putinha safada... e escuto um estalar de um tapa no rosto...

E ouço novamente a voz safada de minha esposa dizendo

-Issssooooooooo bate na minha cara, meu cachorão, seu filho da putaaaa, batteeee na sua piranha baaaateeee...

Ouço novamente um estalar de um tapa e em seguida a voz do Roger:

- Eu perguntei se você quer que eu fodo sua boquinha, sua piranha burraaaa, não se você quer apanhar...

Naquele momento penso em acabar com aquela farra, penso em entrar quarto acabar com vida daqueles dois filhos da puta desgraçados, iria dar uma complicada na minha vida, mas como sou delegado da polícia federal e começo muita gente poderosa que me devem favor, não seria difícil me safar de qualquer situação... Mas em meio a todos esses pensamentos pude perceber que minha pica estava pra rasgar a calça social... Aliso minha jeba por cima da calça e me questiono: Será que estou gostando de ser corno??? Isso não é possível... Jamais dividiria minha putinha com ninguém... Decido então observar toda aquela safadeza de perto, procurei um lugar que dava pra minha cama e boa parte do quarto sem ser visto, vejo então minha mulher agachada no chão diante de um homem q deveria ter seus 25 anos meio gordinho, branco, com a pica bem menor que a minha. Vejo e ouço aquela piranha dizer:

- Eu quero sua piro.... Antes que pudesse terminar a frase, vejo o rapaz cravar a pica na boca da minha esposa, sem dó e sem piedade e ficar ali parado com a pica toda atolada na sua boca, com o saco encostando em seu queixo, forçando pra ver se entrava até a bolas puxando o cabelo da minha esposa pela nuca... Pude ver os olhos daquela puta se encher de lágrimas, vi um fio de baba escorrendo da sua boca e de repente sem nenhum aviso, um tapa em seu rosto e uma pergunta:

- É assim que você quer sua puta rampera, é assiiiimmmm??? E outro tapa....

Minha esposa tenta responder, mas como dizer algo com um pedaço de carne atolado na boca, apenas tenta balançar a cabeça em sinal de sim. E ele novamente questiona:

-É assim que você gosta cadelinha???

Ouço então um abafado e roco:

- Uhumm

Ele então retira o pau da boca dela, que tosse e procura o ar, pra recuperar o fôlego e diz:

- É assim que eu quero seu puto...

Ele então bate com toda força a piroca e seu resto e enfiou novamente começando um movimento de vai e vem, como se estivesse fodendo uma buceta, com toda violência, onde dava pra escutar aquele barulho de pau entrando na boca toda babada...

E eu pensando ele esta fudendo aquela boquinha tão pequena que eu adorava beijar....

Continua no próximo... Comente e avaliem criticas e sugestão serão bem vindos...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
16/01/2014 21:42:00
bom espero a continuação
16/01/2014 17:54:00
Será que o outro rabo que você comeu foi o do amante? Hehe; Achei estranho dizer que o membro tem "0,25 cm", não seria apenas "25 cm"?. Eu achei meio rápido também (mas entendo que este é apenas o começo, e que as coisas serão mais detalhadas com a parte do sexo em sí). Ahhh e que tal dar uma outra utilidade pra essa arma além de atirar? Hehe
16/01/2014 14:52:12
Se você não se importa, deixo uma sugestão: corta a parte introdutória, especialmente onde você diz que se trata de uma ficção. Apenas conte a história e deixe que o leitor julgue por ele mesmo a verossimilhança dos fatos. Em geral o leitor quer mesmo é ser enganado e embarcar numa fantasia. Até mesmo as histórias mais fantasiosas se esforçam para parecerem reais. Se você diz logo de entrada que seu relato é pura invenção, aí fodeu, meu amigo! Mas fora isso, o conto é legal, bem criativo, muito melhor do que muitos que já li aqui. Vou dar nota 9 e esperar os próximos!
16/01/2014 13:44:39
O conto é bom, mas já estou vendo que você não vai fazer nada, alias vai comer os dois cuzinhos e pelo visto sem deixar ela ficar sabendo.
16/01/2014 13:15:51
vik22muito bom ehehe nem imagina como fiquei aq

Listas em que este conto está presente

Contos Lidos
Lista para manter o registro dos contos lidos por mim.

Online porn video at mobile phone


xvideo cazadas sendo comidas.por roludos cabessudosxvideo pau pesado na sunga marcado direitinhopornota doendo gosa logoconto erótico meu pai abuso de mim quando eu tinha cincoanosPirocudo irracional de prazeramenina do cu arrobado pelo negrao e gritandoveio e foi comer o cu da novinha pede o recado e tirei a virgindade e saiu sangue da buceta e ela pega no meu pau cagou XVídeosvelhas festejando c negros cacetudossexo com maria mulambo fodax videos mulher lammbendo o cusinho do homemcontos eiroticos leilaporncontos de encoxadas em mulheres evangelicas nos transportes publicoswww.xvideo noivinhos fazendo mão amiga juntos gayzoofilia homem pocando cabaco da cadelinha novinhaXvideos as filinhas lerinhacomendo a mamae por engano em contos Contos eroticos 16contos eroticos praia nudismo irma maerancou sangue do cu do novinho conto pornoabaixar filme pornô a mulher deitada no buraco da parede pé na barriga e quatro homens transando com elaContos eroticos .meu filho vive me encoxando sinto seu penisbuceta arreventadarubiaebeto quase mulherbranquinha de cabelo preto baby doll da buceta inchadamae fodermo com o filhocontos eroticos denetas dando o seio eo grelo pro avô mamarconto pornpai comendo filha e a sobrinhamamei contosdei uma rapidinha com meu compadre em casanivinhas bebê tambem da cu vidioconto erotico dentista carinhosabranqinha se esbarra na pica xvContos eroticos esposa amamentando e assistindo filme porno com os sobrinhoscontos porno clareira da cadelaconto a detistas evagelicazais pio putaver vidios porno da xvidio mulher veste marido com langeri e deixa ele para o amante fuderlenbi pinto bebi porraum homem totlmente nufedelhos tesudosporno com uma policial de chortinho no meio dos homen do batalhãomulheres taradas po cachorroesb tarzacontos erotico,meu genro me enrrabou dormindovelha tarada mandando a neta chupa a buceta dela a força e da porradacache:I20bmnqm678J:gtavicity.ru/texto/2016115 contos heroticos meninas bricando em canavial com adutosver vidio defilho meteno .na mae gozano na buceta delasexo com irma inploradodesejo de matar no onibus encoxadorfui estuprada pelo meu genroeu era crente pequei dei minha bucetinhacontos de safadeza um andarilho fudeu minha mulherconto erotico transado com costureira bucetao inchadaraffa_ka maromba safadochego do serviço encontrar cunhado só de camisola e mete o pauconto erotico viado afeminado chora na piroca do negao dominadorxvidio intiada novinha epega enquanto trocava de roupavideo de novinha com muito tezao forsando a amiga a bater ciririca ate vira os olhostirando o cebinho da cetinha com a linguavidei de porno de novinha magrinha tira o cabaço do novinho casaroporbo doido escrava cega afoga na bundacontos erotico coroa comeu ru e minha mulhertirinha enfiar so a cabeça no cuzinho virgemconto anal feia bunda tanajuracontos eroticos de incesto eu minha irmaxvidio disfarssando e mostrando a pererecaencanador negrao come mae e filha enquanto concerta o cano da casaContos erotico iseto tia e subrinhoContos eroticos velhosContos eroticos de viados maduros que foram deflorados na marramAlandro pintudo regasso a novinhavídeo pornô caseiro sabor chupança buchoiniciando um viadinho contogey fazendo fime porno com homem infindo garrafas no gey