UM TRAFICANTE EM MINHA VIDA 12

A situação era a seguinte Aline parada em frente à porta segurando uma torta com o seu irmão Andre que olhava feio para o Nando que com certeza também deveria estar olhando feio pra ele. E eu plantado feito uma estatua não sabia se os mandava entra ou saia e fechava a porta pra saber o que o Andre estava fazendo ali como não sou uma pessoa mal educada coloquei o meu melhor sorriso e mandei que entrassem.

- oi migo o trousse uma torta de frutas pra gente. – Aline entregou a torta ao Andre e me abraçou falou baixinho no meu ouvido. –desculpa migo não tive como impedir que ele viesse.

- tudo bem. – sai de seus braços dei um sorriso. – Aline esse é o Nando meu namorado. Nando essa é Aline minha colega e minha melhor amiga. –Nando lhe deu um abraço e um beijo. – há esse é o Andre irmão da Aline. –ele olhou pro Andre com uma cara fechada.

- blz mano. –os dois se cumprimentaram se fuzilando com os olhos.

Depois daquele momento tenso peguei a torta levei pra geladeira Aline me acompanhou enquanto os dois ficaram na sala coloquei a torta fechei a geladeira ela já vem se desculpando.

- ai migo me desculpa te mandei mensagem dizendo que o Andre estava vindo junto, mais você não me respondeu eu não queria que ele viesse mais ele insistiu eu disse pra ele se tu ficasse bravo era pra ele ir embora.

- tudo bem Aline ele pode ficar imagina que vou mandá-lo embora só fiquei um pouco envergonhado por ter me esquecido de convidá-lo.

- migo você não tinha obrigação de convidá-lo vocês só se viram algumas vezes.

- esta certo agora vamos esquecer isso e aproveitar a noite.

- migo que moreno é esse que você agarrou meu deus que homem mais lindo e gostoso. –Ela fazia gesto se abanando com as mãos. –tem mais de onde venho esse?

- lindo né mais tira o olho que é meu, mais se você quiser tem mais dois na sala solteiro quem sabe não se encanta por um deles.

- vou da uma olha, mais pode ficar sossegado namorado de amigo meu pra mim é mulher kkkkkkk.

- louca vamos beber. – peguei os drinks voltamos pra sala a apresentei para o Jean, Tiago e para tia. O Tiago já se encantou com ela começou a puxar papo sorrindo. Olhei para o Andre que estava conversando com os meus colegas e me olhou e sorriu. Voltei minha atenção para o Nando que estava conversando com o Jean fui chegando perto.

- que tanto segredos que os dois têm em?

- lipinho nada não estávamos falando de negócios.

- tudo bem Jean mais hoje bem que vocês poderiam falar de outras coisas né. –fiz aquela cara de cachorro pidão.

- mor fica tranqüilo agora vem ca vamos La no quarto quero troca um idéia contigo.

Nando me pegou pela mão foi me conduzindo até o quarto quando entramos mal fechei a porta ela já me agarra me tascando um beiju molhado mordendo meus lábios metendo o linguão La dentro me apertando minha bunda, coloco meus braços envolta de eu pescoço e minhas pernas em volta da sua cintura ele vai me levando até a cama me colocando em cima dela vindo por cima ele vai parando com chupões.

- nossa que fogo é esse?

- não gostou? –Ele continuava passando a mão por todo meu corpo.

- tu sabe que adoro o jeito que você me pega ainda mais quando não estou esperando. Mais o que tu queria me falar ou me trousse aqui só pra me bolinar?

- também mais eu não to gostando do modo que aquele alemão ta ti olhando dês que ele chegou não tira os olhas de ti. –Nando falava rosando sua barba rala no meu rosto cheirando meu pescoço.

- Nando deve ser impressão sua. –ai meus Deus ele percebeu que o Andre ta me olhando.

-espero que seja ele que não se faça de engraçadinho pro teu lado que vou meter uma bala na cara dele, só o que me falta agora um playboyzinho vir querer colocar a mão no que é meu.

- Nando pelo amor de Deus não briga com ninguém são meus amigos eles sabem de mim, e também que tu é meu namorado ninguém esta dando em cima de mim, por favor.

- acho bom mesmo. Agora vamos parar com esse papo que já não estou gostando vem ca. –Nando atacou minha boca com seus beijus bruto me apertando literalmente me fazendo de gato e sapato, era impossível resistir a sua pegada.

Depois que ele me bolinou voltamos pra sala o clima estava bem agradável todos estavam interagindo, fui até onde o grupo estava reunido fiquei jogando papo fora, Nando ficou num canto com o Jean só me observando o Andre não parava de me cuidar até que fui troca o som quando ele se aproximou.

- oi parabéns pelo AP.

- há valeu e me desculpa por ter me esquecido de convidá-lo.

- tudo bem eu alto me convidei. Então ele é o teu namorado.

- sim.

- há quanto tempo vocês estão juntos?

- vai fazer dois anos.

- você o ama?

- sim muito. –olhei para o Nando que estava de costa conversando com o Jean. –olha fica selecionando algumas musicas aqui que vou até a cozinha ver como estão as coisas.

- pode deixar.

Sai com o coração na mão graças a Deus que o Nando não viu mais que cara de pau pergunta se amo o Nando? Mas claro que o amo de todo meu coração ele não tinha o direito de fazer tal pergunta importuna. Fui pra cozinha a tia estava preparando os pratos peguei um copo servi de água tomei tudo minha boca estava seca logo o Jean entra me da uma olhada pega uma cerveja na geladeira vem até a pia.

- que tanto aquele cara ti olha em? –Jean me olhou serio como se ele fosse meu namorado, há meu Deus só que falta até ele percebeu.

- de quem você esta falando? –tentei fazer o desentendido.

- não se faça de desentendido tu sabe do que estou falando. Aquele alemão metido a mauricinho.

- quem ouve você falando assim vão pensar que você é meu namorado. Ou esta afim de mim e ta com ciúme.

- que isso mano não to com ciúme é que sou teu amigo me preocupo contigo e eu vi que esse cara não para de ti olhar. –ele falou todo nervoso.

- Jean pelo amor de Deus não fala para o Nando.

- eu não vou falar, mais uma hora ele vai percebe e daí tu sabe. Quem é esse cara teu colega?

- não ele é irmão da Aline.

- na real mano ele ta afim de ti.

- não fala bobagem Jean ninguém ta afim de mim. – ai meu Deus mais um pra me incomodar.

- ele ta afim de ti e tu já sabe não se fala de louco pro meu lado que já saquei tudo.

- tudo o que?

- mano to só ti dando um aviso diz pra esse playboyzinho sair fora se não as coisas vão ficar ruins pro lado dele. – Jean pegou a cerveja e voltou pra sala. Pronto só o que me faltava já não basta o Nando agora tenho que lidar com as desconfianças do Jean.

Respirei fundo voltei pra sala todos estava conversando Nando e o Jean do outro que me lançou um olha mortal pra cima de mim. Tratei de sair das vistas do Andre voltei pra cozinha pra ajudar a tia com o resto das coisas colocamos a mesa deixamos tudo arrumado chamamos todos para que se servissem cada um pegou seu prato e fomos nos ajeitando no sofá na mesa só tinha lugar pra seis pessoas e estávamos entre onze pessoas. Graças a Deus que ocorreu tudo bem fiquei o mais longe possível do Andre, logo servi a torta que eu o diga estava divina ficamos todos satisfeito. Logo o pessoal foi indo embora ficando só Aline e o Andre por ultimo.

- migo estava tudo divino dona Fátima cozinha muito bem da meus parabéns pra ela e meus parabéns pelo apartamento realmente é muito lindo.

- muito obrigado Aline nos vemos na segunda.

- sim migo. – nos abraçamos ela era realmente uma verdadeira amiga. – olha Nando cuida bem do meu amigo, pois você tem um tesouro em suas mãos. – o cumprimentou e saiu.

Quando o Andre vem pra se despedir Senti o Nando me abraçando por trás envolvendo seus braços em volta da minha cintura.

- então muito obrigado pela noite realmente estava muito bom. –Andre falou estendendo a mão me olhando.

- muito obrigado por ter vindo. – ele cumprimentou o Nando o que fez o mesmo sem nem um entusiasmo.

Fechei a porta voltamos pra sala o Jean já trousse mais cerveja colocaram um pagode daí começou a festa Nando tentou me ensinar a dançar mais eu era uma negação ele me disse que me daria aulas todo o dia daí pegava o jeito. Ficamos naquela roda de pagode até a madrugada quando a tia e o Tiago e o Jean fora embora eu estava esgotado tirei a roupa e cai podre na cama logo senti o Nando me abraçando por trás ficando de conchinha apaguei.

Quando acordei Nando ainda estava dormindo olhei no relógio já era uma hora da tarde estava com uma dor de cabeça do cão me levantei fui direto pro banho pra vê se curava um pouco aquela ressaca fiquei acho que uns trinta minutos, sai me sequei me enrolei na toalha e fui à cozinha tomar água meu Deus um furacão avia passado e destruído com a cozinha e a sala, tomei água e voltei pro quarto para acorda o belo adormecido. Nando estava dormindo de bruço com aquelas costas maravilhosa e a bunda saltada dentro daquela cueca, àquelas coxas grossas fui me aproximando deslizando a mão por sua panturrilha, coxas, bunda passando por suas costas me abaixou e dou um beiju em seu ombro.

- acorda belo adormecido. –ele não se mexeu continuava alisando ele. –Nando acorda já esta tarde. –comecei sacudir ele que se mexeu virando-se com aquela carinha toda amassada esfregou os olhos se espreguiçou.

-que hora é. – Nando falou me olhando com aqueles olhos negros como a escuridão.

- já são uma e meia estou com fome à cozinha e a sal estão uma zona e não estou em condições para arruma a casa.

- pode deixar vou ligar pro Jean trazer a Julia que faz a faxina La em casa pra ela vir aqui também.

Nando ligou pro Jean enquanto isso fui colocar uma roupa, só ouvi dizendo que agente iria no shopping que ele deixaria a chave com o porteiro coloquei uma cueca e um calção Nando desligou o celular fui até a cama subi em seu colo ele estava com seu pau meia bomba fiquei me esfregando com a bunda Nando colocou as mãos em minha cintura fui ao encontro de sua boca e lhe dei um beiju. Uma das coisas que mais gostava fora o sexo que era maravilhoso era o beijo do Nando ele tinha um modo de me beija que me deixava excitado na hora, era muito louco ele já foi pegando na minha bunda apertando ela não deu outra transamos. Depois que ele me lambuzou todo com seu esperma fomos juntos para o banho claro que o segundo tempo rolou só que eu chupei ele ate gozar de novo, não foi àquela fartura como na primeira mais mesmo assim era bastante leitinho que saia daquela rola maravilhosa.

Depois que tomamos nosso banho nos arrumamos e saímos pra almoçar. Chegamos ao shopping isso já era umas duas e pouca fomos à praça de alimentação que praticamente estava lotada aquela gritaria uns querendo falar mais alto que os outros o povo sem educação pra falar em publico. Fizemos nossos pedidos e fomos procurar uma mesa pra sentar graças a Deus que conseguimos uma, ficamos ali conversando, logo ficou pronto Nando foi buscar e eu fiquei ali guardando o lugar vai que um engraçadinho queira roubar, mais a julgar pelo tamanho do Nando ninguém se atreveria a tal ato.

Nando voltou com nosso almoço estávamos tranqüilos comendo quando vejo a Aline vindo em nossa direção até ai tudo bem, só que ela estava acompanhada pelo Andre que quando me viu abriu um sorriso de orelha a orelha bom se ontem já tinha ficado aquele clima tenso imagina agora olhei pro Nando.

- Nando me promete que tu não vai fazer Nada.

- o que foi Felipe. – Nando me lançou um olhar serio que cheguei estremecer na base.

- Aline esta vindo até nossa mesa e o Andre esta junto.

- só que me faltava agora tenho que aturar esse mane aqui também. –Nando olhou na direção deles com certeza se ele pudesse sacaria a arma e tirar na hora em Andre.

- Nando pelo amor de Deus se acalma.

- oi migo que coincidência nos encontrarmos aqui. –Ela vem me dando dois beijus.

- coincidência mesmo. Ela foi beijou o Nando.

- eai Felipe.

- tudo bem Andre. – ele olhou pra Nando o cumprimentou serio Nando não deixou por menos.

- migo podemos senta com vocês esta tudo lotado. –Nando olhou pra mim com uma cara que já dizia tudo, mais eu não poderia dizer que não.

- claro amiga senta ai. –ele me olhou desaprovando o que avia feito mais não poderia ser mal educado.

Como estava sentado de frente para o Nando peguei meu prato e me sentei ao seu lado. Aline ficou de frente pra mim e o Andre de frente para o Nando que estava com um beiço do tamanho de uma havaiana heheeheheh.

Aline e o Andre foram fazer seus pedidos olhei para o Nando que estava com uma cara de que comida não estava boa o a companhia.

- o que foi Nando.

- pó Felipe tu ainda me pergunta mano. Viemos almoçar pra ficar numa boa só eu e tu daí vem tua colega e aquele playboyzinho metido.

- Nando você queria que fizesse o que pedisse que eles fossem procurar outra mesa? Desculpe-me eu não consigo ser mal educado com as pessoas.

- eu gostei dela, parece ser uma menina legal, mais o irmão dela que não me desce de jeito nem num. E já vou ti avisando eu não quero tu de conversinha com esse Mané.

- Nando para pelo amor de Deus as pessoas já estão olhando pra gente.

- que se fodam não devo nada a ninguém. –ele ficou encarando as pessoas ai que vergonha.

Nisso eles voltaram almoçamos meio calado a Aline conversava pra descontrair mais o climas já estava pesado eu tentava comer mais a comida já não descia parecia que tinha um no em minha garganta. Deixei a metade no prato.

- migo que tal a gente pegar um cinema esta passando um filme ótimo de comedia o que vocês acham? –olhei para o Nando que me olhou esperando que eu desse a resposta.

- nos vamos te agradecer é que combinamos de passar à tarde com tia do Nando. Mentira. Mas que sabe numa próxima combinamos.

- tudo bem então e também vocês devem estar cansado de ontem.

- sim então nos vemos segunda na aula. – me levantei Nando fez o mesmo me despedi deles com um aceno e saímos fomos caminha vendo algumas lojas. Chegamos ao estacionamento entramos Nando ligou o carro.

- achei que tu ia aceita o convite?

- não estou com clima pra cinema e também quero ficar sozinho com você esta tarde.

- mais a faxineira vai estar La.

- e daí quero ficar com você no nosso quarto.

- safadinho. – ele sorriu, sorri de volta.

Quando chegamos em casa a Julia estava na cozinha ela já avia arrumado toda a sala a cumprimentamos e seguimos para o quarto. Ainda estava cansado então nos deitamos e logo pegamos no sono. Acordei já era uma sete da noite Nando não estava no quarto me levante segui pra sala ele estava ao celular xingando não sei quem segui pra cozinha tomei água ele chegou.

- bando de filhos da puta não sabem fazer nada sozinho. –ele falava todo bravo que coisa mais gostosa aquele moreno só de cueca Box com aquele mastro pro lado e aquelas coxas maravilhosas.

- o que foi agora Nando? –Falei dando um bocejo de sono.

- tenho que dar uma volta resolver uma parada.

- La na vila?

- sim uns caras estão devendo e tão se fazendo pra pagar, mais vou meter balas neles daí quero ver. –aquele moreno foi tomando aquele copo de água que via sua garganta se mover aqueles peitos grande peludo com ombros largos braços grande com aquele caminho que chegava à felicidade que excitação.

- tu vai voltar. –Nando se chegando me pegando pela cintura tascando um beiju maravilhoso mordendo meus lábios me apertando colando meu corpo no dele, foi parando com chupões.

- claro que vou volta vai ser rapidão daí já trago uma pizza pra gente me espera ok?

- ta eu vou esperar.

Fomos pro quarto Nando colocou ma bermuda tênis e uma regata me deu mais um beiju e se foi. Fui pra sala dar uma olha na TV pra ver se estava passando alguma coisa que me chamasse atenção, mais não avia nada entoa voltei para o quarto, Como não tinha nada pra fazer voltei a dormi. Quando acordei o Nando já estava de volta e trousse duas maravilhosa pizza por que uma ele come sozinho eu estava com tanta fome que comi uns seis pedaços com três copos grandes de refrigerante.

Depois de estar com a barriga cheia voltei para escovei meus dentes e voltamos a dormi o restante do final de semana Nando passou comigo no domingo a noite que ele foi embora me dizendo que na quarta feira estaria de volta, aviamos combinado assim que quarta e o final de semana ele ficaria comigo exceto quando o Davi ficaria com ele que eram dois sábados do mês.

As semanas seguiram tranqüilas as aulas estavam cada vez melhor com mais trabalho pra fazer e muitos livros pra ler. O Tiago sempre passava La em casa pra gente jogar conversa fora adorava a companhia dele. A Aline sempre me falando que o Andre sempre perguntava de mim, como estou eu fazia questão de dizer pra ela que eu não estava interessado no que ele pensava de mim e tal. Era uma sexta feira dia do Nando vir pra casa só que ele estava demorando de mais peguei meu celular e liguei pra ele que logo atendeu.

- oi amor.

-Nando onde você estava estou aqui aflito.

- to bem é que o Jean foi baleado tive que levar ele pra clinica agora ele ta aqui em casa de repouso.

- ai meu Deus mais ele esta bem?

- ta fica tranqüilo vou ficar aqui com ele caso ele precise de alguma coisa.

- Nando eu posso ir pra?

- não precisa esta tudo bem agora.

-não Nando eu não vou dormi direito depois de saber disso.

-tudo bem vou pedir pro Tiago ir te buscar ok.

- tudo bem vou estar esperando beijus.

Arrumei uma mochilas com algumas roupas e desci fiquei esperando ele na portaria que não demorou muito chegou entrei e já fui perguntado se ele sabia do Jean. O Tiago me disse que uns pessoas rivais arrumaram briga com o Jean mais uns daí rolou aquele tiroteio daí o Jean foi atingido com um tiro na barriga. Tiago me deixou em frente da casa o agradeci tinha dois capangas do Nando fazendo guarda os cumprimentei e entrei Nando estava na sala vendo TV cheguei já sentando em seu colo e tascando um beiju naquele moreno que tanto me fascina ele já ficou animadinho mais tratei logo de sair de cima.

- onde esta o Jean?

- esta no quarto dormindo. –Nando se levantou colocando aquelas enormes mão na minha cintura sacrificando minha boca colocando sua língua La na garganta me deixando sem ar.

- amanha então vou velo. –peguei o Nando pelo braço e fomos para o seu quarto trancamos a porta e já fomos tirando a roupa estava com muito tesão, já fui caindo de boca naquele pau grosso, cabeçudo, veiudo mamei bem gostoso quase fazendo gozar. Nando me jogou na cama abrindo bem minhas pernas danando aquela chupada no meu cu que tanto gostos que me deixa a ver estrelas, depois meteu aquela pau dentro com umas estocada só que chegou sair lagrimas de meus olhos abafei o grito no travesseiro. Nando metia com estocadas profundas que me deixava quase sem sentindo, mais o tesão estava nisso sua brutalidade em me comer ele era um animal selvagem. Depois que ele se satisfez encheu meu cu de espermas. Fomos dormi assim mesmo. No outro dia acordei Nando já não estava de certo saiu pra resolver suas paradas. Levantei-me tomei um banho, depois desci pra tomar café liguei a TV coloquei num canal de musica aproveitei a fiz o café para o Jean de certo ele estava com fome, fiz uma bandeja e fui até o quarto abri a porta ele estava acordado vendo TV.

- bom dia.

- lipinho o que faz aqui mano. –Jean disse se sentando na cama ele estava com uma faixa enrolada na cintura.

- vim ver como você estava, olha trousse seu café.

- pó valeu mano. –coloquei a bandeja no seu colo ele começou a tomar fiquei ali conversando com ele aproveitei e abri a janela pra da uma renovada no ar.

- então me conta como que aconteceu isso?

- há mano foi uma briga que acabou em tiro daí deu nisso.

- você me deu um susto.

- tu ficou preocupado comigo.

- sim cara gosto muito de você.

- gosta? -ele fez uma carinha muito linda.

- você é meu amigo. – me levantei tirei a bandeja coloquei na mesinha cheguei perto do Jean arrumei o travesseiro dele quando sinto sua mão na minha nuca e sua boca colar na minha me beijando na hora minha não tive reação apenas tentei sai, mais ele segurava minha cabeça com as duas mãos à única alternativa que tive foi aperta seu ferimento, foi quando ele e um grito me soltou, me afastei dele colocando a mão na boca, Quando eu ia falar a porta se abre muito forte era o Nando.

- o que esta acontecendo aqui? –Nando ficou me olhando esperando uma resposta minha, mais estava em choque pelo beijo que Jean avia me dado.

Continua

galera queri pedir mil desculpa mais precisava de ferias entao aproveitei o feriado e fui relaxa. dai na volta com essa mudança de tempo peguei um gripão daqueles cai de cama eu nao abandonei vcs podem ficar tranquilo vou termina a historia abraço a todos.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive lipesonhador a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
18/05/2015 14:02:26
Cara parabéns pelo CONTO é magnífico. Muito lindo só espero pelos capítulos finais. Ele não vai até o 16 capítulo pois não??? Quando vc irá colocar os restantes finais eu acho que vc dever está com algum problema não sei.
29/05/2014 02:55:49
Cade vc!!!!!
rah
20/05/2014 00:10:17
oh Lipe!!! volta please:(, eu vou falar a verdade, eu entro aqui no site todos os dias, para ler só o seu conto e fico na espectativa de que vc posto, e quando vejo... nao tem nada. #Pelamordedeus voltaaa!!!
19/05/2014 11:01:03
Estou triste em saber que você nos esqueceu, abondou o conto mesmo? Não significamos nada pra ti ? :( ok, chega de drama! Enfim, volta Lipe pra nois (oia o português) saudades!
18/05/2014 04:13:26
Pelo amor d Deus cara... Vi alguns comentários aqui falando q o Nando morreria, não faça isso! É tudo q te peço... Não tenho psicológico para tanto, quando leio um livro ou contos e assisto séries ou filmes, me entrego. Ultimamente não estou tendo sorte com contos aqui... Ou o casal muda no meio por traição d uma das pares ou coisa do tipo e aparece alguém ninguém sabe d onde para ficar com o protagonista #odeioisso... Ou um dos dois morre no final, etc. E principalmente, ou o escritor abandona o conto. Pelo amor d Deus, não mate o Nando, dê um final lindo a este conto. Estou implorando! Já me apeguei a este conto d uma forma q se uma coisa dessas acontecer me arrependerei amargamente por ter lido e me apegado tanto. Sério por favor!
15/05/2014 20:56:04
Cade vc ?
14/05/2014 13:26:31
Lipe você precisa apanhar! Que demora é essa ?! Estou apreensivo. Quero ver qual vai ser sua desculpa dessa vez ! ¬¬
rah
13/05/2014 09:40:10
lipe!!! cade vc???
12/05/2014 22:30:34
Pessoal, to postando a minha historia, se puderem da uma lida: //kn.remontotdelka62.ru/it/texto/#.U3F0_XZLozh
02/05/2014 02:41:59
Acho que agora o Jean vai ficar mais um tempo no hospital '-'
01/05/2014 16:42:40
N acho que o Nando Vá Matar o Jean. Cara quer nos matar do coração? Some mais nao
30/04/2014 20:19:52
OLA SEU LINDO!!QUE BOM QUE VOLTOU ESTAVA COM SAUDADES. AGORA FERROU TUDO O NANDO VAI MATAR O JEAN.
28/04/2014 14:56:54
Ótimo.
27/04/2014 21:58:47
Fico com medo do Nando te agredir por causa do André. Acho que agora o Jean vai ficar mais um tempo no hospital '-'
27/04/2014 12:02:43
Esse conto e muito do caralho...Muito bom mesmo!
L.P
27/04/2014 10:30:27
uhuuuuuu,continuaaaa
27/04/2014 00:52:23
:o o que sua mãe passou em vc quero saber ???????? kkkkk amando e não demora querendo saber a continuação
26/04/2014 14:05:08
Nossa li todos os capitulos agora, muito boa a sua historia. E agora qual resposrs vao dar.
26/04/2014 13:26:45
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaabaloou !
26/04/2014 12:12:21
Puta que pariu, Mamãe passou açucar em voce foi?! saushaushuahs

Online porn video at mobile phone


conto erótico levando injeçãocontos de sexo as novinhas e os padrinhos picudos com jumentosporno de patroa fazedera obrigado o piao a chupalaMulher adulta. Criando pentelho. Na bucetaeu qeuro vidio di sexoe'ncoxada no metrosexo anal hAaaaavideo do videntehttps://www.mundobicha.com/videos-porno/brasileiros/Xsvideos patroa levando surra de cinta nuafudeno rola na irma, bubuda escodido da mas lavano roupapornodoido filhinha escultural cabelos curtinho metendoFoto picudo estotando a bucetinha da casadapunhetamdo no cinema boafodaintiaada chupando pau do ppadrasto desmaido de sononegao fudendo engenheiro na obraquero abri uma janela parA o porno baiano com bucetasler contos eroticos de padres reaisbelo sexo dormindo de conchinha com a tia so de calsinhawww.xvideos meninas com fartura de carne da buceta e rabo gostosocontos erotico transformei meu marido em mulherzinhaminha esposa pediu dupla penetraçaocontos eroticosvideos d movimhaz fudendo com negao dotadopausudis a tocar a punheta a conduzirXVídeo mulher desagrada para gozar e g****** toda horaxvideo novinha reclama quando sente pica entra travada ela grita pra tira ta tuendonovinhas gostosas brincando desafio tomar banho de camisola ou pijamapica hxh belem paraComtos eroticos de mulheres q bateram punheta pra cachorropornor doido homem batendo poleta no banheirocontos erotico com meu pai dotadoassistir filmes pornô super excitastes contoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeconto erotico com cunhada muito catolica santinhacontos verdadeiros:sou uma advogada madura e fui errabada pelo meu caseirovidio porno de padrasto fica com a intiada ruivinhanovinha dando.uma segirada na piroca do primo no quartoMoto táxi pega passageira gostosa de shortinho curtominha mae so' andava de roupao contos eroticoshttp://entiada dormido encasa padrasto aproveita asistir video porno angolano de tia e sobrinho.quem e voce pra deıtar na mınha camacontos eroticos de padastrobaixar pornô casais maduro pede rola de travesti negro novinho gozando sem camisinha de latinha do Rolaconi o cuzinho da minha filha magrela contosxvideos muleque trança com mulecaempreggadas tesudas escitando patrao no youtubetirano cabaço da menina no mato gritano de dordei o meu curzinho com lubrificantes ao meu cunhado contos gayconto erotico meu irmão e meu tio me arrombaramx videos minha esposa maluquinha com um pauzudo na ninha frentecontos eróticos minha mãe greludaa mao que balança a bengaAliviando os funcionarios contos eróticosConto erotico polpinhas bundafui comido e virei mulherfime de porno mae e filhatrazano no banherocontos eroticos dividaoq e o liquido branco melecado q saio do xibiopai rexha minha calcinha xvideosconto erótico dei a bct ao mordomonegao rasgou cu amazinha gritou pornome mande vídeo pornô da mulher transando com cachorro bem dotado engatado comendo a bundinha dela e ela suspeitos foramdespidida de solteiro e muito sexoconto erotico gay macho dominador gosta de maltratar viadoeu e meu irmao fomos brincar de medico pornodoidonetinho gay no colo do vovochantageei e comi minha avo contovidios porno mae dilinhoacompanhante trasando com intiado no hotelcontos eroticos de moreno perigosoxvideo porno morena nao aqueta rola do negao faz escadaloGay afeminado virou mulher na mao do coroa negro contos eroticos os melhoresvi minha namorada branquinha virgem sendo fodida por um velho pauzudo/contos eróticosfilmes porno gratis de incestos de coroas iperdotados comendo filhas e netasencostei meu pau na bunda da minha irma ela ficou brava xvideocontos eroticos sobrinha novinha peidando de tensao