A Freira e o Soldado Doentinho (Conto Eclesiástico com Vídeo)

Um conto erótico de Carla Zéfira (Secret Island)
Categoria: Heterossexual
Data: 15/06/2016 00:41:28
Nota 9.75

Era o ano de 1944, e o nosso país estava em guerra. Na época eu era freira em um convento próximo a uma cidadezinha no interior da Itália. Só tínhamos contato com outras pessoas quando algumas de nós íamos ao mercado da cidade para as compras do mês, mas mesmo assim evitávamos o contato físico ou mesmo verbal com os habitantes do lugar.

.

Numa gelada tarde de inverno, voltávamos da cidade, quando nossa carroça esbarrou num monte de neve no meio da estrada. Vimos com tristeza que eram os corpos de vários soldados aliados que haviam sido emboscados e tinham sido mortos a tiros. A cena era dantesca. Subitamente ouvimos um gemido e depois alguém tossir. O barulho vinha de uma vala próxima.

.

Nos aproximamos e vimos um soldado bem novo em estado lastimável. Não tinha ferimentos visíveis mas estava transtornado possivelmente pela explosão de alguma granada durante a luta. Apesar das regras rígidas da nossa ordem que não permitia contato com homens, seja por que motivo fosse, minhas colegas e eu nos apiedamos do rapaz e o transportamos para a nossa carroça, levando-o em segredo para o convento, onde conseguimos escondê-lo em uma ala pouco habitada do prédio. Nos revezávamos levando comida e água, e eu fiquei designada em visitá-lo diariamente nos finais de tarde para verificar se estava com febre e monitorar seu estado geral.

.

As semanas passavam e o rapaz foi melhorando lentamente, mas a febre as vezes o acometia de novo e eu gentilmente passava um lenço molhado em sua testa. Foi numa dessas vezes que no seu coma o soldado afastou as cobertas e desnudou seu ventre e seu pênis. Me escandalizei com a visão e já ia sair correndo quando vi uma luz e ouvi uma voz dizendo-me que eu deveria cuidar do rapaz e se necessário fosse, confortá-lo até mesmo com meu corpo, caso contrário ele morreria...

.

A responsabilidade que me foi jogada sobre os ombros foi enorme, mas se esta era minha sina, então eu deveria cumpri-la sem questionar, e assim o fiz. Afastei novamente o lençol e vi seu falo agora rijo e crescido. Toquei-o e senti seu calor. Minha racha umedeceu-se de imediato... Logo ela que há anos vivia seca como uma árvore sem folhas no inverno. Era o renascer de uma vida dentro de mim. A cabeça do membro do rapaz parecia chamar minha boca, e eu fui me aproximando, primeiro com receio e depois cheia de vontade. Acabei por abocanhar de mansinho aquele instrumento lindo e passei a saboreá-lo, acabando por engolir metade do seu comprimento e a lambê-lo com gosto. O rapaz meio que acordou e me viu sugando seu membro. Gemeu algumas palavras e desmaiou novamente.

.

Minha xoxota agora coçava intermitentemente, clamando por ser perfurada por aquele pedaço de carne em brasa. Levantei minhas vestes e de repente senti as mãos do soldado me puxando para cima de sua boca. O rapaz então

chupou-me as partes baixas, com uma doçura nunca antes experimentada por mim. Creio que gozei em sua boca enquanto o punhetava lentamente.

.

Ouvi seu murmúrio pedindo que o montasse. Sentei-me sobre ele com minha boceta e o cavalguei por um bom tempo, até que ele elevou meu corpo com seus braços fortes e me deixou aterrisar novamente sobre ele mas dessa vez com a cabeça do seu mastro penetrando-me analmente inaugurando-me na arte da sodomia eclesiástica. Doeu a princípio mas

logo meu furo traseiro se acostumou e comecei a cavalgar seu membro sentindo-o penetrar cada vez mais fundo no meu âmago.

.

A um dado momento o soldado se mostrou bem desperto e me ordenou que ficasse de quatro, pois me levaria ao sacrifício máximo com sua vara enterrada na posição de galo, de cima para baixo. Tremi como vara verde ante a visão de ser literalmente enrabada como uma cadela no cio, mas lembrei-me da voz e acedi ao seu desejo, humildemente me colocando de quatro e abaixando bem a cabeça para que minhas nádegas se elevassem para a estocada derradeira..

.

Senti a lança mergulhar firme no meu rabo. Eu estava sendo empalada como um frade por mouros na idade média, mas estranhamente, não estava sofrendo de dor, e sim somente da mais pura vergonha de estar sendo sodomizada e cometendo sacrilégio do mais alto grau. O soldado, agora completamente desperto, gania de prazer e dava para sentir nitidamente quando seu pau inflou e em pulsações rápidas, expulsou de seu saco escrotal a seiva da vida dentro das minhas carnes anais. Seu membro agora flácido abandonou minha caverna e o rapaz me fitou estarrecido com o que tinha cometido. Sugeri que mantivesse silencio sobre o acontecido e me despedi dele prometendo voltar no dia seguinte

para continuar cuidando dele.

.

Um beijo da outrora pura

Carla Zéfira (Secret Island)

E-mail: [email protected]

.

PS: Quem quiser o video deste conto, deixe o email nos comentários aí abaixo, junto com a nota que deu, ou me envie um email pedindo este conto com o vídeo (mas não pode esquecer de mencionar o nome deste conto, pois temos váiros postados), para: [email protected]

.

.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
07/05/2019 02:42:05
manda nude
16/09/2018 01:52:10
25/04/2017 02:15:22
Já mandei o vídeo deste conto para os dois aí abaixo.
23/04/2017 17:35:16
16/06/2016 17:24:19
Delícia de conto.Aguardo o vídeo em
16/06/2016 09:42:09
Olá Coroa chupador. Cheque seu email pra ver se já não chegou ontem este conto com video. Você está na nossa lista fixa.. Abraço do MOD
16/06/2016 08:17:01
Otimo conto. Comer uma bunda eclesiástica com certeza e uma delicia...
15/06/2016 18:45:59
Já mandei este video para os dois aí abaixo. Em especial para o gabriel floripa estamos utilizando o email que voce nos informou anteriormente (e do qual voce também nunca nos responde);
15/06/2016 08:06:21
muito bom, mas já dei meu e-mail e vcs nunca manda vídeo haha
15/06/2016 05:57:42
Muito bom nota 10.

Online porn video at mobile phone


bumbum de menina contos eroticosconto erotico escrava canil nuacomo chupar a buceta de uma testemunha de JeováConto na fazenda maninha viu meu pau molehomen perdi arego ao faz sexo mulher loira tesudabrutamontes caio parte 15 pornoeu qeuro vidio di sexoBusca por contos de marido traindose esfragando na rabuda até comer elameninas virgem novinha lavar roupa no riacho pai pau espiandocontos com fotos de donas de casa normais sendo fudidas por varios homens e muleques pintudoscache:gSqqIFTr6BkJ:zdorovsreda.ru/texto/2014111101 comi o cu da gringa contosconto porno minha mulher foi ao cabeleireiro depilar a buceta e o cuchorou na dupla penetracao com amantes mega cacetudosEu te amarrei novinha vagibaXvidio conhada loca po pauWww.vedio.porno.casais revisão de Santa CatarinamINao aguntei ver s biceta da minha irman debaixo da saiabotando a garganta da gostosa pra estufarsou safadinha adoro analcom p maninho casa dos contosxvidio fera danorabofilho sentando bambu pornonovinha virgem tora a roupasmostrando s calcinhaconto erotico briococonto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhopornodoidozoofiliacavalotenho 12 aninhos e adoro sentar no colo do meu padrasto so pra senti pau dele duro ate ja fiz ele gosar me rosando kk contos eroticosflagrei a empregada se masturbandox videosconto padrasto da pica enormevideo caseiro crossdresser atende entregador de calcinhacontos eroticos vestido seda coxada buschupando a rola do primo devagarindotirei+nota+baixa+no+colegio+e+me+padrasto+me+comeu+conto+eroticoquero ver uma mulher metendo com o dedo e g****** e jogando para fora bastante pinicandoconto erotico funk peladatres homens fudendo uma contos eroticos baixinha gostosa no motel ela grita muito e rebolava ao mesmo tempo nas nossas rolascontos eroticos sogro com genrovideo novinha peitinho muito durinho penugem na xanamassagem na prima mais velha conto fotonovinha deitada no sofa devestido curtinho negao pega a fosa pornoPriscila soca vibrado na bucetaporno mae sete o pau no abracovideo pornodoido casal transa dentro de uma poça de lamanão coube tanta porra dentro da buceta da gostosaContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas que chegaram do trabalhoLove Boy-CASA DOS CONTOS EROTICOS |zdorovsreda.rucasadoscontos espiando a.siriricawww.xvideos emprevisto pra fodermeninde shortexnxxlevantou a saia deixou enfiar o pau e batendo punheta pata o marido videoentiada fogos com padrasto. comcontos eroticos dois machos chupando minhas tetas como bebes golusosxvideos mulhe está tomando um banhozinho e aí aparece um homem eai eles se comecontos eiroticos leilapornbaixar xvideos da mãe enfiando os braços dentro do cu e dentro da boceta e a filha também arrombando seus dóis buracos intensamente o filho chegou e comeu todas as duas enchendo seus dóis buracosbusetão pardo bem abertoXsvideos artista pintando macho numorena acavalada.fudeno com bemdotoquero ver zoofilia cachorro comendo a coroa cabeluda bem gostoso organiza que tesãoConto erótico interacial largando o esposo para viver com amante negromamae nao suporta rola do amante na bucetagordinha griluda seno curiada pelo cuiadovideos de tfio lesbico forcarao as meninas novas a chuparem seus cusContos pornos-fudi a mendigataludas d short gostosasporno levantado a saiao pauzao preto fortecu gay rasgando por pau cabessudo e cheio de porrxividio ela tem medo de da o cuwww sexo adulto 18 anos tutorial de como trazar com cachorros roludos pau gigante. zoofilia.porno doido . com brmulher convence seu marido a fazer swingerconsertando o chuveiro da minha vizinha contoscontos eroticos o nascimento dos peitinho da maninhacoroas. de shortinho mostrando os. beicinhos. da chanaconto porno queimando a roscagozando na entrada da bucetinha minúsculas de frango assado bem devagarconto erótico titia celulitesexo de encoxando na mae de vagarinhaContos eróticos emfiaram o braço na minha bucetona