Pescador e chifrudo

Um conto erótico de Lolyta Putynha
Categoria: Heterossexual
Data: 06/09/2016 01:22:33
Nota 9.90

Londrina...Londrina...Londrina...sou moradora dessa cidade maravilhosa no estado do Paraná, muitas, talvez todas as histórias que relatei aqui foram apenas narrações, mas essa decidi ser 100% real.

Trabalhei em um hospital dessa cidade, e sabe onde tem muitos funcionários homens e mulheres é fatal, não tem jeito, dá sacanagem mesmo, e ainda no meu caso.

Estava casada na época com Marcos, tinha uma oficina mecânica, um filho de 5 anos,ele chegava todo dia bêbado em casa, cachaça, snooker, baralho e pescaria era sua vida, eu estava afastada a um canto do quarto...e na minha idade , 30 anos, é demais né.

Trabalhava no setor financeiro, 8 ou 10 funcionários, dentre eles Ramirez, um senhor de 48 anos que sempre percebia tentar me seduzir, ele com um amigo sempre nos finais de semana iam até um riacho na região com algumas funcionárias do hospital, e esse safado por tantas vezes tentava me levar.

Estava cansada, ser casada com um homem que não me dava atenção, apenas pescaria, cachaça e baralho...

_E dai Rose vamos pescar???

Me disse Ramirez...

_Que isso, sou casada me respeita!!!

_Sei muito bem o que vocês fazem lá!!!

_Que isso Rose...vou te respeitar!!!

_Respeitar...que respeitar...você tá a fim de me comer!!!

_Juro que não...quando um não quer ...não tem briga...não vou te forçar a nada!!!

Nossa conversa terminou ali, mas durante a semana aquilo ficou martelando em minha cabeça, sabe DEUS nas pescarias de meu marido se ele levava mulher, porque eu também não poderia e na sexta feira disse a Ramirez que iria, mas exigiria respeito...

Como sempre meu marido zarpou para a beira do rio, então pedi para minha mãe ficar com meu filho e fui para minha primeira chifrada, seu amigo dirigindo o carro com a amante e eu com ramirez no banco traseiro, chegando, descarregamos as cervejas e as carnes e organizamos o almoço na beira do pequeno riacho, enquanto isso Ramirez me convidou para mostrar umas cachoeiras acima do riacho, sabia eu que aquilo era apenas um "H" para me comer, mas como ele havia prometido, fui com ele.

Embaixo de algumas árvores estendemos as toalhas e nos deitamos para conversar, de pronto ele se aproximou de mim e tentou me beijar, o empurrei dizendo que ele havia me prometido respeito...

_Rose...se você veio até aqui...pensei que tava a fim???

_Se lembra que me prometeu respeitar???

_Tá bom então!!!

_Olha como você me deixa!!!

Mostrando para sua bermuda, estava com o pau duro...

_Problema é seu...se vira!!!

Então se levantou dizendo que iria entrar na água para apagar o fogo...meu DEUS...quando tirou a bermuda quase desmaiei, seu pau era descomunal, grosso, duro, majestoso, tive dois namorados e depois meu marido com qual me casei, jamais havia visto uma coisa tão colossal.

Entrou na água e logo saiu, seu pau não estava tão duro como antes, mas mesmo mole era grande, eu estava muito quente e excitada, ele percebeu e me pediu se poderia me fazer gozar com a boca, não tive como negar, pois se não fosse ele, com certeza teria que usar os dedos...ele enquanto me beijava acariciava minha buceta sobre o fino pano de minha calcinha, desceu , arrancou e afundou o rosto nela, sua lingua percorria toda a extensão chegando até meu cuzinho virgem, esse que meu marido mesmo várias vezes insinuando jamais quis comer, meu tesão foi aumentando, sua boca chupava meu grelhinho, enquanto o dedo indicador invadia minha buceta e o dedo medio devagar abria meu esfincter chegando até o fundo se movimentando circularmente, eu estava tão carente que não demorou, uma sensação gostosa foi chegando devagar até explodir no maior orgasmo que já tive, aquela coisa foi demais para mim, jamais havia sentido tanta intensidade, logo nos recompomos e voltamos até onde estavam nossos parceiros.

Aquela tarde se foi,e uma nova semana começou, mas aquele homem não saia de minha mente, aquele caralho enorme, grosso, duro, bem diferente do meu marido, e o orgasmo que seu dedo deu para mim em meu cu.

Não senti vergonha pelo que aconteceu, pelo contrário, estava a vontade com ele, passamos a todos os dias almoçar juntos, e no horário de intervalo ele me convidou a voltar com ele mais uma vez naquele final de semana, foi quando lhe disse que queria ele em um lugar mais reservado, num motel, precisava esvaziar todo o tesão contido em meu corpo.

Mais uma vez pedi a minha mãe que ficasse com meu filho e no sábado pela manhã, enquanto meu marido pescava, fui com meu amante para um MOTEL, tinha a necessidade de saciar meus desejos e trair meu marido, sua escolha não poderia ser melhor, um motel com uma suite de primeira linha, HIDRO, PISCINA, todo luxo possivel.

Deixei todo respeito lá fora e toda depravação ali perante ele, nos beijamos enquanto nos desfaziamos das roupas e iniciavamos as preliminares, nem ele nem eu nos preocupamos da tal doença infecciosa, AIDS, estavamos tão loucos de desejos e fomos até o fim, uma loucura, ele afundado em minha buceta e eu atolada em seu mastro gigantesco, um 69 que jamais esquecerei, sua lingua percorria minha buceta, enquanto seu dedo médio explorava meu cu virgem, estava tão desesperada que acabei primeiro, meu gozo foi tão intenso que minha boca apertou a tôra, e a mão massageava seus ovos, seu leite fervia dentro dos testiculos prestes a vir a tona, e aconteceu, a porra saiu com força enchendo minha boca, sei lá, o esperma de meu marido era horrivel talvez pela cachaça que bebia, mas aquele leite era leve, gostoso, saboroso, engoli tudo, descansamos abraçados nos beijando, traia meu marido pela primeira vez, mas estava valendo a pena, não sei precisar o tempo, pois quando nos sentimos bem e a vontade não vemos as horas passarem, mas logo estávamos nos tocando e excitando, jamais me esquecerei, chupou meus seios quase colocando por inteiro na boca, desceu mordendo minha barriga, quando pensei que chuparia minha buceta, apenas me encheu de tesão, mordeu minhas virilhas, coxas, mordeu meus joelhos, depois a parte inferior das pernas até chegar a meus pés, lambeu cada dedo e a sola dos pés, quase morri de cócegas e tesão, aquele homem sabia como fazer uma mulher feliz, retornou devagar o caminho para enfim chegar ao lugar que mais almejava, minha buceta, percebi ali que seu intento era meu cu, beijava, lambia e tentava enfiar a lingua la dentro, depois voltou para minha buceta toda babada de tesão, aquilo estava me deixando maluca, jamais havia estado nas mãos de um homem tão experiente, daria a minha vida se necessário para fazer ele feliz e gozar como um louco, estava flutuando nas nuvens, o mundo lá fora não existia mais para mim, marido, mãe, filho, nada , apenas queria ser feliz e gozar, sensação que não sentia a muito, naquele momento apenas o que queria era me entregar a ele por completo, para o homem da minha vida, de pronto me colocou de quatro na cama, arreganhou minhas nádegas e apontou aquela jeba enorme em minha buceta todo babada e foi introduzindo devagar, foi a dor mais gostosa que senti, um mixto de ardor e tesão, gemia, gritava como uma vagabunda, depravada,aquela pica monstruosa estava dilatando minha buceta, coisa que o pau de meu marido as vezes que endurecia jamais me proporcionava tanto prazer, seu dedo polegar massageava meu cuzinho virgem e devagar foi penetrando aumentando mais meu tesão, mas as intenções daquele homem eram outras e eu iria passar por novas e intensas sensações naquela manhã de sábado, seu dedo saiu de meu cu e o que senti era uma coisa dura pressionar sua entrada, era a cabeça pontuda de seu pau, ele queria descabaçar meu cu, abriu bem minhas nádegas e foi forçando, quando a glande estava quase transpassando, uma dor horrorosa invadiu meu cu, então me projetei para frente impedindo a penetração, ele se deitou sobre mim, beijou minha orelha e sussurrou...

_Dá seu cuzinho pra mim...dá querida!!!

_Não dá...seu pau é muito grande e grosso!!!

_Nós vamos devagar...eu te prometo...sem pressa!!!

_A coisa que jamais iria querer em minha vida é te machucar...pelo contrário...quero te fazer feliz!!!

Aquelas palavras fizeram renascer minha confiança nele, faria de tudo para dar prazer, mesmo que a dor fosse intensa...então me virou de frente para ele, arreganhou minhas pernas na posição" frango assado", sua lingua áspera e molhada umideceu meu cuzinho prestes a ser deflorado, encaixou, pressionou, mas a penetração estava dificil, era muita pica para pouco cuzinho, meu esfincter apesar de meu tesão brigava, lutava, arduamente evitando a invasão do corpo estranho, mas como conta aquele antigo ditado, """ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA TANTO BATE ATÉ QUE FURA", foi inevitável, a ponta cabeçuda arrombou o esfincter e entrou, a dor foi dilacerante, mas na posição em que estava não tinha como me defender, gritei para que recuasse, mas ele sabia que se tirasse seu pau dali, jamais eu deixaria ele colocar novamente, então ele ficou imóvel, apenas com a ponta cabeçuda atolada dentro esperando que eu me acostumasse, tentava empurrar com as mãos a barriga dele para que recuasse, mas ele se mantinha ali quieto, para que bem devagar começasse a se mover fazendo apenas com que a ponta se movesse dentro de meu cu e me incentivava para entregar de vez meu bem precioso e proibido para ele...

_Dá seu cuzinho para mim Rose...faz força pra ele abrir...faz força!!!

Puxei a respiração e fiz força, refiz e percebi que meu cu se abria e se acoplava naquela bigorna grossa e dura , me recompunha e novamente aos gritos forçava e mais alguns centimetros entrava, a dor era enlouquecedora, mas estava dando prazer a meu amante, aquilo me incentivava a ir em frente, ele percebia como eu estava sofrendo, mas jamais retornaria, iria até o fim, tirei minha mão de sua barriga e levei até seu pau, percebi que apenas a metade havia entrado e me sentia entupida, mas sem entender porque depois daquela etapa seu pau deslizou macio até o fundo pois senti os pentelhos de seu saco roçarem minha bunda, o peso de seu corpo caiu sobre o meu, meus joelhos quase encostavam em meu rosto, estava toda arreganhada e penetrada, antes de sentir o calor de seus lábios beijando os meus, ele disse baixinho em meu ouvido...

_Agora vou te foder de verdade...sua safadinha!!!

Entre beijos ardentes, começou a meter com força em meu cu, sua púbis se chocava em minha buceta fazendo se misturar uma dor extrema com um enorme tesão, ele estava estuprando meu cu e ao mesmo tempo me dava prazer, uma sensação estranha misturando ardor e uma coisa gostosa foi chegando devagar, até explodir, nunca imaginei que poderia gozar pelo cu, mas foi algo único, seu pau agora não mais tinha dificuldade de penetrar meu ânus, pois sentia como despejava rajadas de porra dentro de meu reto, meu cu estava lubrificado e inundado de porra, que sensação maravilhosa...devagar ele foi ficando extasiado e cessou as estocadas, enlacei minhas pernas em seu corpo para mante-lo dentro de mim, e percebia como ele devagar amolecia, até que naturalmente escapasse para fora, ficamos abraçados namorando por mais um longo tempo, meu cu ardia e latejava escapando alguma quantidade de esperma, mas estava satisfeita em dar prazer para meu macho.

Peguei meu filho e fui para casa, almoçamos e dormi o resto da tarde, meu marido chegou da pescaria tarde da noite, bêbado, caiu na cama e dormiu, ainda bem pois minha cota de pica já estava completa...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
23/09/2016 11:18:51
Excelente conto!!!
06/09/2016 21:02:18
Isso aí!!!! Muito bom
06/09/2016 14:06:35
Que conto mais tesudo,colega de trabalho de sorte....
06/09/2016 12:36:47
uito bom mesmo, excitante demais.
06/09/2016 10:57:36
Maravilhoso, gostoso de ler.
06/09/2016 10:37:35
Fantástico!!!! Vou ter que me aliviar imaginando...
06/09/2016 08:26:41
Maravilhoso. Whats 11-9_8_3_2_5_9_8_8_8 garotas chamem no whats pra novas amizades e algo a mais tbm bjs...
06/09/2016 01:46:33
Sou de Londrina, me passa o tel desse garanhão...tô piscando de tesão...parabéns pelo conto...nota 10
06/09/2016 01:43:17
Jamais estive numa situação dessas...é meu sonho!!!
06/09/2016 01:42:08
Loucura...loucura...loucura...que tesão hein amiga...perder o cabaço com uma picona dessa no cu é demais...se realmente é 100% real vc tá de parabéns...vc é corajosa...nota 10...que inveja...

Online porn video at mobile phone


contos pegando a vizinhaaquela mulher bem gorda da bundona fazendo sexo assistir àquela bem gordona mulher da bundonamulher mostrando o capô de fusca na academia bichão Grandeconto erotico novinha peidando sexo analcontos prima novinha dando cuzinho de surpresaxvideo.esposa na primera veź com outromeu filho me faz de puta capitulo 8 e 9 relato eroticofoto da buceta peluda sogra dormindo xnxx.com enquadrinhoboquetes e bucetasconto.erotico com fotosjestrupando enpregada amarada na camamarido gosta de ver sua. muler com outro pintudopolicial corrupto usa a farda para conseguir mulheres parte 2Buceta e c aadas pelo pau do papai negao. Conto erotico heterossexual.as boyzinha brasileira no chat se masturbando XVídeos completopornosacana traindo o marido com entregadorComtoseroticos cegredovidio de sexo dua mae tocando uma pubheta contos eiroticos leilapornconto erotico merda e mijocrente safada contosconto gay virei namorado do tio viuvoindo embora achei um viado e fui comer seu cuzinhocalcinha atirando de lado e mostrando abucetaVidio porno sondei minha visinha de causinha caseromassage ando a cunhada contoxvideomamae sozinha em casapalavroespornobrasileirascontos eróticos sogras Grávidas peladas passando margarina uma na outromenina novinha sentido jatos de porra do pai pauzudo Fui amarrada braços para cima contos bdsmsou amante d minha cunhda contox vídeo só moça bonita peidano alto na caussacache:rO62MIJ2GwQJ:zdorovsreda.ru/texto/200906664 abaixar a musica so vei comigo vc n vai si arrebedereu lembia a tua cona toudacontos picantes de amor gayscontos arombando cu da esposa prapagaconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancocontos eroticos de homens que gosta de leite materno e chupar bucetaxvideo nivinha faz sexo ate arder a piriqutinhaColetania de foto de buceta peluda por baixo da saia.fotos de bucetas beiçudas pono doidosexo mulher e homem laranhando(sexo)contos eroticos tenho um amigo roludo tento fazer dp eu ele espoda ta com medopornodoido dia de sol chostinhos curtosConto erotico tia dano cuzinho pro sobrinho titacomjj ninha irma todinha pornoquero ver as mulheres da xoxota inchada e aceitando o cavanhaqueVirei viadinho ainda novinhoXvideo face pornoirado mulheres afoga outra com a bundamulheres se masturbando por pistões mecânicosapica tatoda no cu da brasileira e ela pedi maisfilme porno com coroas cincuentona rabudas do cu Largo arrombado que cabe a mãoconto nehrinha safada mamda empurrar tudo ate o taloContos eróticos de gozada na boquinha da madamevídeo caseiro pornô mulher no macacão com passando a mão na buceta dela gordaconto gay ele se revoltou e tomou todasbrincando escanchada contos pornovídeo pornô ginecologista idoso não resiste a bucetinha apertadinha da paciente e a estrupa forçaChicão em mulher de 30 por trás gemendo e olhando para trásminha prima contobaixinha pernas grossas bumbum empinado arrepiadamartinha safadinhapornodoido continua surpreendoEcoxadinha na novinha ela gostandoxvideo rola de 23x 8XVídeos comendo a priminha de buçodesenho de um homem transando cm uma mulher debruçada no capo do carroContofeminino de dara xana pra caescontos eroticos dei para um vizinho de iptingahomem safado alucando irma ate fudecontos eróticos san e dean incestovou te arregaçar vagabunda, grita vadia, tô te arrombando cadelauma gostosa tirando valsinha para dar buceta