Amamentação Adulta

Um conto erótico de Sempre Safada 90
Categoria: Heterossexual
Data: 05/02/2017 19:52:34
Nota 9.90

Olá, segue abaixo um conto real.

Para melhor elucidação, vou nos descrever:

Eu, Lucy: morena clara, 27 anos, 1,58 de altura, olhos castanho , cabelos longos castanhos escuros cacheados até a altura da cintura, 59 kg, 375 ml de silicone, um quadril pequeno, mas com um bumbum redondo, uma “florzinha” (codinome da minha xaninha) apertada e pernas grossas, eu gosto de U2.

Ele, Carlos: moreno claro quase branquinho, 25 anos, 1,90 de altura, cabelos castanhos, olhos mel para esverdeados, um corpo delicioso (nem gordo, nem magro!) barba rente e macia (não pinica!), mãos firmes e grandes, cheiroso, voz viril, muita macheza explodindo, um homem encantador e charmoso, um instrumento lustroso e grosso, além de ter umsorriso que desmonta qualquer mulher que o observa, estiloso com as roupas, ele gosta de Chico Buarque.

Minha história: sempre percebi que muitas relações amorosas que eu tinha os homens passavam inerte diante dos meus peitos, apenas uma passada de língua básica e no máximo alguns apertões e logo para minha grande decepção já desciam para outros lugares, intimamente sempre fiquei inquieta com essas poucas atitudes, afinal após ter colocado silicone com meus 18 anos, a zona erógena dos meus seios triplicaram e queria usar e abusar desta região, porém nunca encontrei um homem de verdade que realmente fosse dedicado a esta parte do meu corpo e me desse o devido prazer chupando/mamando, gostaria de um homem que realmente usufruísse meus peitos. Nos momentos de masturbação, sempre me peguei mexendo em meus peitos, ato delicioso, mas muitos homens infelizmente não fazem isso, a começar pela preferência nacional que são os glúteos e não os peitos!

Dada esta insatisfação que me intrigava, fui à internet buscar algo relacionado ao desejo de homens versus peitos, pois até o presente momento da minha vida, eu não tinha encontrado nenhum homem que tivesse se destacado neste quesito, precisava ir à busca e dar uma chance para a realização dos meus desejos mais íntimos, observei que não era um desejo comum ou questionado pela sociedade. Foi então que descobri a palavra “lactofilia” (percebi que a prática é muito comum no Oriente, mas aqui ainda é repleta de Tabus, inclusive a esmagadora maioria de vídeos pornôs existente são somente entre orientais), a princípio foi um termo que me assustou, grosso modo consiste em: amamentar um adulto com leite materno, mas após muita leitura, descobri que eu necessitava dos adeptos de tal prática em minha vida pessoal e sexual, mas com ponderações e ressalvas, pois ainda não existe um termo/grafia que denomine e limite a lactofilia somente para “chupação de peitos”, então sou obrigada a usar o termo técnico e corriqueiro para ilustrar o cenário da fantasia/fetiche. Depois de entender o que realmente era aquele ato, tracei um perfil próprio e pessoal do que eu admitiria e fui buscar algum homem para me realizar, dentro das MINHAS CONDIÇÕES E LIMITES, que por sinal eram muitas e destoava demasiadamente das propostas que eu recebia (maioria envolvendo leite, e este nunca será meu objetivo, embora respeite, não tenho propensão alguma para induzir leite, ingerir hormônios, etc.),

As condições eram: realizar a fantasia de amamentar um homem em meus braços, com trocas de olhares, masturbação ao mesmo tempo (ele com a mãe nela, e eu com a mão no pau dele), e muito, muito carinho. Não admito o uso do infantilismo ou algo do gênero, gostaria apenas que um homem me mamasse sem pressa e sem pudor, ou seja, um macho que desse atenção aos meus peitos, mais do que qualquer outra parte do meu corpo, a troca e o desejo deveriam ser recíprocas.

Embora a palavra assustasse e minha mente estivesse repleta de incertezas e medos, percebi que eu não era uma psicopata e nem culpada por utilizar um local que para muitos é considerado “sagrado, materno e intocável” (nunca fui mãe) destinado para realização de um fetiche tão restrito em terras brasileiras, fiquei sem culpa e me entreguei ao meu desejo, pois até o presente momento da minha vida, seios são ligados tão somente ao aspecto da sexualidade e não da maternidade, superada minha fase de aceitação psicológica, vem à próxima e mais difícil fase a ser cumprida:COM QUEM IRIA REALIZAR ESTE DESEJO TÃO ÍNTIMO?ONDE ENCONTRARIA ESTE HOMEM?

3) COMO PRESERVAR MINHA REPUTAÇÃO E PRESERVAR MINHA IDENTIDADE? (nos dias atuais, sabemos que as pessoas são maldosas e não respeitam uma as outras, temos a obrigação de ter uma grande cautela para evitar desastres que podem se estender para uma vida inteira, caso a exposição seja utilizada de forma errônea).

Em síntese: não gostaria de ser julgada, foi então que descobri alguns sites que possuem fóruns e uma área destinada como se fosse um mural de anúncios e resolvi colocar um anúncio com minhas características e buscando o “par ideal” Chegaram inúmeros e-mails, a maioria de forma educada, mas homens mais velhos e comprometidos, eu não buscava homens mais velhos e confusão para minha vida com homens casados, sou muito bem resolvida com a minha convicta solteirice, e só buscava prazer e discrição, chegou um dado momento que eu desisti, difícil demais achar homens que me atraísse, dei o jogo como vencido, a paciência já estava se esgotando, mas o desejo de amamentar não ia embora.

Seria hipocrisia dizer que a beleza exterior não seria uns dos fatores da minha decisão (caso tivesse a sorte de encontrar um homem nos moldes pretendidos), me considero uma mulher bonita, corpo bem cuidado, vaidosa, e gostaria de me entregar para um homem do mesmo nível de beleza e intelectual (inteligência foi algo que sempre me atraiu muito). Após trocas de alguns e-mails todos sem sucesso e inacabados (sim, o assunto acaba e muitos homens não sabem como prolongar uma conversa, querem logo partir para o ataque, e infelizmente os poucos interessantes que surgiram moravam longe, o que torna o encontro inviável e frustrante)

Eis que para minha grande e feliz surpresa em 11 de dezembro de 2016 apareceu CARLOS em minha caixa de entrada, uma abordagem harmoniosa e com cautela, foi me cativando aos poucos, foram tantos e-mails trocados, tantas conversas além do fetiche (olha aí o quesito da inteligência presente! Exemplos: viagens, músicas, gastronomias, etc.), tanta cumplicidade exarada nas conversas, tantas fotos trocadas (sem identificação de rosto), tanto carinho através de palavras, que este moço maravilhoso acabou conquistando e cativando minha confiança e atenção, resultando assim na MAIOR e mais AUTÊNTICA vontade de amamentar de verdade um homem. Após e-mails praticamente diários e uma sútil persistência por parte dele, trocamos Whatsapp (se eu soubesse que ele era tão maravilhoso, teria mencionado meu contato do Whatsapp antes!), matamos a curiosidade das fotos de corpo inteiro e o desejo ficou ainda mais intenso e devastador, e sim ele era o HOMEM IDEAL que eu tanto busquei, fiquei lisonjeada e ao mesmo tempo radiante de ter ENCONTRADO, eu fui a felizarda, e ele o ESCOLHIDO.

A sintonia criada a cada troca de e-mail era rara e perfeita, tudo se encaixava e precisávamos nos ver o quanto antes, eu delirava no seu sorriso, e por uma questão de logística geográfica e temporal, pois eu sou da capital de SP, e ele do interior, Sorocaba, tínhamos que alinhar nossas agendas. Ademais, nossas profissões demandam muito tempo e dedicação, após pouco mais de um mês de conversa, eu tomei a decisão de acabar com aquela curiosidade e vontade de uma vez por todas, e na tarde de 17 de janeiro de 2017 planejei ir ao seu encontro, eu já não aguentava mais, precisava encontrá-lo e realizar tudo que combinamos, o comuniquei alguns dias antes para que ele pudesse se programar com a devida antecedência, assim evitando que transtornos e imprevistos de última hora, prejudicasse nosso tão esperado encontro, me dava calafrios só de pensar na hipótese de tal encontro não ocorrer por motivos alheios a nossa vontade, confesso que fiquei apreensiva, mas nada naquele momento me faria mudar de ideia. Sai de SP, peguei um ônibus na rodoviária numa tarde chuvosa e em apenas 1:30h eu já estava num lindo e aconchegante hotel 4 estrelas escolhido por nós, aguardando ansiosamente meu homem mamador chegar, a hora não passava, fiquei afoita e a ansiedade imperava, me preparei com os mínimos detalhes e me senti desejada e preparada como há tempos não me sentia, coloquei cinta liga preta, meia 7/8, sapato alto preto, cabelos soltos, maquiagem e um perfume fortíssimo. Não era loucura, era muita vontade de ter aquele homem em meus braços!

Quando a recepção avisou que ele já estava subindo para o quarto, meu coração disparou, era um misto de alegria e nervosismo, afinal nada substitui o contato físico, olho no olho, aquela era a hora da verdade, do 1º contato, da 1ª impressão. Para o impacto não ser muito grande, o recebi as 20:30h com um hobby preto, tudo aquilo parecia um sonho, e aquele homem que via através do Whatsapp era 1000 vezes melhor pessoalmente, sua voz me excitava e me acalentava ao mesmo tempo, foi magnífico recebe-lo naquela suíte, me concedeu um abraço apertado e acolhedor, conversarmos por um tempo para quebrar um pouco o clima, e ele não tirava os olhos do meu decote, trouxe um vinho, o qual me ensinou a apreciar (eu não gosto de bebida alcoólica) , mas por questões de pura falta de hábito acabou por ingerir a garrafa praticamente sozinho, pedimos uma pizza, e o assunto desenrolou muito bem, mas a essa altura, eu já estava louca para senti-lo sugando meus pequenos bicos e trocando olhares enquanto eu o alimentava, desligamos nossos celulares e nos desligamos do mundo, ali agora só tinha eu, ele e o nosso grande DESEJO, nada além.

Finalmente o ato: de forma delicada, e ao mesmo tempo rude, ele apreciou meus peitos por cima do hobby que eu usava, após me sentei na cama, e para minha sorte o encosto da cama era almofadado, que foi muito bom para o meu conforto ao amamentar meu homem, cena análoga a uma mãe amamentando carinhosamente seu bebe. Meus bicos que até então eram bem internos, aos poucos foram ficando projetados e tomando forma em sua deliciosa e macia boca, eu fazia carinho em seus cabelos, trocávamos olhares, eu gemia de prazer e ficava cada vez mais molhada, parecia que eu teria um súbito a qualquer momento, ao mesmo tempo em que eu o amamentava, ele foi introduzindo seus dedos em minha xaninha que estava encharcada de tanto excitação, passava o mel que saia dela em meus bicos e chupava loucamente, ele não cansava, nem eu! Eu encaixa meu biquinho em sua boca, ele sugava, pegava, procurava o bico, era lindo de se ver. Que sensação gostosa, que delícia ter um homem lindo daquele dedicado apenas aos meus peitos. A princípio o combinado era não ter sexo, mas foi impossível segurar nosso fogo, transamos loucamente, mas os peitos não saíram do nosso FOCO em momento algum, tudo envolvia o peito, uma chupada, uma apertada, uma mordidinha, etc... Ora chupava um, ora chupava outro, sentia seu pau duro igual um concreto em minhas mãos, pau grosso e vistoso, que ao introduzir em minha xaninha trouxe uma breve dor, mas que aos poucos encaixou perfeitamente na anatomia dela, se ele mama deliciosamente nos peitos, embaixo não foi diferente, sua língua deslizava em minha xana molhada e eu pirava igual uma cachorra safada, gemi muito! Cheguei ao orgasmo com seu oral digno de gemidos intermináveis e pernas tremendo, fiquei sem energia, trêmula de tanto tesão que ele e aquela ocasião me proporcionaram! Ele por sua vez, gozou 3 vezes, quis caprichar num oral bem feito e suculento, ele merecia! Demoramos a dormi, nos curtimos muito, foi tudo delicioso, e para encerrar com chave de ouro, fui levemente acordada por um bebezão faminto querendo a mamada matinal, eu logo tratei de sentar na cama e alimentar meu homem que acordou sedento por uma mamada, com o intuito de iniciar seu dia tranquilo.

Por fim, agradeço por cada minuto pelas sensações indescritíveis que ele trouxe para minha vida principalmente a ativação de um desejo que até então era adormecido dentro dos meus próprios preconceitos, e que agora levo comigo da forma mais natural possível, isso significa que tal técnica estará sempre em minhas transas, nossas confissões e momentos ficaram guardados para sempre em meu coração e nos meus pensamentos mais safados e depravados!

Para ser sincera, não sei se terei a oportunidade de vê-lo novamente , mas de uma coisa tenho certeza absoluta, ele sempre será ÚNICO e INESQUECÍVEL, tudo que passamos pareceu mágico e sublime, minha primeira e sortuda experiência com a amamentação adulta, por mais que eu tente impossível transcrever em palavras tudo o que ocorreu naquela noite tão surreal, entrega total de corpos, confiança e carinho recíprocos. Torço para que a vida se encarregue de nos unir por mais algumas noites durante o decorrer de nossas vidas, queremos nos ver mais vezes e inovar (quem sabe inserir mais uma moça adepta da prática em nosso encontro, mas isso por enquanto são só planos e suposições, quem sabe seja descrito num próximo texto). Um beijo, da sua peituda Lucy.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
12/05/2019 00:33:20
Gostaria de encontrar mulheres lactantes para o ato de amamentação adulta, me chamo Paulo, se alguma lactante de Ribeirão preto e região quiser me amamentar é só entrar em contato pelo zap ou pelo e-mail ou Skype pggcsousa, aguardo contato.
15/04/2019 08:44:36
Show, sou casado estou a procura de estrear nesse seguimento se alguém de São Paulo Capital grávida ou não quiser me ajudar será uma honra
22/09/2018 07:09:50
Lucy adorei seu relato. Tenho dificuldades em realizar o fetiche que você aqui relatou. Já consegui mas as mulheresxnao entendem tal prática e já partem pro sexo. Tenho um pau grosso tamanho médio agrada bem e encurvado cheio de veias e bem cabeçudo. Quero muito mamar uma mulher que curte este momento tão gostoso com troca de olhares e carinho. Me escreva para troca de email para nos conhecermos melhor com ideias uma conversa apimentada e gostosa e quem sabe um possível encontro. Merece 1000 mas como não tem 1000 vai 10 com louvor
26/07/2018 13:22:40
PROCURO MULHERES DE BRASILIA - DF para amamentação, COM OU SEM LEITE tenho 26 anos, 175 alt, pardo, 66kg sou educado e discreto SO ESPERO O MESMO alguma interessada manda um email pra mi se quiser mandar foto e perfil agradeço de 18 a 45 anos tenho local discreto
31/07/2017 12:37:26
Delícia de conto. Fiquei muito excitado, ADORO seios, adoro sentir, mamar, morder, sugar, apertar... Parabéns pelo conto. Caso alguma mulher queira entrar em contato:
29/07/2017 03:03:22
sou adepto a lactofilia a dez anos, sou de sp capital
06/07/2017 06:53:28
Adorei seu conto gata Homem de sorte viu. Por aqui está difícil achar uma que goste e tope a parada
06/07/2017 06:51:47
Boa noite. Sou Mineiro, 41 anos, procuro uma mulher igual a Lucy, com esse proposito. Meu sonho é passar horas sendo amamentado pot uma mulher(nova ou madura)independente de cor raca ou etnia. O que importa é dar de mamar pra um homem com sede de leite.sou carinhoso,casado (discreto). Moro em cidade perto de BH Se houver mulheres interessadas.Me escrevam:
29/06/2017 03:10:45
Boa noite. Sou carioca, 26 anos, bem branquinha e com seios fartos e rosados. Amo amamentar por horas, quero induzir a lactação e procuro parceiro do mesmo estado para a prática. SÓ ME PROCUREM caso TAMBÉM haja interesse sexual, pois normalmente vinculo uma pratica a outra. Fotos minhas apenas por e-mail. Apenas homens! Interessados enviar PERFIL COM FOTO , estado civil (verdadeiro), cidade e idade para o e-mail:
01/03/2017 20:06:47
Hmmmm, delicia de conto!!! Que vontade de mamar em você assim... Seu conto me encheu de tesão!!! Bjs e leia o meu tb.
26/02/2017 12:07:07
Muito bom!
24/02/2017 14:34:44
Oh, Lucy, assim você me faz ficar apaixonado: sua descrição pessoal é exatamente a do tipo de mulher que eu gosto, seu jeitinho próprio de escrever me lembra uma mulher maravilhosamente safadinha, e a qualidade do conto, então... maravilhosa. Lucy, querida Lucy! DEZ, minha linda!
13/02/2017 10:45:18
Ah, Lucy, Lucy. Me deixou de barraca armada, louco de tesão com este relato. Foi irado a transa narrada. E pra começar, teu nome já me deixa tarado, porque vc é xará de uma pessoa muito especial pra mim. Depois porque, há pouco descobri o prazer de mamar num par de seios. Contei aqui num conto. Quando puder, dê uma lida nele. Beijo, beijo e beijo.
06/02/2017 15:59:44
Parabéns foi um lindo conto, demonstrando a persistência e determinação para alcançar nosso sonhos e desejos. A atenção com os detalhes e o carinho dedicado deixou esse conto cheio de erotismo e dedicação. Eu mesmo adoro ver minha parceira sentindo todo o prazer que ela deseja. Nota 10.
06/02/2017 08:16:10
Maravilhoso se alguma gata quiser tc chama no whats ONZE.NOVE, SEIS, NOVE, NOVE, SETE, TRÊS, SEIS, NOVE,NOVE MARCOS BJS NAS PEPECAS....quero mamar tbm

Online porn video at mobile phone


xividio ele vai na cMa come o cu dela dormindozoofilia cachorro garrando igual garra em cachorrapornodoido cunhadacaichateou a amiga até ela dar o cu vídeo amador mobile xvideoo a foça umilhandoconto erotico ca sada. com o velhoporno gey contos eroticos priminho inosenteler contos eroticos de padres reaisXVídeos cara tapeando a mulher baixinha no meio da rua buchudanovinhas sendo filmadas escodido em comvento e estrupadascontos eroticos fudendoc a marcha do carromenina olha pau groso sexo xviddeofilho da pica informo fudendo a buceta da mãe gostosatirinha enfiar so a cabeça no cuzinho virgemporno gey istorias comi meu priminho de treze anozelador comeu minha mulher nA minha frentehistórias reais de pedreiros que fuderan as mulheres do patrãocontos eroticos minha tia mim arrumou para que meu tio tirasse o meu cabacinhoMeus amigos me foderam bebada contostranzando com pirocudo no chafaris no pornodoidocontos eroticos com novinhas atiçadasnegao finca tudo dentro da buseta da menina virge e goza dentrolevantei a saia e gosei dentro mar rua xvidioxvideo esyorando cabasoFotos d padrasto comendo imtiadoswww.casa dos contos erotico adultério emcasa.comvideo porno pega secretaria bricando ca xoxota na livrariaJojo tpdinho bundao gostosoxvideosminha mae pedio pra depilar minha xaninha i acabamos nos chupando filme brasileirocontos minha mae no meu coloContos erotico de mulher que gosta de cheira cuecaxvideos paacas.com.pexvideo mechapa meu pau e meu cuSo video de 5 minutos porno buceta e rolas de 16centimetropornodoido tecnico esfola novinhasexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaovideo de um homen chupano a buceta da mulher a te dar istralosvideos de sexo racatadoxvideo mulher negra de decote arumando cada//mostrando os peitocontos erotico mestre de obra.pausudtransou q suou xxvideosmulhe de xotinho setada mostrando a beradinha da bucetacriando uma putinha contosFoderam a minha esposa por divida contodezejo ver corpo nua de uma mulher que nuca teve sexo menino novinho q gozar grita Aroldodoce nanda parte cinco contos eroticosvidios pornos das novela anos ataraisencoxei lidar evangélicaminha prima contomarrido fode amulher mais oltrocontos eroticos perdi meu caboca pro meu caovelinha gosando em pinto muito grandeestuprando lesbica japa e torturando com pedaço de pau no cu apertadocontos eroticos quando eu tinha doze anos viagei pra fazenda com meu paimoleque tarado.contoscontos sobrinha da vizinhaContos gay estupro coletivoContos e relatos incesto 12anod minha vó me ensinou a gostar de cu e buceta pirocudigostaria que você mandasse primeira foto do Biel batendo punheta peladocontos cnn gay soquei no cuzinho de dois garotos no sinalbaixar pornô mulher casada dando o cu para o marido e pedindo para amiga morder seu grelinho205xvidioc**** ver sua magrinha gozar multiplico na pica do amigocontos de machos roludos dominando cornos das esposasnao acreditei mas o pirralho meteu a pica na minha bucetapilha de vestido deu bobera com papai e a pica gozou na pomba porno inosentecontos eroticos caçacontos de podolatria chulé da manaMolhe trepano com kratro homemvideo do palaso quemozi