Patricinha faz Gang Bang no Baile Funk

Um conto erótico de Feschiavo
Categoria: Heterossexual
Data: 29/04/2017 14:29:36
Última revisão: 29/04/2017 14:34:26
Nota 9.89

Dizem que toda loira gosta de um negão. Essa frase é apenas uma lenda, mas no meu caso é a melhor definição sobre as minhas taras que se tornaram um vício.

Ola, taradinhos. [email protected] de volta escrevendo pra vocês.

Pra quem não me conhece, sou a Fernandinha, carioca, patricinha, loirinha, novinha do funk e viciada em negão.

Sempre me perguntam se eu gosto de negão pelo tamanho do pau. Não. Eu gosto pelo fetiche.

Sou loirinha, bem branquinha, patricinha classe media alta do RJ, e todo esse tabu e diferença social faz a coisa muito mais sacana quando to sendo bem comida por um negao safado.

Nenhum playboyzinho me fode do jeito que um preto tarado soca numa patricinha loira quando tem a chance.

Toda essa coisa de manter a pose de menina comportada na frente dos meus amigos, em casa na frente do meu pai, e poder soltar meu lado vagabunda quando não tem ninguem olhando, mexe demais com a minha cabecinha tarada rs

Gosto de frequentar baile funk em comunidade. Beber, dançar, me empolgar e pegar muita pica de negão.

Com o tempo acabei ficando "famosinha" numa comunidade aqui perto, de tanto que eu frequentava um baile funk de la.

Uma patricinha loira chama atenção num baile desses. Mas uma patricinha loira que volta la sempre e cada semana fode com um negao diferente... Bom, isso corre rapido pelas conversas de boteco rs

Acabei ficando "amiguinha" de um dos produtores do baile, que me tratava como princesa do baile, com direito a pulseirinha vip e moto taxi pra me buscar na entrada da comunidade.

Eu nao gastava mais um centavo dentro do baile, bebida de graça, entrada de graça, camarote vip. Bebia, dançava, curtia, mas como nada é de graça na vida, acabava sempre sendo "apresentada" pra algum amigo desse produtor, que queria me conhecer melhor num lugar mais a vontade.

E mais pica de negão pra minha coleção rs

Quando vou a esses bailes, nao quero caras bonitos. Nao quero um cara carinhoso. Vou lá querendo um preto de pau grosso que me foda com força!

Me sinto muito mais vagabunda em saber que eu dou pra caras feios. E isso dá muito mais tesao.

Sou patricinha riquinha, me sujeitando a chupar o pau de um negão feio em comunidade. Isso é um fetiche que mexe demais com a minha cabeça.

Num desses bailes, esse produtor veio me avisar que rolaria um concurso pra escolher uma menina pra virar dançarina de um MC que faria show naquela noite.

Sou muito exibicionista e gostei da ideia de subir no palco e dançar funk pra um bando de tarados.

Mas a coisa ficou seria quando vi o figurino que eu teria que usar. Meu amigo me deu ISSO pra usar!

http://imagebam.com/image/ad1ed#

Os saltos eu ja estava usando, e aproveitei com o figurino. Mas lá estava eu, de meia calça arrastão branca, uma calcinha fio dental TOTALMENTE enfiada na bunda, um topzinho que apertava meus peitos, uma gravatinha estilo colegial sexye um chapeuzinho.

Vesti o figurino, coloquei meu saltão alto de puta e fiquei toda empinada naquelas roupas que me deixavam com o rabo todo de fora.

Taradinho, eu subiria num palco vestida daquele jeito. Voces nao imaginam o medo e tesão que me deu, so de esperar no camarim antes de entrar no palco.

Ali comigo tinham outras meninas, todas da comunidade, com um perfil e jeito completamente diferente do meu. Elas me olhavam sem falar nada, mas era evidente que eu era a diferente dali.

O que eu tava fazendo da vida?? Vestida naquela roupinha, no meio de um monte de periguete de comunidade, esperando pra dançar funk pra uma plateia de uns 200 tarados.

Papai morreria de orgulho de ver a filhinha dele naquela situaçao rs

Fomos sendo chamadas no palco, um DJ soltava uns funks pra gente dançar e eu, mais 4 meninas ficavamos lá com a maozinha no joelho, empinando a bunda e rebolando pra toda uma plateia de tarados gritando putaria.

Acho que foi um dos momentos mais excitantes da minha vida!

Sou muito exibicionista, se eu tivesse que subir no palco de shortinho pra dançar, ja seria do caralho. Mas vestida numa calcinha fio dental toda socada na bunda, fazia a coisa chegar num nivel que vagabunda que eu nunca imaginei passar na vida.

Eu sai do meu corpo, sai do planeta! Me empolgava no ritmo do funk, virando de costas pra plateia, com a bunda na cara deles, maozinha no joelho, rebolando o rabo como a maior piranha do mundo.

200 tarados gritando putaria, me chamando de gostosa, me xingando de piranha, me mandando rebolar mais.

Acho que eu nao queria sair daquele palco nunca mais. Acho que eu tava quase gozando so de dançar pros caras e escutar os xingamentos.

Dançamos por um tempo e esse produtor veio com um microfone entrevistar as meninas.

Perguntava coisas normais como nome, idade, ha quanto tempo dançava funk. Essas coisas. Ate que...

Ele começou umas perguntas de putaria, afinal, era um baile funk e a galera queria mais é saber disso.

"Chupar ou ser chupada?" - "Pau grande ou pequeno?" "Posiçao preferida?"

Cada resposta que uma das meninas dava, era uma gritaria e palmas da plateia de tarados.

Todas iam respondendo que gostavam de quatro, quando chegou a minha vez, eu sabia que precisava falar algo diferente. So responder o mesmo que as outras nao chamaria atençao.

E foi algo mais ou menos assim:

- Olha essa aqui galera... Patricinha do funk. Nome?

- Fernandinha

- Fernandinha patricinha... Você não é da comunidade ne?

- nao

- Mas gosta de funk?

- gosto

- e de negão?

- Gosto muito (a galera gritou desesperada quando falei isso)

- Safada... e gosta por que?

- porque fodem gostoso

Quando eu falei isso a plateia gritou, mas gritaram como se nao houvesse amanha. Parecia gol do neymar em copa do mundo.

- E gosta mais em qual posiçao?

- De quatro... no cu...

Deixo pra voces imaginarem a reaçao dos tarados quando eu falei q gostava no cu,.. O produtor chegou a ser pego de surpresa, uns segundos sem falar nada e ja me mandou repetir

- Vai nenem, entao fala de novo aonde voce gosta de pica

- Gosto de pica no cu

Falei com a voz mais manhosa e de vagabunda do mundo!

Eu tava completamente tarada naquele momento. Eu tava num palco, dançando, me exibindo, vestida daquele jeito, pra uma plateia de uns 200 tarados me xingando de vadia gostosa. Eu acho que nunca senti tanto tesao na minha vida, nunca me senti tao piranha como naquele palco.

Falei com gosto, queria ver a reaçao dos caras. "Gosto de pica no cu"

O produtor ainda me segurou pela maozinha e me mandou dar uma voltinha pra me mostrar pros caras. "Entao da uma viradinha pra galera"

E dei aquela viradinha mostrando o rabo pra galera, o produtor (que ja me comeu varias vezes) meteu a mao na minha bunda, apertando de encher a mao, na frente da plateia. Me deu um apertao e um tapinha:

- Aqui galera, essa bunda aqui aguenta muita pica.

Eu ainda dava umas reboladinhas pra delirio da galera. Serio, foi o dia mais excitante da minha vida.

Sai do palco louca, desesperada de tesão. O produtor foi me levando pro camarim do tal MC que tinha se apresentado la.

Estava o cantor, o DJ e um outro cara da equipe do show deles. 3 Negoes tarados, e fui largada la pelo produtor como se eu fosse um presente. Me oferecendo pros caras

"O MC gostou de voce, quer te conhecer."

Me levou ate o camarim, me apresentou e foi embora. Fui largada como presente.

Mas do jeito que eu tava tarada, e com tesao, so 3 cacetes de negao apagariam meu fogo.

De cara o MC ja me pegou pela mao e me puxou pra sentar no colo dele. Alisando as minhas coxas e passando a mao nos meus ombros

- Gostei muito de voce no palco.

- brigada

- quero saber se voce gosta mesmo de negão

- Sou tarada num negao! Sou uma vadia de negros

- Entao ajoelha e chupa a pica do negao

Ali, na frente dos amigos do MC, obedeci como uma vadia submissa, ajoelhando entre as pernas do MC, abrindo sua calça e pulando aquela piroca preta na minha cara.

Segurei com a minha maozinha de patricinha, e fui encostando a rola na minha boquinha com batonzinho rosa de patricinha.

Fechei os olhinhos e cai de boca naquela piroca. Chupando e lambendo como uma boqueteira submissa.

Existe sexo oral, e existe chupar um pau. Sexo oral eu faço em preliminares com algum namorado. Mas chupar um pau... Chupar um pau é uma arte...

Me sinto uma vagabunda quando to ajoelhada chupando um pau. E adoro me sentir uma vadia assim.

Os caras olhando, me olhando, com uma rola na boca, subindo e descendo a cabeça na pica de um negao safado que botava a mao na minha nuca empurrando a minha cabeça pra baixo.

Sou patricinha, loira, mimada, riquinha, mas quando estou nessas situaçoes assim, me da um tesao fora do normal.

Gosto de me rebaixar, me sujeitar a essas coisas. Gosto de chupar o pau de um preto socialmente inferior. Orgulho do papai rs

Mamava como uma piranha chupadora de rola, quando de repente as outras duas pirocas pularam na minha cara.

Ali ajoelhadinha, eu ia virando meu rosto, me revezando chupando a rola de todo mundo. Eu tava chupando a rola de todo mundo!

Quem me vê toda arrumadinha na faculdade nem sonha quanta rola de negao eu ja chupei.

Maos na minha cabeça, maos nos meus omrbos, maios na minha bunda. Eu tava ajoelhafa mas foram me empurrando que eu ja estava de 4, levando tapas e maozadas na bunda, enquanto chupava a pica do MC.

E depois que fiquei de 4, ja era...

Minha calcinha foi abaixada, so tive tempo de ir colocando camisinha no cacete de cada um dos paus que eu ia chupando.

Terminei de colocar a camisinha no pau do MC, e ele se levantou do sofa, se encaminhando pra tras de mim.

Pra trás...

Voces imaginam o que aconteceu...

Lembram do que eu falei no palco? "eu gosto de pica no cu"

Pois é...

Eu tava de 4 pra um, dois, três negoes tarados, feios, FEIOS!!! Montando atras de mim, socando pica na minha bunda uma atras da outra.

As vezes socavam na minha bucetinha, mas a galera queria mesmo era comer o meu rabo. E com o tesao que eu tava, so com muita pica na bunda, eu ia abaixar meu tesao.

De quatro, levando trancos por tras, levando tapas na bunda, puxao no cabelo, sendo xingada... Foi uma verdadeira farra que aqueles negoes fizeram na loirinha aqui.

E eu gosto pra caralho disso!

Gosto de me sentir a piranha da galera. Ser usada, currada, bem fudida. Nao faço isso sempre. Nao dou conta de fazer muitas vezes. Mas quando to com tesao nesse nivel, so com um gang bang de preto de pau grosso pra apagar meu tesao.

Aquela patricinha mimada que anda de narizinho em pé na rua, termina de 4 pra tres negoes socarem pica na minha bunda. É muita inversao de poder.

Gosto de ser mandada, me sentir uma piranha submissa.

Levei na bunda da negada toda naquele camarim, de sair de la andando torta, tentando vestir a calcinha, vestir as minhas roupas e voltar pra casa sentada de ladinho no uber.

O motorista do Uber me olhava pelo retrovisor, e sabia o que tinha acontecido.

Uma patricinha loira toda descabelada, sentada de ladinho saindo da favela. Passaram a pica na patricinha...

E sobre o concurso? Acho que eu ganhei mais aplausos da plateia. Mas e dai? Depois de chupar o pau do MC no camarim, eu ganharia de qualquer maneira rs

Beijos e até o proximo conto

[email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/08/2018 15:05:21
Como sempre seus contos são perfeitos
10/06/2017 21:05:09
Amei!!!!! Uaaaau!!!
15/05/2017 14:44:58
Muito bom q tesão
30/04/2017 11:30:17
Muito bom
30/04/2017 06:22:45
Adorei seu conto. Gostaria muito de receber fotos e vídeos de sus putarias.
29/04/2017 15:50:52
Parabéns muito bom Mande fotos deliciosa

Online porn video at mobile phone


menininha nascendo os peitinhos só com a pontinha o irmão bem dotado tentando enfiar o pau não entrava XVídeoscontos eroticos/comeu novinha peludinhaconto erotico com homem velho de sunga coroa grisalhosogra xuba a rola do genro ate gosar na boca delaminha prima deixou cheiro do cu mo meu pau contosbaixar pornô casais maduro pede rola de travesti negro novinho gozando sem camisinha de latinha do Rolaconto erotico caseirocarlos chupando uma buceta com muito prazertrelada xxx conto fotoCasada enegao anal marra contodeu banho na mae doente.pornoiradoMendiga andarilha rabuda search sexo matocomo amasiar um bum-bum super sexocontos eróticos meu amante me come olhando pra minha filhaconto erotico dei para um estranho na casa de swingporno interesesexual contospono aprimiravezcomtos eroticos minha mae drogada foi fodida e eu tambemnoviņha bem excitada gozando cai na net.comQuadrinhos lactofiliaxvideos homen perdendo o cabaco com mulher esperiente fudedeiraboquete da irmazinha casadoscontoswww.sexo.conto.erotico.meu.padrasto.e.bigdotado.xvideos incesto tia provoca garoto de. roupa transparente simplesmente nua por baixoevangelicas na zoofilia com cachorroseduzida por um estranho contos pornoguei torado desbocado xvideonovinha bucetuda perdendo a virjidade .com namorado bem dotadocontoseroticos/comadre rabudacontos eróticos eu e meu sobrinhoanythingxvideomamae sozinha em casaCerto ou errado?meu irmao amado contos gays cap.9Conto erotico gay o bom filho a casa torna capitulo 10Contos porno bucetinha da bisnetinhaxvidio no binha petdeno ocabadomulher casada trai seu marido e fode sem camisinha e leva gosada dentro da buceta e engravidahome estrupo cu diverdax video novinha levano rola grossa na buceta e no cucontoseroticocarentecontos/armei pra minha eposa certinha com um dotadofotos de bucetas do faisaovideos de belinha e franco na zoofiliamorde devagarinho meu grelinho porno vídeoContos eroticos fui estuprado por travesti do pau grande e cabesudo xvideo levei meu primo no beco e nós transamosgretinha do short pornominha esposa pediu dupla penetraçaocontos eroticosMathz - CASA DOS CONTOS EROTICOSsexo na sala fria comendo ela depois de tirar o fio dental boa fodafudeno uma ninfeta muito gostosa porbodoidogordinha bem feitinha gosadoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaxvideos gay cu rasgadaicu arrombado da minha esposa depois da noitadaleitinho do padrinho contos gaycontos eroticos eu aprendi beijar com minha irmax vodios popas e bosrtonacontos calcinhas no cesto sujamenina da gengiva inchada gozando muito no pau do negãoirma gemeas nasce engrudada bucetacarolas daigreja crente com peitos e bunda bem grande peladascontos eroticos fingi um assalto pra transar com meu filhoColoquei tesao de vaca no suco da minha tia rabuda contoscontos erotico curvada frente namoradohistoria de mulheres casadas que fazem dupla penetraçao e foram descobertascontos cuzinho arrombado joanamulher de corno lavano carroconto erotico velha casada banca negao pirocudochulezinho femininoConto minha vizinha me falou que o marido não endurece maisContos de podolatriaXVídeos comendo a irmã em grudado em mim só confirmando