COMO FUI CONQUISTADA E TRANSFORMADA EM CROSS DRESSER PELO MEU HOMEM

Um conto erótico de PAULA
Categoria: Homossexual
Data: 12/06/2017 13:21:15
Nota 10.00

COMO FUI CONQUISTADA E TRANSFORMADA EM CROSS DRESSER PELO MEU HOMEM

é uma historia longa, mas deliciosa, acho que irão gostar pois é verídica

Sou um executivo maduro, casado, simpático, tenho 1,70 alt. 85 quilos, moreno claro, cabelos e olhos castanhos, tenho corpo bem feito, sem barriga, pernas grossas, quase sem pelos, enfim um homem comum, uma tarde por volta das 18 horas, sai do trabalho, mas resolvi parar em um bar em uma galeria na av. São Luiz, para fazer hora e esperar o transito melhorar, pois moro longe do centro da cidade. O bar é bem decorado e bem frequentado, mais tarde teria musica ao vivo, então pedi uma bebida e fiquei apreciando o movimento, somente tinha um senhor, que devia ter mais ou menos minha idade, sentado duas mesas a minha esquerda, notei que ele era muito bem vestido com um terno impecável, pensei deve ser algum profissional aqui do Terraço Itália, e com o passar do tempo chegaram mais pessoas e ele me olhando pergunta, pode ocupar uma cadeira em sua mesa, eu disse sim as ordens afinal teria alguém para conversar.

Apresentou-se sou o Roberto Bitencourt Siqueira, e eu sou o Paulo Ferraz, e iniciamos um papo bem agradável, falamos de nosso trabalho, de nossas ambições, afinal uma conversa de dois homens de negócios, sérios e respeitosos. Nesse momento entrou varias garotas lindas e ele falou lá vem mulheres caçadoras atrapalhar nosso bate papo, e sorriu com aquela boca linda, ele todo é lindo, seus cabelos lisos e negros, seus dentes perfeitos, que homem maravilhoso pensou, mas falei é elas andam sempre em grupos numerosos não é mesmo. Eu sempre tive certa atração por homens bem vestidos, bem sérios, bem másculos, mas nunca tinha tido nada com nenhum homem, desde a infância quando brincava com amiguinhos, hoje homem casado com filhos, jamais sonhara ter algo com algum homem, ele me olhava e sorria olhando bem dentro de meus olhos, e falou vc gosta de contato com este tipo de mulheres Paula, eu falei não nunca tive nada com ninguém, sabe sou muito bem casado, e ele também falou que é casado e feliz com sua mulher e família.

Não sei por que, mas aquele homem mexeu com algo dentro do meu ser e fiquei correspondendo seus olhares, e de dentro de seus olhos vi que ele também olhava os meus, correspondendo e encarando os meus olhares, sorriamos um para o outro sem falar nada, mas eu não queria parar aquele jogo de sedução e nem ele, assim ficamos jogando conversa fora até quase onze horas da noite, ai falei tenho de ir Roberto, ele me falou também, mas com pesar estava delicioso conversar com vc Paulo, e disse vc viria amanhã a este bar me encontrar para continuar nosso papo eu disse sim vai ser ótimo, ele me passou um cartão com seu fone e eu passei o meu, e cada qual foi em busca de seu carro.

Ai chegar a casa cumprimentei minha mulher e fui direto para o banho e me deitei sem falar com ela, não conseguia tirar aquele homem de minha cabeça, minha esposa perguntou o que esta acontecendo eu disse nada, ela quis sexo e eu recusei coisa que nunca havia feito, ela ficou cismada, fiquei até altas horas pensando naquele homem, não sabia por que, mas os olhos dele, sua boca, seu jeito de agir me deixaram sem saber o que estava acontecendo, mas o fato é que não consegui tirar Roberto da minha mente, no outro dia logo cedo ao me arrumar, vesti minha melhor camisa, meu melhor terno e após saudar toda a família, fui para meu trabalho. Por volta do 10 horas meu telefone toca atendo e é Roberto, que me desejou bom dia e disse não vai se esquecer de nosso encontro e falou, pensei em vc o tempo todo Paulo, eu disse eu também, e o dia transcorreu normal, à tarde fui me assear e coloquei um toque de perfume e escovei os dentes, como se fosse encontrar com uma mulher, meu sócio perguntou quem é ela eu disse não tem ninguém não, apenas estou cuidando de minha aparência, ele foi embora e disse da porta sei sim não tem ninguém ok.

Quando cheguei ao bar, ele já estava sentado na mesma mesa e levantou-se e me recebeu, oferecendo uma cadeira, senti-me cortejado, e logo que sentei ele ofereceu uma bebida que estava tomando e me deu em seu copo para um gole, eu tomei e me senti assim como que paquerado, ele falou sabe Paulo, pensei em vc o tempo todo não via a hora de encontrar vc para dizer o que estou sentindo, eu falei fale o que vc esta sentindo? Ele ficou vermelho e falou vamos tomar algo depois falamos, eu pedi uma bebida e ele continuou tomando a dele, ai falou sabe Paulo, talvez nossa amizade termine hoje, mas tenho que falar o que estou sentindo e disse talvez vc não saiba Paulo, mas sei que vc não tem coragem de assumir, mas vc iria adorar ser transformada em femea, e estou louco pela mulher que tem dentro de vc, da Paula a linda mulher que vc tem escondida em vc eu quis falar ele colocou os dedos em minha boca e falou escute antes de brigar comigo. Desde que te vi ontem pensei esta é a mulher que sempre sonhei, estou cansado destas putinhas, destas mulheres fáceis, minha mulher somente pensa em sociedade, em desfiles, em amigas e eu quero alguém para amar e me sentir amado, pronto agora pode me xingar Paulo.

Eu ouvi tudo aquilo e fiquei em choque, quando falei ele ficou serio, olhando nos meus olhos, pensando que eu o iria agredir, e falei assim: Roberto acho que vc esta confundindo eu sou homem, nunca pensei em ser de um homem, mas gostei de vc de seus modos, e será uma pena nos afastar, pois acho que poderíamos ser grandes amigos, mas femea não tenho jeito para isso, e acho que vamos ter de teu terminar nossa amizade hoje, vou pedir a conta e vou embora, Roberto falou sabe Paulo podemos ser amigos, e deixa eu te tratar como mulher em nossa amizade isto somente entre nos sem te tocar ou tentar aproximação sexual e se um dia vc resolver experimentar usar lingeries, roupas, maquiagens estarei a seu lado te apoiando e te amando como amigo. Eu disse Roberto isso é loucura, mas gostaria de manter nossa amizade, eu aceito, mas sem prometer nada apenas amigos e ele falou e trato vc sempre como mulher na intimidade de acordo, eu sorri e disse tudo bem amigo, ele falou ótima Paula, vc não sabe como me deixa feliz com esta decisão. Eu sorri e falei Paula, gostei...

Conversamos bastante e ele é encantador, eu fiquei lisonjeada, não me deixou pedir mais nada ao garçom ele é quem pedia, pois eu era a mulher da mesa, após algumas doses ele pegou minha mão em cima da mesa e ficou acariciando, ele perguntou Paula, vc nunca gostou de usar lingeries nem de brincadeira? Eu disse sabe Roberto, eu sempre gostei de ver lingeries da minha mulher e em lojas, e quando mais jovem cheguei a usar calcinhas, pois como tenho poucos pelos ficavam ótimas em minha bunda, mas apenas isso, cheguei até a colocar soutiens, mas sem seios ficavam vazios, e sorri sem graça, ele falou tinha certeza minha linda, vou te fazer uma mulher bem feliz vc verá. Infelizmente tive de ir embora, na saída ele me abraçou e senti seu pau duro encostar em meu corpo, e o meu também ficou duro e ele não largava meu corpo em um abraço delicioso, pensei acho que vou virar sua femea mesmo, que delicia, ai senti seus lábios beijando meu rosto, e dizer ainda vai beijar e ser beijada na boca minha deliciosa Paula, e perguntou amanhã no mesmo horário ok, eu disse falamos durante o dia, tenho de cuidar da família, ele disse estou te amando Paula.

Chegando a casa meio tarde, minha esposa estava de baby doll deliciosa me esperando e eu não tinha vontade nenhuma de fazer sexo, mas como fazer para ela não desconfiar, assim a beijei e possui seu corpo, enfiando meu pau na sua deliciosa buceta, ela gemeu e gozou e eu não conseguia gozar e ele ficou me olhando sem saber por que eu não gozava, e ai chupou meu pau e eu gozei feito louco em sua boca, e dormimos calmos e felizes. No outro dia por volta das 11 h. Chegou uma encomenda vi o remetente Roberto, abri sozinha em minha sala e continua um lindíssimo conjunto de lingerie preto, acetinado e rendado, coisa linda maravilhosa, a calcinha era fio dental, e o soutiens era meia taça, fiquei feliz, mas não sabia onde guardar nem onde experimentar, na hora do almoço tranquei a sala e fui para o banheiro e vesti o conjunto, ficou lindo em meu corpo, sentia a calcinha entrando no rego da minha bunda e o soutiens levantava meus pequenos seios, e parecia que tenho seios reais, fiquei excitada com aquela deliciosa roupa, tirei com pesar e guardei trancada em minha gaveta. Por volta das 14h recebi um telefonema do Roberto que perguntava se eu iria ao nosso bar a noite, eu disse vou sim mas temos de ir embora mais cedo por volta das 9h ele concordou e eu agradeci o presente, ele falou gostou? Eu disse adorei e lindo, ele perguntou experimentou eu disse sim ficou lindo, obrigado, ele falou Paula, ainda vou ver vc com ele viu minha deliciosa mulher, e desligou.

Quando cheguei ao bar ele não estava me esperando, e sentei-me e fiquei a espera, quando chegou se desculpou e falou sabe Paula, estive vendo um apto. Aqui na Av. São Luiz onde pretendo montar um apto. para nossos encontros, vc concorda com isso, eu disse mas vc não esta indo depressa demais Roberto, ele disse não muda nada, apenas não nos encontraremos mais aqui e sim em nosso refugio, se não quer eu cancelo, eu disse não vc tem razão melhor do que encontrar diariamente com vc não é mesmo. Vc esta gostando de me encontrar diariamente Paula, eu disse sabe Roberto, eu estou amando esta situação, adorei sentir a lingerie no meu corpo esta tarde, mas onde vou guardar isto, ele falou vamos ter nosso apto e suas roupas poderão ficar lá eu disse roupas, somente tenho um conjunto de lingerie que vc me deu, ouvi dizer, mas terá muitas outras meu amor, será minha mulher, a mulher que sempre sonhei, eu falei tenho família, e vc a sua, mas eles não vão saber apenas nos dois seremos felizes e faremos nossas famílias felizes também. Tenho medo de acordar deste sonho, mas estou amando ser tratada como femea, e espero que vc esteja sendo sincero comigo Roberto meu namorado e sorri para ele. Seus olhos brilhavam de felicidades, e como sempre ficamos o tempo todo olhando um nos olhos do outro, era delicioso ser seduzida por meu futuro homem, estava apaixonada e parece que ele também.

Fiquei pensando em tudo o que estava acontecendo, sempre tive uma vontade imensa de me vestir e me sentir mulher, mas sempre foi uma coisa intima sonhos íntimos, que jamais externara a alguém, e agora estava mesmo interessada em ser mulher para aquele homem sedutor. No outro dia na mesma hora, recebi um pacote dele, e ao abrir vi que tinha uma linda rosa vermelha e junto mais um conjunto de lingerie agora branco e um bilhete dizendo se quiser hoje vamos conhecer nosso futuro ninho ligue confirmando amor, eu fiquei feliz e pequei o telefone e falei adorei o presente e vou adorar conhecer nosso apartamento, como fazemos ele disse estarei a sua espera na entrada de nosso bar, e vamos para o apto. disse ótimo, as 18 h. estarei a sua espera. Ao chegar ele estava a minha espera estava lindo como sempre eu estava com minha parte feminina borbulhando que vontade de assumir como femea, ser mulher daquele homem maravilhoso, será que o pau dele é grande, será que vou aguentar o pau no cu, será carinhoso, estas perguntas ficavam o tempo todo em minha mente, estava apaixonada pela ideia de ser mulher, para aquele homem. Abraçou-me e beijou meu rosto, fiquei sentindo seu beijo no rosto o tempo todo, adorava seus carinhos, ao entrar no apto. Fiquei encantada, era lindo bem decorado, todo mobiliado, com cozinha, sala e dois quartos, sendo um de vestir com guarda-roupas e gavetas, fiquei maravilhada, ai ele pegando em minha mão beijou-a e disse aqui vc será minha mulher, vai ser a minha Paula eu o abracei e ele levantando meu queixo com os dedos beijou minha boca, com bastante carinho e senti sua língua tentando abrir minha boca eu aceitei o beijo e senti sua língua louca entrando na minha boca, e senti um tesão maravilhoso, que delicia ser desejada, ai ele me virou de costas e abraçou-me por trás e senti seu pau se apertando em minha bunda e ele falou em meu ouvido, que delicia de bunda meu amor, vou amar te fazer minha. Quando ele me abraçou por trás viu que eu estava de soutiens e perguntou-me vc esta de calcinhas também amor? Eu sorrindo falei sim Roberto afinal vc já ganhou o direito de me ver vestida de Paula, ele sorrindo disse tira seu terno e fica somente de lingeries linda, eu falei vou ao outro quarto amor, ele falou não linda, faça isso na minha frente, tirei primeiro o paletó, depois a gravata, depois a camisa, ficando de soutiens, ele ficou com os olhos vidrados em meus seios, dizendo que lindo seu seio fica aparecendo viu como acertei no modelo amor, e tirei a calça ficando apenas de lingerie, ele ficou louco, e falou posso te abraçar meu amor, eu fiz que sim com a cabeça, abraçou-me com amor e carinho, sentamos no sofá e ele estava maravilhado com meu corpo com o lingerie preto, eu confesso que me vendo no espelho grande da sala, também gostei de meu corpo, que um dia seria dele.

Beijamo-nos eu correspondia a cada caricia sua, sentia sua mão nas minhas coxas, na minha bunda, nos meus seios, sentia sua boca percorrer meu corpo, seu pau estava enorme, ficou apenas de cuecas, e vi o tamanho de seu pau, lindo retinho, delicioso, devia ter uns 19 cm bem grosso, pensei será que um dia vou aguentar este pau no meu cu, e ele gemendo pegou minha mão e levou ao seu pau, agora sem cuecas e eu apertei seu pau, quente e explodindo de desejos, e discretamente o masturbei e senti-o explodir em um gozo lindo gostoso, expelindo uma quantidade enorme de porra, senti vontade de colocar aquela maravilha na boca achei que iria pensar que estaria sendo muito fácil me fazer de mulher, e me segurei. Corri para o banheiro e peguei higiênico e limpei seu pau de depois tudo em volta, ele estava entregue somente olhando minha atitude e me beijou novamente dizendo obrigada minha mulher. Então ele falou Paula, amanha quero ir com vc a um shopping para escolher roupas femininas para vc, lingeries, shorts, calças femininas, vestidos, camisolas, sapatos tudo enfim que uma mulher precisa para agradar seu macho, vc quer? Eu disse sim amor, vou adorar isto, e como faremos ele falou diremos que é para nossas esposas, pena que não podemos levar elas junto seria mais fácil não é , perguntei como vc fez para comprar os dois conjuntos ele disse fui a uma loja de lingerie e disse mais ou menos seu numero e falei que era para minha esposa, e acho que acertei pois vc esta deliciosa. Falei amor ele disse que adorava ouvir de minha boca o chamar de amor, e disse vou ter de me ir pois minha esposa esta esperando, já são 9 horas, ele falou que peninha e amanha poderemos ficar até mais tarde, e falei se vc puder podemos ir a tarde la pelas quatro horas fazer compras e a noite ficamos até umas 11 hs quer ele mais que depressa disse maravilha minha mulherzinha querida. E me beijou novamente a boca, enfiando sua língua na minha boca e nos beijamos os dois de pau duro, eu falei vou ter de comprar adesivos para segurar isto quando estiver de calcinhas, e ai ele não atrapalha, e sorrimos os dois. Peguei novamente em seu pau e acariciei e sentando no sofá o coloquei na boca e lambi sua cabeça ele gemeu de prazer, dizendo ai meu amor, que delicia, chupa mais eu falei amanha meu amor, agora tenho de ir-me.

Em casa tive de comer minha esposa, eu estava louco de tesão reprimido e caprichei na foda, chupei-a todinha deixando a nua, e lambi seu cuzinho e ela gemia de prazer, dizendo que delicia meu amor, e eu enfiava a língua e pedi amor, vou ter de comer seu cuzinho hoje, ela disse mais vai doer amor, come a buceta, que é própria pra isso, cuzinho não amor, e eu chupei sua buceta e enfiei o dedo no seu cu, enquanto ela gozava na minha boca por varias vezes, e depois coloquei a cabeça de meu pau e fui enfiando e fudendo até ela gozar varias vezes com o pau na buceta, ai ficamos conversando ela deitada em meu braço e ai uma determinada hora falei, amor quero usar suas lingeries vc deixa, ela sorriu e disse, se for te dar prazer eu deixo amor, quer vestir agora eu falei não amor agora vou dormir mas este sempre foi minha tara, e agora tenho vontade gostaria de ir trabalhar de lingerie ela falou como assim amor, debaixo do terno e da camisa social, eu disse sim amor, ela falou se quiser eu te ajudo sim, precisaremos comprar lingeries, mas pode usar as minhas que quiser, te amo e vou amar vc vestida de mulher, eu sorri e a beijei e falei e se algum homem me quiser como femea, ela disse amor se vc quiser, não vou atrapalhar desde que continue a me amar e ser meu marido, eu perguntei mas vc não vai achar ruim, ela disse amor, sexo é sexo, amor é amor, não tem nada a ver. Dormi pensando em que conversamos e resolvi contar tudo a ela, e contei a historia desde o inicio, ela ficou pensativa e falou pelo que vc contou não tem mais retorno não é amor, eu falei acho que não amor, ela falou vou te ajudar no que puder, somente não quero perder meu marido, eu disse não vai perder Vanessa serei sempre seu homem seu marido. Pensei vou falar com o Roberto logo cedo. Roberto ouviu e falou, sabe Paula, eu também conversei com minha mulher e ela disse que é loucura eu estar gostando de um macho, mesmo eu sendo o ativo, mas se for meu desejo ela vai apoiar somente tem medo de perder seu marido para a Paula, eu falei que vc é casado e que vive bem com sua mulher e ela falou porque não vamos jantar os quatro na sexta feira, ai vai ver o acho do casal e veremos o que vai dar, fico na minha pode confiar e não vão perceber que sei de vcs. e nem a esposa dele.

Será que sua mulher aceita, eu falei tenho certeza que aceita sim, e minha mulher se chama Vanessa e a sua Roberto ele disse Monica, é linda sabe morena, cabelos longos, seios médios, pernas e bumbum grande, e a Vanessa como é eu disse loura, tarada por sexo, quer sexo todas as noites, mas quer me fazer feliz por isso vai aceitar, na sexta então eu falei então vamos deixar as compras para depois deste encontro, ele falou não amor, vamos comprar só algumas coisinhas depois se eles toparem compram o restante. Assim fomos às compras, compramos lingeries, baby, blusas, saias, shorts, sandálias de salto, vestidos lindos e deliciosos, não via a hora de ir para nosso ninho para vestir todas as roupas novas, vesti todas as lingeries para ele ver, quando estava com um vestido tubinho preto lindo, ele não aguentou e me beijou e disse amor, vou possuir seu cuzinho não aguento mais de vontade, eu disse calmo amor, tudo tem sua hora, e o beijei, ele falou então venha chupa meu pau, eu me ajoelhei e pegando aquela delicia de pau coloquei na boca e fui chupando, lambendo, sugando e ele gemia de prazer e pulava de tesão e percebi que o pau estava para explodir e ele falou tira amor vou gozar eu não tirei e ele gozou na minha boca, foi delicioso sentir toda aquela porra descendo pela minha boca e engoli cada gota de sua porra e depois lambi o pau deixando-o bem limpinho e ele ficou quieto deitado no sofá e eu deitei em cima dele de vestido com lingerie, ele gemia de felicidades, prometendo amor eterno.

Na sexta feira eu e Vanessa fomos para o restaurante na Al. Santos, e ao chegar vi o Roberto com sua esposa na sala de espera, sua mulher era lindíssima uma bela morena, e Vanessa também linda assim, éramos dois casais com suas mulheres maravilhosas, nos apresentamos e jantamos a conversa variou entre trabalho e vida social, as duas se retiraram para o toalete, e Roberto falou o que esta achando eu disse acho que se gostaram, se forem amigas tudo será mais fácil não é mesmo. Ele disse preferia estar em nosso canto nos acariciando, e sorriu eu correspondi. Quando voltaram falaram o que os meninos estão falando de nos, mal tenho certeza, nos sorrimos e falamos somente elogios. Monica era mais extrovertida e falou primeiro, sabem meninos falei com Vanessa e ambas resolvemos ajudar vcs nesta aventura que estão sonhando, e sempre que quiser basta nos avisar e ajudaremos em tudo inclusive encobrir para nossa família onde vcs estão, e onde vão ter suas aventuras, não podem ficar entrando e saindo de motéis ou hotéis, Roberto falou que temos um apto. Pretendemos conviver neste local, e ainda é inicio e ainda não tivemos nossa lua de mel, somente teremos agora com a aprovação das duas, ai Vanessa me falou e Monica iremos amanhã providenciar um enxoval para a Paula, podemos ir arrumar tudo no apto. para vcs se quiserem, ai vcs tem sua vida sempre sem se esquecer que tem suas esposas em casa torcendo por vcs. Eu falei Roberto já comprou algumas coisas, mas vamos adorar a ajuda de vcs., elas falaram amanhã vamos iniciar , ficamos até tarde conversando tinham assuntos que não acabava mais, Vanessa falou que não tenho pelos no corpo, mas Monica falou mesmo assim seria bom ele depilar tudo não é amiga, ela falou vou providenciar isso, e Monica falou vai ter de ensinar higiene feminina para ela e eu vou ensinar para meu marido como se trata uma virgem de cuzinho, afinal a primeira vez tem que ser com muito carinho e amor. Despedimo-nos e ao sair elas ficaram olhando no estacionamento como eu me despedia de Roberto, e ele sem vergonha alguma me beijou na boca na frente das duas que felizes aplaudiram e disseram agora sim, já estão encaminhados, vcs já viram o tamanho do pau um do outro, Falei já medi com a boca, e elas sorriram satisfeitas e saímos.

No outro dia logo cedo, ele me telefonou e disse amor, sabe Monica adorou sua esposa e vc também, acha que vc é a pessoa perfeita para ser minha mulher além dela, e disse que vai sair hoje com a Vanessa e fazer compras, e quer sempre que puder estar perto de sua mulher, vc vai ficar com ciúmes? Eu não entendi bem e pedi como assim, ele falou acho que vai tentar possuir a Vanessa, vai deixar? Eu disse sim amor, que não atrapalhe nossas famílias ela pode fazer o que tiver vontade com a Monica. Marcamos para nos encontrar no apto por volta das 16 horas chegando entrei e fiquei a espera de Roberto, entrei no quarto e vi as roupas todas arrumadas sobre a cama, lingeries, shorts, vestidos, roupas de dormir, sandálias altas, medias e baixas, calças compridas femininas, tudo o que uma noiva quer ter para ser mulher, tinha separado lingerie branca, vestido branco, camisola de dormir branca, com um bilhete dizendo que era para eu usar na lua de mel. Deveria usar tudo branco neste dia, assim seria uma perfeita lua de mel. Quando ele chegou estava vestida de lingerie rosa choque, um vestido floral com flores rosa, e com batom vermelho e maquiada bem de leve, e o abracei com amor e mostrei nossos presentes ele adorou, e disse quando faremos a nossa lua de mel amor, eu falei vc escolhe, pode ser qualquer dia da semana, ele falou vamos marcar para quarta feira ai voltamos para casa somente no sábado, ficamos de quarta até sábado nos amando, vc aceita eu disse sim amor. Olhando-me ele falou com vc esta gostosa amor, eu disse hoje Vanessa vai me depilar vou ficar lisinha para vc amor, vai depilar o cuzinho também, e ai vc o usa como quiser gostoso meu, e o beijei ele correspondeu me acariciando e beijando todo meu corpo, chupou minhas tetinhas e lambeu meu cuzinho, me deixando louca, eu disse amor me deixa chupar seu pau, ele falou, mas ai vc não goza, eu disse gozo com sua língua no cu, vc quer enfiar a língua e o dedo no meu cu, ele disse vou amar vai para cama gostosa. Não resisti mais e pequei seu pau e o chupei com muito amor e carinho ele neste momento colocou o dedo no meu cu e enfiou o mesmo, eu gemi de dor e prazer e continuei chupando seu pau, ele disse vou gozar amor eu disse eu também meu macho e gozamos os dois ao mesmo tempo ele com o dedo grosso no meu cu e eu com o pau dele na minha boca, gozou rios de porra e eu engoli tudo como sempre.

Depois de muito sexo ele falou sabe Paula minha mulher convidou vc e sua esposa para ir jantar em minha casa esta noite, será que Vanessa aceita, telefone a ela, convidei e Vanessa aceitou na hora e perguntou está com ele amor, eu disse sim querida é uma delicia chupar o pau dele amor, maravilhoso, ela sorriu e disse vou arrumar para o jantar com a deliciosa Monica, e sorrindo desligou. Perguntei o que Monica falou de Vanessa ela gostou dela, ele disse ela amou disse que é a mulher mais gostosa que ele conheceu e disse que quer demais estar perto dela, muito perto a ponto de gozar com ela, esta morrendo de tesão por Vanessa vai acabar comendo ela amor.

No dia do jantar em casa de Roberto e Monica, minha esposa falou vamos ter de sair daqui arrumados normais passará no seu apto. E vou preparar a Paula para o jantar combinei com a Monica de fazer uma surpresa para Roberto, eu aceitei sem entender bem o que seria a surpresa, chegamos às 18 horas no apto da São Luiz e ela foi escolher roupas para me produzir como Paula, escolheu aquele conjunto lindo de lingerie preto, porém explicou como vc vai de short, não deve usar fio dental, tem de mostrar que esta de calcinha, e pegou uma linda calcinha tipo normal acetinada e brilhante usou adesivos para prender meu pau para trás retocou a depilação em meu corpo principalmente as pernas e cuzinho, me vestiu com o lingerie, e mandou eu me sentar para ser maquiados, os seios eram presos pelo soutiens e levantava meus peitos, ficando bonitinhos e atraentes, ai me maquiou eu falei, mas como vamos à casa da família eu de Paula, ela falou seus filhos viajaram para a praia e estarão sozinho, ai chegara a Paula prontinha para seu homem, eu gostei da ideia, arrumou meus cabelos com penteado de mulher com cabelos curtos, e escolheu um short bem apertado e curtinho branco e uma camisa curta de seda também branca transparente, assim aparecia a lingerie preto por baixo, ficava atraente, coloquei uma sandália alta preta, antes já havia feito minhas unhas do pé e das mãos somente faltou o esmalte vermelho ela passou fiquei pronta assim que o esmalte secou pronta para a aventura de minha vida.

Pela primeira vez na vida sairia às ruas toda produzida de mulher, meu sonho de ser cross dresser seria realizado naquela noite, entramos no carro no estacionamento do prédio, encontramos moradores do prédio no elevador e no estacionamento todos admiravam as duas mulheres lindas que passavam me paquerando juntamente com minha esposa, senti um prazer enorme com isto. Ao chegar à casa de Roberto vieram abrir a porta os dois, quando Roberto me viu ficou de boca aberta, e Monica nos beijando o rosto disse pode fechar a boca Roberto ela é linda mesmo, observe que beldade é sua femea, ele me abraçou e beijou minha boca com sua língua louca brigando com a minha por vários minutos, as duas pararam e ficaram olhando, fomos entrando e ele falou em meu ouvido vc esta linda meu amor acredito não vou aguentar até quarta feira e sorriu. Monica falou nossa Vanessa como as pernas dela são lindas, vc fez um ótimo trabalho, veja como os dois se olham isto é paixão mesmo não é, e ouviu da Vanessa até eu fiquei com tesão por ver o amor que demonstram um para outro. Que delicia ficou meu marido não é Monica, ela concordou e disse vamos até a cozinha, deixa os pombinhos se arrulharem e sorrindo saímos da sala. Na cozinha Vanessa disse nossa estou molhadinha de ver os dois se esfregando ao que Monica me respondeu também amiga, como dá tesão ver tanto desejo não? Eu sempre soube que Roberto queria ter uma aventura com um trans. ou sei lá como chama isso, (Vanessa disse chama-se cross dresser amiga) mas nunca pensei que pudesse conquistar um tão lindo, nossa que excitação minha buceta esta até escorrendo pelas pernas tanta excitação eu fiquei de ver e imaginar. Vanessa chegando perto de Monica falou me deixa ver e colocou a mão na buceta de Monica e constatou que estava ensopada, brincou com o grelo dela com os dedos e Monica gozou na mão de Vanessa, acabaram se beijando apaixonadamente. Monica perguntou o que foi isso ao que Vanessa respondeu não sei acho que foi o clima da sala que chegou aqui e a beijou novamente. As duas sorriram cumplices.

Após a saída das duas da sala, ele me beijava, acariciava meu corpo todo eu estava louca de vontade de ser dele, colocou minha mão em seu pau estava duro como uma rocha ficou masturbando bem de leve o tempo todo ele disse vou gozar melhor parar eu andei pela sala para ele me ver inteira, ele disse vc é muito melhor do que sempre sonhei. Vamos mesmo fazer nossa lua de mel na quarta-feira amor, assenti que sim, iria ficar o tempo todo com ele, que feliz disse vamos avisar nossas esposas não é, eu disse sim amor, temos de preparar para nossa ausência. Serviram o jantar e Roberto pediu atenção de todos e falou, nesta semana vamos viajar em lua de mel, e vou transformar a Paula em mulher, com muito amor, as duas aplaudiram, e vamos ter de arrumar tudo para Paula e ensinar mais algumas coisinhas, Vanessa falou já deixei na gaveta do quarto deles, lubrificantes e pomadas cicatrizantes e analgésicas, acho que esta tudo pronto para o grande evento. Jantamos sempre um ao lado do outro, Roberto não me deixava nem respirar ficava me acariciando o tempo todo, elas brincavam conosco dizendo eita tesão, e sorriam de nossos afagos. Assim combinamos a partir de quarta estaríamos fora e somente voltaríamos no sábado, e combinamos novo jantar no sábado os quatro.

Despedimo-nos e fomos embora, teríamos de passar no apto para trocar minha roupa e tirar a maquiagem, eu pensei que pena foi minha noite de gloria como femea, e Vanessa falou em casa nossos filhos estarão em casa e como explicar não é concordei, chegando ao apto. Vanessa falou vamos para casa estou morrendo de tesão, e contou o episodio com Monica e falou preciso gozar senão vou explodir, ela gozou, mas eu não estou louca de vontade de vc amor, quando fomos para o quarto ela falou com seu corpo ficou lindo de mulher amor, mas agora me faça gozar, por favor, e eu mais que depressa chupei sua buceta, seu corpo, seus seios, tudo o que ela tem de mais gostoso, lambi seu cu com a língua, cu que ela nunca me deixou comer, e falei ainda vou comer este cu, ela falou vc sim será comida esta semana minha querida Paula, e sorrimos ai a penetrei enfiando todo o meu pau naquela buceta molhada e deliciosa, ela gozou como nunca pensando que uma mulher estava a possuindo, e gozou gritando o nome de Monica satisfez seu sexo reprimido e depois dormimos com um casal feliz e realizado. Logo pela manhã de domingo recebemos um lindo ramalhete de rosas vermelhas desejando bom domingo ao casal, e o pedido para não nos esqueçamos deles. A tarde conservando com Vanessa ela falou sabe Paula acho que vc não deveria mais usar cuecas é horrível, tente usar sempre calcinhas do dia a dia, melhor até de algodão, se vc quiser eu providencio afinal quem vai virar mulher tem de cuidar do corpo não é mesmo, eu aceitei e adorei a sugestão.

Na segunda feira teria de trabalhar, pois como iria ficar ausente por três dias na semana teria de adiantar meus compromissos, e minha esposa me deu algumas calcinhas normais para eu usar no lugar das cuecas e falou que iria comprar muitas hoje, e sempre teria de usar calcinhas dali para frente, vesti uma azul marinha por baixo do terno azul marinho e falei pena que não possa usar soutiens, ela falou pode sim tem soutiens sem enchimento, mas serve para vc se lembrar do dia todo que agora é uma mulher e comprometida com esta decisão, eu adorei a ideia e coloquei o soutiens que ela me deu, e fui à luta, trabalhei o dia todo e não recebi ligações de Roberto, fiquei preocupada ele sempre liga, mas por volta das 16 horas recebo ligação de uma secretária dizendo que ele estava o dia todo em reuniões com empresários e assim que terminar ele vai para a São Luiz me encontrar, para resolver nossos negócios, eu entendi e fui esperar meu macho no nosso apto. Aproveitei para verificar os acessórios que Vanessa havia colocado na gaveta, e li todas as bulas e o bilhete com instruções de como usar que ela teria deixado, saberia que tinha de usar ky no pau dele e no cuzinho para não machucar muito e se machucar passar pomadas, etc. etc. havia comprimidos também para dores, enfim tinha tudo preparado para a grande noite, eu ainda não sabia se iriamos viajar ou ficar no apartamento, meu homem é que iria decidir.

Quando Roberto chegou correu me abraçar e falou desculpe amor, tive de resolver assuntos, para poder ficar fora por três dias, mas amanhã termina e quarta logo cedo estaremos juntos linda, me beijou apaixonadamente e eu falei sabe Roberto acho melhor ficar sem te ver e somente nos veremos na quarta feira, ele falou por que vou ter de ficar sem te ver, eu disse para te dar tesao e vc cuidar da Monica e eu cuidar da Vanessa afinal temos de ser maridos não é, ele triste beijou-me e falou não posso te comer hoje somente um pouquinho eu falei nada nem chupadas querido, apenas carinhos e vamos esperar nosso dia, e sorri e o beijei com muito amor, senti seu pau duríssimo na minha barriga, e pensei será que aguento tudo, vamos ver e namoramos até umas 9 horas, ai quis sair ele falou onde iremos passar a lua de mel, eu disse vou de homem ou de mulher, ele falou como vc quiser amor, e disse tenho um amigo que tem uma ilha em angra vc quer ir, eu disse iria adorar quero ficar o tempo todo com vc nestes dias de mulher, e como faço, ele falou saímos daqui de Paula, e levamos apenas roupas da Paula, e ninguém vai ter ousadia de falar nada e se falar, somos adultos amor, eu falei então eu topo quando saímos assim que chegar aqui pela manhã nos encontramos e vamos para Angra vc deixa seu carro aqui e vamos namorando pela estrada, vc de Paula, acertamos tudo e fui embora nos beijando o tempo todo.

Ao chegar a casa contei a Vanessa nossos planos ela aplaudiu e deu conselhos e falou amanha vou até o apartamento arrumar suas malas e vou preparar tudo para a lua de mel, inclusive colocar tudo numa nécessaire e não se esqueça de que será mulher o tempo todo, se quiser vou arrumar seu cabelo e maquiagem leve para o dia, eu disse não amor me ensina que eu faço isso logo que chegar ao apartamento ela ensinou e iria ao dia seguinte arrumar minha mala, disse que a Monica iria arrumar a mala do Roberto e pediu para irmos comprar biquínis para vc, como vai a praia sem biquínis, e me ensinou a usar saída de praia, que iria comprar, pegou um seu e me ensinou como me portar como femea de biquínis e saída de praia, estava preparada para o grande evento. Após tudo acertado fomos para a cama e eu a chupei inteirinha e mais uma vez pedi me deixa comer seu cu, ela falou sabe que não deixo, mas vou tentar se aquentar a dor eu deixo, e pegando o ky que tinha comprado para este final, pediu não me chupe tenho que estar com tesão para dar o cu senão desisto na primeira dorzinha, e passou no seu cu bastante e lambuzou meu pau de ky ai falou venha sua tarada meu cu é seu hoje, somente hoje, e eu coloquei a cabeça na porta de seu cu ela gemeu de tesão, eu enfiei uma pontinha da cabeça o cu se abriu um pouco, e enfiei mais entrando a cabeça toda, ela chorava de dor e prazer e dizia que dor deliciosa amor, enfia mais bem devagar e eu obedeci, ela chorava eu via as lagrimas saindo de seu olhos, mas continuei, ela gemia de dor e prazer pedindo mais pau e coloquei até o final, quando sentiu que tinha entrado tudo pediu para parar eu parei ai ela depois falou agora me fode meu macho e eu fodi aquele cu tão desejado, ai que delicia de cu, enchi seu buraco de porra e ela gozou varias vezes com o pau no cu, e gritava de prazer, dizendo que delicia é dar o cu meu amor, que bom que tive este prazer com vc meu macho querido, que amanha vai ser mulher, mas macho para mim e femea para seu homem, e depois dormimos com o cu dela cheio de porra e meu pau todo ensopado de ky e porra.

Logo pela manhã no café estava eu e ela me beijou e disse não sabia que era tão bom dar o cu meu amor vai querer sempre ok, eu sorri e disse pedi a vida toda e vc nunca quis, ela sorriu e disse mas agora vou querer sempre, disse que iria comprar biquínis e saídas de banho e bronzeadores, e outros utensílios de praia, e depois iria ela e Monica ao apartamento arrumar minha mala e já levariam a de Roberto. Eu agradeci e disse-te amo, ela falou, mas quer ser mulher mesmo me amando, eu disse sim meu amor, preciso ser mulher ela disse eu entendo somente não se esqueçam de que têm esposas os dois ok, eu disse sim minha querida. Volto cedo, pois não irei ver Roberto hoje, e se vc quiser podemos nos amar bastante, ela falou logico que quero. O dia no trabalho transcorreu em paz e a tarde Roberto falou meu amor, vamos nos ver somente um pouco eu falei não amor, somente amanhã estarei logo cedo para ser sua, ele disse vários elogios a sua futura mulher e desligamos.

Ao chegar a casa Vanessa disse arrumamos tudo no apartamento sua mala e a dele estão prontas, mas não se esqueça que será a mulher e vai ter de arrumar as roupas e coisas dele como uma boa mulher ouviu, eu disse sim amor farei tudo como boa mulher, a noite na cama ela antes de eu começar a beija-la disse preciso te contar algo? Eu disse fale amor, e ela contou que quando estavam arrumando minhas malas, se encostaram sem querer e saiu um beijo delicioso entre as duas, e ai foram se acariciando e quando percebeu já estavam nuas, ai ela que é mais tarada foi para cima de Monica e chupou seus seios, seu corpo e ela correspondeu aos seus carinhos e acabaram se amando num perfeito 69 e gozaram muito em minha cama, e fizeram isso a tarde toda, gozando varias vezes, a Monica ficou até amolecida de tanto prazer de tanto gozo, e eu também fiquei satisfeita, foi lindo maravilhoso ser amada pela Monica, e ela também adorou ser amada por mim., vc acha errado amor? Eu disse não amor, isto é ótimo, assim não fica sombra de duvidas sobre o que sinto por Roberto e ficaremos tudo em família não é, isto que falei para Monica quando ela ficou com remorsos, e vai falar com ele sobre o que aconteceu. Ai eu falei então não vai querer sexo não é meu amor, ela disse não quero sexo normal, mas gostaria de encerrar o dia tomando no cu, se vc quiser é logico, eu mais que depressa cai de boca no cuzinho rosado dela e enfiei o pau, após lubrificar bem, e a possui novamente agora ela não sentiu mais tantas dores e gozou feito louca com o pau no cu, dormimos e eu fiquei pensando na virada que a vida deu em minha vida e imaginava como seria nossa lua de mel.

Pela manhã Vanessa me arrumou com lingerie completa e deu muitos conselhos e falou inclusive para eu forçar para fora o cu na hora da penetração que doe menos, eu agradeci a beijei e fui para meu apartamento esperar meu macho, fui mais cedo para me produzir para ele. Vesti uma calça comprida preta com a boca mais larga em baixo, uma um top bem curto da mesma cor e a lingerie também era preta, fiquei com a barriga de fora, maquiei meu rosto e passei batom e esmaltes nas unhas do pé e mão, vesti uma sandália meia de salto o difícil foi arrumar o cabelo que já estava crescendo, mas ainda era curto, fiz mais ou menos como Vanessa me ensinou, ela pediu para eu mandar uma foto para ela ver se tinha ficado bom e der palpites eu o fiz e ela mandou de volta dizendo que estava linda, e que tinha mandado a foto para Monica, desejaram felicidades para nos dois e desliguei, esperando meu homem.

Assim que fiquei pronta já era quase 8 horas Roberto chegou e me abraçando disse vc esta linda meu amor, agora vc será realmente minha mulher, minha femea, meu amor, com nossas malas saiu em direção à lua de mel, no caminho notei o pau duro dele apontando para cima e o meu também estava assanhado, mas preso por adesivo, próprio para este fim, ao chegar à ilha vi a beleza do lugar aconchegante, o marinheiro nos deixou e foi embora, disse que se precisar de alguma coisa que esteja faltando bastava ligar que ele traria, estariam as nossas ordens, conhecemos todo o lugar, me troquei e coloquei um biquíni lindíssimo que tinha ganhado de nossas esposas, e namoramos a tarde toda, à noitinha pedi para me arrumar e fui colocar minha roupa de virgem, coloquei um conjunto de lingerie todo branco, um vestido de seda branco soltinho branco, uma sandália rasteirinha toda de pedrarias lindíssima, cuidei da minha maquiagem, batom e hidratantes no corpo, enfim estava de noiva para meu homem cumprir sua obrigação de me fazer mulher, ele quando me viu ficou maravilhado com meu corpo todo lisinho pronto para ser usado por ele, pelas mãos me levou ao quarto onde nos beijamos e acariciamos mutuamente, ai ele me chupou os seios, sempre beijando meu corpo acetinado, e com muito jeito foi me virando de bruços e tirou meu vestido me deixando apenas de lingerie, e depois me virando de bruços, beijou minha bunda toda, lambendo meu corpo todo, e enfiou sua deliciosa língua no meu cu, eu pedi um tempo e pegando o ky, passei no pau dele e no meu cuzinho como Vanessa me ensinará, e preparei-me para ser deflorada pelo macho da minha vida. Quando senti o calor da cabeça do pau dele na portinha de meu cu, gemi de prazer mesmo sabendo que iria ser doloroso e falei vai amor faça tudo o que me prometeu me faça sua mulher, ele disse vc esta deliciosa Paula, vou te amar sempre por toda a vida e senti o ferro em brasa entrando a cabeça no meu cu, que se abriu como uma flor que se abre para receber o sol, e ele continuou bem vagarosamente, percebi que a cabeça entrará mas a dor era insuportável, ele continuava a penetração bem devagar, dizendo palavras de amor no meu ouvido e o pau continuava, de meus olhos pulavam lagrimas de dor, eu gemia, chorava mas queria ser possuída de uma vez, ele parou na metade eu descansei apertando o cu senti aquele pau enorme na metade do meu cu, e falei mesmo que eu grite amor, me faça sua mulher me come por completo e ele o fez com muito jeito e cuidados, quando senti o saco batendo na minha bunda pensei afinal sou mulher, e ele gentilmente parou esperando o cu se acostumar com o invasor e ele logo após perguntou, posso fuder este cuzinho delicioso, eu disse sim amor ele é seu somente seu hoje e sempre e ele fudeu, como somente um macho alpha sabe fuder e eu gozei sentindo o pau entrar e sair do meu cu, e ele continuou e senti quando o pau soltou rios de porra no meu cu, foi simplesmente divino maravilhoso, após gozar ficamos na mesma posição, sentindo o pau dele amolecer dentro do cu, e senti escorrer a porra junto com sangue das pregas arrebentadas, e eu disse meu homem, meu macho querido, agora sou sua mulher completa e desfaleci por instantes com o cu expelindo aquele pau maravilhoso.

Depois desta foda maravilhosa, deitei a cabeça em seu braço e ouvi-o me elogiando dizendo que eu era maravilhosa, bendizendo a hora que me conheceu, e agradecia a felicidade que eu estava lhe dando e beijava minha boca, sempre me acariciando e falando palavras de amor, foi lindo tudo o que ocorreu naquela noite. Naquela noite coloquei uma camisolinha branca e outra calcinha branca e dormi em seus braços felizes por ter aguentado o pau de meu homem no cu, prometi a mim mesma viver a vida toda para dar felicidades ao meu homem. Eu falei agora vou querer sempre tomar no cu não vai enjoar de mim ouviu bem, ele disse nunca vc foi feita para mim, por mim, agora somente felicidades, mais tarde conversando ele falou será que nossas esposas estão se amando também, eu falei não sei quer ligar para elas, ele falou vc que sabe amor, a lua de mel é nossa, eu falei, mas elas talvez tenham tido a delas, e preciso contar a elas que foi um sucesso a minha defloração, e ligamos as duas putinhas, que estavam juntas na casa de Monica, se amando loucamente, e falaram para eu aproveitar, pois elas estavam aproveitando cada momento, Vanessa disse que já gozou varias vezes nesta noite e que iria dormir na casa com sua amada. E que seria a dona da Monica que iria obedecer ela sempre e que iria amar sempre o corpo de sua putinha, para eu dar muito, pois ela iria comer muito sua putinha.

Durante nossa estada naquele local divino, fizemos amor em todos os lugares, meu cu foi se acostumando com seu dono, e toda a hora ele enfiava o pau no meu cu me fazendo sua mulher, um dia ele falou quando te vi naquele bar sonhava em ter vc assim como esta sendo bem minha puta, bem minha mulher, bem minha femea, e que jamais desistiria de mim, até que chegou o sábado e tivemos de voltar, ao chegar fui direto para o apartamento onde deixei minha mala, e ele foi para sua casa e eu fui para a minha de homem, bem sem graça, mas Vanessa queria saber tudo, tive que contar nos mínimos detalhes, e ela contava dela e Monica, estavam se amando também. À noite teríamos um jantar a quatro novamente e tivemos de nos arrumar, ela falou vamos a sua casa se vestir ok, eu adorei e assim fizemos, quando fui me trocar ela viu as marquinhas de sol no meu corpo disse ficou uma delicia amor, tomara que ele tenha gostado, eu disse acho que ele adorou cada foda que deu em mim, e ela perguntou e vc não gozou, sim com o pau dele no meu cu, e agora fiquei viciada em porra tenho de tomar porra todos os dias, ele vai ter que me dar diariamente o pau para eu chupar, e sorrimos as duas. A noite chegamos a casa de Roberto eu de Paula toda arrumadinha e tesuda e Vanessa também, duas putas perfeitas, quando entramos ele me beijou a boca e quando olhei elas estavam se beijando uma entrando com a língua na boca da outra, deliciando com suas bocas em seus corpos, quando distrai vi as duas nuas se acariciando e se lambendo, vi quando Monica chupou a buceta de Vanessa que gemia de prazer e se virou e chupou a buceta de Monica no sofá, e nos dois também fomos ficando nus e eu chupava o pau de meu homem que quis me comer na frente das duas, eu virei chupei seu pau e pedi vem me come querido, ele veio e enfiou seu pau no meu cu, eu gemia alto e elas gozaram vendo eu dar o cu para Roberto e não paravam de gozar chupando uma a buceta da outra e eu sendo comida pelo meu macho, elas adoraram e aplaudiram quando ele me encheu o cu de porra, foi delicioso. Tomei um banho me recompus e quando voltei todos estavam voltando recomposta a sala de visitas, todos com cara de satisfeitos.

Assim estamos nesta vida deliciosa a quatro, mas tem mais historias pois nos envolvemos os quatro sem propriedades, cada um come quem quer sem pedir autorização, e eu adoro quando como o cu de Vanessa na frente dos dois e meu macho come meu cu, o cu de Monica ainda não comi, mas sua buceta é deliciosa, se pedirem conto o resto de nossa vida que já dura três anos de amor e sexo.


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/10/2017 14:59:28
Muito bom Quero fotos
03/09/2017 12:41:00
Gostei muito bom...quero conhecer um macho ativo roludo e cabecuda a rola sou de SP meu email
13/06/2017 01:21:39
Maravilhoso!!! Continua
12/06/2017 16:36:16
adoraria ver fotos de vcs 4
12/06/2017 16:35:26
delicia adorei se conto fiquei como muito tz por vcs 4 queria que minha mulher foce compreensiva a sim
CAU
12/06/2017 15:57:29
Muito bom, continua. CGD.

Online porn video at mobile phone


http//eternahelga.blogspot.com.brhumilhaçaocontoseroticoContos eroticos garotinha curiosacontos eroticos fui para o motel com meu patrao esqueci ate que eu tinha maridox videos sexo gratis marido masturbando passeiraxvideo novinha transando com pones 2018irmau bejano racou cabaco da irma30cm de pau na novinha.gtzgorda bbw chifrandoconto cadela subvideos como fazer um pau mole fica duro mundobichaHOMENS BOMBADAO COM PENIS ACAVALADOS GOZANDO NA BOCA DE LOIRAS PORNOjaponesa gostosa de shortinho damdo xvideoxvideo comedo baba provisionalconto erotico mexeram comigo na ruacontos de zoo gaysporno clAsSico primeira vez de um molequeCONTOS GAYS ACABEI DANDO O CU PRO MEU INIMIGOnovinha sentada ensima do cassete abrindo a bucetinha com os dedosporno filha e mao no na escadaria do prédiocontos eroticos minha madastrA kesbiciConto virei mulher pai"menos apertado" gay contojaponesinha chupando um pau pelo buraco da parede ver porno 10 minutos gratisotário ao extremo contos eróticosvídeo pornô pegando a mulher à força ela pega a sacolinha e joga na cabeça dele comendo a força do curtirasxxxxxcomcasos amad fragra irm gosand ponh casa favela cariocawww.videos de fodas noiva deixo o cachorro bem dotado fuder fua bicetaContos eroticos seduzi a mae do meu amigo uma coroa bem recatada e dona de casakid bengala buraco na paredeX videos uma mulher comeno uma rola grande egrossa do irmaaomae e filho trazando ele goza detro delasvideo porno doido gratis casal convida amiga p churrascoFiz minha sobrinha trair seu noivo no motel. Comigo comi seu cu conto eroticonovinha dormindo de Baby Doll padrasto canacomtos eroticos comi mulher na frete da sograbelo sexo dormindo de conchinha com a tia so de calsinhacontos eroticos fingi dormir e meu amigo comeu minha esposagostosas chupando barman na festacunhada sai.do.banheiro so.de.tualha mostrando a poupa da bunda e da para o cunhadouma coroa beim gostoza foi asautada pra traza a focacontos eroticos de damon salvatoremule tarada nuonibocontos mostrei minha buceta pro moço do gasmulheres de perna nua com a buceta esgassadaSimpson bucetas inchadas das mamãe gostosas levando pau grande e grossotransasurpresa.comxvideos.com madrasta tarda a sedia entiadovideos de noviga peladagay sendo estrasalhado sem querer xvideos.comele pediu que eu rebolace no colo dele yahoovideo na praia de jericoacoara ceara sexo porno na praiamulher e ca.comhordo fudendohomem fode a buceta dabesta i goza jemendohomem emdurece o cacete na bunda da rabuda no bus emcoxadacontos minha mulher aceito levar um doutado de26cm para nossa camamao tranzado com. afilhapornô irado mulher no supermercado se masturbando enquanto os outros passammulher levanta o vedtido e leva rola na bundacasa de contos eroticos, cadela no ciocomi a minha prima de onze anosxviseos velhos flagados estrupandoqualquer coisa enfio na buceta relatos mulher cagando enquanto dava a bucetaMeu marido virou minha putinha safadaxvideo entiada gozando e perdendo a vidadea melhor puta ci vocete xvideo gemido xvideospornodoido madrasta encontra enteado desmaiado bebadoporno cazeiro mulher corno não aguentou cuzinho Fabiano xvideo. comvídeo de mulher pelada nua vídeo mulher pelada mostrando o pinto também amor quer vir aqui também é muito periquita Minha louca vida de mulher pelada nuacontos eiroticos leilapornpatrao poi casadas de langeri para fodelas pornoincesto tia e sobrinho ela tenta resisti mad acaba sedendo a buxetinha porno videosNovinha rabetao transando com cara calsadoestupro esposa contos eroticosputa fudeno pela da motoxos flagas de chupançs de pacontos gays- dei o cu pro meu irmao www.xxvideo novinha desliza sobe e deceXVídeos10 de pornô blog.br bunda grande virgemLoirinha da cu e chora e tenta fugj mais e tarde