a primeira vez que papai me comeu

Um conto erótico de babi ninfeta
Categoria: Heterossexual
Data: 09/08/2017 04:54:02
Última revisão: 09/08/2017 18:00:33
Nota 9.82

Bom, tudo começou quando eu tinha por volta de uns 13 anos, com essa idade eu já tinha uma bundinha redondinha seios durinhos e empinados e grandes para a minha idade, morena clara sempre tive cabelos longos lisos na altura da cintura, adorava shortinhos curtos, colados, oque usava com frequência, filha única, sempre muito paparicada por todos, meus pais viviam em pé de guerra, brigavam quase que diariamente, depois de muitos anos de casados resolveram então se separar, eu acabei ficando com a minha mãe, em SP, e meu pai mudou-se de cidade, foi para Curitiba onde acabara de receber uma nova proposta de trabalho, eu estudava e fazia curso durante a tarde, minha mãe era enfermeira e por dias fazia plantões em que eu ficava sozinha em casa, um ano se passou e eu não havia visto mais meu pai, chegaram então as férias do mês de junho, onde meu pai liga e pede para que eu va passar 15 dias com ele em Curitiba, eu faria 14 anos dali a duas semana e ele também havia entrado de férias e seria a época perfeita, eu fiquei muito empolgada com a notícia, pois conheceria uma cidade nova e ainda veria meu pai que eu estava morrendo de saudades e passaríamos meu aniversário juntos! Papai era um homem atraente, bonito com seus 44 anos, cabelos grisalhos, pele branca, olhos castanhos, se vestia super bem, e tinha um corpo legal pra sua idade, chegou então o tão esperado dia, em que eu viajaria, e pela primeira vez sozinha de avião! Meu vôo era as 11horas da manhã, mamãe me levou ao aeroporto, me acompanhou até o embarque e se despediu:

-se cuida filha! Me ligue assim que chegar! Não esqueça de se alimentar te amo!

-pode deixar mãe, qualquer coisa telefono, te amo de montão!

Nos despedimos e eu embarquei chegando em Curitiba la estava meu pai me esperando, doce como sempre me agarrou e em um abraço me levantou do chão.

-minha nossa filhota, quase não aguento te levantar, olha pra vc, uma mulher! Como cresceu, você está linda Bárbara! Vamos para o carro você vai adorar o apartamento em que eu estou morando desde que vim pra cá!

-vamos papai, estou louca para conhecer!

Saímos em direção ao estacionamento onde meu pai colocou minha mala no carro e partimos para casa, chegando lá um prédio verde claro bem alto, com sacadas e janelas enormes, meu pai morava no 5° andar, de onde dava pra ver uma piscina enorme! O ap era bacana mas era bem de solteiro, uma sala, cozinha americana, um banheiro e um quarto suite. Meu pai não parava de elogiar o quanto eu havia crescido e o quanto estava bonita, chegou a falar que já devia estar recebendo cantadas na rua, oque de fato já acontecia, rs disse que poderia colocar minha mala no quarto e que a cama era de casal e poderíamos dividir por ser bem grande! Até ai ok, já era 14hrs da tarde e eu ainda não havia almoçado, papai chamou então para irmãos almoçar em um restaurante ali mesmo na rua de casa, fomos juntos, comi bastante, e na volta demos uma passada na área da piscina, o dia estava razoávelmente quente, e eu havia trago biquini, disse que queria dar um mergulho, e meu pai topou na hora, subimos então para nos trocar, coloquei um biquini pequeniníssimo, quando sai do banheiro meu pai quase infartou.

-minha filha onde vai assim? Hahahaha vai matar os véio aqui do prédio!

Apenas soltei uma gargalhada, descemos de mãos dadas até a piscina onde pulei empolgada, meu pai não saia de perto de mim um segundo se quer colocava a mão envolta da minha cintura contava umas coisas engraçadas, e riamos muito, quando nos demos conta já eram quase cinco da tarde resolvemos subir, para tomarmos banho, chegando ao apartamento entrei primeiro no banheiro e esqueci completamente da toalha, assim que desliguei gritei meu pai para que trouxesse uma até mim, ele bateu na porta avisando que estava lá na porta, e eu disse:

-entra pai, larga de frescura, estou dentro do boxe, estou com frio!

O boxe era de vidro e apesar de embaçado por causa do vapor do chuveiro dava pra ver nitidamente minhas curvas, papai entrou meio sem jeito e jogou a toalha para mim eu desembacei booooaaa parte do vidro com a mão deixando aparecer um pouco dos meus seios, olhei para ele e dei um sorrisão e soltei um "obrigada pai" sai enrolada na toalha, e fui até o quarto me vestir, desenrolei da toalha ficando completamente nua, e fui checar umas mensagens no meu celular, papai entrou no quarto achando que eu já estava vestida e ao me ver peladinha da Silva de costas ficou paralisado só me olhando, virei de frente quando notei alguém ali, e paralisei também ao ver que era papai, fiz questão de pegar a toalha que estava longe perto dele pendurada na maçaneta da porta, fui andando até meu pai, estava com um coque no cabelo, e com a bucetinha depiladinha, coloquei a mão nos seios o tampando e falei :

-pai desculpe ainda não me vesti, vc quer algo aqui do quarto?

Ele saindo e fechando a porta disse:

-nada filha apenas se vista, vou tomar um banho e pedir uma pizza para nós.

Apenas disse um "está bem pai"

Naquele momento senti uma certa malícia em mim naquela situação, coloquei meu pijaminha, um shortinho curtíssimo sem calcinha, e uma blusa branca de alcinha tão trasparente que mostrava o biquinho do meu seio nitidamente assanhado, assim que sai do quarto vi que meu pai estava no banho, liguei a TV da sala e deitei no sofá com um cobertor, para o esperar, papai saiu do banho com uma bermuda e sem camisa sentou no outro sofá para decidirmos o sabor da pizza, ligamos e pedimos, demorou cerca de 40min até chegar enquanto isso ficamos conversando sobre a escolas as amigas, os passeios, e namoradinhos, eu realmente estava saindo com um garoto da escola, mas nunca havia transado com ele sempre nos tocavamos, por eu ser bem safadinha até tentamos algo em um dia de plantão da minha mãe mas não rolou, desde então estava com um puta fogo, andava me masturbando, batia uma siririca e via a alguns filmes pornôs, mas não passou disso, toca a campainha era a pizza meu pai havia ido na cozinha pegar os copos e o refri e pediu para que eu atendesse a porta, eu fui, quando fui pagar, o entregador não olhava pra outro lugar além da minha blusinha, ou melhor meus seios trasparecendo nela, papai estava de costas quando eu abaixei para colocar a pizza no centro da sala, papai também olhava fixamente para os meus seios onde a blusinha desenhava perfeitamente o biquinho e disfarçou quando percebeu que eu vi, sentamos no mesmo sofá, comíamos e víamos desenhos, conversamos bastante riamos muito, não nos desgrudavamos quando percebemos já passava da meia noite, fomos para a cama, deitamos juntinhos, e eu estava tão cansada que peguei no sono facilmente, acordei durante a noite, quando notei que papai não estava na cama, levantei e fui na pontinha do pé para assusta-lo pois achava que ele estaria na cozinha, na sala ouço um barulho, uns gemidos bem baixinhos, a porta do banheiro estava entre aberta com a luz acessa, eu pude observar que era meu pai, que batia uma punheta alucinada, e gemia bastante como se estivesse sentindo muito prazer, fiquei ali só observando, ele tinha um cassete enorme, era rosado, grosso, e tinha veias a mostra, e aquilo me deixou louca de tesão, muito excitada, minha bucetinha, estava completamente molhada pulsando e quente, e eu sem calcinha, meu pai soltou um gemido que mais parecia um urro pude notar que ele havia acabado de gozar, corri para a cama e continuei fingindo que estava dormindo, papai voltou logo após uns minutos, se deitou do meu lado de conchinha comigo e me abraçou, meu corpo estava tão quente que fingi me mexer tirando a coberta, fiquei com o corpo todo de fora, papai levantou a cabeça e estava me observando, olhava meu corpo e colocou a mão na minha coxa, senti sua mão deslizar em mim subia e descia em movimentos suaves, fiquei então pensando nas coisas que aconteceram duarante o dia, e se o fato dele ter me visto completamente numa faria aquela punheta tinha sido em minha homenagem, aquilo me deixava mais molhada ainda, me mexi saindo da conchinha, fiquei de barriga para cima com uma perna dobrada e a outra estirada levemente abertas, demorou uns 5mim senti sua mão quente em meu corpo outra vez, voltou a alisar minha coxa em movimentos suaves, subiu até minha barriga e foi em direção aos meus seios, ficou apalpando suavemente e as vezes apertava de leve como se estivesse com muita vontade de pegar mais firme neles, ele foi chegando mais perto como se encoxasse minha perna e pude sentir seu pau crescendo dentro da bermuda, estava tão duro que chegava a latejar, aquilo estava me deixando completamente molhada, voltou para minhas coxas e foi subindo, colocou a mão dentro do meus shorts por entre o vão nas pernas, e ficou acariciando minha bucetinha com cuidado subia e descia os dedos em um movimento suave, colocou os dedos por entre os grandes lábios, e deixei sua mão toda molhada, que ele percebeu, tive uma crise de consciência e me achei uma louca, por estar permitindo aquilo, ele era meu pai, que loucura, será que estava muito óbvio que eu não estava dormindo? Me virei de lado ele voltou a me encoxar enquanto me abraçava acabei dormindo... na manhã seguinte quando acordei fiquei pensando na loucura da noite anterior, aquela loucura do proibido realmente me deixava pegando fogo, resolvi então atacar, porque não? ele já havia levantado e feito o café da manhã, estava sentado à mesa tomando algo em uma xícara, escovei os dentes e fui a cozinha, lhe dei bom dia com um beijo que pegou metade do lábio, sentei na mesa coloquei chocolate quente na xícara e estava tomando e conversávamos sobre oque fariamos duarante o dia como se nada tivesse acontecido na noite anterior, outra vez pude notar ele fixado nos meus seios agora na luz do dia era ainda mais nítidos na trasparencia da blusinha, resolvi por lenha na fogueira, levantei-me sentei no seu colo e passei o braço em volta do seu pescoço e disse:

-sabe papai, estou adorando ter vindo te ver, essas férias vão ser inesquecíveis, estava morrendo de saudades suas...

Ele me deu um beijo no rosto e me abraçou colocando a cabeça nos meus seios.

- eu também filha, estou muito feliz por ter vindo ficar com o papai, estou muito sozinho aqui desde que me separei de sua mae.

Colocou a mão na minha coxa e a alisou, senti um volume nas minha bundinha que estava no seu colo, ele já não disfarçava mais o olhar para meus seios e estava quase babando, eu estava adorando aquela situação, abracei ele, fazendo encostar meus seios, no seu peito e disse:

-sabe pai, eu senti você me tocando ontem a noite, estava muito bom, por isso não recuei, nem me afastei.

Meu pai ficou branco! Suas mãos gelaram na hora, sua cara de espanto era nítida, e continuou calado

- eu vi pai seu olhar para os meus seios, e o quanto vc os olha, oque acha deles papai? você gosta?

Meu pai continuava sem reação nenhuma, sua cara era de espanto com um olhar de tesão, seu pau estava quase rasgando a bermuda, eu estava completamente molhada, devia estar quase molhando sua perna por estar sem calcinha, peguei então sua mão e levei até os meus peitinhos sobre a blusa e disse:

-pega pai agora você pode apertar eles com força.

Coloquei minha mão sobre a dele e fiz pressão para apertar meus seios, levantei de seu colo, tirei a blusinha deixando eles saltarem para fora, levei a mão do papai até meus seios e disse:

-o que acha deles pai? O Sr tá gostando? Me diz, Que por eles na boca? Chupar eles bem gostoso?

Meu pai apertou meus seios colocando as mãos em cada um deles, os apertava alisava e sem pudor nenhum caiu de boca, chupava um apertava o outro, apertava os dois juntos e tentava por tudo na boca de uma vez so, mamava feito um bebê guloso, mordiscava o biquinho e eu ia fervendo de tesão, minha bucetinha já estava pulsando e eu não conseguia controlar, estava completamente entregue a ele para que fizesse oque quiser, levantei sua cabeça e então lhe dei um beijo de língua demorado, papai ficou louco, voltou a chupar meus peitinhos feito um afobado e ficou ali por minutos! Chupando gostoso e mordiscando o biquinho deles que me levava a loucura e eu já estava me contorcendo de tanto tesão e eu só sabia dizer:

-ta gostoso paizinho? Que delícia pai, chupa assim... Isso pai morde o biquinho... Ahhhhh pai isso, que gostoso! Põe todo na boca vai... Chupa paizinho chupa!

Meu pai saiu dos meus peitinhos, me afastou e abaixou meu shortinho ficou louco ao ver que eu estava sem calcinha e toda molhadinha, passava a mão na minha bucetinha e falava

-meu Deus filha que tesão que você é! Olha que bucetinha gostosa tá toda babadinha ne, deixa o papai dar um beijinho nela deixa?

Eu fiz que sim com a cabeça e ele começou a me chupar em pé mesmo com ele sentado na cadeira, levantou minhas pernas e caiu de boca, aquilo estava maravilhosamente gostoso eu estava ficando de perna bamba, ele se levantou e me puxou para o quarto subimos na cama, me colocou deitada de barriga pra cima, abriu minhas pernas e chupava gostoso, sentia sua boca quente na minha bucetinha que estava toda molhada e pulsando, colocava pressão na língua, e tentava enfiar no meu buraquinho, chupava meu grelinho com vontade sugava ele fazendo pressão, me levava a loucura, babava na minha bucetinha, e passou a também chupar meu cuzinho que a essa altura já estava piscando pra ele, tentou enfiar um dedo que entrou facinho por eu estar completamente relaxada, começou um movimento de vai e vem com o dedo no meu cuzinho, enquanto sugava forte o meu grelinho com a boca, ficou alguns minutos fazendo assim e eu gozei gostoso na boca do meu paizinho.... Eu tremia feito louca, perdi a força nas pernas, e ele saiu da minha bucetinha e subiu me dando um beijo de língua, onde senti todo o meu gostinho, enquanto eu tentava me recuperar ele chupava e mordiscava meus peitinhos me fazendo tremer, se ajoelhou de frente pra mim na cama, abaixou sua bermuda e cueca e começou a punhetar aquele pau enorme olhando pra mim, na hora tive medo, mas já estava na chuva agora não tinha mais jeito tinha que me molhar, estava louca de vontade de chupar ele todinho fui em direção aquele cassete enorme segurei punhetei abri minha boca e abocanhei, estava mesmo com vontade, cair de boca como se não houvesse amanhã, chupava, lambia, babava e chegava a engasgar e ele só olhava pra baixo vendo aquela cena, seu pau pulsava dentro da minha boca, e eu chupava rápido, tentava engoli todo ele gemia muito, me senti uma putinha e era oque eu estava sendo, eu era uma putinha, a putinha do meu próprio pai, minha bucetinha estava em chamas e meu pai pegou minha cabeça e apertou contra seu pau, pegando nos meus cabelos, começou a fazer movimentos de vai e vem, com força, meu olho encheu de água, e eu engasgada com aquele cassetao na minha boca, ele gemia bastante e disse que ia gozar, mas não queria gozar naquela hora, ainda queria se divertir mais, tirou o pau da minha boca e começou a bater com ele na minha cara me chamando de "vadiazinha, puta gostosinha do papai,"

-vou encher sua boca de porra sua putinha gostosa... Chupa o pau do seu pai vai... chupa sua gostosa! Que hoje você vai se tornar mulher! Engole vai! Isso assim põe tudo na boquinha vai... Engole esse cassete sua safada... Não queria rola? Papai tá te dando ela todinha sua safada!!!

Não parava de gemer e batia na minha cara com o pau duro, enquanto eu o chupava... Ele parou tirou o pau da minha boca me empurrou na cama fazendo com que eu deitasse outra vez, arreganhou minhas pernas e começou a chupar minha bucetinha outra vez, cuspia e chupava meu grelinho, colocava o dedo no meu cuzinho e tirava, colocava e tirava num movimento delicioso de vai e vem, e com a outra mão apertava meus peitinhos com força que chegava a doer! Sugava com força meu grelinho me fazendo contorcer o corpo inteiro! Minha bucetinha já estava inchada e pingando de molhada de cuspida de tesão de tudo! Eu tive outro orgasmo e tremia ele se levantou foi até uma gaveta do seu guarda roupa e pegou um gel lubrificante, passou no seu cassete e veio pra cima de mim desfalecida na cama, falou que agora eu ia levar rola e que ia querer mais! Com jeitinho foi encaixando pra entrar dentro do meu buraquinho, foi pondo pressão de vagar, até a cabeçona entrar, doia muito, depois colocou o restante, estava ardendo demais, sentia seu pau me invadir me alargar me rasgar por dentro, e sentia dor com uma mistura de prazer que era tão gostoso que não queria que ele parasse, ele começou um vai e vem devagar que me fazia gritar, eu apertava os lençóis e ele chupava meus peitinhos oque me fazia relaxar outra vez, de repente percebi que ele já estava indo e vindo mais rápido e a dor já havia diminuído, estava muito gostoso e eu queria mais, mais e mais, ele continuou assim por um bom tempo até que a minha bucetinha acostumou, depois tirou seu pau de dentro da minha bucetinha esfolada, que ardia e pediu pra que eu ficasse de 4 obedeci prontamente, ele engatou seu cassete em mim outra vez e colocou o pau inteiro soltei um grito de dor e ele calou minha boca com a mão

-não era isso que você queria minha putinha? Não estava louca pra levar rola? Agora aguenta esse cassete todinho dentro de você... Você é tão apertadinha filha, tá tão gostoso minha cachorra, gosta de dar pro seu paizinho filha? Tá gostoso? papai tá cuidando da minha menininha, se machucar depois papai da mais um beijinho pra sarar tá bom? Gostou da chupada do seu pai vadiazinha? Gosta quando eu te chupo ne Você é gostosa demais sua putinha!

E dava tapas na minha bunda tão fortes que eu já estava com a bunda toda vermelhinha... Ele gemia e gemia e eu estava completamente louca de tesão... Ele gemeu mais alto e disse que ia gozar... Tirou o cassete da minha bucetinha me virou com pressa e gozou no meus peitinhos me deixando cheinha de porra... Voou até no meu rosto e um pouco na boca, deitamos na cama desfalecidos ficamos quietos um do lado do outro, levantamos e tomamos banho juntos, no banheiro pude perceber seu pau com um pouco de sangue, minha bucetinha estava completamente esfolada... Me sentia dolorida e satisfeita muito satisfeita... Papai tirou minha virgindade, virei mulher nas mãos do meu pai, e foi tão gostoso, agora eu era sua putinha, conversamos e decidimos que aquilo ficaria só entre nos... Dormimos no outro dia até as duas da tarde... Fomos passear a tarde e quando voltamos me comeu outra vez mesmo toda esfolada quis dar pra ele outra vez... E quase todos os dias naquelas férias... Sempre viajo para passar as férias com meu paizinho, agora faço sempre questão de ir para lá até nos feriados prolongados pra podermos ficar juntinhos e dar gostoso pro meu paizinho... sempre aproveitamos muito juntos... Tivemos outras aventuras juntos, e também separados, depois de ter perdido o cabacinho na rola do papai passei a sentir muito tesão em homens bem mais velhos que eu, esses sabem fazer gostoso, a segunda rola que eu levei na bucetinha foi a do porteiro do prédio de mamãe seu Fernando, de uns 53 anos fico molhada só de lembrar daquele caralhão mas conto em outra vez...

Espero que tenham gostado é meu primeiro conto na casa... Entrem em contato no [email protected] comentem! E me digam oque acharam por aqui ou por e-mail beijão a todos ;)


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive ninfeta safada a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
18/06/2018 07:48:21
Muito bom conto Adore e gose muito
04/10/2017 15:31:48
nossa! safada e muito putinha! como resistir? vejamos seus outros contos safada! bjs nessa bucetinha e onde mais quiser!
22/09/2017 11:55:09
Meu bem sou fã... Adoro seus contos tenho alguns contos legais olha la... E leia Mande fotos adoratia conversar xom vc meu bem Emails Whats Publiquei novo conto olha la por favo vc é especial pra mim bjs te adoro
18/09/2017 13:46:27
Adorei seu conto bem excitante. Nota 10. Se poder leia os meus ficarei grato
14/09/2017 15:29:57
Show
18/08/2017 10:46:36
Que danadinha, você, menina. Teu pai não iria resistir mesmo a uma filha gostosinha assim. Nota máxima com louvor para este conto delicio e excitante. Quando puder, leia minha história com meu filho. Beijos da Vanessa.
11/08/2017 09:17:56
Nossa que loucura, queia eu te ter como filha pelo menos 1 dia... adorei, muito safada você, acredito que ninguém nem imagina o quanto você é putinha, e isso é super excitante.
10/08/2017 16:19:04
Uau! Muito bom
10/08/2017 15:31:52
Que coisa gostosa...adoro putinhas novinhas..pena que nao tenho uma filhinha assim vagabunda...adestrador
09/08/2017 15:47:43
Muito bom, parabéns !!
09/08/2017 12:33:22
Nota 10! Adorei seu conto! ♡
09/08/2017 11:03:33
.... excelente Conto muito sensual!
09/08/2017 06:12:43
Amei o seu conto. Maravilhoso, adoro filmar e fotografar casais. Caso interessar em fazer um book será um prazer. Adoraria receber todos os seus contos e fotos claro.

Online porn video at mobile phone


porno para deixar aqecidarmundobicha homens de legginmulheres dentro do onibus assentadas com as pernas abertase mostrando a bucetamae e filha adoram q irmao gose dentro seus cucomi a puta do meu tio a forca contovarios enchendo abuceta de poraxsex incesto cumendo a priminha piquena e magrinha linda comendo o cu piquenamulher transando com convidado do marido por baixo da mesaconfissoes incesto enteadonergão da rola de jeque comendo velhaCazada cao tezao pornegaox vidio vovinha safada caiucontos eiroticos leilapornVoltei arrombada e cheia de porra mostrei para o cornoconto titiocomeu meu cu no natalcontos eroticos minha fsposa namesa de baralhotraficante pausudo estourou o cuzinho da minha namorada na favela contosxvideo negao no branquinho esfoloc corno nem desconfia contos de casadassafadeza o homem usava camisinha para botar dentro do priquito da mulherconto erotico tive pelada varios cachorrocontos eróticos a mâozinha pequeninha da filhinhaminha irma deixou um bigodinho na xana so pra fuder comigoDEI PARA MEU FILHO NO SOFAcontos novinha corno gang putinha forçadacontos eroticos de meninos no orfanatoxvideos caseiro emfermera mindando banho eaiContos de incesto mãe e filhomeu sobrinho adora meu chule contos eroticohttp://comto erotico muler casada gostosa no onibus lotadobichinhas com peitinhos de mulhermineirinho 20 mundobichacontos eroticos fode Frouxoorgasminho loko pornomenina fode com negro dismarcado.chingando e gritando e fala que vai gozar.xnxxando na sobrinhaxvideocontos de sexo depilando a sogrameu corno e muito otario vontos eroticossignifica sonhar que estou de sutiã e tanguinha dentro de casa e depois me sinto vergonhacontos de calcinhas da tiacontos eroticos proibidos sinhazinhabucetuda xoxota acucaradaMullheres gosando igual homem espirando ver de graçaconto gay contei pra ele que queria dar pra elegostosa novinha virgem orgasminhoxvideo negao amasa a xota da novinhasfotos de mulheres batendo poeta nelas mesma pensando em homem tezudoxxvidios.com homens que sente praser na hora da foda que mijao nelever e baixar video porno duas morenas tomando no cuzinho cheio de porra ela ate mija aos poucos e a porra sai de vagar com seu cu arombado e piscando muitoeu e minha amiga fomos iniciada na zoofiliaXVídeos quero vídeo dos paisagistas pregadasconto erotico transando com professorminha esposa cely e nosso caseiro negrao nosso machomulheres dos bicos dos seios bicudos tratantes pornôWww flagrou a esposa sendo arrombada buceta peluda buraco grande e arrombada .conto realcontos eroticos maduras gosto de homens tarados e de piça gg escravo da esposa scatcropped mulher chorando no cacetegranfina caindo da sacolameu corno troxe um negão para me foder e tirou fotosporno comendo uma novinha c com o shorts na solturaviadinho bundinha linda arrebitando pra mim na cachoeira...xvideosOs garotos me comeram contoMeus amigos me foderam bebada contosevangélica Sáfadinha mostrando a bucetaconto gay com meu cunhado juniorvidio porno prima dando escorada na mesa de shortinho e de calsinha socadacontos erotico dei no churrasconegao fudendo engenheiro na obraconto erotico rafa2014cnn.comendoocudatiaporno vidios mulher vestida de mamae noeu engatada com cachorroxvideo.bucetaoassitirxvideos mae filha. genrro historias veridicaspai louco. da chinelada na buceta da filha e abusa dela sexo pornodoidoXvideos,mulher madura toda múscúlosa fudendoCasados no motel tentando sexualmente o garçonwilma dos flintstones trepandoSeu Madruga tirando a rola no cú da Dona Florindamãe e fode na hora da chupança bota filha de menor para chuparpastora ficor surpreza na massagi com um pau na bucetapai deu a filha pro pai comer xvidrocomConto aproveitando da fimosemenina tem cuzinho virgem.tirado cabaço pelo policial.roludo na blitescrente safada contoscontos de filhas enrrabadas pelos pais de pénis grandes e grossosporno de coroucom novinhasrola grossa cabeçuda no cu do gay de bruçovideo porno menina beino vinha sedoi strupada fosacontos e videos casada cavala fudendo com dois negaohomempicudo cpmendo cadela no cioSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhavelhas com ocu frocho peida demas dando o cluContos eroticos:Fui fodida por varios roludos no cinema chorei de dor e pedir para pararemler conto erotio descabaçando irma peludaconto gay contei pra ele que queria dar pra eleconto erotico policiais revistaram minha esposabucetaazedinhadei viagra pra minha irma e nos transamos pornodoido