Abusada pelo amiguinho de meu filho

Um conto erótico de Roberta
Categoria: Heterossexual
Data: 21/12/2017 16:26:07
Nota 9.90

Como descrevi em meu relato anterior, depois daquela inesperada manhã com Lucas, o amigo adolescente de meu filho, prometi para mim mesma que aquilo nunca mais se repetiria. No entanto, a insistência de Lucas não cessava, enviava várias mensagem de WhatsApp por dia tentando me convencer a uma nova aventura, mensagens estas que a princípio eu respondia tentando desencorajá-lo e posteriormente simplesmente não mais as respondia. Em paralelo também procurei manter certa distância dele sempre que nos encontrávamos, evitando assim qualquer interpretação conveniente para ele.

Acreditava que tudo corria bem até que Lucas apareceu de surpresa em minha casa da mesma forma que tinha feito na primeira vez, no horário que meu filho foi para escola e ele deveria estar junto. Desta vez abri apenas uma fresta da porta e imediatamente tentei convencê-lo a ir embora:

- Lucas vai embora! Você deveria estar na escola agora!

- Deixa eu entrar tia, queria te ver.

-Não deixo não, vai embora. Imagina se o Lucas ou seus pais descobrem isto (só depois me dei conta que não citei meu marido rs.).

- Deixa eu entrar tia. Só um pouquinho, só quero conversar sobre o que aconteceu.

Depois de alguma insistência acabei cedendo e permiti sua entrada. Claro que eu tinha noção que não era só conversa que ele queria e que, no fundo, era quase impossível aquela visita ficar só na conversa. Até porque meu inconsciente desejava uma outra manhã como aquela, já tinha fantasiado com isto muitas vezes. Mas acreditei no meu racional e tinha certeza que poderia persuadi-lo. Assim que ele entrou insisti para que ele se fosse:

- Lucas, não temos nada para conversar, aquilo que fizemos foi legal mas foi só aquela vez, não pode se repetir, tá bom?

Por que não tia?

Porque não.

Olhando fixamente para meus olhos Lucas emendou em um surpreendente tom irônico:

- Você gostou, né tia?

Fiquei sem reação por um instante. Não esperava aquela pergunta/afirmação do menino envergonhado que conheci, muito menos naquele tom confiante. Mas mais uma vez tentei demovê-lo da intenção, desta vez de uma forma um pouco mais incisiva:

- Para com isto, vai embora menino!!! Chega de palhaçada!!!

Novamente Lucas usou a estratégia que deu certo anteriormente e avançou em minha direção, segurando fortemente meus braços e forçando um delicioso beijo. Meu racional foi embora instantaneamente neste momento, logo grudei meu corpo no dele e senti novamente seu membro duro pressionando minha virilha.

Lucas interrompeu os beijos e me despiu em uma velocidade impressionante, me levando logo em seguida para o sofá, nitidamente sem a vergonha e o pudor que demonstrou no primeiro encontro. Enquanto eu permanecia sentada, Lucas também tirou sua roupa e ajoelhou-se à minha frente, levando de imediato sua boca ao meio de minhas pernas.

Depois de me levar a loucura em um período de lambidas e chupadas em minha bocetinha, foi a vez dele se sentar e, segurando fortemente meus cabelos, me posicionar ajoelhada com a boca em seu membro. Sem soltar de meus cabelos ditou o ritmo e profundidade dos movimentos de minha boca, muitas vezes me fazendo engasgar e ter ânsia com a cabeça de seu membro batendo no fundo de minha garganta. Quando eu já sentia sua respiração bem mais ofegante e aguardava apenas o momento de sentir seu leite em minha boca, Lucas tirou meu rosto daquela posição e olhando novamente em meu olhos disse com voz firme:

- Fica de quatro tia que vou comer seu cú agora!

Confesso que aquela postura mais rude de Lucas me assustou um pouco. Em contrapartida também me deixou super excitada, foi uma sensação inusitada e ao mesmo tempo muito gostosa me sentir submissa a uma quase criança.

E apesar não ser usual na relação com meu marido, a idéia do sexo anal também me agradou no momento. Pedi um tempinho e fui buscar um lubrificante que por sorte há muito tempo permanecia quase sem uso em meu criado-mudo.

Assim que retornei Lucas levantou-se do sofá e pegou o lubrificante de minhas mãos, me empurrando levemente em seguida até que eu me apoiasse no sofá e me posicionasse de quatro como tinha “mandado”. Perguntei sobre a camisinha e obviamente ele respondeu que queria sem, imagino que por ele nem ter pensado em trazer o acessório. Despejou uma boa quantidade do lubrificante no meu traseiro e com os dedos fez uma parte dele melar meu buraquinho, espalhando o creme dentro dele, mas não perdendo muito tempo na preparação. Nem sequer penetrou muito os dedos. Lambuzou seu membro também e rapidamente o apontou para minha entradinha. Segurando fortemente meu quadril forçou a cabeça de seu pau por alguns instantes, como se estivesse dando marteladinhas, até que conseguiu penetrar parecendo ter perfurado um saco plástico esticado. Não me deu tempo nem de respirar e enfiou em uma estocada só. A dor foi insuportável, senti todas minhas pregas arrebentando, meus olhos instantaneamente lacrimejaram e acabei dando um espontâneo grito seguido de um sonoro palavrão. Só não recuei naquele instante devido à força que Lucas empregou para me segurar pelo quadril. Lucas parou um instante com o membro atolado em meu rabo, talvez pela minha reação do momento, mas logo iniciou movimentos de entra e sai bem lentos, o que me aliviou um pouco. Aos poucos a dor foi se misturando ao prazer, me levando a eminência de gozar. Mas antes disto acontecer Lucas acelerou o ritmo, seus gemidos até então discretos se transformaram em quase gritos e as estocadas bem mais fortes, revelando que estava gozando como um cavalo dentro do meu rabo.

Logo em seguida ele desatracou, deu um pesado tapa em meu traseiro e sentou-se no sofá novamente, o que aproveitei para fazer também. Lucas se levantou quase que imediatamente, ajoelhou-se novamente à minha frente e passou a passear com a boca e a língua em minha bocetinha molhada, dando leves mordiscadas em meu clitóris e penetrando os dedos em certos instantes. Também não precisou de muito tempo para eu gozar como uma cadelinha, tal a excitação que ainda estava pela ação anterior, mesmo ainda sentindo uma razoável dor no local.

Neste momento, enquanto eu praticamente apaguei no sofá, Lucas levantou-se e vestiu rapidamente sua roupa. Despediu-se com um beijinho no rosto, como sempre fazia quando visitava meu filho, mas emendou falando de um jeito que imediatamente me causou uma certa preocupação:

- Tchau puta vadia. “Minha” puta vadia. Você é uma cadela deliciosa, mas é só minha. Tá bom tia?

Embora eu ter adorado ouvir aquilo, e talvez por este motivo, a forma como ele falou me fez perceber que, mesmo sem intenção, estava me tornando uma amante daquele menino, menino que estava virando um macho bem filho da mãe. Não consegui responder, mas ele também não esperou por nenhuma resposta. Simplesmente se dirigiu para porta e foi embora.

Os dias que seguiram aquela manhã foram um martírio para mim. Não conseguia parar de pensar que meu filho e meu marido não mereciam o que eu tinha feito. Para piorar, no íntimo, sabia que aquilo não ia terminar ali. Era só esperar...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
dmm
18/03/2019 13:57:51
Estou esperando a continuação.
28/02/2019 16:08:53
História diferente e excitante Roberta. Adorei. Nota 10!
21/02/2019 05:53:37
Moleque de sorte esse Lucas. O teu jeitinho de narrar deixou meu ¨secretário¨ duro igual pedra, tamanho tesão. Com certeza essa história não vai parar por aí. Escreva e avise este ¨japanisis brasiliensis taradus¨ quando publicar. Beijão!
20/02/2019 09:56:04
sensacional
07/02/2019 15:46:11
Muito bom. Queria ler mais sobre essa aventura
15/12/2018 11:33:35
Dizem que depois da primeira, sempre tem a segunda. É natural que esse garoto, após conseguir iguaria tão gostosa, quisesse repetir de todo jeito. Rsss. Parabéns pela narrativa excitante. Estou com um novo conto aqui. Me visite. Bjs.
27/11/2018 14:47:57
Gostei demais! Imagino seu sentimento de culpa e mais ainda, pelo prazer que vc está sentindo com esse garoto. Aposta comigo... ainda vai ter mais e mais vezes. Rsrs. Conto 10, preciso falar mais? Um beijo!
16/11/2018 05:55:36
um martirio deliciooooso eu imagino, conte mais, muito bom
15/07/2018 22:10:40
Querida, tesudíssimo! O que mais dizer. Sei como é mortificante o sentimento de culpa. Mas isso logo passa. Adorei a narrativa sexy, erótica e cheia de orgasmos com esse menino abusado. Fica aqui meu comentário e nota. Sem dúvida dez. Visite meus contos quando quiser. Bjs babados.
05/06/2018 23:22:39
Maravilhosa! Me manda um email!
03/03/2018 08:37:08
Nossa que tia é essa!!! amei o conto.Parabéns!! deixa o menino ser feliz realiza o sonho dele!!Amo as mães dos meus amios.olha o relato meu com minha tia.se quiser entrar em contato meu email é
10/02/2018 14:00:04
Realmente MT excitante,qual jovem não sonha ter uma mulher mais experiente e poder fazer tudo..imagino que este garoto sortudo teve outros encontros.. Hotmail.com
03/02/2018 09:31:49
Vc e demais. Quero a continuaçao.
30/01/2018 10:01:35
Belo conto, li o primeiro e a continuação foi melhor ainda. è muito bom realizar alguém porque certamente seremos realizados também. Convido para ler meus contos, acho que vc vai gostar. Parabéns, bjs
23/01/2018 16:24:33
Belo conto me manda uma foto meu email é
15/01/2018 20:38:45
Minha linda, gostei do seu conto. Com vários detalhes, nos permitindo viajar através dos fatos. Esses jovens, quando conseguem uma vez, querem várias e não desistem. Eu também estou aguentando um ex-aluno, só que no meu caso, meu marido sabe. Quando puder, leia o relato. Nota máxima pra ti... Beijinhos.
08/01/2018 18:17:36
Hummmm, anotei! Que não outra nota, senão 10! Bjussss
08/01/2018 16:40:52
Continuação deliciosa, conseguindo ser ainda melhor e mais excitante. Os jovens com os hormônios à toda querem direto, ainda mais depois que conseguem a primeira vez. A historia pelo jeito não vai parar por aqui. Se aconteceu, conte para nós. Grata por mais uma visita. Beijos.
30/12/2017 17:35:06
Depois que cedemos uma vez, fica dificil impedir as vezes seguintes. Os jovens sempre querem mais e mais. Mesmo o nosso racional dizendo para negar, o apelo do corpo é mais forte e acabamos nos entregando aos desejos lascivos. Sei bem como é isso. A continuação foi tão excitante quanto a primeira parte, especialmente na parte do anal. Agradeço tua visita. Escreva mais. Beijos da Vanessa.
26/12/2017 13:49:18
Relaxa Roberta e curte o momento, mas seja discreta com o maridão e o filhão. Adoraria conhece-la pessoalmente. BIGbeijo.

Online porn video at mobile phone


inversao sex zoofilia contosnovinfa da buceta grande carnudasvideo de sexo ardente enxamas boa fodaxxxxxvideosirmao come a irma dormindomorenas brasileiras bundas grandes levando palmadas na bunda gostosas youtubexvidios outros puraiconto corno diamantepeguei me filmando e pus pra mamar gay xvideoso preço de um jato de gozo no meus peitos estão de sacanagem comigovai novinhas so grelao shortinho enterrado na bucetao dia que conheci o glory role contoConto erótic de Novinhas com doga nora de São Paulo dentro da buceta fazendo zuadahttp://esposas perdendo a virgindade com seus maridos: contos eróticoscontos eroticos fode Frouxobotando o joelhinho em cima da mesa xvideostitio comendo osobrio nosofa vidio gaycontos eroticos feminizaçao do garotinho maecontos eróticos de incesto mamae muito carente dengosaxvideo mulhe tantâo dançando cauçinha vaitoma sua gostosaPorno texta Mijonas assustadassessentona casada carente de rola fideu com o pedreiro dentro de casaxvideo família sacana fazendo boquete malvadezadei o cuzinho meladinho contossessentona casada safada nao resistiu ai ver o tamanho do pau do pedreiro tomando banho em seu banheiromeninas e mulheres encoxadas por baixo da saia e aceitandocontos mulheres casadas camareiro de hotelmeu macho negrao comedor de casal bipassivo contos erotico.Xvideo mulher gritando socaaaacasada semastorba na camamulher.gosta.de.chiupar.ingoli.aporaelas so gosta de da o cu de bruçose pra pau grandeconto erótico grávida fogosacontos novinha bunduda e sogro tarado e pauzudoContos erticos de gang bang gang bang com os pauzudos no ponto do onibusde shortinho vizinho me comeu u facil,tadinho do maridinhoresolvi trair meu marido mas me arrependi o negro tinha o pau muito grande e não aguenteinetinha tarada bicando e rolaContos erotico nora novinha ouvindo a sogra chorando no picao do cunhsdoso marrento cacetudoporno em desenho popai comendo a olivia sem pedir idadepamico ma forretas sex traza sexxvideo porno erotico esposa negra traino o marido ela dano o cuzinhoporno penis grotesco baixar video curtoensinei meus filhos a transaremsafada se solta no swing contosPorno gay Homem chama encanador para olhar o tetoair tira o pau do cu dela , ela vai caga pornopirocona na titiaMeu compadre fudeu minha buceta e cumRcela viaDo pistoludo fudendo o cu da mulher do cornoestoria.de sexo bem apimetado travesti bemdotado fudendo etero casadocontos eiroticos leilaporna gozano fortemulher mais griluda gordas wbbconto erotico gay negao pirocudo gosta de maltratar viado brancocomendo o cu da mulher do corno curras contos eroroticosver vidios porno da xvidio mulher veste marido com langeri e deixa ele para o amante fuderxisvido filha bricano co paimasturbando na cama serrando com travesseiro pornodoidotirei a virgindade dela contos eroticos de lesbicasContos eroticos churrascovocê vai realmente para o Quartel eu tava até 9:00 da manhã online qual foi tava no quartel mesmotia tira vigindsde fo subrih do pau prquenpmulher pingando leite d peito dentro d buceta doutra vídeoscontos na despedida de solteira dei pro negao bem dotadoindiazinha dormindo deixa ser penetradacontos dei pra todo mundo do colegio meu maridinho foi corninhoxsvidio.agarota.brazileira.da.vamdotado roludo malvado comm novinha com bucetinha muito apertadaconto eroticos viuvas taradasvidio reau de negao gozado na boca de loira casada e corno olhadocunhado comendo sua cunhada gostosa de calcinha fio-dental e bigodinho da periquitacuiada fudedo com xortiu de dormicontos eroticos de como aprendi dar o cubrazileira pedi comi minha buceta i meu cu i gosa deporno contos inserto massegemuma mulher com uma bucetona deliciosa fudendo locamente com um picudoconto sexo gay maconheirocontos sou lesbica e gosto de scatgostosa midino pausao do negao e metemdo x videos.comNei+sei+como+cabeu+aquele+pinto+na+mia+buceta+conto+eroticofilha enventa de dormir na cama do pai ele nao aguenta gosa dentro da buceta delaXvidio brasileiro patroa de caucinha dando para ogarotocomtos de maes que bate punheta no filho com seu pesinho calcado em sandalia de saltomonlne da boseta grande gosando sozinha da boseta bem traquinhapornodoido mulher cabeça pra bsico chupando pirocaconto crenteinsesto com vovozinhas no porbodoidoBoa Noite Cinderela conto erótico enteadaeu vir a minha meia irmã tranzando e eu nao aquenteiwww xvidioszoofilia com brvidioporn so putas do iterio do cearavidio mulher casada com roupa fodendo enfrente o marido ate escorrer porrsxvideo magrinha com destão de buçeta dando gostozoconto gay apaixonado pelo traficante nando www.xvideos.com/negao rasgando a esposa do forno