O cafajeste gostoso- parte 8

Um conto erótico de Bryan
Categoria: Homossexual
Data: 20/01/2018 19:02:10
Nota 10.00

Primeiramente me desculpa pelos erros, não tenho tempo de revisar e o meu corretor do celular não ajuda.

Narrado por Bryan

Cheguei em casa corri as pressas ao meu quarto, pensando nos acontecimentos desses dias como minha vida pode ter mudado tanto, conheci o Cafa.....Gerson, que do nada mudou comigo, não decifrar verdadeiramente o que sinto por ele, ainda tinha meu pai tinha que falar comigo!

Definitivamente tinha que contar pra ele sobre minha orientação sexual, não passaria de hoje, estava em meus pensamentos quando alguém bate na porta.

Mãe: filho o jantar estar pronto- o tempo passou tão rápido que nem tinha visto que já era noite.

Eu: ta mãe, vou banhar já desço- assim que terminei meu banho, vou indo em direção a mesa onde todos se viraram pra me olhar.Boa noite família?- todos responderam juntos, assim se passou o jantar ate, meu pai começa a falar.

Pai: Filho, como eu disse hoje teríamos uma conversar, pode começa a se explicar?

Eu: Primeiramente e queria falar que e...eu.

Pai: você o que?

EU: Eu sou gay- e um silêncio tomou contar da mesa.

Pai: kkkkkkkkkk

EU: pai isso não tem graça- falei assustado.

Pai: Isso eu sei, eu não como todos, só estranhamos você nunca ter dito.EU quero saber quem foi que fez isso- falou apontando pro meus pescoço , como sou muito branco ainda não tinha saído.

Eu: Como vocês sabiam?

Mãe: Meu nos vimos você nascer, crescer, sempre achamos você diferente dos outros garotos- meu irmão não falava nada apenas assistia tudo.

Pai: vamos quero explicação?

EU: pai foi um menino do colégio- falei com vergonha.

Pai: meu filho você e muito novo, alguém pode ferir ou simplesmente usa, Você e virgem?

EU: PAI- falei morto de vergonha, meu irmão morria de rir.

Mãe: Isso e coisa de perguntar pro garoto.

Pai: Eu não meu filho namorando com qualquer um ai, você sabe como o mundo ta- assim se passou a noite conversaram sobre mim, eu com meu de uma coisa que todos já sabiam.

Acordei no outro dia tão alegre parecia a cinderela só faltou os pássaros cantando, fui pra escola meus amigos estavam na sala quando eu entrei.

Alex: O que aconteceu com você hoje?

EU: Nada de mais.

Ana: Sei.

Bruno: Olha ali quem não para de olha pra você- olhei para o lado La estava ele, me encarando olhei pra ele e sorrir.

Alex: Meu Deus o Menino mais gato da sala, pega ele viado- realmente o Gerson era um dos meninos mais gato da sala.

Eu: Gente eu contei para minha família que sou gay.

Bruno: OQUE!!!

Ana: ai como foi a reação deles???

EU: não teve, eles me disse que já sabiam- assim o Professor de Biologia entrou na sala acabando com nossa conversa.

Professor: BOM DIA. Vou dividir a sala em duplas, para um trabalho, vai ser um sorteio.

Então começou a dividir a sala, todos nossos amigos se separaram;não se foi o destino acabei saindo com GersonNarrado por Gerson

Graças a Deus eu sair junto com o meu anjinho. Como alguém poderia roubar meu coração.Levei minha cadeira onde ele estava.

EU: Pelo visto saímos juntos .

Bryan: Verdade- falou ele meio tímido.

EU: vamos fazer o Trabalho na minha ou sua casa?

Bryan: Pode ser na sua- falou Quando somos interrompidos pelo professor.

Professor: Bom Gente é só isso, como vocês não tem mais aula porque de ultima hora o direto vai fazer uma reunião com todos os professores, podem ir embora, vou receber esse trabalho próxima aula.

Eu: Como não tenho nada para fazer vamos para minha casa começa a fazer nosso trabalho?

Bryan: Ta bom, vou só ligar avisando minha mãe.

EU: vou esperar você na frente da escola- corri pra esperar meu anjinho, La vinha ele sorrindo com seu amigos.

Bryan: Oi vamos?

Eu: vamos, entra no carro- os amigos dele falaram algo quando entramos, não entendi.

Bryan: Desculpas, pelo Alex?

EU: Tem nada não, nem entendi, o que ele falou.

Bryan: Ele disse que você e gostoso.

Eu: Você me achar gostoso? – falei próximo ao seu ao ouvido.

Bryan: E..eu, olhar aquelas coisas que agente fez foi errado.

Eu: Como assim você não gostou?

Bryan: sua casa e tão longe assim- tentou desconversar.

Eu: Olha ai chegamosNarrado por Bryan

Parecia que não chegaria mais, tentava para aquela conversa a todo custo.Entramos na sua casa era muito bonita.

Gerson: Vamos fazer o trabalho no meu quarto.

Eu: ta- subimos as escadas ate chegar em seu quarto.E seus pais onde estão?

Gerson: Eles não estão em casa, ele sempre viajam.

EU: Assim.

Gerson: Então vamos começa, eu não sou muito bom em biologia- falou mexendo no cabelo.

Eu: Ta. Kkkkkkk- passamos amanhã toda fazendo o trabalho, quando ele me chamou para almoça.

Gerson: vamos comer, primeiramente vou banhar, você vai banhar? Empresto um roupa pra você.

Eu: tá bom. Falei indo em direção ao banheiro levei a roupa que ele tinha separado.

Gerson: Não vai demorar.

Eu: ta, kkkkk- sair do banheiro ajeitando o short.

Gerson: Finalmente, pensei que ia morar.

Eu: Nem demorei tanto- assim foi a vez dele banhar, não sei porque ele não banhou no outro banheiro.

Gerson: Bryan, trás minha toalha- gritou ele.

Peguei sua toalha e fui em direção onde ele estava.

Eu: pega – falei entregando em suas mãos, escorreguei em seus braços.

Gerson: Opa toma cuidado.

Eu: disculpa- falei próxima ao seu rosto com ele me segurando.

Gerson: E...eu- não terminou a frase e foi me beijando,no mesmo momento retribui me entregando em seus braços todo molhado, e seu pau roçando minhas pernas. O cafajeste parecia que me comeria com sua boca de tão feroz e intenso, passava as mãos por todo meu corpo, tirou minha camisa e me levando em sua cama nos braços sem para o beijo. Me jogou na cama e foi tirar o short que tinha vestido.

Eu: Não ... para não posso fazer isso.

Gerson: Por que meu anjinho? Você e virgem? Falou no meu ouvido.

Eu: apenas fiz que sim com a cabeça.

Gerson: Eu prometo que não vou te machucar.

Eu: Você promete?

Gerson: Claro, nunca machucaria você meu amor.

Eu: Então ta, vai devagar porque seu amiguinho e bem grandinho.

Gerson pulou encima de mim, com seu corpo quente retornou aos beijos, ficava entre meu pescoço e minha boca, mordia minha orelha e descia chupando meus mamilos eu fiquei louco de tesão então ele tirou minha cueca fiquei completamente nu.

Gerson: Amor chupa aqui- falou mostrando seu membro para mim.

Eu: ta – dei uma mordida em seus lábios

Peguei com uma mão seu pau, não sabia como fazer, eu nunca tinha feito sexo antes.Fiquei fazendo uma leve punheta nele, enquanto ele soltava uns gemidos.Passei a língua na cabeça , ate conseguir colocar na boca, fica em um vai e vem sem encostar os dentes. O Pau do Gerson era muito grande.Continuava as chupadas ate ele empurrar minha cabeça contra sua rola, me fazendo engasgar, na verdade eu amava isso. Sentir que seus gemidos estava aumentando , ele me puxou me beijando e compartilhando o gosto de sua rola.

Gerson: Vira de quatro- me virei ele ficou beijando meu pescoço, desceu para minhas costa , em encontro com minha bunda, ele deu um tapa.

Eu: Aiiiiiiii – gritei alto.

Gerson: hoje você e meu.

Voltou a beijar minha bunda, ele começou a língua meu cu, aquilo me deixava louco de prazer, parecia que ia me comer com a língua.

Gerson: ta gostando meu anjinho.

Com um dedo ele começou a me penetrar, comecei a piscar , fazendo com que ele enfiar outro , e depois outro. Ele começou a me beijar, foi na sua gaveta pega um lubrificante, passou no meu cuzinho, depois em seu pau.

Eu: Você não vai usar camisinha?

Gerson: Eu estou limpo você também, e queria sentir você por completo.

O meu cafajeste mandou eu ficar de quatro e empinar a bunda, assim fiz.Ele começou a brinca com minha entrada. Me deixando muito morto de prazer.

Eu: Mete logo- gritei.

Gerson: ta bom meu anjinho- falou me dando um beijo.

Portanto, ele começou a me penetrar , eu gritei, chorei de dor.

Gerson: Amor estou te machucando.

Eu: sim, eu não vou agüentar, tirar.

Gerson: agora que entrou a cabeça- falou me beijando, então continuou, eu sentir minhas pregas se desfazer, ardia tanto, ele enfiou todo de uma vez.

Eu: aiiiiiiiiiiii, para, para eu não agüento- falei chorando.

Gerson: relaxa amor, assim e melhor- falou deitado por cima de mim tampando meu choro com um beijo, minha entrada ardia de dor.

Comecei a relaxar, ele foi bombando de leve ate aumentar de ritimo eu gemia, ele agarrou na minha cintura e me levava de encontro com seu corpo, sentia sua bolas na minha bunda.

Eu: mete mais forte- falei entre gemidos.

Gerson: ta gostando anjinho_ falou dando um tapa da minha bunda.

Ele mudou de posição me colocando de frango assado,disse ele que quer ver meu rosto enquanto me comia, colocou uma perna minha em seu ombro e começou a me meter com força.

Gerson: você e tão apertadinho..

Parecia que a qualquer momento eu seria partido no meio. Ele bombava cada vez mais forte, aumentando ritmo,eu gozei sem mesmo me tocar,seu suor pingava em mim, sentir seu pau inchar e jogar vários jatos dentro de mim.

Gerson: Eu sei que isso e maluco mais eu te amo- falou enquanto me beijava.

Eu: eu...eu também te amo- vi um sorriso em seu rosto.

Gerson: Aceitar namorar comigo?

Eu: Não sei, isso e tão novo pra mim.

Gerson: Olha pra mim- falou com a mão no meu rosto- você e meu, vamos tomar outro banho para descer

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
25/03/2018 01:24:59
QUEM SABE O CAFAJESTE ESTEJA SE REGENERANDO E AMANDO???
LKS
27/01/2018 00:32:54
Parabéns,estou gostando muito.
22/01/2018 04:19:52
Gostei
21/01/2018 23:17:25
Está precisando aprender a escrever corretamente. Muitos erros de ortografia e concordância que deixa a historia broxante. desanima a leitura.
20/01/2018 20:48:06
Eu curti. Faz tanta diferença família como a dele e uma conversa como essa. Deveria ter mais comum... anyway. Aqui ficou divino. E a reação dele quando acordou... E é bem isso mesmo. Nossa. Bom eles se descobrirem, amarem e assumirem..
20/01/2018 20:19:53
Curyi

Online porn video at mobile phone


doidinho pra comer o c****** da Silvanaver vidos de coroas bem gg de shotinhoamigo do meu maridinho tinha uma rolonacontos erotico gay com meu afilhadoxvideos nildaocontos eroticos imao come a bucetinha da irma na bricadeiranovinha safada se mastobado tirado chotevidios pornos de mulher dando o cu. sem do sentono gostoso e. com forçamae.caga.no.casetao.d.fihlo.noiva casa e não sabia tamanho iria infartar pornocontos eroticos assediada pelo cunhadodei xoxota para meu pai pausado de manhã, contos incesto fotosnovinha da loja um e noventa e nove mostrando a bucetalevei minha esposa num glory hole conto realficou entalada levou pica porno frreXVídeos gay com truculênciafiho pego mae rabuda dormindo sem cauzinha incestomarcelo fudeno numa cadelaxvideoporno mulheres dando cu e grintan muitoxvideos incesto tia provoca garoto de. roupa transparente simplesmente nua por baixorelatos sou safada. e nem meu irmãozinho nao escapou demiconto erotico funk peladanegao erguendo branquinho no paudeposito de porra molecadaTravecos escura de picas cavalar estrupando violentamente o cabaço do gay virgem casada santinho e seu corninhocontos cornos fio terra pintinhopornodoido fazendo amo/com minha entiada rosangelatexto lindo pro namorado que patessa que foi eu que fizcalçinha ate amarotada na bucetaimagens de mulheres chupando o peito uma da outra com muito prazerlesbicashttp://transei com mecanico gay contos eroticos gayloira jogando pinbolin pelada no saguão do hotelnovinhas sendo a********* por monstros de Picão contos eróticossogra xuba a rola do genro ate gosar na boca delaeu sou uma mulher casada eu vi minha amiga cheirando minha calcinha no banheirovizinha maranhense me seduzindo de camizolinhapornodoidoesposavadiarapasinho bebo de cair leva no cu apuso estrupovideos de porno doido com coisas indessemtexvideo novilhas jemeno na picamorena.gostisa.gosando.de.isguinxos.conto eroticos de perigosXVídeos queimadinha feira do Sol e tirando a roupa na praiacontos eroticos de feminizaçao parte 2mulheres fazendo porquisse no xvideo Sogras atraidas pelos genrospresa no cativeiro sem banho pornomuilhere.gozandu.treis.vezisnegao dotado tirando sangue dem doo cu do amigo segero tira sangue do cu sograflexionando caio no xvideprica cavalaPorno contos incesto mamaes com tesao iniciam suas meninas ensinando siririca..masturbaçao..chupar e punhetar papaiscontos franco e belinha zoofiliapeqeu minha coinhada trocamno a roupa cexicontos sexo duas meninas.me xuparam acampamentoporno negao692 comedor do pintao sacaneia casada do rabaocomo fazersrxo pinto vibradorxvidiocomendo decaiacontos eróticos meu cunhado pausudo mi arronbou todos os buracos mulher da o cu na cozinha segurando na piadotado engasgando a novinha com seu pau e tapando seu narizconto erotico gay macho dominador gosta de maltratar viadotia safada vai dormi ma o subrinho etransa deitada2 mulequis regaca a buceta da novinha branquinha tesudacasada chantageada contos eroticostravesti nao da pro pausudo arego xvidioporno incesto filha perguntapai o que e sexo e ele mostracomedo o cu da cunhada elegritando Amadorcontos eroticos quando eu tinha doze anos viagei pra fazenda com meu paicontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgemenina com raiva a rola nao emdurececontos eroticos GAYS,irmão postiço parte 2conto eurotico casal pescano com amigo beldoEu quero assistir um vídeo pornô gozando dentro da buceta da sua mãe dormindo seu filha de uma égua sou filha da puta eu quero gozar dentro da sua mãe só desgraça onde o caralho gozando dentro da buceta da sua mãe sou filha da putapunhetabr.vai lapornor doido batendo poleta na varanda sexoxividio ela tem medo de da o cucontos eroticos minha esposinha e o inquilino velhocontos eroticos brutalizadahistorias de desespero para urinarcontos real esposa danando funk na balada