Amamentei Minha Sogra de 93 anos

Um conto erótico de Michelle
Categoria: Homossexual
Data: 05/05/2018 12:25:46
Última revisão: 14/01/2020 11:44:13
Nota 10.00

Me chamo Michelle, sou jovem, mãe de um filho de um ano, dona de casa, branca da pele de pêssego, cabelo castanho escuro, seios fartos e corpo bonito. Cintura fina, quadris largos, bunda empinada, 1.62m de altura e 65kg muito bem distribuídos. Sou gaúcha, descendente de italianos, tenho 24 anos e meu marido 48. Ano passado morávamos com sua avó de 93, que faleceria no início deste ano. Essa sua falecida avó havia criado ele, sendo então tratada como se fosse minha sogra.

Tínhamos acabado de ter nosso primeiro filho e eu o estava amamentando. Meu marido é negro e sua avó também era. Nós sofremos muito preconceito por conta da diferença de idade e de cor. A gente estava com muita dificuldade por conta do estado de saúde da minha sogra, pois ela estava muito velha e debilitada. Meu marido ganha pouco pra nos sustentar e eu acabo tendo que cuidar da anciã, dar banho, trocar suas fraldas e alimentá-la.

Certo dia estava cuidando da velha, e amamentando meu filho, quando ela perguntou se eu me importava de lhe fazer um favor: deixar ver meus seios, pois ela achava eles muito bonitos. De cara estranhei, pois me soou meio lésbico e nunca imaginaria que minha sogra anciã o fosse. Quando terminei de dar de mamar para seu bisnetinho, deixei meus dois seios fartos e carregados de leite à mostra. Eles são bem bicudos, auréolas grandes, inchadas e de cor castanho-claras, como meus olhos. Logo então me enrubesci de vergonha, reparando na cara de vontade que aquela velha magra e acabada fazia. Ela era nordestina, bem queimada de sol, de cabelos brancos e crespos. Parecia ter mais ou menos a mesma estatura que eu, apesar de nunca conseguir levantar direito, sempre curvada, mas devia pesar uns 40 quilos ou menos, de tão esquelética que estava. Seu rosto era muito magro e feio, olhos fundos e ossos bem aparentes, toda enrugada e desgastada pelo tempo, quase um século de vivência, contrastando com a juventude dos meus vinte e poucos aninhos. Sua cabeça era chata, sua testa grande e saltada, os cabelos praticamente se escondiam atrás dela. Seu nariz era largo e achatado e meio curvo para cima, deixando as narinas bem abertas, uma aparência bem simiesca. A sua boca completamente murcha e banguela a limitava a ingerir apenas líquidos.

Após contemplar minhas mamas por quase dois minutos, a velha, numa prova de que ainda lhe restava lucidez, me disse que se sentia como uma criança, sendo cuidada por mim, e que não estava se sentindo bem com as sopinhas que estava comendo, precisava de algo mais saboroso e nutritivo, enquanto ela passava com a língua pelos lábios quase inexistentes. Sentindo que ela estava querendo insinuar algo, e completamente envergonhada, eu resolvi cobrir meus seios. Quando eu terminei de colocar o soutien novamente, a velha me agarrou forte pelos braços e meteu sua cara no meio deles, quando nós estávamos sentadas uma de frente à outra, numa tentativa desesperada de obter o que ela queria. Tentei afastar aquele rosto velho do meio dos meus peitos, mas ela me segurou forte, enquanto esfregava aquele rosto horrível no meu decote volumoso. Quando consegui tirá-la de cima, percebi sua debilidade novamente e senti nela uma exaustão que me causou pena. A velha me disse que queria só provar um pouco do leite de uma moça jovem como eu, pois fazia muito tempo que não se alimentava com algo realmente saboroso e nutritivo. Compadecida com a situação daquela anciã, resolvi que seria bom aliviar um pouco da grande quantidade de leite que sobrava nos meus seios e que seria bom pra ela também. Peguei a velha, inclinei sua cabeça no meu colo apoiada sobre minhas coxas grossas e retirei as alças do soutien. Quando estava por terminar de tirar, senti a velha pressionando sua cara feia contra minhas tetas inchadas, esfregando sua testa e seu nariz contra meu mamilo bicudo. Os dois bicos chegavam a pingar de tão carregados que estavam.

Segurei sua cabeça velha por baixo e comecei a dar de mamar pelo peito direito. A velha abocanhou e começou a sugar como se fosse a última teta do mundo. Senti aquela boca banguela e extremamente murcha chupando com vontade meu peito, drenando grandes quantidades de leite em cada sugada, enchendo sua boca com meu alimento materno. Ela mamava e passava a língua pelo meu mamilo que preenchia toda sua boca de tão grande que estava. Logo comecei a sentir um tesão incontrolável, que foi superando minha vergonha. Cada esguicho de leite que a velha sugava deixava minha calcinha cada vez mais ensopada.

Depois de drenar bastante do lado direito, coloquei a velha pra mamar o peito esquerdo, e foi muito gostoso também. Às vezes ela se cansava de sugar, tirava a boca e deixava meus mamilos pingarem, quase como uma fonte, espirrando leite de vez em quando seu rosto velho. Terminando coloquei-a pra descansar e pude perceber como ela estava revigorada depois de sugar a minha juventude através do meu leite. Um pouco de leite havia escorrido pelo canto da sua boca murcha, deixando só uma marca branca.

A partir daquele dia, passei a amamentar a anciã todos os dias, numa demonstração de caridade e respeito à avó do meu marido. Meus peitos começaram a produzir cada vez mais leite, sentindo que eu nutria mais de uma boca. Eu viria a saber depois que a velha era mesmo lésbica, e pude entender porque de muitas vezes ela acariciar o outro seio enquanto mamava, ou mesmo deslizar sua mão magra e enrugada pelo resto do meu corpo.

Amamentei minha sogra idosa por mais uns meses, mas ela começou a piorar cada vez mais de saúde e veio a falecer um ano depois. Até hoje sinto vontade de fazer novamente uma caridade dessas, e penso em ser cuidadora de idosos.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Micky89 a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
05/01/2020 11:32:52
ótimo conto, diferente e bem original, eu tenho muita vontade de mamar nos seios de uma mulher, tenho 34 anos e quando vejo minha mae nua tenho vontade de mamar nela, mas ela não deixa de jeito nenhytenho muita vontade de mamar nos peitos da minha mae, eu tenho 34 anos
22/07/2019 11:19:55
busco mulheres adeptas a lactofilia, ou amamentação adulta. Mulheres que tem desejo de amamentar um homem, ou outra mulher, entrem em contato comigo para que eu possa ajudar na sua busca. Tenho contatos e um site voltado para o assunto onde centenas de pessoas com o mesmo fetiche acessam diariamente. Lá você pode criar um anúncio, ver informações sobre como induzir lactação, dicas de segurança, ver vídeos.. enfim, lá é o nosso ponto de encontro para realizar o fetiche. Se for de São Paulo, podemos conversar sobre um possível encontro. meu contato: link do blog: http://lactofiliabr.blogspot.com/
20/02/2019 11:56:19
Adoraria mamar nos seus seios. Beijos bem gostoso em cada mamadeira.
31/05/2018 22:30:21
Vem cuidar de mim. Sou um jovem idoso de 42 anos precisando mamar gostoso num seio cheio de leite
06/05/2018 10:54:04
Que coisa, hein? Só ficou estranho uma senhora debilitada lhe agarrar com força, mas isso é o de menos. Acho que nunca li nada parecido por aqui. Vc proporcionou momentos de muito prazer para alguém com idade tão avançada
05/05/2018 21:46:42
Estou parecendo um menino faminto, quer me alimentar? Venha me fazer essa caridade, venha matar minha fome, venha cuidar de um menino crescido e desprovido.
05/05/2018 15:32:33
Vem ser cuidadora de um jovem vou adorar mamar vc

Online porn video at mobile phone


contos eroticos filha 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 aninhoscontos eroticos quando eu tinha doze anos viagei pra fazenda com meu paisessentona peluda gostosa mostra o corpo pro amante antes de foderhistorias de mulheres que foram emcoxadas e deram o cu no metromulher chupando uma rola bem grossa e grandechega engasgarfrases cunhada chifreraDo caralho-basquete-contonovinha sendo agarrado com outra garrafa com cachorro na xícara XVídeoscunhadinha linda gostosa me dando o cuzinho e gritando de dor e tezaocontoseroticosmae usadas a forcamundobicha coroa perga mulherqui desprevinidocontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramconto chupando uma rola fedidaconto erotico meu pai meu macho meu homemcomendo a sobrinha de 13 aninho conto eroticoscontos eroticos com novinhas rio amazonasxvideos bixinha amadora no alojamentocumendo o cuzinho da sua enteada noivinha em xvidios caseirosafadas brasileiras vantage de muito trepadas porbodoidosexonaul brasileiroconto erotico caseiroxvidio com irma linpano o tapetisarra novinha da b***** bem bonitinha pornôcintilografia da Simone transando com seu maridoConto erotico encochada incestconto gay minha tia me transformou em sua empregadinhaContos eroticos... Sindicato dos trabalhadoresxvideos velhsriasmulheres ficatarada narrua salver penes grandminhas condiçoes de corno contos eroticoespoza esitada com. a pau do amigo do maridocontos rapais vive romance proibido com sogra casadaAliviando os funcionarios contos eróticoscarsa da cota fiada na busetanegoes pirocudo enpurrando na potrinhapau superdotados gozando na testa.da.buceta Grandecontos a.freira viu meu paucontos cuckqueanvideo de sexo amador olaine gratis assistir sem elas pecebercontos meu vo massageava minha bucetinhacontos eróticos técnica de enfermagem pegando carona com colegao pai embebeda a mãe e tira a virgindade da novinhamulher com grelo grande encara um big pau vejacontos eiroticos leilapornLipeSonhador-CASA DOS CONTOS EROTICOS |zdorovsreda.ruMulherez arregassano o cuxvdnovinha goza o pau do negaoporno velha colocando cabrestomulher com o priquito costorado e gostosoquitandeiro tarado pornoFui encoxada e iniciada por um roludo conto com foto deesposaxvideos mae filha. genrro historias veridicascorno frouxo contocunhadinha bem linda e muito gostosa coxas grocas e bumbum saliente contos eroticosquando a mulher e chantagiada e humilhadaeu, minha namorada, minha namorada e meu tiomulher baita gostosa retocando a maquiagem video pornôfotoas de travetias bonitas vom caseto grandimorena.so.delingere.doida.pra.fudejairinhobaianoprofessora safada falando putaria pro donzeloNegros andarilhos pornô com novinhas contos eroticos professora casada chantageada por alunocontos eiroticos leilapornnegao roludo aregassando o cu da travestis de 20 anos nno motel pornodoidotorei. a cabeça da grannyjebas veiudasSEquestrei conto eroticotia e sobrinha se diverte c uma pica d borracha enorme ponodoidogoza corno na pungeta que vou gozar nesta rolonafazendeiro malvado mundobichaxvideo chapeuzinho Vermelha no bosqueTravestis gemendo com guaizinho xvideoscontos eroticos patricinha é humilhada e estuprada por grupo de amigoscoroa chupando o c****** do Midinhocontos eróticos comi a quarentona virgem evangelicabucetascontospornocomendo a enteada manhosa xvideoxvideoPorca reprodutoras buceta crandehumilhaçaocontoseroticocontos eróticos​, praia de nudismocontos eiroticos leilaporncomo faser chortinho de praiawww.mundobicha australiano sarado fode novinho.com.bra filha bota um shortinho o pai vai ficar puto e para elaBuchetas mijona aperta fotorevistinha porno mulher vos sexy co cachorrotodos pornô gay e heteros tentaçao sacanagens gays pornô entre homem xvideoscomi a mae com a pereteca raspadinhanivinha com o pacote em chadinhoxvideosdificil pra vc luka porno coroa sendo desrespeita por novinho e leva ferro na buceta e porraMe chamo Carlos e sou casado com Márcia uma loirinha linda pequenina apenas 1,52m magrinha apenas 49kg contos eroticosminha vizinha puta contosogro aproveita saidinha de filho e come a noramae estrupa filho goza pau brasileiroconto erotico gay playboy e o plebeucontos eroticos.meu sogro me enrabou na barraca de campingirmagostozaxvideo