Travesti pintudo

Um conto erótico de Daniela
Categoria: Heterossexual
Data: 06/08/2018 00:50:56
Nota 8.67

Olá,

meu nome é Daniela, tenho 22 anos e resolvi contar a vocês minhas experiências quando estava com 16 para 17 anos. Os fatos são reais.

Sou branca, cabelos semi loiros, magra, peitos pequenos e bunda avantajada.

Hoje sou casada, sem filhos.

Enfim, vamos aos fatos.

Eu morava com meus pais em São Paulo, desde que nasci, porém com 16 anos de idade eles se separaram, e cada um foi morar em um canto, e eu fiquei com meu tio, devido aos conflitos maternos. Pai e mãe não me queriam por perto, então resolvi ficar com meu tio Daniel, que morava próximo ao Viaduto do Chá. Ele é gay, e virou meu melhor amigo muito rápido. Eu já tinha perdido a virgindade, e sabia muito bem transar, e adorava isso. O fato é que, pela convivência com meu tio, acabei conhecendo pessoas novas, um mundo novo, o que não conhecia graças a prisão dos meus pais. Eu estudava de manhã e trabalhava a tarde numa lanchonete, então me sobrava a noite para curtiçao. Ele comecou a me levar para boates e baladas gay. Eu gostava, pois, era organizado, limpo e sem brigas. Fiz muitas amizades. E num sabado, saímos para a balada. Náo bebi naquele dia pois iria ter reposição de aula no domingo de manhã, então apenas dancei e curti a noite. Ele bebeu demais e acabou levando duas travestis para casa, e eu não liguei, pois já sabia que ele era gay. As meninas eram amigas dele, e o combinado foi delas dormirem lá e irem embora cedo. Fomos pra casa, e ele chegou dormindo, apagou na cama de bêbado.

Eu fiquei lá conversando durante um longo período com as duas, falamos muita besteira, rimos demais. O fato é que aquela conversa estava começando a me excitar, eu me lembro bem de uma ajeitando o saco disfarçadamente, e a outra com um volume na calcinha de leve. Comecou a escorrer aquele liquido vaginal, e eu comecei a ferver por dentro, e as duas perceberam. Eu então, cortei o clima e disse que ía ao banheiro. Entrei no banheiro e toquei uma rapidinho, louca de tesão.

Uma das meninas foi dormir, e ficamos apenas nós duas. Aquilo me deixou mais excitada ainda. Ficamos conversando mais e mais. Até que, quando já estavamos muito íntimas, visto que ela já tinha me mostrado os peitos para exibir onde foi a cirurgia do silicone, eu perguntei discaradamente e com medo da resposta: "Como você aquilo na calcinha?" - Ela olhu pra mim e sorriu, e disse que apenas colocava pra trás. Eu louca de tesão, meu corpo pegando fogo pedi para ela mostrar como fazia. Ela então sem problemas, tirou o pau pra fora, e recolocou novamente. Eu fiquei imovel e meu fogo aumentou. Um lindo penis, gostoso, ainda mole mas bem gostoso totalmente depilado e com bolas grandes. Eu então não aguentei, e perguntei se ela fazia sexo com mulheres. Ela perguntou na hora se eu queria fazer. FIQUEI DOIDA!!!

Levantei a saia dela, afastei a calcinha e comecei a chupar aquela deliciosa rola que já estava dura. Chupava com gosto!

Depois de saborear aquela pica, ela me deitou no sofá e enfiou na minha bucetinha que já estava transbordando. Foi um intenso sexo gostoso, que durou poucos minutos até ela gozar na minha barriga. Fomos dormir, nos despedimos pela manhã, e peguei o contato. Marcamos muitas vezes depois disso, e tambem com outros travestis, mas isso é história para outro conto. Até mais galera!


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
27/06/2019 13:48:05
travestis é tudo de bom ;)
15/04/2019 09:29:05
Q delíciaaaaaaaa!!! morro de vontade de comer uma bocetinha mas ainda n tive essa oportunidade!
11/09/2018 17:07:34
adorei o conto meu contato -
30/08/2018 08:35:32
Cadê a continuação?
19/08/2018 11:31:41
Amei. Quero ler os próximos.
16/08/2018 00:11:25
Curto muito uma boa sacanagem porém precisa me avisar antes do que gosta que eu faça ou o que quer que eu faça Meu ZAP zero onzeMe diz o quee o dia que pode e vou responder só no dia pois só quando tô bem loco
12/08/2018 01:54:52
Hmmmmmmm..... interessante!!!!
06/08/2018 21:01:31
Muito legal escreva mais gostei nos próximos coloque mais detalhes do sexo.
06/08/2018 06:37:00
Amei o conto e gostaria d ler todos os outros.

Listas em que este conto está presente

Travestis-Ativas
Melhores contos Travestis sendo ativas

Online porn video at mobile phone


baixar vidio porno mã colocando. bruza roza en sua filacarisiei a boceta da minha filhacasadoscontosfilhaCachorro cumedor video zofilia pagemae sai do banhero e toalha cai pornoxvideo estrupada dijunto do cornoirmã irrita o irmão e elr estrupa a novinha aforsaxvideos velho cequelado.gozando na boca da magrinhaposicao frango assado putaria brasileira pra salvar no celularcontos amor raspei minha buceta para meu amigo pauzudoporno de mulheres tentando fiji de pica grandecontos da queli tezudinhapapai me chamou para ir lanchar no shoiping.mentira foi desculpas para ir no motel comigo cumer a minha bucetacontos porno scat lesbicocontos eiroticos leilaporncontos eróticos de incesto sempre fui responsável e pauzudo mas fodi a minha filhota no matoXVídeos novinha Caboco apalpando o pau na goela da mulher e homem transando.dei o cu pro cachorro e acabei engatadomeu marido chorou quando viu o cracudo me arrombando contos eroticosContos papai e euporno virge mentiu ter ido pra escola pra mae acabou comendo sua irmaxxvideos mulher com inveçao pede pro marido da o cu pra ela e ela fode o cu delefudendo mulher so de calcibha pedido rola xvidiohttp://comto erotico massagista erotica colocando dedo no cú da menina virgemcomedor de mulher alheia nu apanhadando na borracharia de beira de estrada contos eróticos gaysfotonovela fodendo sogra e cunhadatitias abusada de vestido e calcinha fio dentalnergão da rola de jeque comendo velhacontos eroticos meu padastro tirou meu cabacinho e alem de fuder minha bucetinha novinha agora ele tambem fode o cuzinho do meu irmaozinho bem novonhoneguei sexo ao meu marido e ele me pegou a força sexozoofilia rs com cao grandaovideo porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiaminha esposa me surpreendeuo primo do meu marido me fudeu quando viamos do casamentodadomacho batore conto gayconto erotico de corno paraensexvidiosexopornopornoputaria de pai sarrando a filha puta de shortinho enfiqdo no cu na cozinhacontoprimeirafodafoto de uma buceta nasendo os cabelos quando depila de estojocache:3A3-3V1yYz4J:gtavicity.ru/tema/choro%20na%20vara%20a%20x%C3%B3linha%20! minha tia mandou eu esfrega no banheiro tomando banho ela e eu comi ela a forsa ja que nao tinha ninguem e casa contos herotasmorena dsbuceta imjadaquero ver o filmes pornos o irmao convecendo a sua irma para foder com ele beijando muito ela ate que ela fica cheia de tesaoconto erotico sinhazinha arrombada por negro escravoconto erotico mulherzinhawww.sexo tia ver o sobrinho batendo poilheta e da para ele.com.brxana grabde dsa novinha tomando pica XVIDEOSContos eroticos de podolatria com fotos de primas pedindo massagem nos pezinhos bonitoscontos eróticos brincando de dar bundada no irmãonovinha deixa o cara morder seu grelo e tira sanguehistoria de avosexo com.soblinhasquero ver história e foto de boiadeiro comendo o cu do outro boiadeiro metendo. shortinho fino sem calcinha da sogra contosxvidio gainhaboquete da primapatricinha lindamoleque enchem praia nudismoconto casada pinto itu cornocontos eroticos minha namorada medindo o pau do dotadotraveco tenta fuji do negroxxvideos mulatas sugadora de espermamorenas,magras,cabelos pretos,peitinhos videos sexxvideos as vigindades das mendigascontos eróticos d alguém q adorava ser molestagorda bundona caida gozando na frente do cornocomendo a sogra gostosa mttezaoXisvidio as pantera ingenuabranqinha se esbarra na pica xvo pau do meu sogro e muito grande contostirei a virgindade da minha empregada