Confissões de um Hetero ( 10 anos depois ) Part 7

Um conto erótico de Igor
Categoria: Homossexual
Data: 10/06/2019 18:21:56
Nota 10.00
Assuntos: Gay, Homossexual

- Estava fazendo frio aquela noite. Saio de casa as 20:50, ligo o GPS, e no caminho até o pub penso no que o Otto gostaria de me perguntar, e imagino ( pensando nas palavras do Otto ) o conflito interno que o Guilherme deva está passando. Seu ex namorado, de quase oito anos de relacionamento estava na cidade outra vez, onde tudo havia começado, deve ser complicado. O estranho disso, é que eu não estava passando por esse mesmo conflito ( caso ele realmente estivesse.) Eu sabia sim, que gostava dele, mas, sabia também que ao longo desses quase oito anos o nosso relacionamento havia sofrido um desgaste. Eu estava na minha zona de conforto, mas algo me dizia que logo logo iria sair dela.

- Recebo uma mensagem

Otto: Já chegou ? acabei de chegar.

Eu: Estou estacionando.

- Estaciono o carro e desço, seguindo para a área aberta do pub, onde fica umas mesas altas de madeira com cadeiras também altas. Perto delas, em um local mais reservado, fica outras mesas de madeira, rente ao chão, de modo que não existe cadeiras, e sim um estofado, para que você não sente diretamente no chão. Otto já estava lá.

Eu: Boa noite.

Otto: Oi Igor, boa.

- Para minha surpresa, falou ele relativamente nervoso.

Eu: Faz tempo que chegou ?

Otto: Cheguei agora, senta ai.

- Sentei e não tirei a jaqueta, estava fazendo muito frio, e a parte onde estávamos era relativamente aberta. Ele ficou me olhando e disse:

Otto: O que vai beber ?

- O garçom já estava ao nosso lado esperando o pedido. De modo que a minha resposta a sua pergunta foi diretamente ao garçom.

Eu: Uma água tônica, por favor.

Otto: Não acredito que não vai tomar um drink comigo ?

- Talvez mais tarde ( Falei não querendo ser ríspido. ) Ele pediu um drink.

Otto: Eu não sei por onde começar.

Eu: Comece pelo mais simples ( falei com um semblante ameno )

Otto: Você ainda gosta dele ?

- Ele começou pelo mais complicado.

Eu: Você esta me perguntando se gosto do homem que convivi durante 8 anos da minha vida?

Otto: Sim ( falou em tom sério, mas com o semblante calmo. )

Eu: Sim.

Otto: E você acha que ele ainda gosta de você ?

Eu: As coisas mudaram nesses últimos dois anos, acho que nada é como antes.

Otto: Isso é um sim ? ( ele deu uma risada de canto de boca )

- Fiz um sinal de sim com a cabeça.

Otto: Vocês tem conversado ?

Eu: Não. Apenas no dia em que te conheci, na cafeteria.

- Nessa hora, ele franziu o cenho

Otto: Engraçado, achei que estivessem se falando, ele tem seu numero.

- Achei que ele estivesse jogando verde, pq em nenhum momento eu dei meu numero ao Guilherme. Então o questionei.

Eu: Eu não dei meu numero a ele. Assim como não dei meu numero a você.

Otto: Desculpa, peguei seu numero através do celular dele.

Eu: Não tem problemas. A única pessoa que tem meu numero é a irmã dele. Da qual também não dei meu numero, ela encontrou minha mãe, sabia que eu estava vindo pra cá, e pediu meu numero a ela. Ou seja, no final das contas, todos tem meu numero, mas, eu não passei a ninguém. ( falei sorrindo )

Otto: Pelo pouco que te conheço, você não parece ser o tipo de pessoa que não gosta de fazer inferno.

- Nessa hora eu pedi uma bebida. Pedi um rum.

Eu: Depende do que seja fazer inferno, pra você.

Otto: Ir atrás do seu ex namorado, por exemplo, sabendo que ele está namorando.

Eu: É isso que você acha ?

Otto: Desculpe se estou sendo evasivo, mas, é que eu não sei o que pensar.

Eu: Se não tivesse passado tanto tempo e as circunstancias fossem outras, talvez eu o procurasse sim. Mas não é o caso.

Otto: Então se ele não estivesse comigo, você o procuraria ?

Eu: Talvez.

- Seu telefone começa a tocar, olho rapidamente para a tela do seu celular e vejo o nome “ Amor”. Guilherme estava ligando para ele. Num passe rápido ele vira o celular. E não atende.

Otto: Não é o melhor momento.

Eu: Vocês brigaram ?

Otto: Porque ?

Eu: Para você querer conversar comigo sobre esse assunto e não querer atendar a ligação do seu namorado, suponho que vocês tenham discutido. Não preciso ser psiquiatra para perceber isso. ( falei mais sério que o normal )

- Ele deu um gole no whisky e disse:

Otto: Sim, eu questionei ele o pq de ter seu numero no celular dele.

Eu: Acho que ele deve ter pego da Michelle. Aliás, ela é a única ( até então ) que tinha meu número.

Otto: Agora já não importa com quem ele conseguiu seu número. O fato é que, ele não me respondeu, quando eu o questionei.

Eu: Você acha que ele deva estar confuso ?

Otto: Você acha isso ? ( falou dando mais um gole )

Eu: Cara, não estamos em uma analise, eu não sei o que pensar, estou querendo entender tanto quanto você. Se Guilherme tivesse vindo falar comigo, eu teria uma noção da situação, mas esse não é o caso, então, estou confuso, assim como você.

Otto: Você voltaria pra ele, se ele te pedisse, Igor ?

Eu: Não sei, teríamos que conversar, eu não moro aqui. E pra ser bem sincero, agora, eu não sei se me sentiria a vontade a gente voltar a namorar sabendo que o ex dele mora na mesma cidade, e na mesma área profissional.

Otto: Você me passa ser sincero, ao menos isso. Digo isso, pq já lidei com pessoas dissimuladas antes.

- Eu apenas sorri. Eu estava sendo sincero, mas, mais educado do que gostaria de ser.

- O celular chama outra vez, e antes dele desligar o celular, eu falo;

Eu: O Guilherme sabe que estamos conversando ?

Otto: Estamos brigados, eu preferi não contar.

Eu: Não me sinto a vontade com essa situação. E creio que você também não se sentiria, se fosse ele conversando com seu ex namorado, do qual vocês passaram oito anos juntos.

Otto: Eu vou falar para ele, mas, não agora.

Eu: Atenda a ligação dele, por favor. Não estou me sentindo confortável.

- Ele olho para mim, em silencio e sério, e retornou a ligação dele.

Otto: Oi...

Otto: Tô em um bar

Otto: Precisava tomar algo...

Otto: Estou

Otto: Hoje não, amanha.

Otto: Pode sim, mas é sobre o que?

Otto: Ok, já imagino o que seja, amanha as 14:00 então.

Otto: abraço.

Eu: Está tudo bem ?

Otto: Sim, ele quer conversar, amanha.

Eu: Nada melhor que um dia após o outro.

Otto: Igor, preciso lhe falar uma coisa, e foi isso na verdade que te chamei aqui.

Eu: O que é ?

Otto: Eu e Guilherme acabamos o namoro.

- Eu fiquei sério, não tive reação, eu poderia ser o motivo, mas não estava diretamente ligado a isso, pois eu e Guilherme não tivemos um único momento a sós desde o dia em que cheguei, então ele realmente estava em um turbilhão de sentimentos. O que eu não entendia era, se o Guilherme acabou com ele ( e o motivo era teoricamente eu ) pq o Guilherme ainda não havia falado comigo?

CONTINUA

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
11/06/2019 14:04:41
Muito bom,mais complexo do que o primeiro rs
11/06/2019 13:05:03
Continua.amando a história
10/06/2019 21:43:50
Muito estranho
10/06/2019 21:22:50
Favo, muito obrigado. Fico sempre muito feliz em ler comentários como os seus. Quando escrevi "Confissões de um Hetero" há quase 12 anos atrás, eu fui com a intenção de apenas contar minha história, mas, para minha surpresa, foi bem além disso. Eu sou um cara muito prolixo, de modo que, não consigo ser direto sem as pessoas saberem ou perceberem ou até mesmo sentirem o que o personagem sentiu naquela exato momento. Isso é prazeroso, mas ao mesmo tempo muito cansativo rs. " Confissões de um Hetero" tiveram mais de 74 capítulos, se não me falhe a memória. Vou te passar o link que acabei de pegar da pagina da Aimee, onde começa no Cap 13, exatamente onde parou. Obrigado pelo feedback, é sempre de suma importância para qualquer escritor, seja ele amador ou não. grande abraço. * //kn.remontotdelka62.ru/it/perfil/187407/contos/7

Online porn video at mobile phone


bucetinha super apertada sendo destruída por negao super roludo até arregalou o olhovideos caseiros itabiranas fudendo escondidosContos eroticos... Sindicato dos trabalhadoresxvideo viuvo rustico punheteirocomi meu melhor amigomulher pelada revista da revisão mas bem bucetuda com quero ver a mãe bem peladona grandonaO Ativão do Morro 2 - Casa dos Contoseu fui encoxada pelo meu sobrinho tarqdopenis grosso e 30 ctm fazendo a menina novinha chora e caga.sangue apois colocar em seu anuaas coroas do rodeio no xividioContos lambendo chuleconto erotico decasais chupando pau maior 30cmcontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgevideos de velhos picudo fudendo bonzinho gays amadoresconto erótico de mega pauzudo tirando a virgindade da crentizinha novinhavideo porno homem velho mamando e puxando e mordendo o peitovideo ppnor gay de bombriro botado adoleecente pra chupar xnxxflaguei a filhinha do caseiro fazendo coisa errada e chantagiei ela contosbaixinhas levando no cu ate cagarsacanadas vidios fodasespiando sebastiana tomar banho contos eróticosflagas pirno homem motrando pau gozando pea novinha coriosa dentro de onibusporno gay chegando de viagem com saudade do namorado mundo bichabucetinhas pequenininhas e as maçãsPorno contos incesto familia prazer total qualquer idadeWwwx vidios .con tirano cabaso con pene de borachacontos eróticos meninas de 26 anos transando com cachorro calcinha femininas com lacinhos Pretowww.xvideos- gay novinho lindinho lourinho gozando com penis gigante.comporno de patroa fazedera obrigado o piao a chupalameu tio caminhoneiro comeu meu cu contos eroticos rjconto gay diemersonMeninas gostosinhas se esfregando em homem quê popozaomillasissyQuero ler contos escravos roludos macho alfa familia realesposa crente e muito timida foi ajudar o marido no aluguel contos eroticosXVídeos a mulher do meu amigo passa uma chuvinha na minha casa e pede para mim chupar b***** delacontos eroticos me comeram a forçao ditao negao comeu minha esposaxxvideos mulatas sugadora de espermasogra fazendo sexo selvagem com o gel da pica cabeçudacontos eiroticos leilapornXxvidii ela vai toma ni cupadrasto castigando enteada sapecaesposa gostosa de chorte cortinho seesfregando em outro machosconto erótico bundinha de princesaporno conto erótico apaixonada pelo filho da minha madrastaconto gay virei a puta de varios machos na saunaConto no interior vi mamae pelada ela disse vou te capa cacetudocontos eroticos fingir assalto pra comer meu amigo videos novinha di saia porbaxo naruaHistrias erticas de velho com marombeirasvídeo de bobão grandão batomzoofilia homem fode potra recém nascidair:ma virge fudendo com irmao do piru gigamteconto erotico luciene crenteFudiaponocontos eiroticos leilapornconto erotico nora cortando gramao negro aldo e esposinha contonovinhas delicia purasexoTios Safados inludindo Adolecente X Videoconto erotico huntergirls71mundobicha lutador Danny gay dando cuencoxada conto eroticoContos eroticos de sexo com genrox vidiu pono negau turado uma loira insima da cama ela gritado eo negau.garadoirmalouca pra perdero cabaco pro irmarUma coroa evagelica fudedo de saia cupridaabaxa vidio porno de tio ifiano a mão na buseta da supria para baixar nu selula brasileiro mais safadia gostosa e meter meu na sua bocavisinha jemendobucetinhas e cuzinhos lisosConto erotico sou madura e consolo lesbicacinquentona fininhapornô marido broxa uma mulher dá para Oicontoerotico eu namorada mae e tioexistem homem com penis mais de 40cmzoofilia veterinaria tendo orgasmo com cavalopornodoido fazendo amo/com minha entiada rosangelamiha boceta ta pimicando queru rolascooby-doo chupa pomba de salsicha grátisbranquinha bunduda gostosa só de caixote em curtoele pedi caga pramim gata pornoxvidio no binha petdeno ocabadomenino malhado lutador de kung fupistoludo pondo tudo no cuzinho da coroa e marido filma ela gemendo e fechandoMulher auto e gosano gostosoconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretovidio g demenor marrento