Um visto para o amor e prazer - III

Um conto erótico de Ricardo
Categoria: Homossexual
Data: 12/06/2019 00:04:50
Última revisão: 18/06/2019 18:50:53
Nota 9.93

Depois de beber bastante no bar próximo de casa, encontrar com o Jack, ter uma noite de certa forma agradável eu voltei para o prédio. Abri a porta de casa e vi Liam e Steve sentados no sofá juntos vendo TV.

- Eu achei um portal e voltei para o passado? – Eu perguntei assim que entrei.

- Não, você está apenas bêbado. – Liam disse me ajudando a trancar a porta. Steve estava sorrindo.

- Pensei ter visto vocês dois vendo TV juntos como faziam quando namoravam. – Eu disse.

Liam me guiou para me sentar no sofá. Steve tirou o balde de pipoca que estava no meio deles e eu me sentei.

- Só estávamos conversando. – Steve disse. Nessa hora percebi que Steve estava de pau duro. O pau dele era grande o suficiente para muitas vezes me confundir, mas ali não havia confusão. Quando Liam sentou do meu lado eu percebi que ele também estava excitado.

- Isso não está certo. – Eu disse.

Liam me beijou impedindo que eu falasse mais alguma coisa. Senti um calor se aproximando de mim era Steve beijando a minha nuca e me envolvendo em um abraço.

“O álcool, a culpa é do álcool, sempre do álcool, ele é a nossa melhor desculpa” pensei. Mesmo sabendo que o álcool não nos tira a habilidade de saber o que estamos fazendo ele apenas anula o sentimento de culpa, remorso, vergonha. Ou seja nos deixa livre para fazer e falar o que sempre tivemos vontade, mas que quando estamos sãos bloqueamos. “A culpa é do álcool.”

Meu namorado e o seu ex, meu futuro marido de mentirinha me despiam enquanto me beijavam naquele sofá. Somente um louco ou alguém são iria impedir aquilo e eu não era nenhum dos dois. Liam desabotoava a minha camisa enquanto Steve a tirava dos meus braços. Ele beijava as minhas costas enquanto Liam beijava o meu peito.

Steve puxou a minha cabeça me fazendo olhar pra ele. Assim que eu o olhei nos beijamos. Um beijo gostoso, hot. Ele segurava o meu tórax e Liam desabotoava o meu cinto e a minha calça. Steve me puxou para o seu colo, Liam tirou a minha calça e cueca de uma só vez. Eu já estava duro. Liam caiu de boca no meu pau e me chupava me fazendo gemer.

Steve ficou de pé na minha frente e desceu o seu short até o pé, vi mais uma vez aquele pau gigante duro, 22 centímetros, branco e circuncidado. Liam ainda com o meu pau na boca olhou pra cima.

- Pega Rick. – Liam disse.

- Pega. – Steve pediu.

Eu peguei, além de grande era grosso, levei a minha segunda até ele e brinquei um pouco. Aquilo me fez rir.

- Chupa Rick. – Liam disse.

Eu queria fazer aquilo. Coloquei a minha boca naquele cabeção e Steve segurou os meus cabelos. Ele fodia a minha boca. Liam parou de me chupar e se sentou no sofá, também chupava Steve. Naquele momento eu me assustei. Me dei conta do que estávamos fazendo, de como aquilo era errado. Meu namorado chupando o seu ex na minha frente. Será que aquilo era a primeira vez desde que Steve se mudou?

- Não Liam, não podemos fazer isso. – Eu disse.

- Claro que pode. É o que você quer. – Steve que disse. Se abaixando e beijando a minha boca antes que eu dissesse qualquer outra coisa.

Steve do beijo desceu para o meu pau. Ele me chupava e Liam se juntou a ele. Ambos me chupavam juntos e muitas vezes eu os via se beijando. Aquilo era excitante, mas podia ser o fim o do meu relacionamento. Sabia que eu não conseguiria ser a mesma coisa depois.

- Me fode Ricardo. – Liam pediu ficando de quatro pra mim.

Steve ficou na frente de Liam e deu o seu pau para o meu namorado chupar. Eu fodia Liam com raiva. Eu sentia raiva dele, sentia ciúmes por vê-lo chupando o Steve. Sentia raiva de Steve por ver o seu sorriso de prazer. Aquilo aumentava o meu tesão, eu metia forte.

Liam gemia, gemia muito. Estávamos fazendo sexo na sala. Não sabia se seria bom ou ruim Jack aparecer batendo na porta e interromper aquilo tudo. Mas pensar em Jack me deixou ainda mais excitado. Segurei Liam pela cintura e fodia forte até que eu gozei. Liam também gozou.

Ainda bêbado fui para o banheiro, entrei em baixo do chuveiro e sentia a água caindo em mim. Senti Liam me abraçando.

- Você é maravilhoso. – Liam disse me beijando.

Steve entrou naquele box. Ele passava a mão na gente e depois beijou Liam na minha frente. Isso me irritou. Steve tentava me puxar para um beijo, mas eu não fui. Eu o abracei por trás, meu pau estava duro novamente. Eu queria vingança. Queria fuder Steve. Passei o sabonete no seu cuzinho, senti que era apertado ele não me deixava entrar. Liam percebendo a minha dificuldade se ajoelhou no chão e voltou a chupar Steve que ainda não tinha gozado.

Steve foi relaxando aos poucos. Eu aproveitei o momento, eu o penetrava. Steve sentia dor e eu gostava daquilo, mas ele também sentia prazer, tanto que não me impediu de continuar. Eu metia forte e por consequência ele fodia forte a boca do Liam. Senti o cu de Steve se contraindo, escutei Liam tossindo, engasgado com o pau e a porra de Liam. Eu não tinha gozado novamente Steve não se importou, me fez sair de dentro dele. Ele tentou me beijar, mas eu não deixei. Steve beijou o meu pau, eu deixei.

Liam via Steve me chupando e parecia feliz. Segurei Steve pelos cabelos e fodia a sua boca com força, assim como ele fez com Liam por fim eu gozei.

- Divide a porra do meu macho comigo. – Liam pediu ao Steve se abaixando e o beijando.

Eu lavei o meu pau e sai do banho. Sentia aquela casa pequena de mais pra mim. Mas não iria voltar para rua uma hora daquelas. Deitei na cama. Liam veio se deitar comigo. Steve entrou no quarto e parou na porta, esperava um convite para dormir com a gente.

- Boa noite Steve. – Eu disse. Me virando para o lado.

Steve demorou a sair do quarto, não sei o que ele e Liam conversaram apenas gesticulando a boca, não havia som.

- Adorei a noite meu brasileiro gostoso. – Liam disse verdadeiramente feliz.

- Isso não vai dar certo Liam. Não vai. – Eu disse lamentando.

- Durma meu amor, tente absorver seu primeiro sexo a três. Amanhã será outro dia. – Liam disse.

Liam estava enganado. Não era o meu primeiro sexo a três. Na verdade eu curtia bastante umas aventuras assim. Mas nunca foi com o ex do meu namorado, nunca foi com alguém que morava comigo. Eram pessoas aleatórias, já sai com casal, mas nunca quis ficar entre eles, já tive uns namorinhos que encontramos com pessoas para sexo a três que nunca mais vimos os terceiros. As vezes rolava ate uma amizade e podíamos repetir a brincadeira, mas eram apenas momentos de prazer. Para Liam e Steve não seria apenas um momento de prazer, eles são ex namorados.

Acordei com uma ressaca brava. Resolvi caminhar no central park. Não fazia isso há anos. Assim que me mudei para Manhattan eu fazia isso toda a semana. Refleti bastante eu tinha que tomar uma decisão. Voltei pra casa e me tranquei com o Liam no quarto.

- Isso não vai dar certo. O Steve tem que ir embora. – Eu disse.

- Rick você não está pensando direito. Foi bom ontem, isso pode dar certo. Podemos ser felizes.

- Ser felizes? Liam, não sou suficiente pra você? – Eu perguntei.

- Não disse isso. Acho que você está levando isso para outro lado. – Liam me disse.

- Liam não foi meu primeiro sexo a três. Já fiz e curto muito, se soubesse que você queria poderíamos ter feito antes, mas com algum desconhecido, alguém que não ficaria entre nos. – Liam me olhava estranhando. Nunca tínhamos comentado sobre o nosso passado sexual isso para não cairmos no nome do Steve. Apesar de meses juntos Liam sabia pouco sobre a minha vida antes de morar com ele. – Não existe isso de ficar fazendo sexo a 3 com ex namorado. Jack estava errado, eu não sou meio burro. Sou totalmente burro.

- O que o Jack tem a ver com isso. – Liam me perguntou.

- Nada. – Eu respondi nervoso.

- Você está de cabeça quente. O Steve está aqui para você conseguir o Green Card não para um relacionamento a três se você não quiser.

- Não Liam. Não estou de cabeça quente e não é pra isso que o Liam está aqui. Não sei se ele quer você ou nós dois, mas não é pra me ajudar no green card. – Eu disse.

- Rick o importante é o seu green card, meu amor. Esquece o resto. – Liam disse.

- Liam pensei muito se eu devia ir embora, voltar para o Brasil com o dinheiro que eu fiz aqui. Talvez só fazer uma pós mesmo e no ano que vem tentar um novo visto de trabalho. Qualquer coisa é melhor que ter uma relação assim. – Eu disse.

- Meu amor, não quero te perder. Não pense em nada que pode te afastar de mim. – Liam disse.

- E o Steve você pode perde-lo? Eu pensei que talvez não. Que eu devesse ir embora e deixar o caminho livre pra vocês. Mas como não estou de cabeça quente eu estou aqui na sua frente te perguntando e quero saber a verdade. Eu sou suficiente pra você? Podemos ter um relacionamento como era antes do Steve voltar para as nossas vidas? – Eu perguntei.

- Se é isso que você quer meu amor. – Liam disse.

Não era a resposta que eu queria ouvir. Isso não é “Y E S” com todas as letras.

- Isso que eu quero. – Eu disse saindo.

- Onde você vai? – Liam me perguntou.

- Vou sair. Me faça um favor. Diga para o Steve que não vou me casar com ele. Lamento pelo dinheiro que ele irá deixar de receber, mas ele não cumpriu a parte dele no acordo. Eu disse para essa fantasia não virar realidade e ele respeitar o nosso relacionamento assim como eu respeitei o de vocês. Não me lembro de ter entrado no meio de vocês mesmo com todas as provocações que ele fazia.

- Ele te provocava? – Liam perguntou.

- Sério que é isso importa agora? – Eu perguntei, uma pergunta retorica. Apenas sai de casa.

Passei em uma farmácia e comprei PEP. Apesar de está tudo certo com os meus exames eu não podia confiar no Steve, nem sei se podia confiar no Liam nas horas que ele e Steve ficaram sem mim naquele apartamento.

Eu sei que estava viajando de mais. Eu confiava no Liam, nunca tive motivos para pensar mal dele. Não até ontem quando o vi beijando e chupando o seu ex.

Quando me dei conta estava em um trem indo para Jersey. Eu queria alguém para conversar. Para desabafar. Para dizer o que eu estava sentindo, alguém para me ajudar a colocar a minha cabeça no lugar.

- Eu não imaginava que você e o Liam estavam juntos. – Dylan me disse depois que contei tudo pra ele.

- Como te disse, aconteceu. – Eu disse.

- E o que vai fazer agora? –Dylan me perguntou.

- Não sei. Procurar um novo marido. – Eu disse rindo. Dylan sorriu para mim. – Como eu sinto falta desse seu sorriso.

- Eu também. – Dylan disse.

Estávamos em uma praça próxima à estação do trem. Sentados no encosto do banco, como dois adolescentes, com os pés onde deveria estar a nossa bunda. Eu passei a mão no rosto do Dylan, ele sorriu novamente.

- Não faça isso. – Eu disse. Ele sorriu mais uma vez. – Não vou conseguir resistir.

- Então não resista. – Dylan disse se aproximando ainda mais de mim.

Nos beijamos, ali naquela praça não nos importando com as pessoas que passavam.

- Me desculpa Dylan, estou confuso. Não quero te trazer para a minha confusão. – Eu disse.

- Rick, eu estou aqui pra você, sou seu amigo, seu amado, seu amante. – Dylan disse sorrindo.

- Obrigado Dylan. Me sinto bem mais leve só de conversar com você. Muito obrigado. – Eu disse. Dylan me deu um novo beijo. – Eu tenho que voltar. Tenho que dar um jeito na minha vida.

- Vamos lá pra casa, almoça com a gente. – Dylan pediu.

- Numa próxima. Não quero passar lá nesse estado. E por favor, não conte para o seu pai sobre isso. – Eu disse.

- Eu não sou louco. – Dylan disse novamente com aquele sorriso lindo.

Fui embora, mas não voltei pra casa, fiquei zanzando pelas ruas. Liam tinha me ligado algumas vezes, mas eu resolvi não atender. Quando voltei para o apartamento escutei a voz de Steve lá dentro, não quis entrar, fiquei sentado na escada. Depois de uns bons 30 minutos sentado lá escuto passos subindo a escada e uma discussão. Era Jack e o zelador.

- Manda ele se fuder. Se ele quiser ele vem falar comigo. – Jack disse.

- Você tem que pagar se não será despejado. – O zelador gritou.

- Ainda não devo três, quando tiver devendo três, você vem falar comigo. – Jack disse. Nessa hora ele olhou pra mim.

- Podemos dar as mãos, você sem dinheiro, pra ser despejado e eu pra perder o meu emprego e ser deportado. – Eu disse em tom de lamento. Jack que parecia irritado pronto para mandar eu ir me fuder, mas ele apenas sorriu.

- Chega pra lá. – Ele disse empurrando a minha perna com o seu pé e se sentando ao meu lado. – Por que está aqui? Brigou com os viados lá.

- Não gosto que você fala assim. – Eu disse.

- Eles são viados não são. Aff vocês com esse politicamente correto. Brigou com os homossexuais lá? – Jack disse.

- Você sabe o nome deles, por que tem que rotula-los pela orientação sexual.

- Não fode Ricardo, Já me viu chamando a gorda do 42 pelo nome? Ou o velho do zelador? Ou o mexicano do quinto andar. Ou a gostosa do primeiro. – Jack disse.

Jack era um babaca, e não só com os gays.

- Aposto que você já sofreu bullying na infância ou adolescência. – Eu disse.

- Quer fugir do assunto né? Brigou com aqueles lá? – Jack perguntou.

- Pior. – Eu disse.

- Pegou eles transando? – Jack chutou.

- Pior. – Eu disse.

- Pior? Deixa eu ver... – Jack disse.

- Vai ficar tentando adivinhar? – Eu perguntei.

- Até você me falar. Está divertido. – Jack disse rindo.

- Eu transei com eles. – Eu disse.

- Que nojo. – Jack disse dando uma ajeitada no pau.

- Vai me julgar? – Eu perguntei.

- Só um pouco. Mas foi tão ruim assim pra ficar sentado na escada ao invés de ir pra dentro de casa.

- Você não vai entender. – Eu disse.

- Se você explicar, pode ser que sim. – Jack respondeu.

- E você se importa? – Eu perguntei.

- Talvez. – Jack disse. Eu o encarei. – Um pouco.

Percebi que o Jack não tinha amigos, sempre bebia sozinho ou conversando com os frequentadores do bar. Mas nenhum amigo ou namorada, apenas algumas garotas que viviam entrando e saindo do seu apartamento. Algumas pareciam ter vida bem suspeitas, putas mesmo.

- O problema é que foi bom. Mas isso não seria saudável para o meu relacionamento. Não sei os sentimentos que Liam tem pelo Steve e os que podem despertar. Eles namoraram por muito tempo e o Liam sofreu muito. No inicio achei que eu era alguém apenas para tampar um buraco. Mas acabei gostando de verdade dele e eu sei que ele gosta de mim. – Eu disse.

- Então coloca aquele babaca pra fora. – Jack disse.

- Eu fiz isso. – Eu disse.

- E o que você faz aqui na escada então? – Jack me perguntou.

- Eles ainda estão lá. – Eu disse.

- Transando? – Jack me perguntou e eu o encarei. – Claro que não, se estivessem escutaríamos daqui. – Jack começou a rir.

- Você é muito escroto. – Eu disse.

- Eu não, eles são. Sabem que essas paredes são finas ficavam naquele escândalo. – Jack disse. Eu não poderia dizer que ele estava errado. Ainda bem que ele não estava aqui ontem. – Levanta dai Ricardo. Vai lá seja homem. Bota moral. Bota aquele cara pra fora.

- Eu estou tão cansado pra isso. – Eu disse.

- Cara você colocando ele pra fora não vai ter mais casamento não é? – Jack perguntou.

- Com ele não. – Eu disse.

Jack ficou pensativo olhou pra mim como se quisesse dizer algo, cheguei imaginar que ele queria os 40 mil. Mas ele não disse nada.

- Vamos lá então. Levanta dessa escada. – Jack disse estendendo a mão para me ajudar a levantar.

Subi o resto das escadas ao lado de Jack sem dizer nada, chegamos as nossas portas eu parei com a chave na fechadura.

- Jack! – Eu disse.

- Oi. – Jack se virou pra mim, aquela cara de homem bravo, mas os olhos de um menino carente.

- Obrigado. – Eu disse. Jack sorriu. Fez uma espécie de continência, talvez ele tenha servido ao exercito, explicaria muita coisa. Ele entrou na sua casa. Respirei fundo e abri a porta de casa.

- Rick, acho que você está se precipitando. Ontem você disse que o principal interessado é você. Vai abrir mão disso por causa de uma noite de sexo? – Steve disse.

- Não foi uma noite Steve, nos três sabemos muito bem que foi apenas a primeira. Isso não vai fazer bem pra mim, já não esta fazendo. O tempo todo fico pensando se isso tudo não foi planejado. Se o Liam ainda ama você, se você ainda o ama. Que eu sou o terceiro nisso daqui. Não quero isso pra mim. Era um problema que eu não tinha. Já tenho os meus problemas pra entrar nessa relação estranha de vocês. Já conversei com o Liam hoje. – Eu disse.

- Rick, nunca aconteceu nada antes de ontem. – Liam disse.

- Fico feliz em saber, mas quando eu cheguei vocês já estavam excitados, já estava rolando algo, não sou cego. E não foi o beijo que eu dei no Steve que despertou isso. Já vinha acontecendo.

- Rick, pensa bem. Podemos fazer dar certo, podemos ser felizes nos três juntos. Quando eu e o Liam namorávamos eu também tinha ciúmes de você e também tinha tesão em você. Agora invertemos os papeis. – Steve disse.

- Mas eu sempre respeitei vocês, diferente de vocês. – Eu disse.

- Ricardo não seja injusto comigo, eu não te trai. – Liam disse.

- Será que não? Aquilo que fizemos não foi uma traição. Quando conversamos sobre aquilo? Quando combinamos? Talvez vocês que estejam certos e eu o errado. Talvez vocês devessem ficar juntos e eu sair daqui. – Eu disse. Vi Steve olhando para o Liam.

- Está louco Ricardo? Eu te amo. Não vamos estragar o nosso relacionamento. – Liam disse.

- Eu não quero um relacionamento com o meu namorado e o seu ex. Sinto muito, mas não vai dar. – Eu disse. – Era pra ser tudo sobre o meu visto Liam, se transformou em uma DR de relacionamento a três. Eu sabia que ia dar merda. Sorte que não aconteceu o casamento.

- Eu sinto muito Rick. – Liam disse.

- E como vai fazer para o seu visto? – Steve me perguntou.

- Eu não sei, mas você não precisa se preocupar. – Eu disse. – Você pode voltar para o seu apartamento.

Mais uma vez Steve olhou pra Liam, o que me incomodou profundamente. Steve se despediu saiu com uma mochila nas costas e disse que depois voltaria para buscar o restante das suas coisas. Fui para o quarto Liam veio atrás.

- Se insistir nisso eu vou acreditar que o seu interesse é no Steve morando com a gente. – Eu disse.

- Ricardo você me ofende falando assim. – Liam disse.

- Liam, eu amo você, amo o que nos temos e quero lutar para isso não acabar. Quero ficar aqui com você. Mas não é apenas eu que tenho que querer isso. Se você acha que a sua felicidade é com o Steve, que ele é o grande amor da sua vida, seja feliz com ele. Eu sei me virar, eu consigo me virar. Se não for, vamos simplesmente esquece-lo. – Liam balançava a cabeça. – Não quero que responda agora, quero que pense, reflita, sei que você queria nós dois. Acho que até eu se pudesse juntar alguns dos meus ex que já amei. Mas duvido que você iria gostar disso. Agora me deixe descansar. Me deixe sozinho.

A semana se seguiu. Continuei no emprego, meu recurso ainda estava sendo analisado. Meu relacionamento com o Liam voltava a se aquecer aos poucos. Steve passou no apartamento enquanto eu estava trabalhando e pegou o restante de suas coisas. Eu estava aliviado, algumas vezes queria saber como Liam estava, mas tinha medo de perguntar.

Me matriculei em uma universidade para um MBA e dei entrada no meu visto de estudante. Nesses casos o visto saí rápido. Minhas aulas só começariam em dois meses, tempo suficiente para ajustar tudo.

Mais uma semana se passou e Liam apareceu na porta do prédio que eu trabalho, ele estava empolgado.

- Chegou pra você. – Liam me mostrou a carta. Já estava aberta, era da imigração. Meu visto de estudante aprovado.

Voltamos para casa animados. Liam cochichava no meu ouvido dizendo que iria me chupar todo, que comprou morangos e chantili para brincarmos e comemorarmos. Entramos no prédio naquele clima. Ao subir as escadas mais uma vez Jack brigava com o zelador.

- Você tem que assinar. – O velho insistia.

- Não vou assinar porra nenhuma. – Jack respondia irritado.

- Então eles vão assinar como testemunhas. Falando que você foi notificado mais recusou a assinar – O velho disse.

- Me desculpe, mas eu não vou fazer parte disso. – Eu disse. Jack olhou pra mim como se agradecesse.

- Eu assino. – Liam disse.

- Liam não. – Eu disse.

- Claro que eu vou. Você não sabe de um terço do que passei com esse mau caráter aqui nesse prédio. Assino com todo prazer Senhor. – Liam pegou a ordem de despejo e assinou. – Não me julgue, qualquer morador desse prédio assinaria e ficaria feliz por ele partir.

- Nem todos. – Jack disse olhando pra mim.

O velho desceu sorrindo. Liam entrou em casa.

- Eu sinto muito. – Eu disse.

- Obrigado. – Jack respondeu. Eu já estava fechando a porta quando Jack me chamou. - Ricardo... Você já arrumou um marido?

- Não, mas consegui um novo visto. – Eu disse sorrindo mostrando pra ele a carta. Fiquei sem graça por estar tão feliz e Jack naquela situação. – Mas é só de estudante, não vou poder trabalhar.

- Ainda precisa se casar? – Jack me perguntou.

- Seria o melhor dos mundos. Ter a cidadania. – Eu disse.

- Ainda pode pagar os 40 mil? – Jack me perguntou.

- Você não está pensando, está? – Eu perguntei.

- Isso, eu me caso com você. – Jack disse.

CONTINUA....

xxx ----- xxx

Conto novo na casa. "V de Vingança" //kn.remontotdelka62.ru/it/texto/

xxx ----- xxx

Gostou deste conto? Por favor, vote e comente é a sua forma de me recompensar pelo meu trabalho e também quero escutar a opinião de vocês.

Não deixe de votar também nos capítulos anteriores. Se ainda não está cadastrado no site, se cadastre é bem simples e rápido. Seus votos e comentários são muito importantes para mim é através deles que consigo ver se estou fazendo um bom trabalho e me incentivam a continuar escrevendo esta história.

Prometo a publicação deste conto pelo menos uma vez na semana. Quanto mais votos e comentários maior a possibilidade de adiantar o próximo.

Enquanto não sai o próximo capítulo aproveite para ler os meus outros contos aqui na casa. Acesse o meu perfil //kn.remontotdelka62.ru/it/perfil/242797

Respondo a todos os comentários dentro do próprio conto após a publicação do novo capítulo. Ou seja, a resposta aos comentários do capitulo anterior provavelmente já estão lá (no espaço destinado aos comentários)

Obrigado

New_Escritor-BH

[email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
07/07/2019 16:01:06
Maravilhoso, parabéns.
19/06/2019 00:06:00
Pessoal saiu à continuação. //kn.remontotdelka62.ru/it/texto/Agradeço a todas as leituras e principalmente aos votos e comentário. @Lebrunn – Muito obrigado. Será que vamos ver Ricardo e Jack assim juntos? Vamos descobrir mais sim sobre o Jack. Como disse, avante. @MarCR7 – Obrigado. Espero te agradar no próximo. @Rafael Guimarães - @hiroto - @Geomateus - @lindsney10 - @Joseph67 @ – Muito obrigado. @Digsgay - Muito obrigado. Realmente não deve ser fácil um relacionamento a três quando é com o seu namorado e o ex dele. @tiopassivo – Muito Obrigado. Liam não vai aceitar isso bem. E será que vamos ter um casamento de verdade? Será que Rick e Dylan vão ficar juntos? @VALTERSÓ – Muito Obrigado. Dylan é mesmo fraco, mas ainda tem que amadurecer. Não vejo problema em Ricardo dar um beijo no seu ex afinal Liam tinha feito sexo com o seu ex na noite anterior. Ricardo corre para os braços do Dylan pois vê nele um grande amigo. Ele não tem mais ninguém naquele país. Liam é safado ainda não sabemos ao certo o que ele sente por Steve. @Sonzinho – Muito obrigado. Vamos ver o desenrolar dessa história. @Lyuis – Muito Obrigado. Dylan não é um cretino. Apenas aproveitou para dar um beijo em alguém que ele gosta. Ricardo já havia dito o que ele e Liam haviam feito na noite anterior.
16/06/2019 22:54:20
Não acredito nisso, louco para ver até onde isso vai chegar...
16/06/2019 18:53:07
Nossa esse Dylan e um cretino mesmo.
14/06/2019 22:55:17
Estou curioso para saber o que vai acontecer com Jack é o Rick! Maravilhoso.
12/06/2019 22:58:53
UAUUU. QUANTAS COISAS ACONETCENDO NÉ? VAMOS LÁ. PRIMEIRO DYLAN É UM FRACO, BABACA E MERECE A SOLIDÃO. SEM CONTAR QUE FIUCA DANDO EM CIIMA DE RICARDO. SACANAGEM ISSO, MESMO SABENDO QUE ELE TEM UM NAMORADO SÉRIO. MAS RICARDO TB É SAFADO POR PERMITIR QUE ISSO OCORRA. SEMPRE QUE TEM PROBLEMAS CORRE PROS BRAÇOS DE DYLAN. LIAM É MUITO SAFADO TB, CLARO QUE ELE AINDA AMA STEVE E SE FICASSEM NA RELAÇÃO TRIANGULAR QUEM MAIS IRIA SE BENEFICIAR ERA O LIAM QUE FICARIA COM O ATUAL NAMORADO E COM O EX QUE ELE AMA. LIAM TEM QUE DECIDIR QUE PORRA ELE QUER DA VIDA. STEVE ENTROU NESSA SABENDO TB O QUE IRIA OCORRER. NA VERDADE TODOS MUITO SAFADOS E VÃO ACABAR SE FERRANDO. ACHO LEGAL ESSES DRAMAS DE CONSCIÊNCIA DE RICARDO. ISSO DEMONSTRA QUE PELO MENOS GOSTA DE LIAM E QUER MANTER O RELACIONAMENTO. VEREMOS SE LIAM QUER ISSO.
12/06/2019 22:25:51
Acho que agora será Liam que ficará emputecido com o Ricardo. Também acho que Jack acabará cedendo e tendo um casamento de verdade com o brasileiro. Mas ainda acho (e torço) para que o par de Ricardo seja Dylan.
12/06/2019 14:28:28
@Rafael Guimarães Não fiquei bravo de forma alguma. Tinha entendido que você dizia pela quantidade e não qualidade. Sendo assim minha resposta é outra. 1 Não é a quantidade de histórias que faz a qualidade cair talvez seja pelo simples fato das pessoas não gostarem do caminho que eu levei o conto que possa ter desapontado. 2 Quanto mais histórias eu me sinto mais criativo. É o meu processo, escrevo um capítulo e tenho q mudar de história senão não flui. Imagino que cada pessoa tenha o seu processo. De qq forma todos os contos terão publicações semanais e fico muito feliz que esteja gostando. Grande abraço
12/06/2019 13:45:07
@New_Escritor-BH, quando eu falo em "menos é mais" não é na questão da quantidade necessariamente e sim na qualidade! Você é muito bom mesmo e eu sou gramado na sua escrita realmente, só que às vezes fico com receio de vc enfraquecer a história, como já aconteceu ao criar contos que começaram lá em cima e depois caíram na qualidade. Você pode notar pelos comentários em alguns, isto é, menos é mais sim muitas vezes! Rsrsrs aliás, eu voltei aqui para reler o capítulo pq eu curti muito... Vi o seu comentário por acaso. Rsrs não fique bravo comigo! Rsrsrs abraço.
12/06/2019 11:56:45
Acredito que não só o Ricardo, mas todos nós ainda vamos nos surpreender com a verdadeira história de Jack. Onde há fumaça há fogo... Ou talvez seja somente como diz a canção... "O amor quando acontece a gente esquece logo que sofreu um dia..." Vida longa a Jack&Rick!
12/06/2019 10:38:06
Maravilhoso, não demora
12/06/2019 10:30:17
Cada semana me surpreendo com seus contos
12/06/2019 09:23:18
Jack de homofobico virou
12/06/2019 07:51:57
Uma pena o Rick não topar o relacionamento a três... Mesmo assim, tô muito ansioso pra ver ele e o Jack se pegando... Isso não vai ficar só no dinheiro e no visto...
12/06/2019 07:12:34
@Rafael Guimares - Agradeço o comentário. Mas independente se eu tiver 1 ou 7 contos na casa a publicação continuaria sendo semanal. A espera dos leitores de cada conto seria a mesma. Não faria diferença. Nao pretendo antecipar as publicações a não ser que esteja recebendo muitos votos. Sendo assim menos histórias seria simplesmente menos.
12/06/2019 03:15:23
Pega fogo o cabaré!! Kkkkkk
12/06/2019 02:22:56
Sensacional! A única questão é que vc tem muitos contos e nem sempre "todos agradam a todos". Aí é complicado para o leitor específico esperar a demora na publicação do que ele gosta. Enfim, esse está sensacional! Tô ansioso e encantado pelo enredo... Mas eu buscaria focar em menos porque menos é mais. Abraço e até o próximo.
12/06/2019 02:16:26
perfect muito bom
12/06/2019 01:08:33
Ops!!! Ricardo e Jack casados e se amando. Já vejo Jack mamando Ricardo e este sentando no cacete enorme daquele. Mas, você continua trocando os nomes de Liam e Steve. Avante...
12/06/2019 00:06:45
Gostou deste conto? Por favor, vote e comente é a sua forma de me recompensar pelo meu trabalho e também quero escutar a opinião de vocês. Não deixe de votar também nos capítulos anteriores. Se ainda não está cadastrado no site, se cadastre é bem simples e rápido. Seus votos e comentários são muito importantes para mim é através deles que consigo ver se estou fazendo um bom trabalho e me incentivam a continuar escrevendo esta história. Enquanto não sai o próximo capítulo aproveite para ler os meus outros contos aqui na casa. Acesse o meu perfil. Obrigado. New_Escritor-BH.

Online porn video at mobile phone


Biazinha cagou nas calçasconto erotico pica grande e a buceta ficou um vazio e vacuotia gostosas foder com subtilContos eroticos menina novinha perde a vijidade com o caxoro e seu imaou pega no fraga e tem qe da o cuzinho pra elemulher dandobe falando vai que ta gostoso xvideosxvideo garoto coneto a mulher do corno enguato ele filmaxxvideoirma dormi na cama do irmaoviva.video.mijonasconto erotico transei com o irmao do meu esposoxividio ele trepa porcima dela a certa o cu delafilme porno "labios encharcados"gey novinho afeminado tem ate peitinho senta gostoso na pica do padraste geme rebola e adoraporno vovo sacudo dormindo netinha cafe camaeu minha prima e.seu poni dirou meu cabaço contos "virando uma mulher com hipnose"Conto porno virgem deflorada por traficante pauzudo da favelapai subiu em cima da filha para mete no cuzaogta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetamule tarada nuoniboConto erotico.no cuzinho da caderantediguinho eroticoConto erotico arombei minha enteada novinha magrinhcontos o pecado de uma casadaeu adotei um negao para arreberta a milha esposa porno eu sou cornocontos incesto xota enrabadamostra ceu pruquito que. eu mostro meu paugaroto gay bem novinho e bem afeminado muito tesouro para dar o c*Conto erotico pagou com a bundaxvideos encoxando no metro na grevemarido narrando edposa batendo uma p dotadoacoxano de pau duro no oniboscontos eroticos o carroceiro e as enteadaspornô grátis cu de viado dando falta de pão de mel recheado no poteMeu primeiro boquete foi num negao conto eroticoasseste video de jovem tranzando e fumando cigarro cem para ate gozamolequinhos emeninos de treze q quonze anos perdendo a virjindafe do cizinho pela primeira vez vidiosconto erótico gêmeas lésbicascontos eróticos putinha e escrava da namorada sissyvidioporn so putas do iterio do cearaperdi minha virgindade com meu cunhado ele mim fez gozar de tanto tesao desabadacontos nao resisti vi a buçeta da minha mae bebadavideo de prono doido com loiiraasxvideos bebeu o cu ardeupeladas passando margarina uma na outrotravesti comendo novinhamae chupou o pau do filho gaycontos eroticos meninas de vinte dois anos transando com cachorro com calcinha preta com lacinhos vermelhofudelanca em largado. e peladoxvideos comendo a mulhersinnaconto erotico minha mulher de short no onibus gozaram nas coxa delasessentona casada carente de rola fideu com o pedreiro dentro de casavideo porno mulher trai seu namorado em roki e corno liga bem na hora qe ela ta no escurinhoGostosas virando os olhos na hora de gozar nxxxconto erotico viado novinho vira escravo do coroa dominadorler contos eroticos de padres reaisXsvideos bem dotado masturbando no carroconto gay do pedreiro que comeu o branquinhocorno veno namorada linda dano cu e jemenocunhadinha novinha chupa meu pau escondido da irma xvideos assisti agoraqero v omes mostrdo apica dura e grosa cabeça grade rolau preto e branco e vermelhoContos de cochoro que estorou o cabaco da donacontos gays de meninos passivinhos com machos maduros/dando meu cuzinho aos homens desde meninoxvideo tadinha papai socou até a mão na buceta delaasistir video pornoirado insesto forsados brutalidesdobrando para depois comer XVídeosxvideo Comendo a Mulher do Meu Tio Cielynegona sendo arrombado por negao tonato video porno grátisjapones enchendo cu da japinha dr liquido xvideogay ficou so roçando no meu cu eu arrupiava tudocontos picantes de amor gaysa japonesinha que não aguenta e se mijaxvideos pau untado no cuzinho apertado da novinhasexocontoerótico espinhei meupaiperquei minha esposa chupando outraxvxvideo novinha gostosa tesão daquela P9xvideo gay minino bateno chutinho de cuecaconto de tio viu a sobrinha peidando e ficou com muito tesao no cu da sobrinhacache:v4Hbz9COzM8J:zdorovsreda.ru/texto/2016021014 contos de tia e sobrinha lesbicapausada no c* tão grande que ela cagou e gritou XVídeosv******** da escadinha na b***** para o padrasto pai e ele goza dentro da b******** delacontos eiroticos leilaporneu sempre brincava com as coleguinhas de mimha irmã, e prdia para eles baterem punheta para mimvelhopintudocontosmulheres mortas com a bucta scheia de porraconto em casa neste frio minha boceta pede pica paininazinha xvidio.comporno nuhers sen leniteContos eroticos com donas de casa que foi arrombada pelo cunhado pirocudodei para uma dúzia de homem eu confesso no mesmoeu sou solteira eu tenho um amante casado empresário rico eu nunca eu deixei ele fuder meu cu virgem ele sempre ele quis fuder meu cu virgem eu fui com ele pro motel eu e ele dentro do quarto eu dei um abraço nele eu dei um beijo na boca dele eu tirei minha roupa eu deitei na cama ele chupou meu peito ele disse pra mim eu adoro chupar sua buceta raspadinha ele começou a chupar minha buceta eu gozei na boca dele eu chupei seu pau ele começou a fuder minha buceta eu gozei eu disse pra ele não goza dentro da minha buceta eu disse pra ele eu quero dar meu cu virgem pra você pra você goza dentro do meu cu conto eróticoo ditao negao comeu minha esposaamenina nao agetou opau donegrao