Insanos: Cooperação

Um conto erótico de Duque chaves
Categoria: Homossexual
Data: 12/08/2019 20:31:36
Nota 9.00
Assuntos: Gay, Homossexual

Primeiro dia de aula era sempre o mais chato de todos. Felipe estava chegando na escola com sua carinha de safado, os óculos escuro ajudavam o menino a ser badboy. Felipe era um moreno, bonito e sociopata. Ele era rico, seus pais eram do governo. Então o badboy tinha tudo que queria.

Ser o líder da escola e ser o cara mais babaca, era o rela motivo de todos amarem ele e odiarem. Felipe tinha os olhos verdes, um sorriso cafajeste, sua pele era definida e com algumas tatuagens. De 2 metros e 10 centimentros era o melhor jogador de futebol, vôlei e nadador junto com o basquete.

O garoto era um rei, e jamais ninguém soltava um Há contra ele.

Todos sabiam que quando ele chegava de óculos escuros, ele tinha fumado maconha ou estava de ressaca. Felipe tinha toda a autonomia para chegar ou sair a qualquer hora, seu destino estava traçado, ele iria seguir o governo como seus pais. Ou montaria uma empresa com o dinheiro dos pobres.

Burgueses. Como ele mesmo se dizia, um príncipe negro.

A escola era um campo minado, onde traria dores profundas, dores que ninguém poderia mais fechar e poderia ser o juízo para o restante da sua vida. O primeiro dia da escola era sempre assim, cheio de regras e mostrando quem era quem.

E o primeiro dia de aula era sempre posto pela piada do ano. O trote.

Felipe tinha seus dois melhores amigos.

Bispo Arthur. O loiro de olhos azuis e rosto triangular, com o corpo malhado, olhos redondos e cabelos em estilo degrader, mãos fortes e pés grandes, um nariz arrebitado e sempre usando óculos, ele era um estilo nerd arrumado. Mais ele era o próprio demônio. Bispo vinha de uma família tradicional evangélica, seus pais eram donos de concessionárias pelo estado. E também preparadores assíduos de uma igreja que rendia para eles uma extra grande de dinheiro.

E o terceiro chamado de Thiago Fernandes kalum, o árabe da escola, o mestiço, filho de um Sheik bem sucedido que tinha o coração do pai em suas mãos. E faria de tudo para que o pai o amasse mais ainda. Ele era pardo, de temperamento forte e sorriso branco, os cabelos negros o rosto já chegando a ter pelos, uma barba se criando em seu rosto redondo.

O trio era reconhecido como os melhores da escola. Mais dessa vez o trio iria fazer um trote com uma pessoa que não deveria.

- E ai, vamos fazer a brincadeira? - a pergunta de Bispo era direta, os três estavam sentados juntos na arquibancada da escola. Meninas perto deles. Para querem o que eles tem. – Já sabem quem sera?

- Eu quero, sabe que isso virou uma tradição! – Thiago estava mexendo em seu celular. – Temos que escolher a pessoa certa.

- Que tão aquele garoto ali? – Felipe apontou direto para um garoto tímido, que chegava acanhado e subia ate os últimos degraus. – Eu quero Dominik.

- Você vai querer fazer o trote com a putinha da escola? Seja original. – Resmungou Bispo, encarando o maior subindo.

- Sabe que ele já é fudido por fazer sexo aqui na escola. E o professor Kaleb não aceitaria isso. – Thiago resmungou encarando os dois. – Mais o que pensou?

Felipe sorriu encarando os amigos.

- Ele é uma puta, logico. Todos nos sabemos disso, correto? Bem, o professor é seu gerenciador e podemos pagar ele. Para fazer uma festinha conosco. O que acha?

- Não acho que isso daria certo. – Thiago comentou ao se vira para ver o diretor falando.

- Claro que vai dar certo. Será o trote perfeito. Até porque o garoto não tem o que perder. Vão topar minha ideia ou não?

Os dois se olharam e concordaram.

O sino tocou e eles foram embora.

.;Dominik cheirou a carreira de cocaína, para aguentar mais um dia na escola.

O branquinho de cabelos negros ondulados, de sorriso tímido, e de alargador nas olheiras, estava cheirando cocaína para aguentar o dia de escola. Dominik Salvatore era um rapaz de 17 anos, magro e com várias bifurcações em sua alma.

Seus olhos eram confusos e sua mente era desequilibrada. Suas duas personalidades brigavam entre si. Os dois eram bem diferentes dentre si, Dominik era dócil e tinha perdido os pais quando estava de férias na casa do tio. A guarda do garoto ficou com o tio que era louco, um maníaco que jamais encontrou a verdadeira luz.

O tio chamava de Kaleb. Um professor com uma bunda grande e o corpo de academia, de cabelos grisalhos e sorriso torto. Sempre visto usando roupas sociais e com o nariz empinado, um cara de poucas palavras. Que estava fazendo da escola o seu próprio puteiro. Ele usava o próprio sobrinho para conter a sua mudança de humor.

Dominik começou a ter o surto de personalidade depois do acidente dos pais. Ele desenvolveu a dupla personalidade que se auto denominava de Daniel. Esse rapaz era mais para frente, sempre defendia sua outra personalidade, mesmo não gostando muito desse lado depressivo e carente.

Daniel era o típico garoto que seus pais falam para você não ficar perto.

Sempre com cara fechada e sempre protegendo quem ama. Daniel não era o ruim da historia, ou era. Para aguentar aquele dia ele teria quer ser Dominik, não sua outra persona. Kaleb levava o sobrinho para escola em seu carro novo que conseguiu com os programas do sobrinho.

- Hoje vai ter dois cliente depois do segundo tempo e o terceiro vai vim ate o final do dia. E fique arrumado que vai sair com um cara hoje, que esta pagando a mais para você. – O rosto do tio era fechado e sempre carrancudo. Seu celular vibrava pelas mensagem dos clientes que ele conseguia.

Todos adoravam Daniel. Dominik não gostava daquilo, mais toda vez que ele se recusava em fazer qualquer coisa que seu Mestre manda-se, ele batia no mesmo. Espancava até sair sangue. Foi por isso que Daniel veio a fazer os programas para o tio.

Como ele dizia, que devia isso ao mesmo, que se não fosse por ele, estaria na rua ou em um orfanato. Kaleb era bom em comer a mente dos outros e isso fazia do menor seu prisioneiro.

- Você me ouviu? – A voz autoritária do maior fez o corpo de Dominik tremer e se enrijecer logo em seguida.

- Eu ouvi. Eu queria um tempo para estudar. Vou ter provas chegando e eu fui mal...

O tapa foi certeiro no rosto do menino. O vermelho em seu rosto ardia.

- Vai fazer o que eu mandar, quem manda em você e seus estudos sou eu. Sou o pedagogo da escola e se continuar desse jeito, posso te deixar anos reprovados, você tem uma divida comigo. Agora saia do meu carro.

Dominik saiu andando apressado, até ouvir a voz de seu tio o chamar.

- Eu quero o Daniel.

A voz de comando do tio fez o menino perder toda a consciência e a outra personalidade tomar a frente. Daniel tinha chegado.

- O que foi? O que vamos fazer hoje?

Os olhos do tio brilharam com a outra persona. Kaleb tinha relações com Daniel, dentro dele ele sentia desejo pelo mesmo, e toda vez que fazia sexo com o mesmo, sempre era sadomasoquista.

- Meu anjinho, hoje vamos ter 3 pessoas para você fazer. – Ele olhou para o maior o pegando pelo cenho.

- Eu vou gostar disso? – A voz fria e os olhos duros de Daniel fez aquele homem tremer. Daniel sempre era dominador na hora do sexo, não importa se ele era ativo ou passivo. – Ou vou ter que cobra a mais de você?

- Claro que vai gostar. Já me viu trazer um cliente para você que não gosta-se?

Daniel sorriu franzindo o cenho.

- Eu vou para aula. Já que sei o que devo fazer.

Daniel andou pelo estacionamento e entrou pelo anfiteatro da escola. E se sentou no fundo da escola. Olhando para todos aqueles jovens que não sabiam sobre a dupla personalidade que estava ali, que Dominik e Daniel era uma bomba relógio, preste a explodir.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Duque Chaves a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
13/08/2019 21:14:55
HUMMMMMMMMMMMM. TODOS ME PARECEM SER RICOS. MENOS O DOMINIK E DANIEL E SEU TIO. INTERESSANTE. CONTINUE...

Online porn video at mobile phone


Apaixonei pelo amigo do meu pai contos eroticos agycontos com fotos encoxada no ônibusContos eroticos de sexo com genroFeitichi d evangelica c homemtexto jibi mae filho fodeu bucetaCerto ou errado?meu irmao amado contos gays cap.08contos eróticos menina de 25 anos transando com cachorro com calcinha preta com lacinho vermelhoxividio cuida e primoxvideos chm shortinha curtinhobotei meu dedo na buceta da mulher do amigosurfistão transando na praia pornônovinhas de camisola no desafio e vou tomar banhoporno comendo o cu da milena ceribelecontos eroticosinha bucetinha apertadaminhavo rebolo gistoso xvideosconto de genro que seduziu sogra casada e virou amanteMulher andando de fildental arredor do homem ai depois o homem aranca no dente e gosa na buceta delafprçado a colocar a saia e o sutien fa minha irma contos eroticos gratiscontos gays o mimadoeu quero assisti um fi LP me porno c duais lesbica etreis travestisanba porno que espetaculo de vizinha queredo pau vou fude mais elanegao de 17 cetrimetro em purando na novinhacasada putaxvidiosver fotos de bucetad virgem e ler contos de norvinha perdendo o cabaçofoi pular carnaval com amigo levou esposa virou cornocontos eroticos de corno manso no pagode com negrosContos vendi meu cu pela internetjuhan3.webnode.comas morenas mais top do grelo bem roxinho transando no XVídeos bem gostosomiguel tesudodopando a minha esposa conto erodicocontos abraso gostozo pordra de papai con seu pau duroconto de padrasto socando a punhetaporno negras pegas que foram espiadas no litoral paulistatarada xividiosx vidii da beluxa rabudavidio mae putona se assusta quanto ve que o filho gosou dentro sem camisinhacontos de sexo depilando a sogravídeo pornô ela com shortinho coladinho no corpo quentinhopeladas passando margarina uma na outrowww.xvideo noivinhos fazendo mão amiga juntos gayxxvideo mae deis filho mao goza denta bctxvideo empurrando e gozando topado ate o talotia viu o ..neto pelado e xipou rlea mao que balança a bengatransei com meu corno com a buceta cheia de porra de outro contoum vidio porno com uma novinha que qque tentolmulher recebendo massagen enlouquecidatarado nuonibuDalvinhapornoconto anal exagero rabosexotesaogostosoContos eroticos poderoso negaocontos eroticos..minha prima me fez virar viadooooDo caralho-basquete-contoxxxvideos cunhada espeou sua irmã sair pra provocar .comccontos eróticos incesto fudendo novinha virgem inocente faveladaFotos d cdzinhas enrrabadassedusio empregadinha virgem ate fude laAliviando os funcionarios contos eróticosPutinha de rrrrrrponodoido cenas muito forteXVídeos HD pornô rola no cú de tinininhoconto erotico "padre não é homem"Quadrinhos lactofiliamenina muito novinha vai assistir filme porno com seu irmão caralhudo e acaba deixando ele tirar sangue de sua inocente bucetinhavídeo porno mulher casada motel Velho deixargozar dentrocontos eroticos de virei subimissa do meu cunhado"jussara"capitulo18meu irmao adora meu chule contos eroticocontos porno com padre gaymulher enfiando um pepino enorme na buceta fazendo barulhosexo desleal com meninas na xotaeu, minha namorada, mae e tio contoeroticocontos eróticos crente. certinha Conto porno prima perdeu no jogo teve que dar a bucetaconto erotico mulher vira escrava sexial por chantagemjaponesa gostosa de shortinho damdo xvideocontos sou rabuda e fui encoxada contosmundobicha ver tres brasileiros novinhos se cumendo em casaraofamilia sacana quadrinho queridinho da mamae