Um visto para o amor e prazer - X

Um conto erótico de Ricardo
Categoria: Homossexual
Data: 22/08/2019 00:04:23
Última revisão: 25/08/2019 13:17:22
Nota 10.00

A semana passou sem novidades, todas as noites eu tentava criar coragem para mandar mensagem para o Jack, dizer que eu sentia a sua falta. Queria conversar com ele, vê-lo, escutá-lo, beijá-lo e tê-lo novamente comigo. Não tinha coragem e ficava apenas na punheta, lembrando da noite maravilhosa que tivemos.

Encontrei com Dylan duas vezes durante a semana, conversávamos um pouco antes dele pegar o trem para Jersey. Estava claro que o Dylan queria ficar comigo. Mas eu não lhe dava abertura. Estava em uma situação muito complicada para envolvê-lo. Sem contar que namorar com alguém que não poderia dormir comigo era complicado, afinal eu ainda morava com o Liam, Liam que é amigo do Bill e a notícia que Dylan estaria comigo poderia chegar até o Bill e mais uma vez isso nos afastaria. Combinamos de um happy hour na sexta.

Na sexta à noite nos encontramos no mesmo pub. Assim que chegamos olhei em volta, não sabia se queria encontrar com o Jack. Um climão não seria bom. Entre conversas e algumas cervejas vi Jack entrando no bar. Tentei disfarçar, desviando o olhar, mas ele veio em nossa direção.

- Achei que não viria. - Dylan disse para o Jack.

- Tive alguns contratempos. - Jack respondeu abraçando o Dylan e me cumprimentando com um aceno. Ele pediu uma cerveja e ficou a maior parte do tempo conversando apenas com o Dylan.

Eu reparava Jack, tão perto, mas tão longe. Então me dediquei a beber. Dylan achou graça que eu já estava falando com a língua enrolada.

- Tenho que beber mesmo, para enfrentar a minha realidade. Dividir o apartamento com o meu ex namorado, que agora é o melhor amigo do meu outro ex. Acredita que o Adriano me chamou de louco por não participar da festinha deles e por terminar com o Liam? Mal sabe eles que sair daquele apartamento proporcionou a melhor noite da minha vida. - Eu disse.

- É mesmo? E o que aconteceu naquela noite? - Dylan me perguntou.

Eu sorri percebi que tinha falado de mais. Jack estava vermelho. Não sabia se era pelo elogio ou pela vergonha.

- Ele já está muito bêbado. - Jack disse.

- Estou sim, mas me lembro de tudo. - Eu disse. Deixando Jack ainda mais constrangido. - Preciso ir no banheiro.

- Eu te ajudo. - Dylan ofereceu.

- Deixa que eu vou. - Jack disse. Eu segurei em seu ombro e me apoiei. Percebi que ele estava com medo que eu falasse de mais.

- Não vou contar pra ninguém. - Eu disse. Jack ignorou.

Ele ficou parado atrás de mim enquanto eu mijava.

- Acho bom você aproveitar para vomitar. - Jack disse.

Pareceu que Jack havia dito uma palavra mágica. Foi só ele dizer “vomitar” que eu vomitei. Jack ficou atrás de mim, segurava a minha testa e relava o seu pau na minha bunda, senti o seu pau endurecendo, mas eu estava muito mal para aproveitar o momento.

Lavei a minha boca e quando voltei Dylan me deu água para beber. No início não conseguia prestar muita atenção no que eles diziam.

- Eu estava precisando disso. - Eu disse. Acho que repeti essa frase umas dez vezes fazendo tanto o Jack como o Dylan sorrirem.

- Você merece um porre de vez em quando. - Dylan disse acariciando o meu cabelo. Jack me olhava de uma forma que eu não sabia ler.

- Eu disse pra ele que tinha que sair da casa do Liam. - Dylan disse em conversa com o Jack.

- Não entendi por que ele resolveu continuar morando lá. - Jack respondeu.

- Ele disse que tinha que ficar no prédio pelo menos até sair o visto. Perguntei por que ele não se mudava para a sua casa. - Dylan disse.

- E o que ele respondeu? - Jack perguntou.

Me incomodava vê-los falando de mim na minha frente como se eu não estivesse ali. Eu estava ali, escutava raciocinava bem, mas estava meio travado para dizer qualquer coisa

- Que você não é do tipo que gosta de dividir o apartamento. - Dylan respondeu sorrindo.

- Eu? - Jack disse sorrindo. - Não tem disso não. Eu que não entendo o que o Rick quer.

- O que eu quero? - Eu disse. - Quero a minha cama. Desculpa pelo meu estado, mas eu estava precisando disso.

Mais uma vez os dois sorriram e me ajudaram a ir embora. Dylan abriu a porta da minha casa.

- Precisa de alguma ajuda? - Jack ofereceu.

- Eu dou conta. - Dylan disse.

Eu olhei para o Jack e passei a mão no seu rosto. Jack não reagiu, apenas olhou para baixo com olhos tristes.

Na minha cabeça eu discutia com Jack. Como ele poderia estar triste sendo que foi ele quem me abandonou no dia seguinte, era ele quem estava fugindo de mim, ele que me abandonou lá sozinho. Como ele poderia ficar triste?

Fui ao banheiro e tomei um banho. Quando voltei já estava um pouco melhor.

- Quase invadi aquele banheiro. Achei que tivesse apagado lá dentro. Mas escutei quando desligou o chuveiro. Está melhor? - Dylan me perguntou.

- Estou sim. Só a terra que está rodando um pouco mais rápido. - Eu disse sorrindo.

Dylan sorriu e me chamou para deitar ao seu lado. Coloquei um pijama e me deitei. Não consegui ficar muito tempo deitado. Tive que usar alguns travesseiros e almofadas para ficar um pouco mais sentado. Dylan deitou no meu peito e ficou carinhando o meu abdômen até eu dormir.

Acordei com uma forte dor de cabeça. Escutava Liam e Dylan conversando na cozinha.

- Caiu na esbornia ontem? - Liam disse sorrindo. - Tome esse café, está bem forte vai te ajudar a curar a ressaca.

Eu agradeci tomando aquele café forte e sem açúcar. Dylan e Liam sorriram com a careta que eu fiz.

- Tenho que ir, até mais pra vocês. Dylan seja bem-vindo sempre. Mande um grande abraço para os seus pais. - Liam disse se despedindo.

Depois de tomarmos o café da manhã Dylan foi embora. Eu o levei até a porta.

- Deixa eu despedir do Jack. - Dylan disse batendo na porta do meu marido.

- Oi Bom dia. - Uma mulher loira, bonita e de cabelos despenteados abriu a porta. Jack vinha logo atrás.

- Bom dia. - Dylan respondeu, a mulher abriu caminho para o Jack que chegou na porta vestindo uma camiseta e uma cueca samba canção. - Estou indo embora, só vim dizer tchau.

- Beleza. Não some não. - Jack respondeu. Ele olhava pra mim sem graça. - Rick não é isso que você está pensando.

Eu realmente estava pensando como o Jack podia fazer aquilo comigo. Já era de se esperar, que ele queria provar a sua masculinidade depois de uma noite de amor com outro homem.

- Não me importo com quem você leva para a sua casa. Só te peço para tomar cuidado. E se fosse algum fiscal da imigração para alguma visita surpresa. Só tome cuidado. - Eu disse.

- Não é isso Rick. Ela é... - Jack começou.

- Realmente não me importo Jack. - Eu o interrompi. - Vamos Dylan.

Puxei Dylan de volta para o meu apartamento. Jack ficou parado na porta sem entender nada com uma cara de bobo.

- O que foi isso? - Dylan me perguntou.

- Estou muito perto de conseguir meu visto. Já passamos pela entrevista, já tivemos uma visita surpresa e o Jack levando uma mulher para a casa. - Respondi irritado e cheio de ciúmes.

- É, faz sentido. - Dylan disse. - Tenho que ir.

- Não Dylan. Não vá. - Eu disse parando de frente pra ele. Dylan sorriu e nos beijamos.

Um beijo sem culpa. Não tinha Liam, não tinha namorado eu estava solteiro. Talvez eu estivesse fazendo aquilo por ter visto Jack com uma mulher. Se ele preferiu fingir que nada aconteceu e seguiu adiante por que eu também não faria o mesmo?

Levei Dylan de volta para o meu quarto e tranquei a porta. Nos despíamos e nos beijávamos.

- Senti falta disso. - Dylan disse quando caímos na cama.

- Eu também. - Eu disse.

Nos beijamos mais uma vez. Ambos estávamos duros, nos tocávamos. Dylan se virou na cama e colocou o meu pau em sua boca.

- Que saudade dessa boca.

- E eu desse pau.

Também chupava o Dylan, brincava com o seu cuzinho com os meus dedos, estava bem apertado, acreditava que ele realmente não teve outro homem nos últimos anos, pelo menos não ali.

Beijei a sua bunda e lambia o seu cuzinho. Dylan gemia, ele se virou me beijou e deitou de bruços na cama empinando a sua bunda. Deitei sobre ele e encaixei o meu pau em sua bunda. Dylan gemeu, bem devagar eu fui o penetrando. Dylan gemia de prazer, sua respiração ficou ofegante e seu cuzinho se contraia. Dylan gozou.

- Desculpa, mas não consegui me controlar, morro de tesão em você e a saudade era tanta. - Dylan disse.

Eu não tinha palavras, apenas o beijei. Dylan subiu em mim começamos a nos beijar e ficamos relando um no outro até que eu também gozei.

Mais uma semana se passou. Não encontrei com Jack, não o procurei e nem ele me procurou. Eu e Dylan trocávamos mensagens picantes durante a semana, nos encontrávamos algumas vezes no final do dia quando eu o acompanhava até a estação. Estávamos juntos, mas não falávamos de namoro. Foi o peso de namorar que acabou nos afastando da última vez.

Adriano não me perturbava mais no curso, voltava a ter paz na minha vida. Liam estava muito tranquilo, superou mais rápido do que eu imaginava o fim do nosso relacionamento.

- Chamei alguns amigos para jantar aqui hoje. - Liam me disse. - Você está convidado.

Eu olhei desconfiado, já imaginava quem eram esses convidados. Não foi surpresa quando encontrei Steve e Adriano na minha casa à noite. “Pelo menos não estão sem roupas” pensei quando eu os vi a naquela noite.

Fui educado e os cumprimentei como se nunca tivesse rolado algum fight. Tomei um banho e saí. Fui para o pub, era uma quinta-feira. Encontrei com a garota que passou a noite com o Jack, ela não estava com ele e sim conversando com alguns homens. Achei estranho, pensava que ela era a garota por quem Jack disse que estava apaixonado. “Coitado do Jack”.

Estava distraído tomando um chope quando Jack se aproximou.

- Fugiu de casa? - Jack me perguntou.

- Sim, Liam está com visitas. - Respondi.

- É eu vi quando eles chegaram. Pelo visto vai ter aquele escanda-lo essa noite.

- Pelo visto sim. - Respondi. - Eu vi a sua namorada aqui.

- Que namorada?

- Loira gata que dormiu com você na semana passada.

- Era só uma amiga. Eu tentei te dizer. - Jack respondeu.

Ficamos sem assunto, por muito tempo eu o encavara enquanto ele prestava atenção na TV, percebi que ele também me encarava quando eu não estava olhando para ele.

Era tudo muito estranho, era impossível definir o que eu sentia por ele. Era claro que eu sentia alguma coisa. Ainda me masturbava a noite relembrando cada detalhe daquele corpo sarado e gostoso, do seu cuzinho apertado, do seu pau dentro de mim. Eu estava excitado, ficar tão próximo do Jack me deixava excitado e muito constrangido.

- Você está devagar hoje. - Jack disse apontando para o meu chope que estava na metade e era o mesmo desde que eu cheguei.

- Não quero ir embora sendo carregado. - Eu disse.

- Não é problema nenhum te levar embora carregado. - Jack disse sorrindo e eu sorri de volta. Mas mesmo assim eu continuei apenas com aquele copo.

O tempo foi passando e eu me sentia incomodado. Queria voltar para casa, mas encontrar com aquela turma não era algo que eu gostaria. Jack também parecia querer ir embora, mas não se levantou.

- Por que tanto olha no relógio? - Ele me perguntou.

- Esperando ficar mais tarde, quem sabe não encontro com ninguém dentro de casa.

- Por que continua morando lá?

- Tenho que ficar perto de você. - Eu disse. - Isso soou estranho, digo por causa do visto, alguma visita surpresa e tal. - Eu tentava me convencer que era apenas isso. Jack sorriu.

- Por que não vem morar comigo? Você já paga o aluguel mesmo.

- Você está falando sério? Pensei que você não queria.

- Por que pensaria isso?

- Deixa pra lá, então sábado mesmo eu me mudo.

- Por que sábado? Já muda hoje.

- Não, já está tarde para fazer mudança. Tenho que conversar com Liam e comprar uma cama, você mesmo disse que aquele sofá não é confortável.

- Ok. - Jack disse parecia decepcionado.

“Afinal ele quer ou não que eu me mudo para a sua casa?” pensei

Entrei em casa em silêncio. Liam estava em seu quarto com a porta fechada, não estava sozinho. Fui para o meu quarto estava me despindo quando Liam apareceu na porta, pelado e excitado.

- Liam, o que é isso? - Eu perguntei.

- Para Rick, quantas vezes já me viu assim. - Liam respondeu sorrindo.

- Agora é diferente. - Eu disse e Liam não tirou o sorriso do rosto. - O que quer?

- Te fazer um convite. - Liam disse sorrindo me fazendo rir.

- Não, não.

- Por que não, ninguém é namorado de ninguém, somos todos solteiros, bonitos, gostosos e cheios de tesão.

- Não quero nada com aqueles dois Liam. - Eu disse.

- E comigo? Você quer? - Liam disse se aproximando de mim, e pegou no meu pau.

- Liam não vamos complicar as coisas, estamos bem, estamos felizes.

- Então Rick mais um motivo para fazermos um sexo gostoso. - Liam disse.

Fui salvo pelo Steve que saiu do quarto do Liam e veio para a porta do meu quarto também pelado e com o seu pau enorme e duro apontando para frente.

- E aí, vocês vêm? - Steve perguntou.

- Vai lá Liam, aproveitem. - Eu disse levando Liam até a porta do meu quarto. - Mantenham a porta do quarto de vocês fechada por favor.

Liam entrou em seu quarto Steve entrou por último, olhou pra mim deu uma pegada no pau e fechou a porta, não totalmente. Eu fechei a minha e me deitei. Escutava os três transando, pelos gemidos era o Liam que estava dando. Me masturbei escutando aquela foda e depois dormi.

Na manhã seguinte acordei com a porta da casa sendo trancada. Alguém saiu bem cedo. Tomei um banho e estava tomando café quando Steve saiu pelado do quarto do Liam e se sentou no sofá.

- É bom quando as coisas voltam ao normal. - Steve disse.

- Vocês voltaram a namorar? - Perguntei, senti uma pontada de ciúme.

- Não, ainda não. Liam está com um papo de querer viver sozinho, aproveitar a vida, se conhecer melhor. - Steve disse com desprezo.

Eu fiquei feliz, de alguma forma Liam refletiu sobre o que eu lhe falei. Liam saiu do quarto já vestido. Olhou para o Steve com censura e me cumprimentou cordialmente.

- Liam, preciso falar com você. - Eu disse.

- Ixi. - Steve se intrometeu.

- Vamos até o meu quarto? - Eu o chamei, Liam me seguiu e fechou a porta. - Liam, eu vou me mudar.

- Por que Rick? Por causa de ontem, prometo que não vai se repetir, prometo que o Steve nunca mais vai sair do quarto sem roupa.

- Não é por isso. Bom, não só por isso. Vou morar com o Jack. Ele tem um quarto sobrando e eu já pago o aluguel dele. Não faz sentido eu continuar morando com você se não somos mais namorados.

- Sempre moramos juntos como amigos e fazia sentido. - Liam tentou argumentar.

- Mas eu tenho que continuar fingindo que sou casado com o Jack, vai ser mais fácil eu morando lá. Você terá mais liberdade, vai ficar mais à vontade e eu também. Vai ser melhor para nós dois. - Eu disse e o Liam acabou concordando. - Me mudo amanhã.

Liam me abraçou. Ele queria me devolver o dinheiro do aluguel que eu já tinha pago deste mês, mas eu não aceitei. Antes de ir para a aula. Passei em uma loja e comprei uma cama nova pedi para entregarem no dia seguinte na casa do Jack.

Contei a novidade para o Dylan que disse que no sábado de manhã me ajudaria fazer a mudança. Não existia mudança, afinal era só levar as minhas roupas e alguns objetos, mas eu sabia que era uma desculpa para Dylan me ver.

Quando voltei para casa no final do dia eu bati na porta do Jack.

- Quando vai voltar a usar a sua chave? - Jack me perguntou.

Desde a nossa noite juntos eu nunca mais a usei.

- Amanhã. - Eu disse. - Quero ver como está o quarto, precisamos de um outro lugar para colocar as suas caixas. Tem que caber uma cama aqui.

Passei grande parte da noite ajudando o Jack a achar um lugar para aquelas caixas, muitas foram direto para o lixo.

- Vou manter algumas roupas que não uso naquele guarda-roupas do seu quarto e deixo esse aqui com as que mais uso, assim não preciso ficar invadindo o seu quarto. - Eu disse.

- Como achar melhor Rick. - Jack disse.

Acordei cedo no sábado de manhã, percebi que Liam não estava em casa, acho que ele nem passou a noite em casa. Não demorou muito Dylan chegou. Ele entrou meio tímido e quando percebeu que estávamos sozinhos me beijou.

Fomos para o quarto tiramos as nossas roupas e em segundos estávamos nos chupando. Chupei o cuzinho do Dylan, ele fiou de quatro e eu o penetrei. Dylan gemia e sentia muito prazer, seu pau estava duro como pedra ele se masturbava enquanto eu o penetrava. Ficamos naquela posição por muito tempo até que Dylan não se aguentando mais deitou na cama, eu cai por cima dele o abracei, nos beijamos e voltamos a foder até que gozamos.

Quando nos recuperamos Dylan me ajudou a esvaziar o meu guarda-roupa e levar tudo para a casa do Jack. Jack estava contente, com cara de quem havia acabado de acordar.

- Bom dia, aceitam um café da manhã? - Jack ofereceu uma pizza gelada.

- Você chama isso de café da manhã? - Dylan perguntou sorrindo.

- Pelo menos nos finais de semana. - Jack respondeu também sorrindo.

Jack nos ajudou com a mudança quando já havíamos acabado a cama chegou.

- Cama boa. - Dylan disse se jogando nela. Ele me olhou com uma cara de sexy que me deixou um pouco sem graça por estar na frente do Jack. Não tive coragem de encara-lo.

Voltei ao apartamento do Liam, dei uma geral para ver se eu não estava esquecendo nada peguei algumas coisas que ficaram no banheiro quando Liam chegou acompanhado mais uma vez do Adriano.

- Já fez a sua mudança? - Liam me perguntou.

- Já sim, afinal não tenho muitas coisas. - Eu disse.

- Então o quarto está mesmo vago? - Adriano perguntou. Eu não respondi. - Então Liam eu poderia vir. Prefiro dividir o apartamento com você do que com o pessoal que estou morando.

- Eu vou nessa. Mais uma vez obrigado por tudo Liam. - Eu disse e Liam pulou para me abraçar.

Demos um longo abraço, ambos ficamos emocionados. Não foram quatro semanas de convivência, sim 4 anos e quase 1 ano de namoro, de casamento. Era mais um ciclo se fechando.

- Ei, não fique assim, estou morando no apartamento da frente, qualquer coisa só gritar. - Eu disse lhe dando um beijo no rosto e limpando as suas lagrimas.

- Olha que eu grito. - Liam disse sorrindo.

- Pode contar sempre comigo Liam. - Eu disse e deixei aqueles dois para trás.

“É assim que se termina um namoro Adriano.” pensei.

CONTINUA...

xxx --- xxx --- xxx

O parte do próximo capitulo já está disponível no meu perfil do Facebook. Pode me add, não precisa se preocupar com a privacidade, pois a minha lista de amigos é bloqueada, ninguém vai ver. http://facebook.com/katib.paco

Gostou deste conto? Por favor, vote e comente é a sua forma de me recompensar pelo meu trabalho e também quero escutar a opinião de vocês.

Não deixe de votar também nos capítulos anteriores. Se ainda não está cadastrado no site, se cadastre é bem simples e rápido. Seus votos e comentários são muito importantes para mim é através deles que consigo ver se estou fazendo um bom trabalho e me incentivam a continuar escrevendo esta história.

Enquanto não sai o próximo capítulo aproveite para ler os meus outros contos aqui na casa. Acesse o meu perfil //kn.remontotdelka62.ru/it/perfil/242797

Respondo a todos os comentários dentro do próprio conto após a publicação do novo capítulo. Ou seja, a resposta aos comentários do capitulo anterior provavelmente já estão lá (no espaço destinado aos comentários).

Obrigado.

Paco Katib - New_Escritor-BH

http://facebook.com/katib.paco - [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
04/09/2019 23:24:07
Pessoal mais uma vez agradeço a todos os votos e comentários. Em alguns minutos o próximo capítulo estará disponível. @Rafael Guimarães – Muito obrigado. Alguns capítulos realmente são apenas necessários. Mas tenho certeza que no capitulo 12 vou te deixar sem palavras, um pouco mais de paciência. O Cap 11 (próximo) já volta esquentar. @VALTERSÓ –Muito Obrigado –Rick não é tão promiscuo assim. Realmente ninguém é santo, são todos humanos com seus acertos e erros. Ele tem sim algum sentimento pelo Jack, mas acredita não ser correspondido e tem no Dylan alguém por quem ele sempre teve um afeto enorme. @Geomateus – Muito obrigado. O Dylan parece amar sim o Rick e o Rick tem um sentimento muito grande por ele, será que isso vai dar certo? E o Jack com o seu sentimento pelo Rick ele parece estar aceitando isso apesar do Rick não conseguir enxergar. @Pichelim – Muito Obrigado. @MarCR7 – Muito Obrigado. @@@ Pessoal me add no face, lá já tem parte do cap. 12 http://facebook.com/katib.paco
25/08/2019 11:46:01
Sensacionalllllll
22/08/2019 14:13:57
Demais como sempre
22/08/2019 05:09:26
Jack está aceitando esse amor por Ricardo?
22/08/2019 05:05:52
Dylan te ama
22/08/2019 03:18:30
MUITO COMPLICADO O RICK. ALÉM DE PROMÍSCUO. ESTÁ APAIXONADO PELO JACK E MESMO ASSIM TREPA COM DYLAN. RSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS OLHA QUE SE LIAM FORÇASSE UM POUCO MAIS TENHO CERTEZA QUE RICK IRIA PRO QUARTO COM TODOS LÁ E SERIA UMA SURUBA. NÃO TEM NINGUÉM SANTO MESMO. AS ANGÚSTIAS E TRSIETEZAS QUE TODOS PASSAM SÃO CULPAS PELOS ATOS INPENSADOS. RSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS MERECEM O QUE PASSAM.
22/08/2019 01:32:06
Aquele capítulo necessário mas apenas necessário mesmo... Rsrsrs. Brincs! Gostei. Aliás, gostei muito da forma que concluiu o relacionamento com Liam. Ponto para a sua criatividade! A forma que Adriano esteve presente foi bem original! Mandarei um e-mail logo mais... Abraço.
22/08/2019 00:08:37
O parte do próximo capitulo já está disponível no meu perfil do Facebook. Pode me add, não precisa se preocupar com a privacidade, pois a minha lista de amigos é bloqueada, ninguém vai ver. http://facebook.com/katib.paco Não deixem de votar e comentar. Obrigado

Online porn video at mobile phone


novinha olhando o caralhao na cam chat e se assustoyloiraagostosascontos encoxando e penetrandorabudas de calca legue agaxadasPorno gratis xvideos fogo cruzadovideos como fazer um pau mole fica duro mundobichacontos de viadinhpscontos eróticos com professoraspornodoidoforçando a transarchochotinas de crentinhas fotosmeu irmão chegou bebo mesmo fiz sexo com ele gozou dentro delapornodoido mae muito encitada violado o seu filhoContoerotico estuprarao e comerao minha mae no onibusxvídeos galega mostrando coxas com penugem de ouro por cima das coxasminha esposa aninha novinha e meu tio roludo setima parte contos eoticos contos eroticos fudendo com a síndica do prédioeu confesso que paguei chupeta pro entrgadorvideo de padrasto tentando resistir a enteada sentando no colo deleconto porno ordenhar tetapornodoido mulher mais velha fica adimirada com o tamanho da pica do negaoņovinhas metendo com play boyvidros prno insetos fodendo mae emprensada coroas do sapsapcontos eroticos gay me apaxonei pelo traficante 7porno vai fechar a janela fica prezarcontos eroticos estuprada pelo gariwww. xvidius casal na vara de um amigo meu que eu mandei fude minha esposa na minha casaContos mendiga pornoconto erotico calcinha aparece da minha mulherfazendeira flaga o piao da fazenda cumeno sua egua e fode com elemolhe de bucetona do beici viradowww.sobrinhacontoerotico.com.brfoto de nuher pelada asbonitas gratuitoBuceta parecendo um cupim deu boineide cu de ouro calcinha entrando no cueu quero chupar o pezinho da casa da minha vizinha que tem chulé gostoso a loirinha gostosa em chupar meu paucontos eroticos comendo a sobrinhauma jovem de dizoite anos pode perde o cabaço da buceta so colocando a cabecinho de um penis por duas tentativa contosexo quente incestomadrasta vendo futebol na tvxxvideosabusando da virgem novinhaRuıva fudendocontos eiroticos leilapornso.mulher fo bumdso levando no cusao so pauzaocontos cnn gay comi o flavinhoContos Eroticos de inseminação fotos decasadinhas boqueteiras do corninhoXxvideosa as novilhasflagrei a empregada se masturbandox videosmetendo o pau na chefs.em do pornô brasileiro XVídeosx vidio doguinho comedoro bucetaoda minha noramulher dá o pintinho para o homem e mulher gostosinha peladinha gostosinha gostosinha cheirosinha da bundinha gostosinhavidio disexe porno yotubetravestis iper avantajados bg coki xvideoMeu marido viu meu cu todo arrombadoxisvido mai di bikinivelho bebado esfregando a cabeça do pinto na bucetaXVídeos padrasto força menina chupa lhe ofendidoxvideo garotas magrinhas e pequinhascontos pediu pra ver minha esposa peladacomendo o cuzinho zerado da morenaxvidioPauzundo entrando ate talo na buceta contosvídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhoeuconfessomadrastaincesto amador no surdãocorno arma asafilme pornô mulheres se beijando solteira mas não carregando não aguenta pau grandecoto erotico os amigos da espoza roludosx videos pornô negão da piroca muito escrota mete na safada muoto fortexividio. vai maxuca meu cucontos eroticos com viuvas ricas e mulheres sedutoras ricascomendo a mae do meu amigo e ela peidando muitoxvideopadretaradocontosconto de mulher casada batendo ciririca com pepinovideo de mulhe rapado abuçeta e lavado xvideoporno mulheres dando cu e grintan muitocontos eroticos passifico e menagetorei um garotinho virgemconto nehrinha safada mamda empurrar tudo ate o talocontos eroticos namorado de mamãe tem piça ggxvideos eim casa minha filia uza roupa mostrando o rabucontos eroticos como eu virei puta de um velhocontos eroticos patroa enjoada pedreiro taradosenti um bafo quente na buceta zoofiliaPUNHETEIROS NOIVINHOS AMADORES FAVORITOSConto erótico fui humilhada e largada pelada na estradaMulher fasendo croche e dano cu pornoxxvideo mobile de mulher chupando seios de outra em lactacaocinquentona encarou 30 cm de pikaconto novinha perdeu o cabaco para casetudo que em fiou de uma vezrelato esposa cincoentona timida primeiro amanteSi.33/novinha só gosta de cassetao fotos de bucetas beiçudas pono doidon resistir e dei o cu pra quele homem di pausao, contoeu quero assisti um fi LP me porno c duais lesbica etreis travestifundeno nadadoracontos eroticos incesto a ceguinhamulher levanta a calcinha e molha a buceta de cerveja para o homem chupafilha da buceta cabeluda dando banho no pai doente e trazAcom ele