FOI TANTA PORRA QUE ME MELECOU TODA, NA ENCOXADA DENTRO DO TREM.

Um conto erótico de Cibele
Categoria: Heterossexual
Data: 30/09/2019 10:44:03
Última revisão: 14/10/2019 16:38:43
Nota 9.95

Me chamo Cibele, tenho 22 anos, cabelos castanhos, 1,70m, 62kg e faço facul de enfermagem. A galera que leu meus contos, sabe que minha primeira vez foi com um casado e já tive um casinho com o padrasto. O que vou contar hoje, foi algo que aconteceu semana passada.

Uma coisa polêmica que até agora, não entendi direito como aconteceu. Fui visitar minha mãe, que mora em Ribeirão Pires, na grande São Paulo. Peguei o trem lotado na estação da luz. Na parada seguinte, entraram mais passageiros e estávamos comprimidos igual sardinhas em lata.

Senti alguém encostando no traseiro. Isso já aconteceu muitas vezes no metrô e penso que foram acidentais e inevitáveis. Só uma vez, percebi que era proposital, com o sujeito fungando na minha nuca. Quando a mão avançou para meu baixo ventre, mesmo surpresa e assustada com a abordagem agressiva, reagi dando uma cotovelada. O abusador afastou rapidinho.

Sempre pego transporte coletivo com calça branca, uniforme de enfermeira, já que trabalho numa clínica. Como era dia de folga, estava com um vestido justo e colado, o que realça cinturinha e quadril largo, sem falar no bumbum redondo e empinado. Meus pontos fortes.

Quando o trem arrancou, senti que a encostada foi mais forte, me fazendo inclinar o tronco, deixando o traseiro arcado. Fiquei na dúvida se era proposital ou não. Fiquei parada, encaixada nele, já que não havia nem espaço para se mexer, de tantas pessoas no vagão.

- Desculpe!

Ouvi uma voz masculina se desculpando. Virei a cabeça e vi um homem com no máximo trinta anos, aparência distinta, paletó sem gravata. Não pareceu bonito à primeira vista. O que chamou atenção foi seu perfume, discreto e agradável. Acabei sorrindo, como dizendo ¨Não foi nada¨.

Não sei porque, inexplicavelmente, senti tesão. Ele procurava manter o ventre longe, se bem que não havia como deixar de encostar o peito nas minhas costas. Acabei empinando o traseiro, encaixando melhor as nádegas na região dos países baixos dele. Ele não recuou e ficamos assim, encaixados. Sua calça social facilitava meus sentidos perceberem que ele estava com falo duro, em plena ereção. Tomada pela libido exacerbada, cometi a loucura de rebolar lentamente.

O recado foi claro. Eu estava gostando! Ele entendeu e passou a corresponder, dando estocadas como estivesse copulando. Na hora nem pensei na insanidade de estar fazendo sacanagem pública e pior, com um total desconhecido! A perereca cada vez mais umedecida pela excitação.

Mais confiante, segurou minha cintura com uma das mãos. Na parada seguinte, enquanto pessoas desciam e mais ainda subiam, fui puxada para o canto do vagão. Naquele mar de pessoas espremidas, ele colocou a mão por baixo do vestido, passando o dedo na bocetinha, acariciando-a por cima do tecido da calcinha. Enfiou o dedo por dentro dela e com certeza, deve ter sentido no tato o quando eu estava molhada.

Na hora pensei que devia ter colocado uma calcinha fio dental, o que facilitaria a bolinação. Como ninguém nos conhecia, parecíamos um casal de namorados, com ele ¨protegendo¨ minha retaguarda. Aliás, isso é que muda tudo no sexo. Se é algo forçado, um fato traumatizante para a vítima. Um crime abominável. Se é consensual, algo gostoso de fazer,que traz prazer e orgasmos.

O cara sabia mesmo manipular meu clitóris. Parou um pouco e logo soube porque. Foi quando algo grosso e duro, roçou minha virilha, a ponta buscando entrada da grutinha. Senti um choque quando a cabeçona roçou os lábios vaginais. De tão excitada, a xaninha toda molhada, sumos quase escorrendo. Seus dedos voltaram a manipular o grelho, enquanto o membro ereto deslizava pela minhas intimidades.

Ele estava quase me comendo dentro de um trem lotado! Nem tive coragem de olhar para ver se alguém percebia. A barra do vestido erguida atrás, quase na cintura. A bunda exposta, calcinha meio de lado e o desconhecido tentando me foder!

Estava gostoso demais o roçar da pele na pele. Ousado, ele queria me penetrar e eu, louca de desejo, tentava facilitar o que era impedido pela calcinha. Se pudesse, eu a teria tirado ali mesmo. O clímax estava chegando. Acabei tendo um orgasmo forte, a ponto de sentir as pernas bambearem.

Nessa altura, me agarrei fortemente na alça de sustentação. Ele com as duas mãos nas minhas ancas, fazia seu pênis inchado deslizar no meio das minhas coxas. Até que aconteceu! Uau, ele ejaculou! Foram jatos e jatos de gala morna, melecando tudo! Parecia que ele estava urinando em mim.

Já estávamos em Mauá e quando a porta do trem abriu. Ele desengatou e desceu rapidinho naquela estação. Nem consegui vê-lo direito descendo do trem. Quando saiu, só então, pude vê-lo pela janela, tentando disfarçar a barraca ainda armada.

O trem já estava mais vazio. Eu sentindo desconforto da porra gosmenta escorrendo pelas coxas. Quando chegou em Ribeirão Pires, corri para o banheiro me limpar. Já tinha melecado até abaixo do joelho. Uma grande parte da calcinha molhada. Não fiquei sabendo o nome dele e nem ele, o meu. Se por acaso, você ler este, deixe contato nos comentários. Sou aquela de vestido estampado, amarelo predominante...

******************

FOTOS- Neste conto também, para quem deixar e-mail nos comentários, a divulgação pode enviar minhas fotos.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/10/2019 16:35:14
Hummmmm... Nunca encoxei uma mulher, mas, a SENSAÇÃO deve ser boa... Sua AVENTURA contada assim, com esse tom MALICIOSO e jeitinho SENSUAL, despertou em mim o desejo de experimentar algum dia... Você sabe despertar desejos em quem lê tuas histórias!!!... Mas, vamos às notas... Pelo vagão lotado - Nota: ZERO. No calor é horrível viajar de pé, espremido igual sardinha em lata. A menos que uma CIBELE esteja na minha frente... Pelo encoxador anônimo - Nota: Outro zero. Seria dez se fosse eu o sortudo... Pelo conto ORIGINAL e cheio de tesão - Nota: MÁXIMA, é claro. Valeu minha FOFA das loucuras e Prazer!!!... Mando aquela encoxada GOSTOSA no teu bumbum empinado... Beijos molhados e...XAU!!!
14/10/2019 15:42:06
Que delícia amaria encontrar uma safadinha assim
14/10/2019 15:31:38
Que
14/10/2019 14:56:36
que delicia e conto fiquei bastante excitado sera um prazer admirar as suas fotos
14/10/2019 13:15:27
Gosta do Caralho, to com o pau estourando aqui rs meu email é
14/10/2019 11:30:45
Cibele, que conto excitante... Acho absurdo quando vejo noticias de abusos em trens e onibus... mas como você disse a putaria foi consensual... fiquei de pau duro. Me envie fotos.
14/10/2019 11:30:12
Karaka... Excita porque não há como não ter passado por uma situação de aperto em trânsito público, aqui ou no Rio. O tesão é grande mesmo. A questão é... Gozar dentro não daria um problema futuro? Muitas vezes, a pepeka está pedindo pica porque está naquele dia de fluidez para engravidar. Aí, o cara sai, você não sabe quem é e, um bacurau pra você criar... 😊 😊 😊. Você têm poucos contos, mas já domina bem a excitação por meio da palavra.... Me fez lembrar de uma dentista, no Rio, que só usava branco e me provocava tanto na cadeira com seus pequeninos seios me esfregando no ombro que senti um quase desfalecimento dela, por um gozo. Não comi porque ela conseguiu o limite, mas a chupei por inteira no consultório. Ela era gamada em militar e queria casar. As marquinhas de biquíni eram de dar inveja a indígenas, minúscula tanguinha. Eu era casado. Um mês depois ela tinha arrumado um e, alguns meses depois, casado. Mas disse que ia continuar livre. Fui transferido para São Paulo... 😡
14/10/2019 10:15:18
Q delicia manda fotos
Ax
14/10/2019 09:57:32
Ax
14/10/2019 09:57:04
Que encoxada gostosa heim!
14/10/2019 09:50:03
belo conto
14/10/2019 05:20:34
Adorei nota 10
14/10/2019 01:38:03
Adorei!
13/10/2019 22:35:32
muito bom, manda as fotos gata
13/10/2019 19:53:30
Que delicia de conto, Ci. Você conseguiu narrar com muita sensualidade e erotismo essa encoxada no trem. Se foi prazeroso, isso é o que importa. Muita ousadia dos dois, com tanta gente por perto. Nota máxima com louvor. Beijos.
13/10/2019 10:54:47
Cibele nada como sentir um senhor caralho na nossa bunda, experimente sem calcinha,voce sente o calor da porra.
12/10/2019 22:16:04
11/10/2019 19:58:21
Que conto ótimo, parabéns. Muito excitante. Me envia as fotos
11/10/2019 16:35:21
Em público o tesão sempre é maior... bjs
11/10/2019 15:58:25
Tesão de conto, guria. Excitante de laço a laço. Tu sabes mesmo como inticar os leitores. Me deixou de cacete duro com essa narrativa no trem. Uma galinhagem dessas em público deve ser gostoso demais. Mereces minha nota 10. Bjs calientes.

Listas em que este conto está presente


Online porn video at mobile phone


ver videos pornoo com coroas punheteiras e gozadas fartasContos amigo do futebolloira e judiada levando com forca na boca e na bussetafestas na casa de amigos e depois de tanta bebidas um porno com muita violênciacontos picantes limão com irmão depois de 50 anos de idade eróticonovinhas que não aguentaram a boneca horrívelhigor safado xvidioxvideo pênis de 12 centímetros comendo abuçeta da noivinha gostosaporrno doido a doblinha brasileiraprica cavalaxvideo malhada da bunda torneada da uma piza no homem de sexocontos eróticos o branquinho quitandeirocontos eiroticos leilapornconto erótico paciente lactanteminha sogra so espera meu sogro sair pra fuder comigo xvideoirmãtocaiairmãocontos eiroticos leilapornpornocontospicantesfotonovela porno real o pedreiro dotadaochantagiei a filha e a mulher do meu caseiro que cuida do meu sitio contospequenos videos de porno brasileiro pais peludos de sunga que tira a virgindade da filha e goza dentro da vaginanovinha perdendo avidadicarota catarinese gemendo na boca da sua amigaconto porno lesbico praticando scatconto erotico velho sedutorConto porno prima perdeu no jogo teve que dar a bucetacontos sadomazoquismo estuprododói comendo o c* da novinha magrinha e ela fala que dóivideo porno fundeno cuzinho a fosaconto erotico guto e elainemulequinhos punetandoengatou no cu doamivcache:http://zdorovsreda.ru/videos porno brasileiro família sacana meu cunhado além de me comer tira o caba co da minha filhaconto erótico o amigo do meu marido eu curiava ele toda vida q ele ia turma banho ele tinha pau enormeSexo real moca falando olha isso seu pau muinto grosso aiai acompanhante trasando com intiado no hotelPrima bisexual menage contos eroticosQuero ler contos homem fudendo meninha crakudacontosporn nao consegui ela com outrocontos eiroticos leilaporncasai trajando no cutarada nuonibufui na urologista e acabei comendo seu cu xvideoMeu marido espera na sala enquanto sou arrombada na cama deleconto patricinha escravaRelatos erotico curtinhos com detalhes sobre virgem penetrada a força violentamentewww.minha esposa.netaqisobrou muita pica pra fora da xavasca da crioulaeu gostaria de ver a mulher o cavalo dando chuchadapornosacana traindo o marido com entregadorXVídeos cara tapeando essa voz gostosa você fezYoutube xvideos.comporno nisei tratandorabuda de calça apertada limpando estanteconto eróticos padrasto chupa a estiada de 8 anosvelha tarada mandando a neta chupa a buceta dela a força e da porradaxvideo negras espiando upadrastomenina pequena provocado pai com chote cuto enfiado na bunda xnxxcomendo a irmã moeda meu irmão gostoso ela geme na vara XVídeospornodoidomulher trainibobiça no mato xxxmenage masculino contosxvidio ponor esposa traindo marido porque noa da conta de satifaze elaBoy n************ a b***** bem devagarzinho e acaba comendo ela peidando e olhando para trásxvideod imprecionadapai picudo comendo filha em Belémhomem safado alucando irma ate fudeEu quero assistir vídeo de pornô de mulheres de corpo estrutural gostosa bundona com sono televisãosete formas de medocasa dos contos tema scarHomen lenbendo a boceta, da mulher gobizoophilia racas de cachorros e o tamanho de seu penisgravei escondido dizendo vou gozar aiencostando de pe na parede e comendo o cuXvudeos negra inxirida com varaaulas particulares com.professor novinho contosgaysVidio porno calsinha suadaconto erotico o velho me comeuengolimos rebolando de fio dentalgerusa chupando minha pica