VIAGEM PARA PRAIA

Um conto erótico de CAROL DANGEL
Categoria: Heterossexual
Data: 02/12/2019 15:15:52
Nota 9.86

Meu nome é Carol, sou morena, 1,65 de altura, cabelo liso e longo, bumbum grande e seios pequenos; tenho 28 anos e sou casada há dois anos com Hugo, um rapaz loiro, com o corpo todo malhado, alto de olhos verdes. Nosso casamento é maravilhoso, gostamos de sair, viajar e nos encontrar com nosso grupo de amigos.

Esse grupo de amigos é formado por mais cinco casais, Sara e Danilo, Cíntia e Renato, Carlos e Débora, Paulo e Rafaela, Manuela e Leandro. Geralmente nos encontramos nos finais de semana para um churrasco, ou algum jantar informal...sempre regado com muita bebida. Num desses churrascos combinamos uma viagem pra praia no final de semana; todos se animaram e ansiedade tomou conta do grupo.

Há algum tempo eu sentia uma forte atração pelo Renato, ele é alto e forte assim como Hugo, moreno, com barba bem feita, mãos grandes, um jeito meio rústico...mas sempre me mantinha firme, pensando que isso era apenas fantasia e que nunca teríamos nada, pois somos casados, do mesmo círculo de amigos e isso ficaria gurdadado apenas nos meus pensamentos.

Até que comecei a notar alguns olhares do Renato, no início achava que eu pudesse estar imaginando coisas, depois percebi que ele sempre fazia questão de conversar comigo, ficar por perto, sutilmente, sem demonstrar nada a mais.

Chegou o dia da viagem, combinamos de nos encontrarmos as 19:00 em um posto de combustível em frente a rodovia para seguir viagem. Eu estava eufórica, vestia um vestido curto de alças e, fui sem calcinha para provocar Hugo. Cada casal foi no seu carro e durante a viagem Hugo foi fazendo carinho nas minhas coxas, passando pela minha virilha, até que tocava minha buceta e dizia que estava uma delícia toda lisinha e depilada. Eu ficava excitada e o provocava também alisando seu pau duro por cima do shorts enquanto ele dirigia. Ficamos nesse brincadeira até chegar na casa que alugamos na praia.

O pessoal logo se animou, começamos um churrasco e a bebedeira. Estava calor e todas as mulheres do grupo colocaram biquínis e fomos pra piscina. O clima estava ótimo, tudo muito alegre e divertido. Num momento, fui até a cozinha da casa para pegar um copo limpo, e Hugo foi atrás, cheio de malícia...Na cozinha ele me agarrou, nos beijamos e ele me disse que não via a hora de irmos pro nosso quarto pra ele me fuder todinha; nesse momento Renato apareceu na cozinha, ficamos os três muito sem graça com a situação e eu saí e voltei pra piscina.

Já era madrugada quando o cansaço foi chegando e aos poucos os casais foram indo dormir. Cíntia foi sozinha, porque Renato insistia que não estava com sono e queria beber mais. Ficamos na área de churrasco, Renato,Hugo e eu. Hugo já estáva muito bêbado e não demoraria pra dormir; Renato apesar de beber também estava um pouco mais sóbrio e viu naquele momento mais uma chance para me devorar com os olhos, e se insinuar sutilmente.

Hugo acabou dormindo na rede, e nós dois ficamos conversando assuntos aleatórios...eu me segurava para não pensar nas minhas fantasias, mas era inevitável pois estava cada vez mais claro as intenções de Renato.

Fui pegar uma bebida no freezer e ele ficou atrás de mim, disse que ia segurar a porta pra me ajudar. Senti o calor do corpo dele nas minhas costas, senti quase se encostando a mim, podia sentir sua respiração, o cheiro do seu perfume. Olhei pra ele, sorri de uma forma bem maliciosa, e voltei pra mesa. Na mesa ele olhou nos meus olhos e disse:

_ Hugo é um cara de sorte...

E eu disse:

_Você acha?

E ele continuou, "sim" e antes que ele terminasse a frase, Hugo acordou e disse:

_Amor, vamos pro quarto, eu estou morto...kkkk

Todos rimos e fomos cada um pro seu quarto. Renato continuava me olhando, mas não tive coragem de continuar.

Hugo estava muito bêbado e a promessa de me foder todinha ficou só na conversa mesmo, ele dormiu bem rápido enquanto eu tomava banho. Deitei pra dormir, mas o sono não vinha. Só pensava no Renato, imaginava ele deitado ali comigo, lembrava-me da sensação daquele homem delicioso atrás de mim. Enquanto sonhava acordada, ouvi um barulho na cozinha, eu sabia q era o Renato! Só podia ser ele!

Vesti um baby doll verde e sai do quarto com cuidado pra não acordar o Hugo, fui até a cozinha e Renato estava lá. Perguntei pra ele porque ainda estava acordado e ele me respondeu:

_ Não consigo dormir pensando em você!

Nessa hora meu coração acelerou e a essa altura do campeonato eu já estava derretendo de tesão!

Fiquei tão nervosa que não conseguia falar nada pro Renato, até que num impulso ele me agarrou pela cintura e me beijou! Nossa, que beijo! Ele invadia a minha boca com a língua e a barba roçava no meu rosto. Suas mãos corriam pela minha cintura e bunda, mãos grandes e fortes, me apertavam com força!

Eu estava com medo de alguém nos ver, assustada e ao mesmo tempo um tesão enorme me enchia de coragem e fogo por aquele homem! Depois do primeiro beijo ele sussurrou no meu ouvido:

_ Faz muito tempo que eu penso em você, já não estava aguentando mais a vontade de te agarrar!

Eu disse que aquilo era uma loucura e que não deveríamos fazer, ele mal me deixou terminar e logo me beijou de novo.

A excitação era muito grande! Renato me apertava contra o corpo dele enquanto me beijava e eu podia sentir seu pau duro encostando-se a mim. As mãos dele percorriam todo meu corpo por cima do baby doll, seios, bunda, buceta...foi uma amasso intenso! E eu também aproveitei pra acariciar o pau dele por cima do shorts, uma loucura!

Ouvi um barulho no meu quarto, rapidamente me afastei de Renato, não disse mais nada pra ele e voltei correndo pro quarto. Decidi que não poderia correr risco de alguém nos pegar, insisti pra mim mesma que aquilo era loucura e que não poderia acontecer...pensava no Hugo, na Cíntia...mas acabava sonhando com Renato.

Eu rolava na cama e não conseguia dormir, o dia já estava amanhecendo e eu não sabia nem como sair daquele quarto. Qual seria a reação do Renato em me ver? Será que tudo havia sido efeito de uma bebedeira? Quando finalmente consegui dormir, Hugo acordou, tomou um banho e ja deitou sobre o meu corpo na cama. Eu fingi que estava dormindo, mas ele começou a me beijar, me tocar, sussurrava no meu ouvido que estava arrependido de ter dormido e que queria sentir minha buceta. Eu estava cheia de culpa, cedi as suas vontades, deixei ele tirar a minha roupa. Ele beijava meu pescoço, meus seios, mordia os biquinhos de leve enquanto esfregava a cabeça rosada da sua rola grossa no meu grelinho. Eu estava super molhada, devido aos amassos do Renato, mas O Hugo nem desconfiava...ele dizia:

_Que buceta deliciosa você tem! Molhada e apertadinha!

Hugo me penetrou e bombeou umas 6 ou 7 vezes e logo gozou rápido ...eu não conseguiria chegar ao orgasmo mesmo que demorasse mais, estava confusa, eufórica ainda com o que tinha acontecido com Renato.

Tomamos banho, nos arrumamos e fomos pra cozinha tomar café da manhã. Lá todos já estavam animados, rindo e agitando para irmos para praia.

Eu não conseguia olhar pro Renato, não sei explicar, mas não conseguia. Ele continuava me olhando, eu podia perceber, até que nossos olhos se cruzaram e ele sorriu pra mim um sorriso malicioso que me deu até um arrepio.

Na praia passamos a manhã bebendo, tomando sol, jogando baralho; de repente o tempo virou e tivemos que voltar pra casa, eu sabia que lá seria mais difícil evitar o Renato. As mulheres se reuniram pra fazer um almoço enquanto os homens começaram um churrasco, até que eu disse que iria ao mercadinho próximo da casa para comprar gelo e algumas coisas que faltavam pro almoço. Renato logo se prontificou a me levar, eu recusei, justificando que era perto, mas ele insistiu e fomos juntos. No caminho eu estava travada, nervosa naquela situação; e ele começou o assunto:

_ Você estava linda hoje na praia, eu não consigo parar de pensar em tudo que aconteceu...

Respondi:

_ Queria um lugar e um momento seguro pra nós, sem corrermos tantos riscos, tenho medo de alguém nos ver...

Enquanto eu falava ele começou a passar a mão na minha coxa, eu estava vestindo um shorts curtinho e fiquei toda arrepiada.

Ele estacionou o carro e nos beijamos ardentemente de novo. Compramos o que precisava e voltamos pra casa para que ninguém desconfiasse de nada.

Durante a tarde choveu muito, eu fui pro quarto descansar e dormir um pouco. Os homens continuaram bebendo, Hugo havia bebido a tarde toda! Saímos à noite para comer uma pizza no centro da cidade e passear um pouco, voltando pra casa Hugo me disse que não estava muito bem e iria dormir. Cada casal também foi pro seu quarto. Como eu tinha dormido a tarde toda fiquei na sala assistindo TV. Pude escutar alguns ruídos dos quartos, meus amigos estavam aproveitando a noite e eu infelizmente ali, sem o Hugo e morta de desejo pelo Renato, que provavelmente estava transando com a Cíntia.

Já passava da meia noite quando Renato apareceu na sala. Me disse baixinho para irmos até a praia que ficava próxima a casa. Eu achava aquilo uma loucura, mas não pude resistir.

Caminhamos até a praia, conversamos sobre nossos desejos e nos beijamos encostados numas pedras grandes. Eu estava de vestido e antes de sair tirei minha calcinha. Renato apertava minha bunda, alisava minha buceta, até que enfiou seu dedo dentro da minha vagina que estava melada; ele socava o dedo com tanto tesão e respirava ofegante no meu ouvido, roçando sua barba no meu pescoço, até que abriu a braguilha do shorts e comecei a punhetar seu pau, estava grosso, cheio de veias, melado. Eu levantei uma perna ele se encaixou entre elas e esfregava seu pau na minha buceta, nesse momento eu gozei, gemendo baixinho no ouvido dele. Ele enfiou seu pau na minha buceta, e eu pude sentir a cabeça enorme da rola entrando na minha buceta apertada e ele me preenchendo toda. Seu pau era maior do que do Hugo e metia com tanta força! Até que ele gozou sua porra quente dentro de mim, me lambuzando inteira, sentia escorrer pelas minhas pernas.

Eu disse que imaginei que ele não fosse gozar tanto, pois havia ouvido ruídos nos quartos e pensei que pudesse ser ele e Cíntia, então ele me disse que transou com ela para que ela não desconfiasse, mas que não conseguiu gozar. Disse que queria mesmo era ter enchido minha buceta de porra!

Combinamos de nos ver durante a semana, em algum motel para matarmos a vontade que apesar daquela foda, ainda era enorme!

Voltamos pra casa e todos continuavam dormindo, Cada um foi pro seu quarto, tomei um banho e fui pra cama. Hugo continuava dormindo um sono profundo e eu dormi naquela noite realizada.

No dia seguinte continuava um tempo chuvoso e decidimos voltar pra casa. Assim acabou nossa viagem e começou a minha aventura!


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
Get
03/12/2019 20:05:57
Essas puladas de cerca são excitantes. Parabéns à Carol por ter a coragem de foder com outro. Continuarei seguindo seus relatos. Nota 10.
03/12/2019 08:37:48
gostei.. otimo relato
03/12/2019 01:19:05
Muito bom. O Huso é cara de sorte
02/12/2019 19:14:18
top
02/12/2019 17:16:59
Adorei continua assim obrigado
02/12/2019 16:46:08
És o máximo, minha querida, simplesmente maravilhosa demais. És o tipo de gata que adoro, ousada, atrevida, fogosa, que sabe o que quer. Leia as minhas aventuras. Eis meu e-mail: . Beijos imensos.
02/12/2019 15:30:56
Que delicia!!!!! Fiquei louco de tesao aqui.... bjs e parabéns pelo conto

Online porn video at mobile phone


zoophilia racas de cachorros e o tamanho de seu penisconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhoContos eroticos esposa madura ajudando menino de ruaa vagina mais.goloza di mundo por pau estranhamente grosso i grandeXvideo chupou o eletricista e tomou choquemagrınha nosexocunhada chupando a língua do cunhado injeçãoimagens e videos de coroas tesudas metidas no sexo kente ate esporrar fora e mostrando a cona inchada com labios longosSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaquero ver vídeos Popozuda tomando banho na praia se bronzeando de cremes e de calcinhacorninho presentiado o amigo do pau grosso xnxxMulhedoida.pra.goza.cpm.pau.do.cachorroviven cabaço foi brica de tranza com cachorro e levou uma rola bem grnde que ficou engatado na bucetaenteada novina doida pra dar o cu. pro padrastoconto de safada esandalosa tarada por pica no cu manda mete fode me arromba mete mais que eu quero mXVídeos mulher tomando banho dentro do banheiro e o b****** pego tomando desgraçadaconto erotico soquei um pau de borracha na minha esposa sem ela perceberconto erotico gay cunhadosgemendo e gozando gostosas espirrar esperma longe. porno atitudiFilme porno o dono da sinzala comendo as escrava tudo uma por umarapazes pegão moças na estradas aforça para fudelasHaitianos e camareiro mundobichaEu quero ver bucetaaaaahmenina que nao tem peito masgoza no pau gradenovinho brasilero geme muinto na sua primera vezconto porno apaixonado pelo meu primo brutamontescorno veno namorada linda dano cu e jemenoconto erotico gay playboy e o plebeucontos eróticos com fotos esposas estupradas submissasabaicha vidio porno menina de deis ano sendo abusada pelo paiwww.muleres novinha de sainha da o cuzinho par vrlinho tarado centino dor chorano e gritano de sainha vidio porno.com.brcontos eróticos menino dá o c* pro padeirovideos de sexo nora provoca sogro na praia de nudismoGorda e estrup a dápor marido XVídeoscontos eiroticos leilaporndois gatoto tarado xvidionovnha ganhando varada no niversario de 18 anos jorrando porracontos eróticos a irmã de minha espoza bunduda e coxudaas panteras filmes a cordano minha mae japonezaevangelicas encochadas nos transportes publicos contos e videosconto erotico era so pra pincelar sem camisinha ele enfiou ate as bolascontos esposas putas castigadas no cufilho chupa mae dormindo vifeo gratiscontohistória e fotos sogra bêbada queria presente de aniversário dar o c* a vida amigos do genrogenro chupador de perecafotos porno ebano e marfimwww.patrao contrata mundo bicha.comxvideo malhada da bunda torneada da uma piza no homem de sexoConto de maes leno asistino conto de incesto + o filhowww.guarda costa da granfina pornopornodoido ninfetas pornodoido entrada c SR DE BGODEirmão gemeos loirinhos emos gay fazendo sacanagempadrasto fazendo xvideo com inteada as 6h da manha a Mae no quarto dormindoFoda agressiva ponodoidoconto eroticos lésbico putinha vadia vagabunda piranha fuder tapa na cara buceta xoxotaa xaninha da verinhaNovinha rabetao transando com cara calsadoyahoo bater punheta cheirando meia do sogroconto relatando como nao resisti ao pausud e fez sexofilme pornô mulheres se beijando solteira mas não carregando não aguenta pau grandeZefa doida você tá aqui de novo olhando na casa dela pornôxvideo arrombando o cuzinho preto nao pagou o aluguel levou rola no cucasa dos contos eróticos dei para meu filhodespedida de solteiras com/mulheres casadas q se entregarao a putariaComendo a ninfeta grudadinho nelabonitinha de 18anos quadril grande e largo bunda durinha comeu.xxxpiroquinha durinha contosconto erotico sou madura vadiax gay novinho novinho de menor perdendo o c***** lourinhoApaixonei pelo amigo do meu pai contos eroticos agycontos eroticos gay SEQUESTRO sogra tara sex dormindicontos eróticos menina de 25 anos transando com cachorro com calcinha preta com lacinhos vermelhosvidio porno maniaco fode a forca muiler chegando em casaMeninas espacate frontal xvideosmulheres de minisaia dano o cuzinho domino velinho bolinano novinha vidio pirno .com.brmelando buceta com salivaxvideos cu apertado dando pala primeira vez devagar quando entrou a cabeça ela gemeuvidii lesbica cozando turmidoxvideos brincando de lutina e sem querer a pica entroucontos franco e belinha zoofilia