Minha primeira vez

Um conto erótico de Nicolas
Categoria: Gay
Data: 13/01/2020 17:04:26
Nota 10.00
Assuntos: Crossdressers, Trans, Sexo, Gay

Olá me chamo Nicolas, mas meus amigos me chamam de Nick. Sou do Rio de Janeiro e tenho 23 anos, sou alto 183cm e magro 88kg, além de ter a pele bem branquinha, olhos castanhos, cabelo preto e curto.

Sou heterossexual, mas no último ano comecei a sentir tesão por outros gêneros, gosto bastante de mulheres, mas passei a gostar de transexuais, afeminadas, travestis e crossdressers. Esse meu tesão por trans e afins começou quando eu tinha 22 anos, via vários vídeos de travas e trans e adorava, sentia desejos por aquelas gostosas pauzudas, e na minha cabeça eu queria sair com algumas. Não demorou muito tempo para eu começar a sair com as travestis, sair com várias e cada uma mais gostosa que a outra, no mesmo período em que eu saia com as travas, eu entrava em salas de bate papo de transex e crossdressers e conversava com várias cdzinhas, uma mais deliciosa que a outra, sair com cdzinhas também e aprendi muita coisa boa com elas.

Depois de 6 meses, deixei de lado as mulheres e só ficava com vontade de sair com as travas, num dia em si conheci uma cd que era um estouro, o nome de guerra dela era Thaina, ela era um homem que se vestia de mulher, mas ela nem parecia que era um homem, no dia em que nos conhecemos fomos direto para um motel, comi tanto aquela delícia que gozamos várias vezes e o tesão não ia embora. Até que num momento em que já tínhamos transado e que estávamos descansando depois de um delicioso banho, Thaina veio com uma proposta para mim:

- Amor, vi que você tava mexendo no meu pau duro e queria te propor um negócio. Você quer fazer um boquete em mim?

Fiquei olhando pra ela e sem jeito respondi:

- Eu nunca chupei um pau

Thaina toda meiguinha me olhou, me deu um super beijo e disse:

- Tudo bem gato, te ensino a chupar

Sem frescura nenhuma aceitei a proposta de Thaina e ela foi logo me segurando pela nuca e me levando em direção ao seu pau muito duro. Thaina pediu para eu deixar a língua de fora, deixei e depois disso Thaina pegou sua rola com a mao desocupada e passou ele na minha língua, ali já estava provando aquela delícia, não demorou muito pra eu abocanhar a piroca da Thaina, chupei como se fosse um pirulito, mas muito maior e grosso, chupava com as instruções de Thaina, ela gemia de tanto prazer, eu estava fazendo meu primeiro boquete, que pau gostoso. Thaina doidinha só falava entre os gemidos:

- Nossa Nick, que boquete gostoso, você sabe como mamar um pau

Eu ouvia aquilo e me animava, já fazia tempo em que eu tinha essa vontade, tava chupando um pau como profissional, nem parecia que era o meu primeiro boquete. Não demorou muito, Thaina gozou na minha boca, foi a melhor sensação do mundo, aquele leitinho quente todo na minha boca, eu aproveitei cada segundo.

Os dias foram passando e meu lance com Thaina estava ficando sério, transavamos direto, ela adorava meu pau e eu adorava chupar o seu, como estávamos um bom tempo juntos, resolvemos dividir um apartamento, nesse apê podíamos ser quem queríamos, então Thaina se vestia de mulher, ela tinha várias roupinhas e acessórios e eu adorava aquilo tudo, nós trabalhávamos em horários diferentes, ela trabalhava de tarde até a noite em uma empresa de telemarketing e eu trabalhava de manhã numa escola, então ficava a tarde toda e a noite quase toda sozinho, enquanto ficava sozinho eu partia pro computador pra me divertir um pouco, colocava em vídeos pornôs e as vezes mexia nas salas de bate papo.

Num dia desses comecei a mexer num chat e fiquei lá só pra ver as imagens até que um carinha me chamou, eu não curtia homens e ignorei completamente, até que um tempo depois ele começou a colocar imagens eróticas no chat, eu fiquei louco de tesão nas imagens, mas não falei nada com o rapaz, até que depois de 1 hora ele começou a colocar as imagens so para mim, eu me segurei ao maximo nas imvestidas dele até que não conseguir e comecei a falar com ele, falávamos sobre as mulheres trans e de como elas eram gostosas, eu concordava e dizia minhas favoritas para ele, um tempo depois ele parou de falar sobre trans e começou a falar sobre o seu tesão por cdzinhas, ele falava que adorava ver homem afemimado de calcinha, eu por outro lado comecei a gostar desse papo, algo em mim cresceu de uma tal forma que eu não conseguia disfarçar, ele sem pudor nenhum começou a perguntar várias coisas afim de algo e eu respondia com bastante tesão, até que em um momento específico ele me perguntou:

- Você gosta de homens

Eu sem jeito respondi:

- Adoro

Ele gostou do que viu e me fez uma belíssima proposta:

- Tenho que sair do chat agora, volta amanhã pra conversarmos mais

Eu aceitei e combinamos, eu aceitei meio com um pé atrás, ele já queria algo entre nós dois, sabia que eu curtia homens e se aproveitou, eu disse que curtia sem pensar e então decidir deixar aquilo pra trás. Já convicto da minha decisão, larguei o computador e fui pegar as roupas da corda, tirei elas e as dobrei, quando fui guardar vi uma das calcinhas sensuais de Thaina, eu olhei elas e me bateu uma vontade de usar, não deu outra, tirei meu short e coloquei a calcinha, ja estava depilado. Fui em frente ao espelho e me olhei, estava com um rabao naquela calcinha, sabia que aquele cara iria enlouquecer ao me ver daquele jeito, mas pensei melhor e desisti daquela doideira, tirei a calcinha e coloquei o short. De noite só pensei naquele cara e de tanto pensar cheguei a uma conclusão, vou aparecer no chat e dizer a verdade pra ele.

O dia chegou e fui esperar ele no chat, estava meio nervoso mas ciente do que precisava fazer até que num impulso vi a mesma calcinha da Thaina no sofá da sala, ela tinha esquecido ela lá e com esse impulso fui logo tirando meu short e colocando a calcinha, me senti bem naquele momento e decidi ficar desse jeito mesmo. O carinha apareceu e foi logo me chamando, começamos a conversar e a conversa foi legal, até que num momento ele me vem com uma informação:

- Eu pensei em você a noite de ontem toda e com tesão meu pau ficou duro por horas

Eu li aquilo e fiquei louco, o que eu iria fazer antes sumiu da minha cabeça e comecei a flertar com ele, ele dizia que o pau dele tava duro e na própria mao, já eu respondi que queria ele na minha boca, começamos uma transa virtual, até que ele começou a falar que queria me comer, eu fiquei nervoso e disse que não dava, ele aceitou e voltamos para a parte do boquete, não demorou muito para os dois gozarem, disse que tinha adorado conversar com ele e ele dizia o mesmo, depois dessa foda virtual o gatinho me fez outra proposta:

- Se você for do Rio de Janeiro, vamos marcar pra sair de noite.

Eu li a proposta e respondi:

- Eu aceito, vamos numa boate

O gostoso aceitou e mandou o endereço da boate, nos despedimos e fui ver o que usaria. Peguei as roupas e comecei a pensar numa desculpa para Thaina, mandei uma mensagem para ela e disse que iria pra casa da minha mãe essa noite.

A noite chegou e eu fui me arrumar, no chuveiro bati uma punheta pensando nele, depois me vesti. Coloquei a calcinha, uma calça jeans e uma camisa, peguei um uber e fui pra boate, chegando lá fui direto pro bar e pedi uma cerveja, uns minutinhos depois o carinha apareceu, nos cumprimentamos e sentamos um do lado do outro no bar. Seu nome era Ricardo, ele era bem gostoso tinha músculos e sua camisa mostrava tudo aquilo, ele tava com uma camisa verde e uma calça jeans, era branco e alto, magro e cabelo preto e curto, começamos a conversar e tals, só que a nossa conversa não fluía bem como no chat, passou um bom tempo e começamos a ficar sem assunto nenhum, eu pensava que teria sido uma péssima ideia ir nesse encontro, até que inventei uma desculpa pra sair dali, antes de sair disse para ele que iria pro banheiro, Ricardo falou que também iria pra lá e então fomos pro banheiro juntos. No banheiro, Ricardo foi até o mictório e usou, lavei minhas mãos antes e fiquei do lado dele pra usar o mictório também, só que ao invés de usar eu fiquei olhando para o pau dele e nossa que pirocao, era bem grande e grosso, muito grande mesmo, me fez salivar um pouco, comecei a pensar que algo poderia acontecer, não demorou muito para ele reparar que eu estava olhando sua rola, disfarcei e disse que iria pra uma das cabines.

Na cabine abrir minha calça e sem querer o jeans desceu demais, deixando a calcinha a mostra, do nada do ouço o Ricardo dizendo:

- Que delícia

Olhei pra ele e ele não tirava os olhos de mim, passou um minutinho e ele foi em minha direção, entramos os dois na cabine e começamos a nos beijar na boca, nossa que beijão gostoso. Estávamos em pé, um na frente do outro, eu com a calça nas pernas e com o bumbum de fora, ele me agarrando e nossos corpos grudados um no outro, teve um momento que Ricardo levou uma de suas mãos sobre meu bumbum e começou a aperta-lo, eu sentia tesão naquilo tudo, Ricardo parou de beijar minha boca e começou a beijar meu pescoço, eu agarrava ele e sentia seus músculos, nossa que tesão aquilo tudo, nossos corpos grudados e eu sentia o pau dele duro, tava uma delícia aquilo. Do nada, ouvimos um barulho do lado de fora, alguém tinha entrado no banheiro, esperamos ele sair e depois que saiu, Ricardo me olhou e me disse:

- Vamos para um motel

Eu concordei e fui me vestindo, saímos da boate e fomos pro motel, fomos a pé mesmo pois o motel era perto, até que no caminho entramos num beco, já estávamos de madrugada, não tinha nenhuma pessoa na rua, então decidi fazer uma loucura, agarrei ele e beijei sua boca, levei ele até a parede e o encostei, do nada comecei a abaixar de frente pra ele, abaixado olhei para ele com cara de safada e comecei a abrir sua calça. A calça foi aberta e eu fui colocando a minha mão dentro, peguei o pau dele e o coloquei pra fora, e ele era enorme, meus olhos brilhavam e sem rodeios comecei a línguar a cabeça da piroca de Ricardo, ouvia seus gemidos e o que me deixava com mais tesão, uns minutos depois comecei a abocanhar aquela rola gostosa, chupando como uma profissional, ele colocava as mãos na minha nuca e direcionava o meu boquete, tava chupando bem gostoso aquele pau, ao mesmo tempo eu olhava pra ele e ele me dizia coisas como:

- Que delícia, vai Gostosa, safada, delícia

Chupei mais um tempo até que num tesão enorme Ricardo gozou na minha boca, era muito leite, eu cheguei a engasgar, engoli o leitinho e comecei a passar a língua em volta da minha boca pra recuperar o restinho de porra. Eu também voltei a línguar o pau de Ricardo para limpar aquela rola gostosa, ele me levantou e nos beijamos de novo.

Depois disso, Ricardo me levou pro motel e chegando lá entramos no quarto, quando estava fechando a porta, Ricardo foi logo me agarrando por trás, beijou meu pescoço e me virou cara a cara pra ele, Ricardo me encostou na porta e começou a me beijar na boca, ele pegou minha perna e a deixou suspensa, nos agarramos de novo, tirei a camisa dele e voltamos aos beijos, tirei minha camisa também e fui falando pra ele:

- Se abaixa e tira minha calça

Ele seguiu meu conselho, me colocou encostado mais uma vez na porta e tirou minha calça, me deixando só de calcinha, antes de começar algo ele se levantou e tirou a calça ficando peladinho e com o pau mais duro ainda. Ele voltou a abaixar e colocou minha calcinha de lado, ele viu meu pau duro e começou a línguar ele, Ricardo começou seu boquete gostoso, abocanhou meu pau que me fez quase subir pelas paredes, o boquete dele não demorou muito até que ele olhou pra mim e disse:

- Amor, posso fazer uma coisinha em você

Concordei só que com um pé atrás, até que Ricardo voltou a línguar meu pau e depois de 2 minutos ele me virou de costas pra ele me deixando com o bumbum empinado, tava com medo mais continuei e ele com tesão colocou a parte de trás da calcinha de lado e abriu meu rabo, eu com medo dizia:

- Eu não dou, nunca dei

Ricardo entendeu e disse:

- Eu sei, mas posso lamber seu cuzinho?

Eu concordei e Ricardo com seu tesão caiu de boca no meu cuzinho, dei um grito de tesão e comecei a sentir a língua de Ricardo no meu cu, aquilo era delicioso, comecei a rebolar na boca dele, ele meteu aquela língua no meu cuzinho e eu adorando, não durou muito ele levou uma de suas mãos no meu pau e começou a punheta-lo, ao mesmo tempo que chupava meu rabo, não demorou muito e eu acabei gozando na sua mao, que delícia de língua no meu cu.

Depois disso, Ricardo se levantou e me deu sua mão gozada pra experimentar, que delícia, nos beijamos e ele foi me levando pra cama. Chegando la, ele deitou e eu me abaixei na frente dele e da cama, comecei a punhetar ele até que meu pau endureceu de novo, quando isso ocorreu, Ricardo pegou minha mão e me levou até ele, deitei em cima dele e coloquei meu pau junto do dele e com muito tesão começamos a roçar nossos paus e corpos um no outro, nos beijamos muito na boca, até que num momento que tesão em excatse cheguei no ouvido de Ricardo e disse:

- Enfia dois dedos no meu cuzinho

Ele ouviu aquilo, me deu um sorriso safado, levou dois dedos na sua boca e os lambeu e depois foi até meu cuzinho e meteu os dois dedos dentro de mim, eu gritei com tanta força que ele adorou e começou a enfiar com muita vontade, eu adorava aquilo, eu sendo fudida pelos dedos dele, nossos paus roçando um no outro e nossos beijos intensos e quentes, não demora muito eu volto ao ouvido de Ricardo e digo:

- Agora eu quero, mete em mim

Ele me colocou de ladinho, ficou de ladinho comigo, levantou minhas pernas e colocou seu pau na minha portinha, com tesão que eu tava joguei meu bumbum pra trás e seu pau entrou quase todo, gemi de tesão e ele começou o vai e vem daquela pica gostosa dentro do meu rabo, ele metia super bem e eu adorando minha primeira vez, estava me sentindo uma moça naquela hora, Ricardo metia gostoso e eu só falava:

- Nossa que pau gostoso, você é muito gostoso Ricardo

Ele continuava metendo e ao mesmo tempo ele beijava meu pescoço, com o tesao que eu tava acabei gozando de novo, com isso Ricardo começou a meter com mais intensidade e força, eu não sentia dor, só sentia prazer, Ricardo uns minutos depois acabou gozando dentro de mim, me virei para ele e nos beijamos de novo na boca, ficamos abracadinhos ali na cama mesmo.

Depois disso fomos tomar banho juntos e acabei chupando o pau dele de novo, de manhã ele me deixou em casa e combinamos de sair outras vezes e a partir desse dia adoro fuder com homens, já Ricardo me dar vários presentes, várias fantasias eróticas que uso pra dar pra ele.


Este conto recebeu 11 estrelas.
Incentive Théo a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/01/2020 07:08:31
Que delícia! Eu tbm já saí com homens, mulheres e trans que conheci nas salas de bate-papo. Nota 10 e três estrelas.
14/01/2020 06:47:12
Muito bom, realmente o autor vai numa escalada de descoberta em sua sexualidade, espero a continuação ! tres estrelas.

Online porn video at mobile phone


Ginecologista marido esposo conto ertico contoerotico eu namorada mae e tiocontoseroticos mulher lactante amamentandoirmalouca pra perdero cabaco pro irmarfilme porno com coroas cincuentona rabudas do cu Largo arrombado que cabe a mãoporno casa xeio de passarinhosdei meu cu a primeira vez , nao parei maismulheres ficatarada narrua salver penes grandcontoseroticoscm drigasasistir sexo completo brutal chupadas na bucetas uiiiiiipornô de Salvador Fernanda raspando a b***** pela primeira vezvolupinosa pornoeu. quero. ve. video. porno. com. menina. de. quize. ano. pegarno. carona. de. caminhaoimplodandoO que é enfezamento na vaginamulher contando que nao aguentou a rola grossa na buceta e começou a peidarmarido goza batendo uma vendo mulher agarrada por outro machovideo porno botei meu pau ate as bolas na boca da tiarevelação de filme pornô com minha mulher transa com meu jardineiroso cu fudidos de diaristasrola de moreno plutãoxividio vai maxuca meu cucu manteigadando um chupao na sua amiga a forsa lisbico pornoXVídeos novinhas brasileiras pegando pomada no xirihistórias reais de pedreiros que fuderan as mulheres do patrãocomo faser chortinho de praiax videos sexo gratis marido masturbando passeirairmãzinha viu papai comendo titia e quis tambémas bunsanfas xvideopiroquinha durinha contosvovo do bumdao toma banho com neto do picaoXVídeos marido Chapado e o amigo aproveito na festaXvidios carreteiro na bahianos na polhetcontos eroticos submissão cachorrinha dominadacontos eróticos corno desde a lua de melxvindo corno gostosa gosta de se filmadacontos de gozadas nas bundas grande de coroasvideos dr sexo com pau de40cm analver as novinhas rebolando as bundas de fio dentaunxxx so com negras de calcinhas ajustadinhasmulher com aberada da buceta toda esticada pra filha verVideo para bateponheta matrixcontos eroticos meu tio me comeu a forca e eu gosteiporno largo celular ponho no cutranza.de.maljeito.x.vidioContos eroticos de mulheris que so goston de da o cu nao goston de abucetaimplorei para ser cornoicvidiopornoeu confesso minha esposa voltou toda arrombada e gozadaconto erotico corno afeminadove porno cm padrastro cumeno entiada navinhasurfistão transando na praia pornôele a enrabala e ela a cagar.se pornoflime porno mulher pegar o marido com outra furtapornoeu vou beijar sua boca chupar sua linguinha você vai se amarrar na minha mordidinhafotos da neguinha voluptuosa peladapornodequatocomeu o cu da filha do patrão novinha de17 pornodoidogozada no cu com recuada gayCrentes dei meu cu virgem contos eróticoscontos anal casal que gosta fazer anal cagandoO doce nas suas veias (Capitulo 4)-CASA DOS CONTOS EROTICOS-XXX.compornor homens abastese cu da casadarola grossa cabeçuda no cu do gay de bruçoContos eroticos eu e minha mulher nos espantamos com o pau do seu irmaosilenciosa porno parte 2 contosconto eroticosdei no primeiro encontrofull hd xxx videos of cologiraContos eróticos- bem novinha é desvirginada e grita de dorcontos eróticos de sexo com o padre