Ana surda e puta dos “meus amigos” - a segunda-feira…

Um conto erótico de "Carlos"
Categoria: Grupal
Data: 14/01/2020 12:04:28
Nota 10.00

Ana Paula acorda na segunda-feira, depois de uma noite muito mal dormida…

A coberta toda amontoada do seu lado… Ana Paula acorda toda nua…

Sente vergonha de estar ali assim exposta… … mesmo estando em sua casa… entretanto sente sua bucetinha toda molhadinha…

“… Nossa… como estou com tesão…” e assim ela começa a se acariciar, passar as mãos em seus seios, apertar os mamilos e quanto mais aperta sente mais tesão!!!

“… Ainnn… estou perdendo o controle… sinto que preciso de um pau toda manhã pra poder começar o dia animada…”

Assim... meio preguiçosa, levantou-se… pensou em vestir algo… “… Ainnn… os rapazes me disseram que eu devo ficar nua em casa… mas preciso ir na lojinha procurar uma muleta pro meu maridinho Carlos… e onde mesmo estão as roupas que o Rodrigo disse pra eu usar? Hummm… Ah... Tá lá embaixo… Será que o Carlos dormiu direitinho? … hummm… ”

Com esses pensamentos Ana Paula fica procurando algo pra vestir… “… Ainnn… que que estou fazendo? Os rapazes me levaram tudo e eu devo ficar nua em casa… … desse jeito vou acabar me acostumando, esquecendo que estou nua e saindo sem roupas na rua… Tenho que tomar cuidado… rsrs…” E riu de si mesma…

Foi para o banheiro da sua suíte e fez todo seu ritual matutino… Estava, de certa forma, FELIZ por dentro… Estava sonhando… Tinha realizado uma fantasia sua de servir a “um dono”… esse era sua fantasia, mas agora a fantasia se tornara real… só que com “CINCO DONOS”! Isso seria possível?

Tudo isso fazia Ana Paula ficar com remorsos e tesão… Muito mais tesão do que remorsos… Não estava entendendo seus sentimentos… Sentia sua intimidade úmida, seus biquinhos durinhos e seu cuzinho piscando…

“… Nossa… que calor, que tesão!”

Saiu do banheiro e olhou para o relógio… 9h10min… “… Nossa! Já tudo isso?”

Desceu as escadas rapidamente, encontrou seu marido…

__ Carlos! Bom dia! Como meu querido está?

__ Ana Paula, precisamos conversar … Me diz … Como você está hoje? O quê pretende fazer? Me diz tudo.

__ Ahhh querido … está bravinho com as coisas que aconteceu neste final de semana? Não fica não … afinal, foi você que colocou nesta situação … olha sua mulher, olhe bem … Tá vendo? Estou sem roupas por sua causa, você que entregou pros seus amigos, agora eu tenho donos … eu tenho DONOS!

__ Peraí … Não é bem assim … foi você que começou … você que primeiramente chupou os cacetes do Rogério, do Mateus e penso que também do Cláudio … E te peguei que nem uma vagabunda no colo do Rogério e dando a bunda pro Mateus e pro Cláudio … e me diz que foi eu quem começou …

__ Carlos … essa conversa não tá legal … eu até ia te chupar, mas agora você vai ter de se virar sozinho … a tua esposa vai comprar uma muleta pra você ficar independente e me deixar em paz …

Ana Paula foi até o outro sofá onde estavam a regata e a “nova saia” … Pegou-os e saiu …

Como ela estava linda andando nua, se movimentando pela casa, andando e rebolando naturalmente aquela linda bundinha… Que tentação…

Ana Paula ao chegar no portão totalmente nua olhou para a regata e a “nova minissaia”… vestiu-os rapidamente… se sentiu nua… tentava ajeitar a regata, mas era impossível… seus seios ficavam evidentes denunciando a falta de proteção… a “nova minissaia” que outrora era sua calça jeans, tinha sido cortada de modo a ficar como uma minissaia, mas estava mais para uma quase microssaia… era só abaixar um pouco e sua bunda ficava de fora… se abaixasse com as pernas retas sua bunda e buceta ficavam expostas e convidativas…

“… Nossa… como posso sair assim? … bem… ontem, nem sei como, saí desse jeito, mas nem percebi como estou exposta… ainnn… mas preciso ir antes do Mateus chegar!”

E assim Ana Paula saiu para ir comprar a tal muleta que seus “donos” haviam mandado comprar na lojinha perto da padaria … e assim foi… Ana Paula andava ereta, tomando todo cuidado para a minissaia não subir muito… mas mesmo assim mostrava as popinhas da bunda… sentia o vento acariciar sua buceta e sua bunda… os bicos dos seios também estavam eriçados e destacados no fino tecido da regata…

Chegou na lojinha… Foi recebido por um jovem de seus poucos 25 anos de idade… Ana Paula nunca tinha visto ele nas redondezas…

__ Pois não? Posso ajudá-la no seu pedido?

Ana Paula não pôde ouvi-lo…

__ Desculpa… eu não posso ouvir você… sou surda e por favor… fala devagar para eu ler seus lábios e podermos nos entender?

__ Claro! Me avisaram que você viria aqui… Veio comprar uma muleta, não é?

Ana Paula percebeu seus olhos percorrendo seu corpo todo…

__ É… vim comprar uma muleta para meu marido… mas vou ter de voltar depois porque esqueci o dinheiro…

__ Moça… É Ana Paula, não é? – Ana Paula apenas balançou a cabeça de forma a afirmar… – Então… Já me falaram que você não ia vir com dinheiro e disseram para cobrar de outra forma…

__ Como assim? Você não pode fazer uma proposta dessas… Como assim? De outra forma?

__ Bem… Não sei se você está percebendo… eu não trabalho aqui… mas hoje estou aqui apenas para atender você… me disseram que você é uma putinha sem vergonha e que tem “donos”…

__ Ainnn… Não é assim… eu…

__ Não é putinha sem vergonha? Eu te vi ontem… e vestida dessa forma, andando por aí assim, mostrando os peitinhos e a bunda, e aposto que nem calcinha você está vestindo, não é?

__ Mas…

__ Responde! Responde direitinho…

__ Ainnn… Por que você está fazendo isso comigo?

__ Eu disse pra responder direitinho… e saiba que eu também conheço seu marido… agora responde, e saiba que eu sei de tudo do final de semana e me seja uma boa putinha …

Ana Paula estava percebendo que estava cada vez mais complicado… Já não sabia o tamanho do trama do pessoal…

__ Ainnn… Sim… estou sem calcinha… apenas com essa regata e a minissaia…

__ Então… para levar a muleta, de acordo com as instruções que me deixaram, você vai ter de fazer umas coisas aqui… Primeiro você vai tirar esses trapos aqui mesmo…

__ Nããããoooo… vou ficar nua assim…

__ Simmm! E vai vir aqui atrás do balcão e vai me chupar até eu gozar… Vem… tira logo esses trapos e me dê…

Ana Paula se despe das suas duas peças… Fica nua dentro da loja e entrega as roupas…

__ Muito bom! Que delícia é você! Agora se agacha aqui e chupa bem gostoso meu cacete…

Assim Ana Paula vai para trás do balcão e começa a chupá-lo para que ele terminasse logo…

A lojinha era de pouco movimento… Assim o rapaz segurava a cabeça de Ana Paula e conduzia a chupada… Pegou-a pelos cabelos e fez ficar de pé encostada no balcão, de frente para a loja… Se posicionou atrás e não resistiu… enfiou seu cacete na buceta de Ana Paula…

Ana Paula, mesmo humilhada, sentindo vergonha, estava sentindo um enorme prazer… e, de repente o rapaz tira da sua buceta e troca pelo seu cuzinho sem avisar Ana Paula!

__ Ainnnnn!!!

Mas o rapaz não liga para Ana Paula e continua até terminar dentro do seu cuzinho… E Aninha fica na mão desejando gozar… Nisso o rapaz estica para Ana uma regata cavada e diz…

__ Mandaram você vestir isso aqui e voltar para casa…

__ Nããããoooo… Isso não…

__ Ou é isso ou você volta pelada pra casa… Me mandaram pegar os seus trapos pra entregar pra eles…

Assim, sem escolhas, Aninha vestiu a regata cavada… se sentiu muito mais nua do que antes… A regata era super cavada e grande, não escondia nada dos seus seios e mostrava que nada vestia…

__ Você ficou linda! Uma bela vagabunda vadia sem vergonha! Está linda!

__ Deixa eu me limpar…

__ Hehehe… Claro que não… Vai… pode ir embora…

__ A muleta… posso pegar agora?

__ É verdade… mas não tem muleta aqui… vai ter de voltar pra casa sem ela e vai ter de inventar alguma desculpa em casa…

__ Isso não é justo! Fiz tudo que você quis…

__ Só fiz o quê me disseram pra fazer… Agora vai… Acho que tem alguém esperando por você…

Nisso Ana Paula percebeu que deve ter ficado ausente por uma hora… Precisava ser rápida para chegar em casa… e aquela regata que vestia a deixava realmente pelada…

“Que vadia!” “Oh gostosa!” “Tá no lugar errado, sua PUTA!” – era tudo que diziam para ela, mas Ana nem ouvia…

Aninha caminhava apressada e tentava cobrir seu seio, ora um, ora outro… e a regata não era suficientemente grande para esconder sua bucetinha semi depilada e sua bundinha… Eram quatro quadras de distância para chegar em sua casa…

Enfim… depois de um show de exibicionismo Aninha chega em casa ofegante… Ao entrar…

“ Ainnn… Tô ferrada… o Mateus já chegou… ” – pensou Ana Paula quando viu um carro na garagem…

Quando entra na sala encontra Mateus conversando com Carlos…

__ Aninha! Você chegou! Que roupa linda você tá usando! – era Mateus falando…

__ Mateus… ela não ouve… esqueceu? – Carlos falou com os olhos arregalados pela “roupa” que Aninha estava vestindo…

__ Oi Mateus… Não sei o quê você falou… vai ter de falar tudo de novo para que eu leia seus lábios…

Mateus se aproximou de Ana Paula e disse apenas movimentando seus lábios para que Carlos não ouvisse…

__ “Que Putinha Linda e Sem Vergonha”, estou falando baixinho pro corno não ouvir…

Aninha apenas balançou a cabeça afirmativamente mostrando que entendeu…

__ Aninha! Você demorou! E comprou a muleta que seu marido precisa pra andar aqui em casa?

__ Bem… na lojinha não tinha a tal muleta… Desculpa… Vamos ter de procurar em outro lugar…

__ Amor… que “roupa” é essa? – indagou Carlos, seu marido…

__ Ah Carlos, meu amor… é que lá na lojinha eu me enrosquei em algum lugar e rasgou a minha saia… e nessa hora o rapaz que estava lá me arrumou essa regata… e antes que você me pergunte, a regata que eu estava usando também “rasgou”… quase fiquei nua lá…

Carlos não engoliu aquela desculpa…

__ Tá tá tá… vou acreditar…

Aninha nem pôde “ouvir” o quê Carlos havia falado… já era costume essa relação… muitas vezes Ana não entendia o quê Carlos falava… É um martírio esse mundo que Ana vive… Um mundo de silêncio onde ela aprende somente nas leituras de lábios e acessos na internet… Um mundo muito difícil e complicado…

__ Carlos! Para de ser tão dura com a nossa Aninha! – era Mateus falando… – Você sabe que deve se comportar direito com a “Nossa Aninha” … Você sabe que deve ser um BOM MARIDO…

__ Tá bom Mateus… Vou fazer o quê… acho que estou nas mãos de vocês…

__ Isso mesmo… Não só você como a Aninha também… e vamos transformá-la na vadia, vagabunda, sem vergonha, uma perfeita puta, assim como você deseja… e também estamos te ajudando financeiramente emprestando valores para vocês continuarem aqui…

Aninha via a conversa, mas não entendia coisa alguma do que estavam falando…

__ Em parte você tem razão… Mas como assim, emprestando? – falou Carlos meio incrédulo com aquela conversa…

__ Um dia você vai entender… Nós, os seus “amigos”, vamos todos conversar com você, talvez no sábado, ok?

__ Tá bom… espero me recuperar logo…

__ Ei! Vocês podem para de conversar e me deixar aqui sozinha? – Aninha falou “indignada”…

__ Aninha… Por quê você está vestida? – Mateus olhou para Ana Paula e fez a observação…

__ Ainnn… tinha me esquecido… desculpa Mateus… vou tirar…

__ Espera… eu tiro pra você… – Mateus tirou do bolso uma tesoura e cortou as alças da regata e esta deslizou abaixo deixando Ana Paula nua, pelada novamente… e apertou os biquinhos dos seios…

__ Ainnn… Não faz isso!

__ Você não pode reclamar de coisa alguma… Você é uma vadia sem vergonha…

__ Ainnn Mateus… não fala assim comigo…

__ Estamos conversando demais… e podemos falar como quisermos… você tá cheirando porra… – e deu um tapa na bunda de Ana… – você deu o cuzinho hoje? Foi?

__ … … … – Ana Paula não conseguiu responder e ficou vermelha como pimentão…

__ Olha só Carlos… Aninha está aprendendo rápido! – e passou a mão na buceta de Ana… – e veja! Está bem molhadinha! – e passou a mão no rosto de Ana Paula…

Com um sorriso no rosto Mateus olhou para Aninha e disse:

__ Ana Paula… Hoje estamos perdendo tempo… Vamos começar o “Seu Dia”… E Carlos, não espere por nós… Vamos dar uma volta…

Pegou na mão de Ana Paula e foi conduzindo para o carro…

__ Mas eu não posso sair assim!

__ Não se preocupe… Temos horas marcadas…

Ana Paula já não sabia de coisa alguma…

A única proteção era seu “silêncio”…

__ Como assim? Horas marcadas? – indagava Aninha…


Este conto recebeu 9 estrelas.
Incentive Edson TK. a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/01/2020 18:01:20
Muito Obrigado Almafer!!! Vamos mergulhar na história!!! 😉
14/01/2020 17:53:21
Adorei continua assim obrigado
14/01/2020 17:24:54
Claro que pode ser!!! Vamos criar um ambiente, situação para que ela possa fazer um belo desfile... 😉😍
14/01/2020 17:15:04
Edson TK Será que na continuação , a aninha vai usar rabinho de raposa? Rsrs ou aquelas outras coisas " esqueci o nome " coisas no c.... RS
14/01/2020 16:28:01
Ah minha Palavras excitadas... Tudo é inspiração feitas por sua causa... Sua criatividade faz a mente viajar!!! 😍😉✈️
14/01/2020 13:52:08
" CarlosEla , sentia que precisava de um pau toda manhã, para seu dia começar bem...) Nossa que tesão ler isso 👄👄👄👄 Ed .... Você me deixa encantada e EXCITADA muito e muito gostoso cada palavra hummmmm

Online porn video at mobile phone


dei a buceta na bicicleta contos eroticosquero ver vídeo de mulher se exibindo tirando a calcinha bem puxado para cima ficando só o montinhovideos desabafos cacetudos con vontade de gozar se mostra can cacete muinto duroxvideo da tia com medo a som brinha gozado na boca delaquero ouvir todos os vídeo de pornô de mulher gorda peidonavideo de gozano na cueca boxercomedor enrabando professora virgemwww.xvedeo so gozadaia mais gotosaxvideo ninazinha piquena olhando o pauwww.negao metie na velha porno.comNoca vi pau grosso filio vei mifuder na sala estoriamulhe do bixao enchado e gosando muitoconto erotico meu irmão e meu tio me arrombaramOs maxos batatudos pelados com pinto duro em vai amadorx videos sogra da remedio pra genro durmir e senta no pau delecontos eroticos viajei com meu genro e fiz boquete a viajem todacontos fudedor criolo de voadinhos e gaysfudedor de viado vorais e tarado fudendo xvideos gayFiz minha sobrinha trair seu noivo no motel. Comigo comi seu cu conto eroticocontoerotico pai quero dar leitinho pra bbzinhaxvideo com cabelo da depilação gradinho gozadagordinha metelinaconto e roticos comadre de vestidocontos hetero experimentar chupar pau XVídeos cara estrupando A SementinhaContos erorico de esposa de osasco S.P traiu com irmao do maridominha mãe deu cu p um cavalo contos fudendo loirafada coroadois negros de 40cm de pau no rabo da intiada e sublinhasogro transando com nora contosqual sao sinal quando mulher gosta ser encoxadacontos de incetos e orgias entre irmaos nudismo piscina em casaquero pesquisar filmes pornor com negros super dotados arregassando cu e bucetas de mulheres loiras tirando sangue do cursinho delasbrincando escanchada contos pornoporno brasileiro cunhada vai na chacara com cunhado acaba trazzado com elepediu outro cacetexvideojaponesa gostosa de shortinho damdo xvideorapasinho bebo de cair leva no cu apuso estrupocoroa ponha cao para chupalaporno ecitNtemãe e fode na hora da chupança bota filha de menor para chuparVc e feinha buceta tua nao quero nem teu cu mem teu seio nada de voce me interessa Conto erótico troninhoincesto com meu vô contosxvideo estrupa mae disaiapeguei a novinha magrinha porquê ela insistiuirmãzinha enxergou a bundinha no pau do irmão gente comeu seu c****** XVídeosvídeo de pornô em desenho Delta lavando a louça e pegar nos peito delaMulher novinha do clitóris gigante fundida pelo padrasto hora do café e brasileira dançarino de funk transando de frango assadovedio caseiro minha conhadsa da pro cachorro. seoFotos d cdzinhas enrrabadasxvidios10 filho gosando no cu da mae gostosacontos eroticoflagrei esposa com garotos de progamaa filha bota um shortinho o pai vai ficar puto e para elaliberalina puta vídeo proibidoeu sou solteira eu tenho um amante casado empresário rico eu nunca eu deixei ele fuder meu cu virgem ele sempre ele quis fuder meu cu virgem eu fui com ele pro motel eu e ele dentro do quarto eu dei um abraço nele eu dei um beijo na boca dele eu tirei minha roupa eu deitei na cama ele chupou meu peito ele disse pra mim eu adoro chupar sua buceta raspadinha ele começou a chupar minha buceta eu gozei na boca dele eu chupei seu pau ele começou a fuder minha buceta eu gozei eu disse pra ele não goza dentro da minha buceta eu disse pra ele eu quero dar meu cu virgem pra você pra você goza dentro do meu cu conto eróticomeninas sendo encoxadas no onibus lotado/casadoscontosconto erotico malu marretaxvideo picadinha de leve no cusinho apertadogay aprumando o pau no cu e sentando gostosoContos eróticos casada no acampadosconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhonoivinhas dar peitinhos durinhos para padrasto chupar mos xvideosdesejo de matar no onibus encoxadorAs Panteras o padrasto irmaos maefrango a mulher assistindo vídeo pornô na televisão com o cunhadocunhada sonhado pegando no pal do cunhadocontos eroticos de lua blanco e arthur aguiarvideo porno virgem putageyirmas safadas relatosnora safadas descobri que sogro tem a pica enormehomens com coujas grandes sarados peladosmeu sogro e seu irmao me funderam juntos contos eroticosmaninho nao quer me comer contoscontos eroticos entre primos bimanauense novinho gozando no xvideox videos " ele encheu minha boceta"trintona rabuda experimentando anal com novinho pirocudo xnxxpadastro de 35cm de pica no cu da intiada