Libertação XVIII - Fim de verão - ultimo dia de piscina

Um conto erótico de Simon
Categoria: Heterossexual
Data: 13/02/2020 12:32:06
Nota 9.83

Depois de algum tempo deitados nús ao sol fomos para dentro de água novamente e desta vez nús. Provavelmente era a primeira vez que estavamos assim completamente nús sem ser durante sexo.

A minha esposa e a Sofia são morenas e como é fim de verão tinham as marcas dos biquinis bem deliniadas. A Ana com aquele peito farto e os mamilos e um triangulo pelo meio do peito branquinho realçava ainda mais o tamnho generoso do peito dela. a sofia em contrapartida com o peito pquenino e arrebitado estava todo ele branquinho o que era um tesão.

Eu e o vitor mergulhamso directo na piscina e ficamos a ver elas a descer a escada. Estavamos um de cada lado da escada a olhar para cima e primeiro desce a sofia, de frente para nós, aquela noca depiladinha, a cada degrau a abrir aqueles labios da coninha grossa que ela tem e os peitinhos a apontar o ceu. O vitor dá a mão para a ajudar a descer e ela ao entrar na água começa nada a afastar-se de nós com aquele rabinho redondo e marcadinho com um pequeno triangulo branco a sair do rego.

De seguida vem a Ana, desce a escada de costas para nós, aquele rabo empinado e arrebitado, a cona depilada com um papo generoso a cada degrau parece que chama "entra aqui e come".

Ao descer os degraus e entrar na água o vitor pega nela pela cintura, roda para ela ficar de frente para a piscina e deixa a minha esposa descer a deslizar as maos da citura até aos braços enconxando a Ana que fica de bicos de pé na água para evitar o pau dele de entrar. Depois afasta-se a nadar para junto da Sofia.

Ficamos por um bocado a refrescar e a nadar nao deixando de olhar para os rabos daquelas duuas deusas fora de agua ou quando mergulhavam.

- Simon, consegues daí de onde estás nadar debaixo de água até mim e passar pelas minhas pernas? - diz a Sofia para mim

- Sim claro! - respondo nao perdendo tempo, mergulho e nado de encontro á sofia que está em pé de pernas bem abertas. Ao passar por ela debaixo de água subo ligeiramente do fundo para passar o mais perto possivel da cona dela e ao passar a cm da cona apanho o rabo com as maoes para me ajudar a sair de água e rodo para ficar nas costas dela mas de frente para ela. Levanto-me e ela roda para mim pois sai nas costas dela e ela agarra-me pelo rabo e enconsta-se a mim:

- boa Simon, aguentastes bastante debaixo de água.

- sim a visão era linda lá de baixo

- estou a ver que sim, ou melhor, estou a sentir que sim - diz ela ao sentir o meu pau duro na barriga dela.

- E tu consegues nadar debaixo de água, quanto tempo. - desafio a nossa amiga

- Não faço ideia, nao devo conseguir muito. Não consigo estar debaixo de agua, começo a subir. - responde a sofia

- Vai lá abaixo e usa as minhas pernas para te segurares - digo

Ela respira fundo e atira-se para o fundo não conseguindo ir muito e agarrando-se com uma mão em cada um dos meus joelhos. Passado uns 5 segundo s veio para cima tocando com a cabeça no meu pau duro.

- Não consegui tempo nenhum, vou tentar novamente - diz a Sofia

dito isto respira fuindo e baixa'se novamente, mas desta vez ainda foi menos fundo e agarrada ás minhas coxas abocanha o meu pau sem eu esperar. Está por breves segundos com o meu pau na boca e sai novamente da água. Olha para mim e dá uma gargalhada e apanha o meu pau com a mão e começa a acariciar.

NEsta brincaeira com a sofia tinha esquecido completamente da minha esposa e do vitor, olho para trás de mim e vejo a minha esposa a boiar de barriga para cima, peitos fora da água e a coninha também meia imersa meia de fora e o vitor ao lado dela a segurar a minha esposa. Estava novamente a ensinar a minha esposa a boiar como tinha feito anteriormente no campismo (primeira vez que a minha esposa foi tocada por outro homem) mas desta vez estava a minha esposa nua ali a cemtimetros dele.

A Sofia conduz-me segurando o meu pau, enconsta-me de costas na beira da piscina, coloca-se na minha frente, encaixa o meu pau no rego dela pega nas minhas mãos e coloca-as a abraça-la. ficamos ali tippo namorados, eu a abraça-la e ela a acariciar o meu pau a olhar para a minha esposa e o marido dela.

- Esse rabo para cima Ana - Dizia o vitor para a minha esposa dando palmadas no rabo dela. Ela esforçava-se para levantar o rabo expondo a cona fora de água e o vitor ajudava com as mãos no rabo dela.

- Ombros para trás, peito esticado para cima - Pede o Vitor com uma mão levantando as costas enquanto a outra mao fica no rabo.

- Quero estes peitos fora de água - diz ele tocando nos peitos dela e puxando os mamilos da minha esposa para cima que ficam bem arrebitados e ponteagudos.

Eles mantemem-se nisto por um bom bocado, com o vitor a mexer no corpo da minha esposa com o pretexto de ela boiar, as maos no rabo, nos peitos dela e apesar de nao ver por estar debaixo de água ele devia estar a meter os dedos na cona dela pois por vezes ela abria ligeiramente as pernas, mordia os lábios e sorria para ele.

A sofia estava com tesão tal como eu a ver aquela cena e acariciava o meu pau e eu acariciava os peitos dela. ela nas caricias do meu pau encaminhava-o para o rego do cu dela e ele tocava os labios da cona.

Mantive uma mão nos peitos e a outra desci para a cona dela, apertei o corpo dela contra o meu e a cabeça do meu pau veio até a frente no meio das pernas dela e eu acariciava o meu pau e a cona dela. comecei a meter os dedos nela e ela comecou a gemer baixinho.

virou-se para mim e começa-me a beijar. Encaixa o meu au no meio das pernas e consta os peitos nus no meu peito. Eu agarro o rabo dela e forço-a contra o meu corpo. Beijamo-nos por um bom bocado e vou olhando para a minha esposa e o vitor.

Eles ainda estão no meio da piscina com a Ana deitada nos braços do vitor que a vai acariciando e começa a beijar os peitos dela e a morder os mamilos. Ela corresponde puxando a cabeça dele para a dela e beija-o. Ele deixa-a cair para ela ficar de pé e encostam-se na beira da piscina a beijarem-se.

Estamos os dois casais, eu e a Sofia, minha esposa e vitor, em lados opostos da piscina. Eu e o vitor enconstados na parede da piscina e as duas enconstadas em nós de costas, de frente uma para a outra.

Eu olho para a Ana e falo apenas com os labios "amo-te" e ela retribui com um "amo-te muito".

eu estou com o meu pau no meio das pernas da Sofia e acaricio a cona deda, meto os meus dedos dentro dela com uma mã e aperto os seis com a outra. Vitor parece imitar os meus movimentos, tem uma mão na cona da minha esposa e uma mão a acariciar os epitos fartos da Ana. Que tesão é ver a minha esposa a fechar os olhos, estar a saborear ser acariciada por outro homem que nao eu,. ver as mãos de outro homem percorrer o seu corpo, misto de tesão, ciumes.

O meu pau está a latejar e bem duro, Sofia pega no meu pau e aponta para a entrada da coninha dela e eu meto lentamente, pego sofia pelas cochas e ela fica sentada comigo a suportar o peso dela que por estarmos na água se torna fácil e começo um vai e vem nela, o meu pau entra e sai da cona dela.

O vitor e a minha esposa mudam de posição e ela apoia-se na piscina empinando o rabo para trás e o vitor começa a enfiar o pau nela.

Fodemos os 4 por um bom bocado e eu digo á Sofia para irmos para o lado deles. Vamos para junto da Ana e do Vitor no outro lado da piscina e a sofia coloca-se na mesma posição da Ana, apoiada com as mãos na piscina e rabo empinado para trás para eu a poder foder.

Eu e o vitor metemos nas duas começamos a estucar forte.

- Que delicia de pau Simon! Tão bom sentir este pau grande e grosso a meter fundo. sortuda amiga com um pau destes á disposição! - fala a gemer e ofegante a Sofia

- Delicia não é? E ele está doido por te meter no cu, foder esse teu cu rijinho! - diz Ana - O vitor não fica atrás, que habilidade tem, a rebolar dentro da minha cona, toca os pontos todos para me deixar louca!

Eu e o vitor olhamos um para o outro e batemos a mão, um High five e um sorriso de aprovação entre nós.

Tivemos mais uma vez orgasmo, nós os dois primeiro e elas logo a seguir.

- Maravilha simon! Que delicia de pau. - Diz a Sofia levantando'se e me beijando.

- Que doideira é esta que vocªes me fazem? Isto é gostoso demais, sentir outro pau dentro de mim! Que delicia Vitor. - diz a minha esposa a beijar o vitor.

- voces as duas são umas deusas, gostosas demais, devemos estar no paraiso, só pode! - falo eu beijando de volta a Sofia e depois abraçando a minah esposa e beijando ela de lingua bem demorado enquanto acaricia as suas nadegas e coloco a mau na coninha dela e digo:

- Esta cona nunca levou tanto pau como nos ultimos tempos, está a ficar muito lambona!

- E que lambona, engole o meu pau como nao houvesse amanha hahahaa - espicaça o vitor.

Saimos da piscina e fomos nos deitar nus a secar e descansar.


Este conto recebeu 12 estrelas.
Incentive SimonCann a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
22/02/2020 07:43:21
Deixa de frescura corninho, continua e manda as fotos dessas putinhas, email
21/02/2020 19:07:26
muito deliciosa esta série de relatos
20/02/2020 21:54:51
Bons contos, sempre bem escritos e cheio de detalhes, gostei muito esperando a continuação
18/02/2020 16:27:15
Baita contos. Não pare. Vc é muito bom nisso.
17/02/2020 06:09:38
devido ao baixo ou nulo feedback vou deixar por aqui a minha contribuição. quase 2000 leituras e apenas um comentário e uma votação. Penso que os meus contos não têm o interesse desejado. Um bem aja.
13/02/2020 17:31:27
Adorei

Online porn video at mobile phone


contos eroticos neta libera o c pro vovContos eróticos de incesto mamei no pintao do do meu filhao na cozinhapornodoido enchendo a buceta de chantilli pra ele chuparcontos ajudando minha mae peituda na faxinacavalona da buceta desmarcada no pornodoidorelatos eroticos pagando o aluguel com a filhinhafudendo mulher so de calcibha pedido rola xvidioVanessa queria brincar mais não imaginava que ia encontrar pela a frente um monte de safadinhos taradosdoce nanda parte cinco contos eroticosmulheres gelo gande metendo piquito da outravedio caseiro minha conhadsa da pro cachorro. seoxvidio pasto chupando abucwtacheirou minha calcinha e me fodeu , contospadrasto enteada falei de sexo brasileiroXVídeo mulher desagrada para gozar e g****** toda horacomendo o cu da mulher do corno curras contos eroroticosincesto gay papai me fez de putinhaxvidios novinho trasando com dorengraxate mundo bichaenpregada rabuda tirando um coxelo so de calsinhaConto erotico um rapaz de 18 ano gay se apachona por um hmem de 26 ano que hetero sodado tiia cm saia longa com tensao mostra calcinha ate fudepriminha inocente pegando no pinto do primo na frente de toda família sem eles veremxvideos sentando no pau gostasentealfaiat xvídiopornodoido gato lembi bucetacontos velho cacetudo corno fotos minutosnissei rabudas vidiorapido doisviu o pou da cunhado e n resistiuxvideos Foi espiar as irmaes e pegaro ele e foderaocontos eroticos sou novinha e vi meu pai fudendo com minha mae e ele tem uma tora gigante e eu provoquei ele ate ele me comer ele me deichou arrombada mas gosei muitoconto erotico `gerente do restaurante`casos amad fragra irm gosand ponh casabrincando de esconder e abusando da menina contos Porno contos incesto mamaes iniciam chupando as bucetinhas de suas filhinhas muito carinhocunhadinha dando de shortinho bem curtinho São Paulo com a cunhada Patrícia de mim gostosinhosexo esposa setorcendo sentada num pauzao xxvideo convite discreto amadorcontoerotico.com/ irma8novia mastubano com o pigelo de fora e gritano de tezaopediu outro cacetexvideoVc e feinha buceta tua nao quero nem teu cu mem teu seio nada de voce me interessa gostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticoscexo arobandisogro casa dos.contospezinhos no meu pal contos eroticoler conto erotico de padre reaissexo quente incestomadrasta vendo futebol na tvXxvideosVizinha gostosa de shortinhoxvıdeos porno novınhas do paevideo porno bundaggg real traindo o maridoo pau do meu marido grande23cm e toda hr que fazer sexosocaaa com força malandroloiras gordas da bocetona grande e peitos muchos chorando pra nao da o cuhttp://conto erotico um desconhecido ele abriu minha pernavedios sexo na cozinha novos conhadas pau grandes novosO Irmão Ogro contos incesto completoEncanto erótico Eu e minha filha com pedreiro negãomulher nao aguenta e goza muit de qayrporno brincando de lutinha e se aproveitando da cunhadaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhachorei no cavalete contos eroticosxvideos pegou amigp do filhofiquei bem v******** batendo p****** bem gostosa cantando Caladinhagozada de mule napica pornodi dicavalominha sogra e esposa no canil fodeno com todos cachorro grande conto eroticovideo porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiawwwxxvideo filhinha apaixonadaporno doido so chupança de buceta. com muita fomeconto erotico dentista carinhosahomem emprensando mulher parede do banheroContos eroticos adestrando o viadox vídeos porno eu e minha mãe fomos tomar banho e fiquei esitadoporno engoliu a porra e catinou mamanovedeos de sexo foi morar mais a madrasta nao resistiu e cumeu elamulata safada gosto da vara do roludo e traiuso mininhas top bem novas com vibrado bucetas fotosler contos eroticos de padres reaisminha mulher me arrombou com um pau de borrachafudendo loirafada coroaOlhando a tia gostosa xsvidiovideos de porno doido com coisas indessemtecontoeroticogemeasfoto de cafuçu com pau enorme de grosso e cabeçudohistoria erotica pronhomem gozarquero vídeo de pornô daqueles bem Furiosos bem safado vídeo bem gostoso daquele bem safadohttp://googleweblight.com/i?u=http://zdorovsreda.ru/tema/incesto;%2520amor%2520verdadeiro;%2520fazenda;%2520irm%25C3%25A3zinha/melhores&grqid=CLHUAQww&s=1&hl=pt-BRuza calsinha fio denrak aumenta a bunda qual a difeeençaxvideos erick dotadao o'irmão da ijrejaXVídeos novinha Caboco apalpando o pau na goela da mulher e homem transandoXvideo mobile Filha tem buceta pilunovos Titãs que a manu rasgou a cueca